dar!

A War Movie Online (2016)
»» Click Here To Movie HD Online

Krigen (original title)

Company commander Claus M. Pedersen (Pilou Asbæk) and his men are stationed in an Afghan province. Meanwhile back in Denmark Claus’ wife Maria (Tuva Novotny) is trying to hold everyday lifeSee full summary »

Stars: Pilou Asbæk, Tuva Novotny, Dar Salim

Reações dos paqueras se esquecessem seu aniversário e você ficasse muito chateada e ignorasse eles

Armin: Eu sei que eu não fiz algo legal, mas você poderia me perdoar? Isso não vai voltar a se repetir, apenas me perdoe.

Castiel: Pode parar com isso, moça. Você não vai a lugar algum se continuar me ignorando. Então para com isso e me deixa mostrar a você porque é ótimo ser minha namorada.

Kentin: Pode me perdoar? Vamos nos esquecer desse erro que cometi e tornar esse momento especial? Estou disposto a dar ótimas lembranças para você. Será que posso?

Lysandre: Você poderia me dar uma chance de reparar meu erro? Prometo que farei o possível para você não se arrepender.

Nathaniel: Me perdoa por ter esquecido uma data tão importante. Eu sei que errei com você, mas pode me perdoar? É difícil ser ignorado por você.


Viktorie~

2

Es algo que escribí, y quería compartirlo. Acá la enamorada🙋. (Perdón por esa horrible caligrafía)

En la parte que dics : “con vos me siento segura, y no seguridad de la que cualquier persona te puede dar, si no, esa tranquilidad mental, todos esos sueños, metas, esa felicidad que creía no conseguirla, se fueron, pero volvieron y lo mejor que en cada una (me comi unas palabras) estas vos”

Você sabia que quando uma pessoa diz “casa comigo?” ela quer dizer “se eu virar casa, você mora em mim?”, ela vai estar abrindo a parte mais valiosa dela pra você fazer morada permanente, você vai conhecer suas fraquezas e tudo aquilo que te deixa feliz, seus sonhos e medos mais obscuros, suas vergonhas e seus motivos de orgulho. “Casa comigo?” não é um pedido, é um convite, um convite maravilhoso que apenas merecedores recebem.
—  Delírios de uma mente lúcida / A janela do meu coração
Los delfines no juegan en las olas
como la gente cree.
Los delfines se duermen bajando hasta el fondo del mar.
¿Qué buscan? No sé.
Cuando tocan el fin del agua
despiertan bruscamente
y vuelven a subir porque el mar es muy profundo
y cuando suben ¿qué buscan? No sé.
Y ven el cielo y les vuelve a dar sueño
y vuelven a bajar dormidos,
y vuelven a tocar el fondo del mar
y se despiertan y vuelen a subir.
   Así son nuestros sueños.
—  Silvina Ocampo

Hola, eh decidió dar consejos también mediante instagram, por directo, ya que aquí me dan postlimit (como se escriba) y ya no puedo seguir, respondiendo sus ask :((
Besos!

anonymous asked:

y la clase de personas que son es...? a ya se!! una MIERDA! insultando a un bebe de un par de semanas y una mujer joven de 24 años porque saben que su fantasia se acaba, pero si eso te ayuda a dormir por las noches, bueno.

Aire y ¿cuándo insultamos al bebé y a Briana? Por favor, dejá de dar pena ajena y seguí entreteniendo a tus “pocos followers”. 

x

anonymous asked:

sinto a necessidade de amadurecer e n sei como fzr isso, sou mt mente fechada e minha mãe n me da liberdade, pode me dar alguma dica? to cansada de mim e das pessoas me tratar como criança {tenho 17 anos}

Creio eu que o primeiro passo é abrir a sua mente. Se você quer amadurecer, como vai fazer isso com a mente totalmente trancada? Em relação a sua mãe não te dar liberdade, a questão é mostrar a ela que você é, sim, merecedora da tal liberdade que tanto desejas. Ah, se você está cansada de si mesma, comece a fazer uma reforma completa em você. Eu sei que você já deve ter lido em algum lugar ou ouvido alguém falar isso, mas é fato. Mudanças só ocorrem quando nós nos tornamos a mudança. O mundo é um espelho. Se você mudar, ele muda. Se você quiser e fizer por onde, tudo (ou quase) vai dar certo. 

anonymous asked:

sinto a necessidade de amadurecer e n sei como fzr isso, sou mt mente fechada e minha mãe n me da liberdade, pode me dar alguma dica? to cansada de mim e das pessoas me tratar como criança {tenho 17 anos}

Você ainda é nova, mas não é mais criança. Mas quando a gente é filho único ou caçula, não sei se é esse teu caso, somos tratados de uma maneira diferenciada sabe? Eu por exemplo, vou fazer 21 anos esse ano e meus pais, avó e até meus irmãos mais velhos me enxergam como criança e me impedem de fazer tudo, até de viajar. Mas a melhor coisa que você pode fazer, é estudar, esperar completar seus 18 anos e adquirir sua independência, aí, mesmo que eles te tratem como criança, não vao poder te impedir de ter atitudes adultas e individualistas

De trepadinha com namorado, virei uma stripper de sucesso

Olá, meu nome é Katia, eu namorava o Lucas á mais de dois anos. Uma noite, enquanto meus pais estavam na sala assistindo TV., eu e o Lucas estávamos, namorando do lado de fora, na garagem da casa. Já passava das onze horas da noite, Lucas como sempre, começou a me agarrar, era mão daqui, mão dali, mão naquilo, aquilo na mão, em fim, estávamos muito a vontade mesmo. 

