circo*

About the Brazilian SasuSaku Song

Okay, I know the fandom is currently freaking out because of the brazilian song “Romance de Manga” by Circo Litoral, and not happy with just that, I went to their Facebook page and sent them a message in the name of the fans. I asked them about the story behind the song and what they think about SasuSaku, and the answer came almost immediately!

This is the original reply:

“ Que bom que o pessoal tem curtido a música 😀 Então, acontece que os membros da banda também são fans de cultura japonesa e anime. Inicialmente agente tinha só a melodia da música feita pelo vocalista, ainda sem letra. Então justamente nesse período o guitarrista  estava viciado assistindo Naruto (rsrs) e teve a ideia de  fazer uma música como se fosse um mangá, ou seja, contando uma história de traz pra frente. 

Como o anime foca de forma muito bonita os sentimentos dos personagens, combinou muito bem narrar o romance desse casal, que apesar de pouco convencional, se mostra muito verdadeiro, ficando de fundo o enredo principal da história. 

Por fim restou o trabalho da banda fazer os arranjos procurando dar um tom um pouco oriental em cima de um ritmo tipicamente brasileiro. Foi isso!” 

The translation is:

-We’re glad everyone enjoyed the song! So, what happens is that the members of the band are also fans of the japanese culture and that includes anime. Initially we just had the melody (of the song) made by the vocalist, but we had no lyrics. That happened in a time when the guitarist was addicted to Naruto (haha) and had the idea of making a song as if it was a manga, telling a story from the end*

As the anime beautifully focus on the characters’ feelings, telling the love story of this couple seemed to be a good idea**, and even though the couple might be a little unconventional, it shows itself to be really truthful, and so, been perfect for the main story’s background.

At last, the band needed to fix the arrangements, trying to add an oriental touch to a Brazilian rhythm. And that was it! -

Notes:
*(first): by telling the story from the end, they actually meant the way we read a manga. Unlike the occidental books, the japanese read it from right to left and start from what would be the end of an occidental book/ comic

**(second): On this part, they’ve actually meant that the sasusaku story would match perfectly the idea of narrating a love story that they were trying to aim with the new song.

Last but not least, the members sent the fandom another message!

The original:

“Obrigado a você! E agradece lá o pessoal pelo carinho nos comentários!”

The translation:

-Thank you, and please thank all the other fans for the kindness in the comments!-

And so, that’s it! The story of our SasuSaku song!! Hope this is useful somehow!!

SasuSaku Song

 So some of you guys might have heard about the brazilian song based on SasuSaku on @fuckyeahsasusaku post. I actually already known about it, and wanted to translate it some time, but was kind of busy. Now that I’m free, I will leave the translation with the song here:


https://www.youtube.com/watch?v=yHJatB9ss-E


Coming from the end, begins the story
a curled up little girl
cries her heart out
feels like he’s everything she dreamed of

Beneath the red-skinned leaves
The boy leaves the city
He goes, to follow the destiny he designed

So he will run away, leaving no clue
Of where he is

She didn’t pretend to be hard to get
But he already had a commitment
to avenge his family that died without explanation

They met by chance
In a country that was re-built
Under the Oath of the ones who are born to not give up

They will meet without knowing any secret

Now the two lawless youngsters
Hidden themselves inside a manga with pages in japanese
Because just there they will able to pretend that they are just one

Detesta los circos,
porque es una leona enjaulada,
sabe lo que es estar atada con cadenas,
sentirse vulnerable cuando tiene una fuerza
con la que rasguñaría cualquier piel,
cualquier alma,
cualquier corazón.

Por las noches, sale a ver la Vía Láctea
y sueña con ser la princesa de su propio cuento,
que llegue un sapo que no se transforme en ningún príncipe azul
al besarlo,
quiere acariciar su piel fría
y darle un beso que le diga a él que no tiene porqué cambiar,
que es precioso tal y como lo conoció.
Y que espera que no se vaya cuando el sol muera.

Tiene una mente abismalmente
Es abismalmente cariñosa,
le gustan los pequeños detalles:
como que la sorprendan,
que la tomen de la cintura,
que la abracen por la espalda,
que hagan girar su mundo al revés,
que le den besos en la frente y en el cuello,
que le demuestren cada día con hechos
que es la chica de la que cualquier poeta quisiera olvidar
pero que, después de darse cuenta de que no es posible,
escriben toda su vida sobre ella,
así tenga miles de nombres,
en sus poemas siempre llevará su tinta,
su esencia,
su alma.

Difícilmente se enamora,
es más,
casi nunca lo hace:
no porque no quiera,
sino porque aprendió que lo que aún resta de su corazón,
esos trozos grandes,
no son para que los rompa cualquiera.

Urlo. Finalmente urlo. Dico tutto e niente. Guardo mia madre. Odio accumulato si sprigiona. Frustrazione. Non capisce. Lacrime agli occhi. Grido. Non grido nulla. Gola strozzata. Piango di rabbia. Vorrei una sigaretta. Mi sento impotente. Non capisce. Mi parla. Non capisco. Comunichiamo in due lingue differenti. E lei ha ragione. Sempre. Perché? A me non sembra. Faccia delusa. Di chi? Di mia madre. Ok adesso anche di mio padre. Da chi? Da me. Ovvio. Non reggo. Apro la porta. Esco di corsa. Ci vediamo tra un po’. Tanto sapete che tornerò, anche se non so ancora come.

