clara caps

2

in the TARDIS.

Picspam Coloring Tutorial

I was asked to make a tutorial showing how I did the coloring on this picspam:

 I don’t do tutorials frequently, so pardon me if this is a bit confusing.

NOTE: You should know your learn your way around photoshop before using this tutorial.

First what you’ve got to do is find your cap. In this tutorial, I’ll be using this cap of Clara:

To start out, create a curves layer. Set it something that looks like this to boost the brightness:

The cap now looks like this:

Next, create a black and white gradient map, put it in “soft light” mode, and set the opacity to 50%. The cap now looks like this:

Now, create a brightness/contrast layer and set the settings to fit your cap. Mine look like this:

And my cap now looks like this:

Now add a levels layer. Bring the triangle on the right a tiny bit to the left, and bring the triangle on the left further to the right. Do NOT move the middle triangle. My settings look like this:

And my cap now looks like this:

Next, you want to make a selective color layer. This is where you get to have fun. Just play around with all the colors (or all the colors that apply) until you like the way your cap looks. This might take some time, but don’t worry. If you’re patient, it will look nice in the end. 

After messing with the settings, my cap looks like this:

Next, make a color balance layer. Again, just play around with the settings until you like the way it looks. My cap now looks like this:

(I realize it doesn’t look very different in this example, but in other instances, color balance can have a big effect.)

Next, make a vibrance layer. Boost up the vibrance, but not so much that it makes the cap look bad. I like to set my saturation to 5, just to bring out a tiny bit more color. My settings look like this:

And my cap now looks like this:

Almost done! Now it’s time for the final, and in my opinion, the most fun step. Create a new layer UNDERNEATH all of your coloring. Then, using a 300 pixel brush with hardness at 0%, paint some mid tones onto the background. You can overlap a bit onto the subject, but try not to do that too much. Again, here you’re going to want to go with the “do what you think looks pretty” rule, which can take some time. But don’t worry! Be patient- if you try different things, something is bound to look nice.

(NOTE: Don’t drag the brush around- just click it once or twice in the area you want, otherwise it will go on too thick.)

My cap now looks like this:

I keep this layer in normal mode, but if you want to see how it looks in screen or linear dodge (add) then you can do that. (I tend to have more luck with those on gifs.) The opacity of the layer is at 78%, but in most caps, I keep it at 100% most of the time. 

And you’re finished! I hope this tutorial helped. These are just a few guidelines to help you out. This is generally what works for me, but even then, it varies for each one you do. Have fun in photoshop!

5

New Who’s Female Companions & Their Titles

run you clever boy and r e m e m b e r 
url graphics; for runcleverboyndremember 
Amor de outras vidas-cap 36

Clara: Edu…(acenando)

Edu: Maravilhosa.(indo até ela)

Clara: Ta fazendo o que aqui?

Edu: Vim para uma entrevista de emprego, adivinha…(animado) eu passei!

Clara: Sério?( animada) parabéns.

Edu: Fiquei esperando você aqui, já que tava perto do seu horário de sair, podemos ir comemorar o que acha?

Clara: Acho uma ideia boa, porém, tenho que pegar o Max.

Edu: Ai é mesmo, tem o pequeno..

Clara: Podemos ir pra casa, e comemoramos com as meninas, May e Lu.

Edu: Tem razão, vamos sim, to pura felicidade!(rindo)

Sai da empresa ainda sem falar com Vanessa, ela não atendia, não respondia, e nem voltou para lá, acabei me irritando e desistindo, ainda estava preocupada, porém, seja la o que ela estivesse fazendo, eu não estava nos planos.

Thais: Essa é você e a Lu?(sorrindo)

May: Sim…éramos pequenas, acho que moravamos em Roma quando tiramos essa foto.

Thais: Vocês eram muito parecidas.(surpresa)

May: Todo mundo fala…mas eu não gostava dela não!(rindo)

Thais: Coisa de irmãos mais velhos.(rindo)

May: Luana vivia dizendo que eu tinha sido encontrada no lixo.(revirando os olhos)

Thais:
É bem a cara dela mesmo dizer essas coisas.(rindo)essa é sua mãe?

May: É sim, uma das poucas fotos que estamos todos juntos…(suspirando)

Thais: Pensa em contar pra ela?

May: Não sei, ainda quero conversar com a Lu.(pensativa)

Thais: É o certo a se fazer, afinal ela pode ficar bem brava contigo.

May: Sim, e não quero isso!

Thais: Lu tem sorte, de ter uma irmã como você.(sorrindo)eu não tenho irmãs…considero a Van como uma, mas de sangue, não tenho.

