dariam

A ignorância do ser humano me assusta.
Hoje eu estava na fila do supermercado quando um senhor, aparentando seus 50 anos, gritou: “Esses jovens de hoje em dia deveriam ir para a roça, trabalhar e pegar no pesado como eu, só assim dariam valor ao que tem. Mas não, só estudam e ficam sentados em frente à TV, esse bando de preguiçoso!”. Havia outros jovens além de mim, ficamos, de inicio, assustados com o tom de voz do senhor, mas respeitamos a sua idade. Depois fiquei pensando no que havia ocorrido, pensando num possível porquê de tanta raiva. As pessoas desejam aos desconhecidos a mesma dor que um dia lhe foi causada? Detestar todos por não ter tido a melhor infância? Qual o real sentindo de abominarem pessoas que não conhecem? De ódio em ódio o mundo vai ao buraco, barranco à baixo. O amor ao próximo que tanto pregam foi jogado aos ventos e decretado falência, as pessoas odeiam de graça, falam mal, distorcem palavras para criar intrigas, odeiam uns aos outros e a si mesmo, guardam rancor, vulgarizam o gostar, menosprezam o lado bonito que deveriam possuir. Por muito tempo me senti vazio ao ver determinadas ações, mas só agora percebi que, apesar de tanta gente, o mundo é quem anda vazio. O século XXI sofre de carência de sentimentos.
—  Jadson Lemos.
Primum non nocere. Aquela frase em latim ficou na minha cabeça o dia inteiro. É o lema dos médicos. “Em primeiro lugar, não fazer mal”. Tão simples que devia ser lema universal. Isso nos faria rasgar os preceitos. Os dias de consciência negra, mulata, indígena, ou seja o que for seriam abolidos. As campanhas nos intitulando de primatas seriam desnecessárias. Os relacionamentos dariam mais certo, seriam sinceros. Quando puder fazer o bem, deve faze-lo. Quando não puder, não faça o mal. É simples. Primum non nocere.
—  A menina e o violão.
Moço. Ah, seu moço… Se eu fosse você tremeria só de pensar em perdê-la.  Vai por mim, mulher como ela não se encontra em qualquer esquina da vida.  E espero que você saiba também que tem muitos outros moços por aí que dariam tudo para estar no seu lugar. Não dê sorte ao azar. Cuide dela, de você e de vocês também.
—  Guilherme Teruel.
Você não vai ser importante, nem vai ser lembrado por um montão de pessoas. Mas você é muito importante pra sua família, pros seus amigos e isso é tudo. E se você quer saber… isso é muita coisa. É uma boa vida. Você tem pessoas que te amam muito mesmo, pessoas que dariam a vida por você, você tem uma casa, tem o que comer, tem quem amar e quem te ama de volta na mesma intensidade ou até mais, você pode não ter uma porrada de amigos, mas os que tem, pode ter certeza que valem por mil. E isso que eu falo pra você, serve pra mim. A vida não é fácil mesmo não, não é fácil pra ninguém, mas também não é o fim. É normal ficar triste de vez em quando, isso não significa que a vida vai ser sempre assim… Porque não vai e não é, você com certeza tem e vai ter momentos incríveis com pessoas incríveis. Sei que isso é bem clichê, mas é a verdade, tem muita gente mil vezes pior que a gente… e sabe o que eu reparo em muitas dessas pessoas, é a força, é o sorriso no rosto sempre, porque apesar das muitas dificuldades, eles não se deixam abater e quando eu vejo essas pessoas isso me motiva, porque é assim que se vive, que se encara a vida: com sorriso no rosto, com a cabeça erguida, é lutando sempre e perdendo muitas vezes, mas levantando em cada uma dessas vezes e continuando firme até vencer. A vida não é pra perdedores. Eu não quero ser uma perdedora, você quer?
—  Ansiareis.
Eu sei como é ruim acordar toda manhã com o despertador martelando na cabeça, e a sua única vontade é de permanecer na cama e esquecer que tem um mundo todo continuando sem você. Eu me sinto mal as vezes também, mas quem não se sente? Quem sempre está de bom humor? Ninguém é feliz o tempo todo não. Mas cara, se você está aqui, se você está mais um dia respirando, se você tem uma nova chance para escrever mais uma página, de arrumar o erro de ontem, de roubar sorrisos de alguém, de arrancar gargalhadas de um rosto fechado, você não sabe a sorte grande que possui. Algumas pessoas ontem foram dormir pensando em recomeçar suas vidas assim que o sol voltasse, mas não acordaram hoje de manhã. Se você acha que a sua vida é uma porcaria, saiba que existe dezenas, até centenas de pessoas que dariam tudo para terem sua vida de merda.
