dearantidiary

Dearantidiary escreveu.: Isto não é piada

De acordo com muitos informes circulando pela Internet, cinco manifestantes foram presos pela Guarda de Parques dos EUA às três da tarde de ontem no Memorial de Jefferson por “dançar em silêncio”.

Batizados como “dançobedientes ciivis” - em alusão à expressão desobediência civil criada por Thoreau - os dançarinos estavam manifestando seu protesto contra recente decisão do Tribunal este mês. que acolheu uma proibição administrativa à conduta de dançar no interior do memorial.

Entre os presos está Adam Kokesh, cuja prisão pode ser vista em vídeo com evidente abuso de poder por parte da polícia e, ainda, Edward Dickey, o organizador do evento. 

Em 2008 um pequeno movimento do tipo “flash mob” reuniu uma pequena multidão no Memorial para dançar em silêncio, mas logo foi dispersado quando uma mulher foi presa pela Guarda sob a acusação de prática de contravenção* penal. Um ano depois, em decorrencia dos fatos, julgando o mérito da causa, um juiz dispôs que era lícita a proibição administrativa de dançar no Memorial, ao fundamento de que a norma em questão era útil para “manter a atmosfera de calma, tranquilidade e reverência” do Memorial dedicado ao ex-presidente norte-americano.

Não é certo o número de pessoas que se reuniram no interior do memorial para realmente participar da manifestação dançando ou simplesmente para assistir o protesto. O evento foi amplamente divulgado em diversos sites de internet, incluindo o Facebook, e transmitido ao vivo através de streaming, além de tersido tuitado o tempo todo.

Comerciais de media nas TV’s e radios locais também informavam sobre o evento e convocavam fotógrafos e produtores de vídeo e simpatizantes da causa para acorrer ao local, garantido um público certamente acima do normal para o Memorial, maior do que os grupos de turistas que frequentam o lugar. Tdos lá para assistir o protesto.

Em um determinado momento, os organizadores decidiram esperar até que mais dançarinos voluntários se juntassem à manifestação e que mais câmeras pudessem registrar o evento, sendo certo que - a todo tempo - a Guarda do Parque sabia da movimentação que ali ocorria, reunindo suas formações em resposta ao evento. Os presos foram conduzidos ao Quinto Distrito na Delegacia de Polícia de Anacostia, acusados de “fazer demonstração sem a devida permissão das autoridades adminsitrativas” e soltos, logo depois.

dearantidiary

According to several reports across the internet, five protesters were arrested by U.S. Park Police at around 3 p.m. Saturday afternoon in the Jefferson Memorial for dancing in silence. Touted as “civil danceobedience,” the dancers were there protesting a recent court decision earlier this month that upheld a ban on dancing within the memorial. Among those arrested were Adam Kokesh, the man forcefully arrested in the video, and Edward Dickey, the event organizer. In 2008 a small flash mob had gathered at the memorial to dance in silence, but was dispersed when one woman was arrested on misdemeanor charges. A year later, stemming from that case,a judge affirmed a ban on dancing at the memorial, “in order to maintain an atmosphere of calm, tranquility, and reverence.” It is unclear as to how many people gathered inside the memorial to actually dance in silence or to merely watch/cover the protest. The event was widely publicized on several websites including Facebook, streamed live and live-tweeted. Local media outlets were also informed of the event, and a public call for photographers, videographers and witnesses made sure a crowd beyond the usual tourist masses was set in place to watch. At one point, organizers decided to hold off until more dancers arrived for news cameras, making note that Park Police was well aware of the event and were also gathering in response. Those arrested were taken to the District 5 police station in Anacostia, charged with demonstrating without a permit, then released a short time after.

Ela nos pergunta: porque estamos permitindo que direitos fundamentais nos sejam espoliados?

Porque deixamos que isto aconteça?