depois que entende

Um dia vai dar certo,vai sim. Mas antes de dar certo, dará errado diversas vezes. Você irá mergulhar em alguém que te fez acreditar que seria seu futuro e descobrirá que não passava de outro raso demais. Você vai quebrar a cara com quem jamais imaginaria ser possível, vai chorar por quem nunca valeu uma lágrima sua, vai achar que encontrou o amor da sua vida e vai se decepcionar por saber que mais uma vez se enganou. Vai perceber que desperdiçou tempo demais com quem não valia a pena e que manteve pessoas que nem deviam ter entrado na sua vida.
Vai dar certo, acredite que vai. Mas antes , você precisa entender que muita coisa precisa dar errado. A vida não é tão doce quanto aparenta ser. Decepcionar-se faz parte do processo, é inevitável. Você vai ver que por mais que tente, é difícil acreditar de novo quando já se acreditou em quem não merecia sua confiança. Fará muito por alguém que nunca mereceu tanto. Vai se apaixonar por alguém que sumirá da sua vida sem nem se despedir, sem avisar o motivo e talvez esse alguém apareça para te confundir quando tudo já estiver em seu devido lugar. Faz parte do processo, menina.
Sabe quando seu coração dói e parece que alguém o destroçou? Você sentirá isso algumas vezes. E outras vezes, alguém o destroçará mesmo. O nó na garganta vai te incomodar, irá segurar pra não dizer coisas entaladas, mas irá guardar pra si. Dará perdão a quem não faz por merecer, seguirá em frente sem nem saber por onde ir, mas saberá que precisa ir. Na vida, você irá perder as contas de quantas vezes acreditou fácil demais e se decepcionou, vai achar que tem dedo podre, mas depois você entende que podre mesmo são as pessoas , mas que ainda existem pessoas que fazem essas decepções valerem a pena.
Você oferecerá a mão para alguém e quando precisar , esse mesmo alguém te dará as costas, isso vai te ajudar a entender que nem sempre terá refúgio, que nem todo mundo está disposto a ajudar e que, muitas vezes, sua melhor companhia será você mesma.
A vida vai te ensinar que é preciso aprender a perder, que para ganhar coisas melhores é preciso abrir mão de coisas pequenas. É preciso aprender a deixar ir. Irão brincar com teu coração, vão mentir, vão jurar aos quatros cantos amor eterno e de um dia para o outro, tudo isso não passará de momentos. Vai aprender na marra que amor não é suficiente para fazer alguém ficar, que promessas são apenas palavras jogadas ao vento, que nada e mais duradouro do que as lembranças. Terá momento em que vai acreditar que nada nunca dará certo para você e terá momentos que tudo que irá desejar serão momentos na sua própria companhia e que serão esses momentos que te ajudarão a voltar tudo pro seu devido lugar.
Você conhecerá tanta gente, e todo mundo vai te parecer tão raso que você vai duvidar da existência do amor. Perceberá que mais vale a sua solidão do que viver em prisioneiras companhias.
Mas vai dar certo. E quando der certo, você rirá de tudo que deu errado.Irá entender que tudo que passou foi só para te provar o quanto é forte,como pôde superar e como amadureceu graças as rasteiras e tropeções que te surpreenderam pelo caminho.Descobrirá a sua própria felicidade e saberá que felicidade não precisa ser somente em par. Você irá carregar muito mais de ti do que possa imaginar e se dará valor, pois vai entender que toda essa bagagem custou caro demais.
A espera dói, mas vale a pena. Vai dar certo ,menina!
—  Eu também espero que dê certo!
Eu entendi que não existe vergonha em deixar doer.
Podemos sim chorar quando bem quisermos, passar os finais de semana na companhia da melhor comédia romântica e do edredom mais quente do universo, podemos escrever frases do Caio Fernando no final do caderno, no antebraço, no banco do ônibus, beber até esquecer o próprio nome e beijar o cara errado também.
Demonstrar sentimento não é fraqueza, é humanidade, e graças a Deus que ainda me resta um pouco disso.
E depois de entender, aprendi que a minha loucura é só minha, os gritos que abafo no travesseiro são meus, o porre do final de semana é por minha conta, o choro que engoli a seco também. Ponto. Final.
Não era errado desejar unicamente, sentir demais ou querer com todas as forças.
O problema era de quem não sabia o que fazer com isso. Com todo o meu extremo.
Então eu fechei os olhos, respirei devagar, e vi que não valia a pena deixar de ser quem eu sou, por nada, nem ninguém. Existem pessoas com o coração igual ao meu por aí, qualquer dias desses a gente acaba atravessando a mesma rua sem querer, – querendo – e se encontra.
Deixar doer é aceitar. Tudo o que vai, nem sempre volta. E mais uma vez, graças a Deus por isso.
Existe sempre um amanhã.
—  O céu ainda é azul. Lua Jullie
Eu não queria me apegar a esse coração lindo, que me diz como é amigo, que está sempre tentando me tirar um sorriso, que mesmo corrido tenta ficar, que tem o mar como seu maior amor, que sabe que a vida é como uma onda no mar em furia, mas sabe que a calmaria sempre vem depois, que entende, que acarinha, que abraça e que se preocupa, eu juro não queria me apegar, porque esse coração é mar, e mar é amor, e amor… é perder.
—  Então vá em frente, diga adeus
Reaction: deixando-os após uma traição