Nos já estávamos acostumados, a dar uma trepadinha, todos os dias, antes do Lucas ir embora, neste dia estávamos fazendo a mesma coisa. Eu estava usando uma mini saia justa e uma blusa fechada até o pescoço. Como fazíamos todos os dias, Lucas levantou minha saia até a cintura, minha blusa estava no pescoço, começou a chupar meus seios e guardou minha calcinha, no bolso da sua calça.

Depois que eu dei, uma boa chupada no seu cacete, Lucas me colocou de quatro, no tapete da porta e começou a socar o cacete na minha boceta. Eu já estava quase gozando, quando meu pai abriu a porta e saiu pra fora, ele levou um susto tão grande, ao me ver quase pelada e com um cacete socado na boceta, que ele até passou mal do coração. Com o grito que ele deu comigo, minha mãe e meus irmãos, saíram todos correndo para ver o que era e me viram pelada.

No outro dia, meu pai fez com que a gente se casasse o mais rápido possível. Eu e o Lucas nos casamos e fomos pagar aluguel, mas o aluguel era muito caro, resolvemos a construir uma casa para nos morarmos, mas não tínhamos muito dinheiro e começamos a ficar devendo pra todo mundo.
Um dia, os pedreiros que estavam construindo a casa, mandou recado, que era pro meu marido, comparecer na obra urgente, como Lucas tinha viajado a serviço do banco, eu fui até lá, para ver o que estava acontecendo. Os pedreiros estavam bravos e queriam receber o pagamento que estava atrasado, quando eu falei que não tínhamos dinheiro e iria demorar mais uma semana, eles ficaram mais bravos ainda, eles não queriam me deixar sair, enquanto meu marido, não levasse o dinheiro que estávamos devendo pra eles. Eu falei, que meu marido estava viajando e só voltaria dentro de dois dias.

O líder deles, era o que estava mais bravo, me chamou e disse, olha aqui madame, você só vai sair daqui, depois de dar essa boceta gostosa, pra todos nos um de cada vez, pode começar a tirar essa roupinha, porque eu já estou de pau duro. Sem ter o que fazer, comecei a tirar minhas roupas e eles começaram a disputar no palitinho, quem ia me comer primeiro, eles estavam em trés e os trés me comeram. Meu cu ficou parecendo uma panela, de tanto que socaram o cacete nele, minha boceta ficou muito inchada. Até que no fim eu gostei da brincadeira, até falei que queria mais e eles começaram a fazer a festa comigo de novo. 

Quando o Lucas chegou de viaje, eu contei pra ele o que tinha acontecido, só não falei que eu gostei, só fiz cara de coitada e abusada, por um monte de cacetes. Lucas me amparou, me pediu desculpas porque ele era o culpado de tudo e me pediu pra não contar pra nim quem. Lucas conversou comigo e vimos que, eu teria que arrumar um emprego e ir trabalhar, para ajudar na despesa da casa.

Depois de andar muitos dias, pra cá e pra la, encontrei um colega de escola, que me ofereceu um emprego, de bailarina stripper, em sua casa noturna, o salario era ótimo, era trés vezes o salario do Lucas, que era contador de banco. Não foi facio, convencer o Lucas para deixar eu trabalhar, nesse emprego, era um emprego como outro qualquer, era só até terminarmos a nossa casa, depois eu sairia. Lucas concordou comigo e eu comecei a trabalhar na casa noturna, fazendo Strip tease e dançando para o publico masculino, que me passavam a mão, por todo meu corpo, quando Lucas não estava presente na plateia, eu até sentava no colo dos rapazes, que enfiavam o dedo na minha boceta.

Depois de seis meses, terminamos a casa, Lucas viu que eu estava gostando do meu trabalho, que eu fazia com amor e a nossa vida estava cada vez melhor, tanto financeira quanto amorosa a vida sexual então melhorou muito.   Lucas estava muito contente comigo e para não estragar tudo isso, ele pediu pra mim continuar, meu trabalho na casa noturna.

Hoje em dia, Lucas saiu do seu serviço e acompanha minha carreira de stripper, já fui capa de varias revistas masculina, proposta de casamento com milionários, já tive muitas. Agora, já tenho meu jatinho particular, vamos providenciar a compra de um Hiate, estamos pensando em mudar para a Europa, lá farei muito mais sucesso e ganharei muito mais dinheiro, quem da ganha e ganha muito.

retirado da internet