—  Animicida.
Tentei enumerar a areia do mar, comparar com sinais entre nós dois. Mas dariam ambos o resultado infinito. Tentei ainda filtrar o brilho do sol e a luz das estrelas, mas ainda percebo que nada se compara a harmonia que há entre seu olhar e o seu sorriso. Que luz existiria sem você? Ou paz sem sua vinda? Pois que seja bem vinda todo dia, sem ida por favor. Que seja infinitamente nós dois.
—  Dois tons de amor.
Era tudo o que eu tinha, a esperança. Esperança de que tudo ficaria bem, de que as coisas dariam certo e que o amor venceria mais uma vez, mas tudo isso acabou quando você atravessou aquela porta. Você levou tudo contigo, inclusive meu coração e minha esperança. Eu já estava bem fragilizada quando você surgiu em minha vida, e minhas últimas esperanças eu tinha depositado em você. Um erro que não tive como evitar, pois não dá para escolher quem amar. E agora está tudo se esvaindo de mim, todos os sentimentos que me mantinham num caminho a seguir. Você se foi, e junto se foram meus sonhos também. Por que de que adianta sonhar; fazer planos; construir metas? Se depois desses sonhos terem sido realizados; planos cumpridos; e metas alcançadas, não ter você ao meu lado para dividir esses momentos; para vive-los comigo. Você se foi, e junto levou contigo uma parte de mim. Deixando apenas a sombra do que eu costumava ser.
—  Rotulação dividiu sentimentos com Elucubrar.
Às vezes nos sentimos meio perdidos, sozinhos e sentimos a necessidade de buscar novos caminhos para nossas vidas. Nestas caminhadas encontramos muitas pedras. Que lapidadas transformam-se em uma joia preciosa: a experiência! Encontraremos pessoas mais novas. E com elas reaprendemos a inocência perdida. Encontraremos pessoas mais idosas e com elas aprenderemos a ser maduros. Aprenderemos que o fogo que queima, também esquenta as noites de frio. Em algum momento nossa caminhada será interrompida e aprenderemos que foi apenas uma pausa para o descanso da alma. Às vezes achamos que perdemos algumas pessoas, mais depois percebemos que elas é que nos perderam. Sentiremos medo e solidão, mas encontraremos sempre a mão amiga daquele que morreu por nós. E se achamos que a caminhada é longa demais, temos a garantia do abraço sempre aconchegante daqueles que também dariam a vida por nós: nossos pais. Ao final desta grande caminhada que se chama vida percebemos que o que realmente importa são aquelas coisas que podemos carregar dentro de nossos corações. Portanto, guarde somente os bons sentimentos. Assim chegaremos com o coração leve e a mala cheia de boas lembranças.
—  Autor Desconhecido
É isso. Acabamos. Chegamos ao nosso fim. O tão temido dia chegou, o dia em que as reticências de nossa história dariam lugar ao ponto final. Dá pra acreditar? Nossa história teve um fim. Não um “fim” que daqui há algumas semanas retornaríamos, dessa vez foi diferente. A ficha ainda não caiu, ainda não consigo imaginar que tudo foi para o lixo, ou melhor, por água abaixo. As horas que passamos sentados no chão ao lado da tomada com o celular carregando, e o pior, com a coluna matando, só esperando o outro responder uma mensagem que levaria a dor embora e trazia um sorriso bobo que ambos, fazíamos questão de estampar no rosto. Eu nunca te beijei na chuva, nem ao menos segurei sua mão para caminharmos numa praça pública. Nunca te mandei flores, nem sequer um cartão de amor. Eu nunca vi sua cara de sono ao acordar, nem ao menos o som da sua voz doce me desejando um bom dia depois de termos feito amor. E por mais irônico que seja, nunca nem fizemos amor. Somos jovens, querida. Talvez o nosso amor tenha acontecido na hora errada, ou algo do tipo. Tínhamos que acontecer, só não tínhamos que ficar juntos. Minha hipótese é a seguinte: O universo fez lá suas magias e fez com que nos conhecêssemos, mas por um motivo maior, seja lá qual seja ele, não ficamos juntos. Talvez tenha que acontecer no futuro, ou nunca mais, quem sabe? A verdade é que as incertezas são maiores do que as certezas. Mergulhamos fundo nisso tudo, como se não soubéssemos as consequências. Só queríamos um ao outro. A vontade foi tamanha que tropeçamos em nossos próprios sentimentos. Foi intenso. Foram linda as mensagens trocadas, os carinhos, e melhor ainda, os beijos. Mas acabou. Nós nunca vamos cumprir nossos planos que tanto planejamos, simplesmente