 

OBS: Desculpem a demora para postar um novo reaction, bolinhos… É que eu tive um sério bloqueio criativo shuashua Mas quero que saibam que todos os pedidos já estão sendo produzidos e logo logo estarão aqui no Tumblr! Obrigada pela paciência  (∪ ◡ ∪)

Keep reading

Reação da dance line se você pedisse pra eles irem na sua casa de madrugada

Jimin: Que? por que? algo aconteceu? você se machucou?

J-Hope:O que você está querendo insinuar com isso? *não consegue parar de rir*

Jungkook: Yaegiya, abra a porta, já cheguei.

DESENVOLVENDO HABILIDADES DO PERSONAGEM

Olá você daí! Esse é um guia sobre desenvolver habilidades do personagem, derivado desse rant aqui que fala sobre a falta de aproveitamento da magia nos RPGs de Harry Potter. No entanto, isso serve para absolutamente qualquer coisa. Desde 1x1s de HP até RPIs.

Seu personagem é ótimo em quadribol, ou futebol, mas você não faz ideia de como desenvolver isso? Ou transfiguração, feitiços e DCAT? Você está no lugar certo. Clique no read more, e se divirta. 

Keep reading

Meu Delegado

Capítulo 100 :

 LUA

 - Então estamos quites, querida porque eu não vejo a porra da necessidade de você estar andando com essas costas de fora. Isso é o quê? Falta de pano? O que não falta é roupa lá em casa. Vou te dar uma blusa minha pra você colocar. – diz agora sério.

- Sua prima que me deu e eu amei.

- Vai amar ela por pouco tempo. – diz

- O que você quer dizer com isso?

- Nada querida. – diz sínico.

- Não, você não vai rasgar a minha blusa como faz com as minhas calcinhas. – digo com os olhos arregalados depois de entender o que ele quis dizer.

Ele nada diz, apenas levanta uma de suas sobrancelhas e levanta um pouco os seus lábios para o lado direito.

- Arthur não.

Continua calado.

Ele tem esse poder de mudar o foco da conversa pra mim, sempre quando eu estou com raiva dele. Ele sempre faz isso.

Não demorou muito chegamos ao condomínio e em questão de minutos já estávamos parados na garagem.

 Entramos na casa e já posso sentir o cheiro delicioso da comida. Vou com ele até a cozinha e encontro a senhora, de uns 40 anos mais ou menos, que estava virada para o fogão.

- Maria já pode arrumar a mesa. Daqui a pouco eu volto para comer, só vou tomar um banho.

Ele diz fazendo a mulher pular em frente ao fogão, ela se vira para nós e acena.

Ele logo pega a minha mão me puxando dali. Ele joga minha bolsa no sofá e me puxa em direção as escadas.

- Arthur, o que você está fazendo?

Digo assim que entramos em seu quarto. Ele tranca a porta e toma a minha boca na sua em um beijo desesperado, suas mãos passeiam pelas minhas costas nuas…

- Eu quero você agora. – não dar chances nenhuma de responder e toma a minha boca novamente.

Ele leva suas mãos agora para a minha bunda apertando-a com força e isso faz com que um gemido saia de minha boca. E ele desce suas mãos para as minhas coxas fazendo com que eu enrole minhas pernas em sua cintura.

- Arthur….eu… eu só tenho uma hora e meia.

- Tempo suficiente pra fazer o que eu quero fazer com você.

Volta a me beijar e quando eu vejo já estamos no banheiro e o meu corpo depositado em cima da bancada. Ele leva suas mãos para o botão da minha calça, abrindo-a, ele retira a minha blusa de dentro dela e a levanta para tirá-la do meu corpo.

 - Eu só não rasgo essa porra agora, porque você não vai ter o que vestir depois. Mas da próxima vez ela não me escapa.

Diz e busca a minha boca, suas mãos vão para os meus seios, apertando-os com força. Eu já não conseguia mais conter os gemidos que saiam incontroláveis pela minha boa. Ele separa sua boca da minha e a desce para o meu seio direito chupando-o com força. Seguro sua cabeça em minhas mãos fazendo com que ele fosse mais forte e assim ele fez… Depois de um tempo dando uma atenção especial para os meus seios, ele se separa de mim, retira o seu distintivo e o seu coldre da cintura colocando-os sobre a bancada onde eu estava sentada, retira também sua blusa e eu passo minhas mãos pelo seu peito musculoso. O Arthur sorri safado pra mim e abaixa a sua calça junto com a boxer, fazendo com que o seu membro pulasse para fora, e retira o sapato.

Ver esse homem completamente nu na minha frente me deixou ainda mais molhada e sedenta por ele.