(Via ilcircodellanotte)

Sono qua in balcone, di notte a farmi domande. Per esempio mi chiedo: come ci sono finita io qua a fumare nascosta dai miei e dal mondo quando solo qualche anno fa ritenevo che rovinarsi i polmoni e svuotare il portafoglio per questo fosse un'enorme stronzata? Oppure, perché sono sveglia alle tre di notte quando una volta avrei pagato oro per dormire dieci minuti in più? Perché ho i capelli totalmente tinti se una volta mi piaceva così tanto il mio colore? Perché mi ritrovo infagottata in vestiti tutti neri quando solo qualche anno fa i colori erano la mia felicità e il nero mi rattristava? Ma anche più semplicemente per quale motivo passo il tempo a farmi domande, cercando a mala pena delle risposte, a pensare senza arrivare da nessuna parte, a confrontarmi con me stessa senza trovare riscontri positivi? Perché, perché? Perché fisso la strada e la gente che passa quando prima cercavo solo le stelle, forse mi sono stancata di avere il torcicollo o di cercare risposte in cose così lontane, di sognare senza arrivare da nessuna parte. O forse sto solo crescendo, in un modo un po’ contorto e faticoso, che probabilmente neanche io capirò mai.

(Via ilcircodellanotte)

Inexplicavelmente eu havia colocado um pouco de sangue para fora. Mas não era sangue de verdade como vocês imaginam, era apenas minha dor sendo cuspida de dentro para fora, como quem se engasgou com um simples mosquito. Acredite, não era aquele famoso sangue vermelho, o sangue era de angústia mesmo. O cuspe foi tão grosso que me veio em pensamento a sua dó forçada, a sua compaixão atrasada. Não tinha nada que não me fizesse sentir a tua grande piedade dada por má vontade. Mas tudo bem, pelo menos você demonstrou interesse. Ou sequer se interessou. As reações que surgiam da sua face eram mais cômicas que as daquele palhaço de circo. É um pouco semelhante sim. Você conseguiu sobrelevar todos os limites gastos comigo. Em questão de falsas palavras você quase me convenceu. Estava muito perto de me comprar com aquele errôneo sorriso de sempre. A vida tem dessas de ser problemática. Ela também é subitamente breve, assim como você é na minha vida. Não ache que tudo que estamos vivendo se baseia-se em um afeto relativo a  nossa relação no dia-a-dia, pois isso está longe de ser veraz. É um convívio rotineiro porque estamos em uma etapa que algum dia passará, então o máximo que somos é viajantes. Sabe por qual motivo ainda existe isso de vida fugaz? Pela simples razão de sermos somente turistas nesse universo paralelo. Mas eu concordo com o fato de estarmos aqui de passeio, até porque tanto o ciclo da vida como o da morte, são realidades compreendidas. Eu devo estar louco, mas minha loucura não impede de sermos felizes, mesmo que seja cada um pro seu lado, no seu canto. Tudo passará como uma flor regada no dia anterior. Se não regarmos ela irá morrer,  mesmo sem veneno, morrerá. Assim somos nós. Se você me cedesse um pouco de confiança eu até poderia persistir. Eu até poderia aproveitar um pouco da minha felicidade contigo, mas vi que todo teu ser é podre, assim como tua alma. E é assim,  se não for regado, haverá um fim não apreciado. Estende essa nossa cumplicidade no varal e não solta. Não recolhe de volta, deixa lá. Pois o tempo dirá, em qual hora e lugar, ela cairá.
—  Tomates podres no mercado da tua alma.
Legendas para fotos ✨

• Não desista, porque é isso que as pessoas querem que você faça. ✌🌀
• As coisas vão dar certo. Vai ter amor, vai ter fé, vai ter paz. ✌🌼
• Apenas feche os seus olhos e aproveite a montanha russa que a vida é 🎢🎭
• Vou rabiscar estrelas no chão pra passear no céu 🌌
• Odeio circo. Aliás, odeio tudo que me encanta e depois vai embora. 🌼❌
• Caso não floresça, a gente suborna a primavera. 🌻
• Será que o céu só continua existindo por que os humanos não conseguem tocá-lo? 🌌📌
• Solto tudo o que me prende, para me prender em tudo o que me liberta 🌻
• Ela tem um sorriso transparente, cheio de amor.. 💭🔸
• Abraçe o que você sempre quis, sem se preocupar com os obstáculos, antes que o tempo leve 🍃🌺
• Fui criada por uma guerreira, aprendi a não sofrer por amor. Aprendi a lidar com a ilusão e também lidar com a dor. 👊🎵👑
• Esqueça a amargura, amar cura. 💓🌻🌹
• Desapega do medo e deixa acontecer. ✌🍂🍀
❌Se pegar dê likes ou reblog!❌