May: Não sei quantos irmãos tenho.(rindo) e conhecendo meu pai, deve ter muita gente por ai.

May e Thais passaram a tarde vendo fotos, conversando e esperando Lu voltar, essa ultima parte havia sido deixada um pouco de lado, visto que as duas estavam em ótima sincronia  falando de assuntos diversos.

Thais: Está ficando tarde…(impaciente) acho que sua irmã me deu bolo.

May: Você gosta dela?(direta)

Thais: Gosto, mas acho que como amiga, a gente está ficando e tudo mais, mas não passa de uma “amizade colorida”.

May: Achei que estivessem namorando…

Thais: De brincadeira, nada sério, não me leve a mal, sua irmã não está preparada para isso.(pensativa)

May: Ela é muito jovem ainda, nessa idade eu também não pensava em me prender a alguém…

Thais: Ela quer passar o rodo você quer dizer né?(rindo)

May: Também…(rindo)

Thais: Eu estou em outro momento.(pensativa) acho que essa fase que ela está, já passou pra gente…meus planos são outros.

May: Tipo?(curiosa)

Thais: Eu quero construir uma família…(sorrindo) sempre tive esse sonho…mas ainda não encontrei a pessoa certa.

May: É um bonito sonho.(encantada)é, acho que compartilho esse mesmo pensamento, porém, estou no mesmo barco, não tenho sorte para relacionamentos.

Thais: Vamos sentar e chorar juntas então.(rindo)

Esperei Max chegar e a todo momento olhava para meu celular, e nada, nem mensagem, nem ligação, estava quase cogitando a ideia de ligar pra policia, pois um sumiço desses não era normal, ao subir para o Ap encontramos Thais e May em um super papo, nós juntamos a elas e tentei me distrair.

Thais: Clara, eu tenho uma paixão incondicional por essa criança.(o pegando no colo)Da ele pra mim.

Clara: Olha Max, a Thais quer você pra ela.(rindo) pode dar?

Max: Não poti não Caia.(emburrado)

Thais: É brincadeira neném.(rindo)

May: Ele é muito lindo.(apertando as buchechas de Max)

Max: Ai…(reclamando)quer blicar de bachman?

Thais: Quero!(animada)

Max: Vem ati…(a puxando)

Edu: Eita que tem gente que falta babar.(rindo)

Clara: Sabe nem disfarçar…(rindo)

May: Tão falando de que?(confusa)

Edu: Não faz a sonsa…

May: Ai gente nada a ver.(envergonhada)

Clara: Estavam aqui sozinhas….(semicerrando os olhos)

May: Estavamos apenas conversando linguaruda.(lhe dando um tapa)

Clara: A proposito, cadê a Lu?

May: Saiu…(suspirando) sem dizer pra onde ia.

Clara: Já sabe o que vai fazer a respeito daquilo?

May: Já sim, e farei ainda hoje!

Clara: Preciso tomar um banho.(olhando para o celular)

May: Conseguiu falar com a Van?

Clara: Não…(suspirando)

Sai do consultório de Eli me sentindo um pouco mais leve, tudo o que havia acontecido nesses últimos meses, ficaria nesses últimos meses, agora eu precisava procurar por Clara, e pelo pouco que vi no meu celular, ela não estaria nada confortável com o meu “sumiço”.

Clara: A hora que ela quiser falar comigo.(suspirando) ela me liga!

Na rua…

Fernanda: Olha só…(parando o carro) ta perdida?

Lu: Queria, mas não…

Fernanda: Ta indo pra onde agora?

Lu: Pra casa, dia mais sem graça!

Fernanda: Entra ai, te deixo la…

Lu: Você sendo simpática, o que aconteceu? Tomou catuaba?(rindo)

Fernanda: Você tinha que implicar né?(revirando os olhos) não vai querer? Vou embora então…

Lu: Calma morena.(entrando no carro)

Fernanda: Você sempre tem que me provocar de qualquer jeito né?

Lu: Alguns deles valem a pena…(maliciosa)

Fernanda: Se enxerga né linda…(rindo)

Luana e Fernanda foram o caminho inteiro se alfinetando, Luana sempre conseguia deixar Fernanda sem argumentos, o que irrita a morena profundamente, fazendo com que a mesma se arrependesse de oferecer carona a Luana.