acabamos. Eu não culpo você, querida. Eu me culpo, e muito. Eu me culpo por não ter te comprado flores, te dado chocolates, ter feito birra e armado barracos por motivos bobos. Eu me culpo por nunca ter exagerado no ciúmes ou em qualquer outra coisa fofa que fazem esses casais do filmes. Eu me culpo principalmente por não ter te dito o quando você significava pra mim. É isso. O que mais posso dizer? Que sinto muito? Que queria outra chance? Não, meu amor. Se eu tivesse mais uma chance de mudar isso tudo, eu desperdiçaria. Porque o que vivemos foi um romance real, repleto de problemas e dificuldades, entretanto, amamos mesmo assim, deixamos tudo pra lá, demos as costas para o mundo e fomos criar o nosso. Eu nunca esquecerei a cena de hoje, não por você ter me negado um beijo, virado o rosto, ou ter feito cara feia quando forcei mais ainda. Eu fui um babaca, eu sei. Eu apenas tentei fazer como nos grandes romances. Perguntei à ti: Vais agora para casa? E você me respondeu em voz baixa: Sim. Falei a seguinte frase: Já que você já vai, antes de qualquer coisa, eu tenho que fazer isso. Eu tentei te beijar, não uma vez só, mas algumas. Confesso que partiu meu coração, mas e dai? Já parti o seu centenas de vezes e mesmo assim você continuou ao meu lado, não seria justo eu te crucificar por esse único erro. Quando olhei em seus olhos eu me dei conta do que eu estava enfrentando. Você já não era mais minha. Seus olhos, querida, já não brilhavam mais ao me ver, já não possuíam a mesma alegria de me ver como antes. Naquele instante eu vi realmente o que eu havia perdido. Uma garota incrível, forte, maravilhosa, linda, e que, mesmo com todos os meus defeitos, aprendeu a amá-los. Ela me beijava como quem me beijaria pela última vez, todos os dias. Mas, naquele momento, tudo isso havia desaparecido. Ela nem ria mais das minhas piadas. Hoje eu vi o quanto ela fica linda enquanto sorri. Eu deveria ter parado para ter visto isso antes, mas de que adianta? Chegamos ao ponto final. Chegamos ao último degrau de nossa escada, resta agora, descer cada um deles lentamente e começar essa jornada mais uma vez, só que ai que está a pior parte, não será mais com você. Eu só quero te pedir perdão, querida. Perdão por tudo, me perdoe. Eu nunca te fiz bem, e nunca vou fazer. Não quero que isso sirva como um bilhete de reconciliação, pelo contrário, quero que seja um de adeus. É com o coração partido que eu te digo: Tenha uma boa vida sem mim.
—  Já dizia o velho Bukowski: Tudo acaba um dia, então pare com essa choradeira. 
Todo amor é uma comoção. Os pássaros invejam os casais que podem andar de mãos dadas. Os pássaros dariam suas asas para andar de mãos dadas por cinco quadras. Todo amor é uma revolução. As árvores dariam seus frutos para dançar colados ao menos por uma noite. Não existe sacrifício, existe doação. Não existe renúncia, existe entrega. Não existe culpa, existe escolha. Ninguém entenderá o que vocês estão vivendo, além de vocês mesmos. O amor é um segredo a dois. Transforma tudo o que é errado em personalidade. Transforma tudo o que é certo em lembrança. O amor é coragem. Só pode ser feliz quem não esconde seu rosto. O amor é incurável. Não tem como trocá-lo por nada. É uma amizade cheia de desejo. Vocês não precisam de explicação porque se compreendem pelo olhar. Não precisam de paz, a confiança é o início da fé. Não precisam temer problemas, basta se abraçar dentro de um beijo. Vocês nasceram sozinhos, mas jamais ficarão de novo sozinhos. Estarão se acompanhando a vida inteira, até depois do fim. Se um esquecer, o outro vai lembrar. Se um vacilar, o outro vai amparar. São inteiros sendo dois. Mais inteiros hoje do que quando nasceram. A eternidade tem inveja de vocês.
—  Fabrício Carpinejar.
O grande problema é precisar demais. Precisamos sempre de atenção. Estamos sempre precisando de carinho. Estamos sempre, sempre precisando nos sentir amados. O problema é esse. Essa necessidade de afeto nos faz ver amor onde não existe, nos faz acreditar em coisas que jamais dariam certo. Essa carência de carinho faz a gente se decepcionar tanto.
—  Alegrais
Pais, amem suas filhas e então elas saberão o que é um amor de homem de verdade. Meninas, amem vossos pais, eles são imperfeitos, mas são os únicos que dariam a vida por você, por mais que alguns não saibam demonstrar.
—  Marcela Taís

