cruzmaltinostexto

Meu amor por você não há derrota que acabe, não há divisão que extingua, não há xingamento que esqueça. Porque se for para falar de amor verdadeiro, me lembro logo de sua existência, a qual é fundamental para minha. Não vou falar que és o ar que eu respiro, até porque esse ar as vezes acaba e as vezes diminui, tu és o sentimento que prevalece para sempre. Não te dizeres que és a imensidão do mar, pois até mesmo a água evapora, tu és o céu, o universo, o infinito. Tu és minha sensação de loucura, de grandeza, de satisfação e de tantas coisas boas. Tu és Vasco da Gama, o motivo do qual eu vivo.