Fernanda: Tchau!(parando o carro)

Lu: Ficou irritadinha foi?(rindo)

Fernanda: Você é muito ridícula, sério!(ríspida)

Lu: Você me oferece carona e fica me esculhambando?(rindo)

Fernanda: Já me arrependi Luana.(revirando os olhos) agora, tchau! Nem sei pra quê te ofereci…

Lu: Ah não sabe?(arqueando as sobrancelhas)eu faço uma ideia…

Fernanda: HA HA HA você se acha muito…

Lu: Não me acho, eu tenho certeza…(sorrindo)

Fernanda: Olha ali quem está saindo do seu prédio.(apontando) a maluca, deve ter vindo te ver…tão de casinho agora né?

Lu: Como você sabe?(curiosa)

Fernanda: Instagram queridinha…(u.u)

Lu: Anda me estalkeando dona Fernanda?(rindo)

Fernanda: Se toca né? Agora anda, sai!

Lu: Tem certeza que quer que eu saia?

Fernanda: Tenho Luana, você é chata hein garota!

Lu: Mas você gosta…(soltando o cinto) senão….eu não estaria aqui.

Fernanda: Foi por educação garota…(desviando o olhar)

Lu: E quem disse que você sabe o que é isso.(se aproximando)

Obviamente Fernanda não queria demonstrar que Luana havia mexido com ela de algum modo, ela não sabia o porque, mas aquela noite em São Paulo não saia de sua cabeça, e mesmo negando até a morte, ela se sentia mexida com a presença de Luana.

Lu: Ainda quer que eu saia?…(se aproximando mais ainda)

Fernanda: Quero que você cale a boca!(a beijando)

(No Ap)

Clara: Coitada da Thais, esperou até agora…(pensativa)

May: E eu to ficando de cabelo branco tamanha preocupação…

Edu: Ja tentou ligar?

May: Varias e varias vezes…

~campainha~

Edu: Deve ser ela…

May: Vou mata-la hoje.(abrindo a porta)SUA IRRESPONSÁVEL, EU VOU TE MATAR E…

Van: Boa noite amiga…(rindo)

May: Ai…(rindo) oi Van, desculpa…

Cheguei no Ap e Clara me olhou com uma cara nada amigável, sabia bem o que aquilo significava, mas ao contrario do que pensei, ela correu até mim e me abraçou forte, vi quando May e Edu saíram de fininho da sala nos deixando a sós.

Clara: Nunca mais faz isso comigo.(lhe dando um tapa)

Van: Ai…(dolorida) calma bebê…

Clara: Vanessa, eu fiquei o dia inteiro tentando falar com você!(virando de costas)

Van: Eu sei…(a puxando) mas agora estou aqui…

Clara: Fiquei preocupada…(emburrada) onde você se meteu?

Van: Precisei resolver umas coisas na empresa, acabei ficando sem ter como avisar…

Clara: Sei…(desconfiada) engraçado que a Paula não sabia de nada…

Van: Não, eles falaram diretamente comigo, era coisa de urgência, não deu tempo nem de avisar ninguém…(enrolando)Olha se você quiser, eu posso ligar pra eles…(não queira, não queira)

Clara: Vanessa, não estou desconfiando de você, mas fiquei preocupada…(séria)

Van: Me desculpe…(suspirando) senti tanto sua falta…(a abraçando)

Clara: Da próxima vez, não faz isso, me avisa…(suspirando)

Van: Vou avisar bebê…(beijando seu rosto) prometo!

Clara: Está tudo bem mesmo?(não engolindo a desculpa) você me ligou de madrugada e depois…

Van: Bebê, confia em mim, está tudo bem…(beijando seu ombro)

Clara:
Ta, eu acredito…(a abraçando) também estava morrendo de saudade…

Na rua…

Fernanda: Espera…(ofegante)isso não ta certo…

Lu: Mas de novo essa história?(revirando os olhos)

Fernanda: Se você parasse de me atacar toda vez que me vê…(limpando o batom.)

Lu: Eu te ataquei?(arqueando as sobrancelhas) tem certeza…

Fernanda: Não importa!(se recompondo) foi um erro, não vai acontecer novamente…

Lu: Ta me zoando né?(rindo)

Fernanda: Você ta se achando demais, saia!(irritada)

Lu: Não, eu vou sair só quando eu quiser…(u.u)

Fernanda: Você está dentro do meu carro, então, você vai sair sim…(irritada)

Lu: Sabe porque eu não vou sair?(se aproximando) porque eu sei, que se quiser te pegar aqui e agora, você não vai querer que eu saia.

