de prael

Será que você se lembra dos nossos planos, sonhos e promessas? Lembra da nossa tão sonhada guerra de farinha? como você falava “quem diabos faz guerra de farinha?” Parece bobo, não é? Mas pra mim isso significa muito. E olha, lá vai mais uma promessa:Te prometo que ainda vamos sujar a cozinha inteira com nossa guerrinha, ainda vamos assistir meu filme favorito ( lembra dele? aquele que você assistiu e aprendeu a gostar, só por minha causa ) logo em seguida iremos assistir o teu filme favorito, eu ainda lembro, ta? sexo sem compromisso o nome dele. E depois o que faremos? isso eu deixo ao seu critério, mas eu sei muito bem o que você quer.Iremos fazer amor, daqueles bem gostoso e inesquecível. Na verdade tudo com você ao meu lado se tornará inesquecível. E ah, não se preocupe, farei de tudo pra tentar acordar cedo, só pra te levar um café da manhã, ou não, você sabe o quanto sou preguiçosa em relação ao horário pra acordar, então você faz isso pra mim? Eu vou amar. E nosso casamento? Você ainda quer casar comigo na praia? Eu ainda quero nossa lua de mel na Argentina, tudo bem pra você? Olha, eu ainda sonho em ter aquele cachorro, você se lembra não é? e os nossos filhos? Você ainda quer aquele casal? e os nomes? Continuam os mesmos? Eu sou apaixonada pelos nomes. Lembra quanto tempo levou pra escolhermos ? alguns dias. Somos complicados, mas sempre um consegue descomplicar o outro, você mais que eu. E acredita que eu amo isso em você ? A maneira em que você me entende, me desvenda, isso é demais.
—  Epístolas de um amor, refugiar-r. 
pode ser loucura, metáfora insana mas

eu amo você como quando se ama uma música. não só a melodia, ou a voz que talvez tenha chamado atenção em primeiro lugar. ou sei lá, uma nota, ou um momento da música que faz dela toda especial. cada música é única. assim como pessoas. eu amo você como quando se ama aquela música que ouvir ela uma vez só, não é suficiente. você ouve, ouve, ouve, aprende a cantar só de ouvir, faz o som da melodia com a boca. presta atenção em tudo, no baixo que faz um looping maneiro, na bateria que te leva pro profundo de um pensamento. e quando tem um solo de guitarra intenso, que leva seu corpo ao êxtase. os nervos, os hormônios vão a loucura. feelings indescritíveis, naquela nota que não se consegue alcançar mas se imagina que saiba cantar, e se diverte, e sorri, e dança, ou chora, mas gosta. aquela voz que parece um combustível. quando a letra pode ser sem sentido pro mundo, mas faz sentido pra si. quando pode ser clichê, mas é o clichê que te encaixa. e aí a música acaba e você dá replay. eu amo você como se ama uma música, que nunca será esquecida, que mesmo antiga, seja lembrada e que mesmo que não faça sentido para os outros, faz pra si. faz sentindo porque se ama, entrega, se deixa levar. eu amo você como quando ouço o efeito sonoro que o pedal faz com a guitarra elétrica e me tira do senso da realidade, quando as ondas sonoras atingem meu íntimo e me deixam íngreme, alta, suspensa, pronta para me jogar com tudo. outras pessoas podem gostar e amar a mesma música que eu, assim como pode acontecer em relação à pessoas. mas o amor nunca é o mesmo, a sensação, nunca será a mesma. somos muito diferentes quando o assunto é sentir. e é assim que se ama uma música. é assim que eu amo alguém. e esse alguém não tem nome de música, mas poderia ter. eu poderia compor algo com teu nome. mas nunca ficaria tão bom quanto a música que eu amo. e eu não quero mudar de música preferida.

A.

Te amo de uma forma que eu não consigo explicar, nem tão pouco por em palavras. É tão grande, tão lindo, tão sei lá. Fico imaginando como eu consigo amar tanto alguém como eu te amo, como esse sentimento todo cabe em mim, uma pessoa tão pequena. Eu te pertenço, eu não consigo mais sem você. Se um dia você disser que não dá mais, vai ser tarde demais, porque o que não dá, é ficar sem você.
—  Epístolas de um amor, refugiar-r.
Eu sei que se te perder não encontrarei outra pessoa que seja pra mim o que você foi e continua sendo. Porque se eu te perco eu sumo, fico vulnerável. Você faz de mim uma pessoa melhor. Sei que se isso acabar não irei ser amada ou amar dessa forma, não mais. Acredito que amor, só é sentido uma única vez. posso afirma-lo que meu sentimento por ti não é nada menos que amor, amor de verdade. Como posso ter tanta certeza ? Justamente por não saber explica-lo. E amor é isso, não é ? É sentir e não ter a minima ideia do porquê.
—  Sobre o medo de te perder, refugiar-r
Eu sou o melhor para você, sempre fui, e por algum motivo eu achei que você era a pessoa certa para mim, mas muita coisa mudou desde o dia em que você partiu sem ao menos dizer adeus. Você estraçalhou meu coração, me deixou em pedaços. E agora você quer voltar? Depois que eu juntei todos os meus pedaços sozinha, você aparece dizendo que quer voltar? Você não é bem vindo, você não é o melhor para mim, dê meia volta e vá embora.
—  Coração de aço.
Eu estou com medo. Sim, estou com muito medo, ainda me lembro da ultima vez que me deram asas, assim que pulei do penhasco ele já não estava mais lá para me ensinar a voar, então eu despenquei e cai de cara. Doeu, doeu muito.
—  Coração de aço.
4

Four of De Prael’s beers (Picked up at the brewery in Amsterdam). All solid 3’s or 2’s of 4. On the top left, Nick En Simon’s Mild IPA (Lowlands IPA - LIPA) (a 3) - a nose of mostly grassy and earthy hops, although some faint citrus as well. Beautiful orange color - the body has some interesting yeast profile - I’m guessing this is a belgian-y strain. Drinks with a moderate amount of sweetness and some bitterness, but not too aggressive. On the top right, Zwarte Riek (3), a Milk Stout. Clear this is a sweet stout from the nose - a bit of sweetness up front on the palate, as well as a relatively dry, roast body. There’s some interesting chocolate candy-like notes here as well, even some dark fruit. On the bottom left, De Klassieker Bitter, a relatively standard-ish English Style Bitter (2). Decent bit of malt development and some nice grassy hops to balance the caramelly sweetness. Nothing stands out. On the bottom right, the Johnny Alt (a 3). A pretty clean and simple nose - mostly sweet with some nice grainy/cereal notes and some grass. Drinks quite easily with a clean, dry body and a solid amount of carbonation (despite the relatively lack of lacing). Solid stuff all around.

Estávamos perdidos, mas Ele nos encontrou. Estávamos sujos, mas o Teu sangue nos lavou.
Não O escolhemos, Ele nos escolheu.
Não precisamos de nada, pois a Graça Dele nos basta.
Então quando nos sentirmos fraco, não podemos desanimar, pois, temos a força de Jesus.
—  Palavrand-o.