O Arthur retira o meu sapato jogando-os em qualquer lugar do banheiro e me retira da bancada arrancando a minha calça e minha calcinha junto. Ele pega na minha mão, me leva para dentro do box e me beija. Assusto-me quando sinto gotas de água gelada caindo sobre minha cabeça. Se eu não estivesse tão necessitada em senti-lo, eu o xingaria até a morte por ter molhado o meu cabelo. Mas eu não me importei.

Sinto sua mão na minha intimidade e ele começa a fazer um vai e vem gostoso e torturante. O Arthur enfia um dedo dentro de mim e depois outro, mas não os deixou por muito tempo, pois ele logo os tirou e se ajoelhou na minha frente.

Não deu certo com ninguém antes, e também não dá certo com ninguém depois. Será que você não entende? É você, somente você. Não tem motivos para não ser, não tem o que impeça de não ser. Tem que ser, porque se não for você, não será mais ninguém.
—  Não demore pra voltar.

Você até pode pensar que sou apenas mais uma drogada, mais as coisas não funcionam bem assim.. Quando o ar é sugado, entra em contato com os meus pulmões, entrando na minha corrente sanguínea, me fazendo entrar em estado de relaxamento, nenhuma dor é causada, nem sentimento ruim é lembrado, é ceto aqueles que não conseguem se conter com sua viagem.. Pensamentos florescentes aparecem, a imaginação vem atona, aventuras e apuros, coração acelerado, sentimentos felizes a flor da pele, é ótima a sensação quando se está com os amigos, porque assim você não pensa na vida, e na bad que você está. Não tem coisa melhor depois da onda tocar violão e ver toda aquela galera cantando junto com você, um velho reagge.. mais isso tudo você só vai saber, e entender depois que experimentar.

É sério isso? Esse negócio de levar o amor a sério. Tipo, sério mesmo? Me desculpe, não me leve a sério então … só me leve daqui. Eu não tenho a quem recorrer ou a quem buscar um colo. Meu coração ta precisando de descanso, coitado, tem apanhado tanto e eu não sei mais o que fazer. Na realidade, quer saber? Que se foda tudo, que se foda sa merda de amor, de paixão ou sei lá que porra é essa que eu to sentindo. Que se foda, porque é isso, eu to me fodendo sozinha, eu queria apenas uma coisa, alguém, alguém que eu pudesse chegar e contar tudo, mas absolutamente tudo o que está acontecendo, sem me interromper, sem querer saber detalhes. Que só sentasse e me ouvisse. É assustador eu sei. Mas sei lá, eu sei que não é nada empolgante o que eu tenho pra dizer ou oferecer, mas é o que eu tenho. E sei que pra muitos o meu muito não é nada. Busquei forças e sorriso em pessoas que eram egoístas demais pra pensar em mim e me ajudar. Busquei dar carinho e atenção pra quem não valoriza isso. Eu to cansada, quebrada, destruída mas ninguém percebe. Céus, eu preciso parar de chorar. Isso tem virado rotina e eu estou me odiando por isso. Estou me odiando por mais uma vez ter se afundado num poço que não consigo mais sair. Mais uma vez o mesmo ciclo, conhecer, se encantar, querer pra mim, não ser meu, perder, sofrer, chorar, esquecer. Até eu conhecer outra pessoa e lá vai tudo de novo. Depois ninguém entende por que sou tão quieta e sozinha na minha. Não, e sabe o que me destrói é que quando sou uma pessoa de convivência, que sorri e até demonstra o lado bom que há em mim, não sou valorizada. Está tudo errado, na realidade a minha vida está toda errada. Sabe o que é olhar pro lado e não ver ninguém? E sim, olhei para os dois. Eu sinto como se estivesse andando em uma corda bamba e que a qualquer momento eu fosse cair, mas não é assim, tão longe do chão. Tem aquelas aventuras de atravessar de um balão para o outro a milhas de pés da terra, me sinto no céu mas que a qualquer momento posso cair e acabar com tudo, não sobrar nada. Que exagero não é? Minha vida é um exagero, amo demais, sofro demais, quero demais, desejo demais, choro demais, preciso demais. Ah céus, porque tão complexa, porque não sou uma pessoa mais fácil. Eu estou só, sim, no momento me vejo completamente sozinha a ponto de recorrer a um texto com palavras que sei lá, não tem sentido algum. Meu corpo todo dói, meu peito dói, me falta ar pra suprir a necessidade do meu pulmão. Exagero de novo, mas é isso aí. To com vontade de quebrar tudo, eu olho pra minhas mãos e as vejo tão vermelhas, machucadas … coitadas, sempre levando a culpa do que o coração faz. Sem contar o conflito em meu cérebro. Ah foda-se sa merda toda, quem é que se importa? Não, ninguém se importa. Acho que é demais querer alguém pra me abraçar agora … mas tudo bem. Me acostumei a não ser o suficiente pra ninguém e pra nada. Normal .. estranho seria se ficasse.
—  Uma droga de texto com palavras repulsantes igual aos meus sentimentos. Precarizou