Fernanda:
Ta maluca garota!(ofegante)

Lu: Talvez…( a beijando novamente)

Luana não esperou que a morena dissesse mais nada, aproveitou que a mesma estava distraída brigando com ela, e aproveitou a oportunidade para lhe beijar novamente, Fernanda tentava se desvencilhar da mesma sem sucesso, e os toques de Luana a fazia estremecer, de um jeito que ela não conseguia esconder, o que deu carta branca para Luana.

Lu: Vamos pro banco detrás…(pausando o beijo)

Fernanda: Não vou fazer isso aqui na rua e…(tirando a blusa)

Lu: Fica quietinha fica…(a beijando)

Luana não queria provocar a morena pois estavam em uma rua bem movimentada, a unica coisa que colaborava muito era que os vidros do carro eram escuros, foi descendo os beijos para o pescoço de Fernanda, que já havia tirado sua blusa, e tentava abrir o fecho da calça.

Luana tocou a peça intima da morena a fazendo estremecer entre o beijo das duas, sem enrolação penetrou dois dedos fazendo Fernanda morder seu ombro em uma tentativa falha de segurar o agudo gemido que soltou pela surpresa, Luana sentiu o corpo da morena ficar tensa ao ver dois rapazes que encostaram no carro e conversavam, Fernanda tentava controlar e arranhava as costas de Luana, essa por sua vez passava a mão por todo o corpo da morena, distribuindo beijos e chupões, um modo de descontar os inúmeros arranhões, Fernanda chegou ao seu ápice e as duas ainda ficaram um tempo se recuperando, com os corpos colados apenas trocando beijos lentos e longos.

Fernanda: Isso foi uma loucura…(rindo)

Lu: Você tem um sorriso muito lindo…(beijando seu pescoço)

Fernanda: Olha…ela sabe elogiar.(rindo)

Lu: Vai começar a implicar…

Fernanda: Nem vou…(se levantando)eu preciso ir…

Lu: Eu vou subir já…(sorrindo)quer subir também?

Fernanda: HA HA HA Engraçadinha…(olhando para fora) aquela é a Vanessa?

Lu: É ela sim…

Fernanda: Já deve estar indo ver a suburbana.(revirando os olhos)

Lu: Porque não desencanta hein? Vanessa já deixou claro sobre o que quer…

Fernanda: Posso ir pra cama com várias, mas o que eu sinto pela Vanessa, não vou sentir por nenhuma…

Lu: Muito obrigada pela parte que me toca…

Fernanda: Nunca te iludi linda, você transa gostoso, e é só isso…

Lu: Ta me chamando de brinquedinho..?(arqueando as sobrancelhas)

Fernanda: Se assim você entendeu…(levantando as mãos)

Lu: Cara, tu é muito escrota.(a soltando) fui otária…

Fernanda: Foi mesmo, se entrou aqui achando que íamos passar disso…

Lu: Foi uma ótima troca!(abrindo a porta) você me usou, e eu usei você, quando quiser de novo, só me encontrar novamente.

Fernanda: Escuta aqui sua…(porta fechando)

No ap…

Van: Ele ta dormindo…(falando baixo)

Clara: Dormiu a pouco.(sorrindo) estava cansado, Thais e ele brincaram muito hoje…

Van: Ela estava aqui?

Clara: Sim, saiu um pouco antes de você chegar…(indo para a sacada)

Van: A noite está tão linda…(a abraçando por trás)

Clara: Esta…(sorrindo) olha esse céu…

Van: Cheio de estrelas…(sorrindo) é admirável mesmo.

Clara: Muito…(se virando para ela)Van, tem algo que está me incomodando…

Van: O que?

Clara: Sobre hoje, tem certeza que nada teve a ver com aqueles sonhos que você estava tendo.

Van: Certeza absoluta neném…(mentindo) vamos esquecer esse assunto.

Clara: Me preocupou, você parecia estar bem…

Van: A unica coisa que eu quero agora, é poder curtir um pouquinho essa noite linda com você…(a abraçando) sem falar desses assuntos…

Clara: Tudo bem…(suspirando)

Ficamos ali apenas trocando alguns beijos e conversando, não queria mentir para ela, mas aquilo ficaria em segredo comigo, sempre, ela nunca saberia dessa história, meu foco agora seria tocar a minha vida normalmente, sem interferência do passado, apenas o futuro me interessava daqui pra frente…





Galera deixem seus comentários.

#like #clanessa #amordeoutrasvidas

There’s always that one movie where an already hot guy looks specially hot

Like Mads Mikkelsen is always hot but in King Arthur

Chris Hemsworth in Rush

Tom Hiddleston in Avengers

Jared Leto in Alexander

Sebastian Stan in Winter Soldier

Remember kids, long-ish hair is the key

Long-ish hair forever and always