derramando amor

En ese momento ella pensó.
Recordó todo lo que había
pasado y simplemente suspiró.
Se le vino a la mente aquellos días
cuando era feliz a su lado.
Vaya vida la que tenía.
Hermosa.
Él se fue; la dejó sola, herida
y desilusionada.
Ella pasó noches sin dormir,
derramando lágrimas
por ese amor desdichado.
Hoy es fuerte.
Diferente.
Independiente.
Basta con decir que al verlo
no pensó en otra cosa
que en ser feliz.
En seguir adelante
sin importar
lo mucho que haya pasado antes.
En ese momento, justo en ese,
lo superó.
—  Karol G.
Chega de tentar dissimular e disfarçar e esconder
O que não dá mais pra ocultar e eu não quero mais calar
Já que o brilho desse olhar foi traidor
E entregou o que você tentou conter
O que você não quis desabafar
Chega de temer, chorar, sofrer, sorrir, se dar
E se perder e se achar e tudo aquilo que é viver
Eu quero mais é me abrir e que essa vida entre assim
Como se fosse o sol desvirginando a madrugada
Quero sentir a dor desta manhã
Nascendo, rompendo, tomando
rasgando meu corpo e então eu
Chorando, sofrendo, gostando, adorando gritando
Feito louco, alucinado e criança
Sentindo o meu amor se derramando
Não dá mais pra segurar, explode coração
—  Gonzaguinha, na canção “Não dá mais pra segurar (Explode coração)”
Sozinha em um quarto vazio, nada sobrou além das lembranças
de quando eu tinha o meu melhor amigo, eu não sei como acabamos aqui, eu não sei, mas nunca foi tão claro, cometemos um erro, querido. Eu vejo o vidro quebrado na minha frente, eu vejo sua sombra pairar sobre mim e seu rosto, eu posso ver. Por entre as árvores vou encontrá-lo, vou curar as ruínas deixadas dentro de você porque eu ainda estou aqui respirando agora até que eu me liberte vá tranquilo por entre as árvores.
Lembro-me de como nós costumávamos conversar sobre os lugares que íamos, quando estávamos de folga e tudo o que íamos encontrar e me lembro de nossas sementes crescerem e como você chorou quando viu as primeiras folhas aparecerem, o amor estava derramando de seus olhos. Então você pode ver os ramos que pairam sobre mim? Você pode ver o amor que você deixou dentro de mim? No meu rosto você pode ver.
Tome minha respiração como se fosse sua. Tome meus olhos para guiá-lo para casa, porque eu ainda estou aqui respirando agora, eu ainda estou aqui. Mas você não vai voltar.
E até que eu me liberte…
Vá tranquilo por entre as árvores.
—  Through the trees