“Vai chegar ao seu ouvido que eu me casei. Que ele é o cara que você nunca foi. Judeu, de família boa e com um diploma pendurado no escritório. Vão te contar sobre nosso primeiro encontro e de como ele me conquistou com as palavras. Você nunca foi bom com palavras e eu sempre as amei. Escrevia cartas e implorava por respostas. Lembra? Não sei por que insistia em fazer com que você soasse poético como os caras dos livros que leio. Você era tudo, menos poético. Você nunca usou óculos ou camisas xadrez. Não sabia quem era Woody Allen e não se importava com o filme que seria lançado no mês que vem. Bem, você também vai descobrir que ele é tudo isso.

Vão te contar como eu estava bonita de vestido branco e você vai se lembrar dos planos que fazíamos mesmo sabendo que provavelmente não dariam certo. Planos nunca dão certo e eu aprendi isso com você. De tanto planejar nossa vida a dois, acabamos os dois sozinhos. E tudo bem porque eu segui em frente. E você seguiu em frente.

Vai chegar a você que ele faz de tudo por mim. Largou o emprego e foi morar comigo na França porque eu finalmente iria realizar meu sonho. E você vai se lembrar que meu sonho era lançar um livro. E de como você disse que “ninguém nunca se interessaria em ler sobre meus devaneios”. Pois é.

Vai chegar a você que todos os dias ele leva uma rosa vermelha para mim. Todos os dias. Elas representam o número de dias que estamos juntos e ele acha que as guardo dentro da última gaveta do meu armário. E você vai se lembrar de que eu odeio flores. E vai rir. Com aquela gargalhada gostosa que costumava preencher minhas tardes. E vai ter certeza que as jogo todas no lixo. E vai rir mais um pouco.

