cometem

Web:Bet

Capítulo 7 : ♪Oh, you’re in my veins And I cannot get you out,Oh, you’re all I taste at night inside of my mouth♪

(Coloquem essa música para carregar :
http://youtu.be/PL53fH-x0rw)

Pov’s Lua:
“Eu te amo,eu quero fazer amor com você e percebi que te quero muito”. Sim,ele realmente havia dito isto. A raiva que estava dominando o meu corpo, o deixou em forma de lágrimas. Eu estou chorando de felicidade por ser correspondida, por saber enfim que o sentimento ainda está vivo em nós dois,que a aposta só ajudou e que ele ainda é meu.

(Play na música;)

Sinto sua mãos apertarem minha cintura,com os lábios ele beija meus olhos,minhas bochechas,minha testa,meu queixo e por fim apenas roça nossos lábios.Minhas mãos estão sobre seus ombros, passo para seu pescoço e percebo que elas estão tremulas. Arthur morde meu lábio inferior,como resposta levo minhas unhas à sua nuca,o arranho devagar, chego mais perto e colo nossas bocas. O apertar dos nossos lábios é delirante,nossos gostos assim como nossas respirações se mesclam e começamos a nos tornar um só.Suas mãos agora pressionam minhas costas por debaixo da camisa enquanto desço arranhando desde sua nuca até seu peito desnudo.

Que os braços sentem 
E os olhos vêem 
Que os lábios sejam 
Dois rios inteiros 
Sem direção 

O ar falta a nossos pulmões. Tento recuperar a minha respiração,Arthur está retirando a camisa na qual estou vestida,beija meu pescoço,morde,aperta com os lábios e suga.Um gemido escapa da minha garganta,incentivando-o. Deito no colchão trazendo-o junto a mim.Acaricio seus braços demoradamente, deposito beijos e mordidas no mesmo.Ele abaixa uma alça do meu soutien e morde meu ombro, fazendo o mesmo do outro lado.Abre o fecho joga-o em seguida.

Eu vi também 
Só pra poder entender 
Na voz da vida ouvi dizer 

Que os braços sentem 
E os olhos vêem 
E os lábios beijam 
Dois rios inteiros 
Sem direção 

-E o meu lugar é esse ao lado seu…-Arthur sussurra um trecho da música “dois rios” da banda Skank. Meus olhos se enchem de lágrimas novamente,mas me seguro. Seus beijos estão descendo para meu colo até chegarem aos meus seios.Ele segura um braço meu de cada lado do meu corpo.Deposita beijos nos meus seios e eu não consigo conter um gemido alto.Retiro sua boxe apressadamente, sei que não vou aguentar muito tempo.Arthur me ajuda a retirá-la. Volta a dar atenção aos meus seios desta vez com mordidas. Ele parece descontrolado,morde minha barriga e coxas complusivamente  e a cada mordida, soltamos um gemido.Estou dessesperada para senti-lo,tocá-lo,amá-lo.

Que os braços sentem 
E os olhos vêem 
Que os lábios sejam 
Dois rios inteiros 
Sem direção 

-Arthur…-sussurro.

-Oi amor…-sussurra de volta.

-Eu quero você, por favor!-suplico.-Agora!

Ele me olha,sorri de lado,solta meus braços,puxa minha calcinha com a boca o que me faz quase ter um colapso. A jogou cama a fora. Prendeu meus braços novamente, desta vez ao lado da minha cabeça. Cola nossos lábios em um beijo fogoso.

-Eu te amo-sussurra. Em seguida me penetra devagar,agora entendo que ele realmente estava fazendo amor comigo,pois um sentimento nos conectava, o amor estava presente em todos os seus carinhos,palavras,olhares e beijos.

Arthur senta na cama e eu estou no seu colo,suas mãos estão presas na minha cintura, me ajudando a proferir os movimentos necessários para chegarmos ao ápice. Mordo seu ombro com a maior força quando sinto o orgasmo me atingir. Ele, assim como eu,procura o canto para morder e empedir um grito. Encontra meu pescoço e é lá que realiza tal ato.

E o meu lugar é esse 
Ao lado seu, no corpo inteiro 
Dou o meu lugar pois o seu lugar 
É o meu amor primeiro 
O dia e a noite as quatro estações

Eu também te amo. Penso,mas não falo. Não tenho força para nada! Apenas me permito descansar em cima de seu peito. Descansar a nossa ressaca de amor.

Criação de Personagens - Defeitos

(arte pela yuumei)

Post feito pela Malu (Desculpa, gente. Ficou gigante)

Mary Sue ou Gary Stu são expressões usadas para denominar personagens irrealisticamente perfeitos. Eles não cometem erros, são bons em tudo que fazem, não possuem defeitos. Muitas vezes chega ao ponto do ridículo e o personagem fica simplesmente irritante e fantasioso. Isso acontece porque pessoas crescem e se desenvolvem através da adversidade e de como elas a encaram, ganhando profundidade por estarem enganados, nos erros que cometem. Ninguém quer ler sobre personagens perfeitos. Não conseguimos nos identificar com eles pois não são humanos, da mesma forma que não conseguimos nos ver refletidos em santos ou profetas. Fazer o leitor sentir empatia é a chave para fazer um bom personagem.

Keep reading