dantextos

Quero teu riso e teu choro. Quero ser tua felicidade e teu alento. Quero olhar pra trás daqui a alguns anos e lembrar que você foi muito mais que um momento.
—  Dan Thurler (perigoso)
Não me faça perder a cabeça e cuspir na tua cara tudo aquilo que entalou na minha garganta quando fostes embora. Respeite meus limites, busque teu rumo e me esqueça! Amor correspondido é bom, mas ódio compreendido é melhor.
—  Dan Martins (perigoso)
Eu não consigo mais fingir que está tudo bem, quando o que eu mais quero é gritar ao mundo inteiro que aqui dentro está doendo. Doendo como nunca doeu antes.
—  Dan Thurler (perigoso)
Cheirando a cachaça e fumo. Caminhando sem rumo. Na cabeça nada mais que um vazio. Lá vai minha esperança. Não passa de uma bêbada imunda. Melhor seria se ela nunca tivesse existido.
—  Dan Martins (perigoso)
Eu só preciso de motivos que me façam crer que vale à pena lutar, sofrer e tratar de cada machucado e arranhão sofrido. Eu só preciso de um afago de uma pessoa amada que me faça sentir protegido. Eu só preciso de certezas pra amenizar a dor de viver num mar de dúvidas.
—  Dan Martins (perigoso)
Eu nunca quis pertencer a ninguém. Aliás, sempre prezei muito pela minha liberdade e tive muito cuidado para não abrir mão dela cedo demais. Mas essa tal liberdade tem me incomodado, pois de tanto ser livre tenho sentido a necessidade de ser, pelo menos um pouquinho, preso. Eu preciso mesmo criar laços, atar nós e concretizar histórias com alguém. Quero realizar sonhos e factuar momentos a serem contados mais pra frente pra outras gerações. Afinal de contas, todo mundo quer sentir-se preenchido em algum momento da vida. Poucos são aqueles que aguentam viver uma vida de solidão regada a vazios. Eu faço parte do muito e sou muito também. Sou superlativo em todos os sentidos. Eu sinto demais, quero demais, amo demais… Talvez o meu maior erro seja esse. Quem sabe, eu precise ser um pouquinho relativo, um pouquinho mais incompleto. E dessa maneira, por ironia do destino, eu talvez encontre aquele que vai me completar e fazer o meu coração parar por um segundo e bater mais forte pelo resto da vida.
—  Dan Martins (perigoso)
É que às vezes, inevitavelmente, bate um aperto no coração. E mesmo que você grite, esperneie e tente colocar pra fora, ele insiste em se manter ali. Vivo como nunca.
—  Dan Martins (perigoso)
É difícil trazer as pessoas pra perto de mim. Não sei se é o meu jeito de levar tudo ao extremo ou se o que as assustam é a bagunça no meu coração. Só sei que para aceitar meus mil e tantos defeitos é preciso de muitos caminhões de compreensão.
—  Dan Martins (perigoso)

A pergunta que te faço não é se queres minhas qualidades. A pergunta é: queres meus defeitos? Minhas insanidades? Meus medos e angústias? Queres meu eu ou apenas o meu mel?

— 

Dan Thurler (perigoso)