Vai chegar a você que eu estou feliz. Bem casada. Realizada. Com dois filhos e sempre com um sorriso no rosto. E você vai saber. Vai se lembrar que sempre sorrio porque não gosto de parecer frágil. Vai se lembrar que coloco em primeiro lugar a felicidade dos outros e que se dane a minha. Vai se lembrar que meus pais sempre quiseram que eu me casasse com um judeu. E você vai saber. Que mesmo eu tendo tudo isso, eu ainda prefiro você.”

—  Isabela Freitas http://isabelafreitas.com.br/2014/04/27/voce-vai-saber/#respond
Houve uma época em que eu acreditava realmente que as coisas iriam se encaixar, que meus planos dariam certo… Mais ainda, acreditava que seria melhor do que um dia tanto sonhei. Meus quinze anos me faziam acreditar nisso, cresci. Desacreditei, vi que o mundo não era tão bom assim. Que sonhos são feitos para nos mantermos de pé, mas não necessariamente sejam feitos para se tornarem reais.
—  Vittoria Catarina.
Moço, você faz idéia da mulher que tem do seu lado?

Moço, você pode se achar o cara mais azarento desse planeta, mas se olhar para a mulher que está contigo, notará a maior sorte de sua vida. Você já reparou bem no brilho dos olhos dela ao te ver? E na beleza -externa e interna- estonteante que ela possui? E no sorriso estampado no rosto dela que mais parece um raio de luz a iluminar qualquer escuridão? Moço, você já se deu conta do quanto ela te quer por perto? Do quanto ela se esforça para te dar, dia após dia, todos os motivos para ficar, mesmo sabendo que você pode ir a qualquer momento?

Ah, seu moço… Se eu fosse você tremeria só de pensar em perdê-la.  Vai por mim, mulher como ela não se encontra em qualquer esquina da vida. E espero que você saiba também que tem muitos outros moços por aí que dariam tudo para estar no seu lugar. Não dê sorte ao azar. Cuide dela, de você e de vocês também.

Esqueça a ideia de perfeição, ela passa longe disso. Ela é humana. Feita de carne, osso e amor. Muito amor. Ela erra, faz coisa que não deveria fazer, fala o que não deveria falar. Quando confia, é firme. Mas quando desconfia, ixi, a coisa complica. Ela também é paranoica, eu sei.  Enxerga coisa onde, aparentemente, não há nada. Mas acredite, ela tem os motivos dela e carrega um medo absurdo de te perder. Não pense que é por insegurança, porque ela sabe o poder que carrega. Mas é que ela te escolheu e se entregou de corpo, alma e coração, o que a faz, vez ou outra, tremer de medo de você deixá-la despedaçada, mesmo sabendo que se for para acontecer, vai acontecer. É que ela prefere acreditar que de alguma forma ela tem poder sobre isso.

Você sabe que tem muitas outras mulheres por aí te querendo também, mas nenhuma chega aos pés do que ela é e do que ela pode significar para você. E é por isso que você não pode dar o azar de deixa-la escapar por puro descuido. Estou te avisando, vai ser o maior erro da sua vida e mesmo se você for daqueles que jura não se arrepender de nada nesse mundo, acredite, você irá carregar esse arrependimento por tempo indeterminado.

Moço, ela ama cada detalhe seu. Ela tem muito que te ensinar e aprender também. Ela te compreende em momentos necessários, entende sua falta de tempo e a necessidade de ausência algumas vezes. Se você a tem, nunca estará sozinho. Ela é mulher para permanecer ao seu lado nos melhores e piores momentos. Ela aguenta firme, não se preocupe. Ela está disposta a fazer de tudo para te ter sempre com ela, para que vocês durem. Mas, moço, esteja disposto também. A sorte não costuma bater na porta duas vezes. E acredite, você tirou a sorte grande por ter essa mulher ao seu lado. Se eu fosse você fazia questão de lembrá-la frequentemente o quanto você a ama e o quão sortudo você é por tê-la. Aliás, se eu fosse você faria isso agora. Vai por mim, moço, você só tende a ganhar.