ciclos

Cerrar ciclos. No por orgullo, ni por incapacidad ni por soberbia, sino porque, sencillamente, aquello ya no encaja en tu vida. Cierra la puerta, cambia el disco, limpia la casa, sacude el polvo. Deja de ser quien eras, para transformarte en el que eres.

Paulo Coelho│Libro: El Zahir.

Puedes irte y regresar
mis brazos son tu hogar
mi pecho es una mina de ópalo
y debajo de mis pestañas
te reservé 
la mejor vista
hacia los océanos
puedes irte y regresar
mientras ambos
vamos construyendo
nuestros caminos
para así
que el presente
nos atrape
en su configuración repentina
y puedes irte y regresar
te dejo que andes
con alguien más
que pruebes otras bocas
que te des en la madre
con la indiferencia
que te vean de una manera
en la que no aceptes
tu candente sensualidad
es parte de tu crecimiento
te puedes ir y regresar
y cuando regreses
te enseñaré a contar
las conexiones neuronales
con los dedos
y a recorrer la piel
con el aliento a gloria
estaremos juntos
yo seré el mejor de tus mañaneros
la causal brisa
entrado por toda la habitación
el canto de la paz
el drama ahuyentado
soy quien te preguntara
cómo va todo
y te dará el beso
en la frente
cuando las palabras
queden en su ensueño
puedes irte y regresar
sólo que este contrato
es por tiempo limitado
—  La alegría es un roadtrip, Quetzal Noah
Em 1949, Edward Murphy, conduziu um experimento aeronáutico, para ver quanta pressão um ser humano suportaria. O experimento de Murphy falhou em grande estilo. Várias vezes. Nem preciso dizer que ele não começou com o pé direito. Por isso chama-se Lei de Murphy. Se algo pode dar errado, dará. Quando as coisas começam a dar errado, é difícil romper o ciclo. A Lei de Murphy não é física. É só um cara que disse, para tentar dar sentido a um dia ruim. Não é porque as coisas dão errado que elas fugiram ao nosso controle. Cabe a nós consertar as coisas. Cabe a nós pegar tudo que pode dar errado e fazer dar certo. Pelo menos, cabe a nós tentar.
—  Grey’s Anatomy.
A tão famosa crise dos 20 e poucos anos.  De repente você percebe que seu ciclo de amizades verdadeiras é bem menor que imaginava e, praticamente são as mesmas pessoas da sua infância, porque quanto mais envelhecemos, mais difícil fica confiar em alguém. Você olha pro lado e ver que pessoas que passaram por tua vida já estão casadas, trabalhando, com família constituída, tomaram outros rumos, todos para bem longe de você. Quando alguém te pergunta sobre ter filhos, a primeira coisa que vem na cabeça é que você não consegue ter paciência para cuidar  nem de você mesmo, quanto mais de uma criança. Se questiona: “como posso ter mais de 20 anos e ainda tenho espinhas?”. Olha no espelho e percebe que o tempo passou e que sua aparência mudou, não muito, no entanto, as vezes vai parecer que sim. O peso do que você ainda precisa conquistar fica muito maior. Se torna difícil organizar o tempo para amigos (“vamos marcar um dia desses pra sair.”), trabalho, faculdade, namoro… As multidões parecem cada vez mais chatas e seu quarto cada vez mais reconfortante. Se dá conta de que todas as viagens que pensou em fazer, ainda não realizou, e ainda fica feliz quando acha algumas moedas do bolso da calça. Mil questionamentos e poucas certezas. Mas, no final das contas você percebe que você ainda é você mesmo, melhor do que foi um dia e bem menor que será amanhã.
Nunca estamos completamente felizes, há sempre uma busca pela novidade, porém, o novo tem data de validade, depois nos cansamos e volta a ser rotina. Então corremos atrás de outra novidade, é um ciclo infinito e vicioso que tem suas vantagens e desvantagens.
—  Caren B.
Abril, 2017

Todo mundo já teve uma pessoa dessa. Aquela pessoa que você começou conversar, que você saiu, que te cativou um sentimento bom, que vocês trocaram palavras de afeto durante dias, pareciam longos, mas se contar todos não somaram dois meses. Com aquela pessoa você ia do céu ao inferno em questão de segundos. Com essa pessoa apesar dos termos que te mantinham opostos você se sentia abrigado. Essa mesma pessoa não te fez criar somatorios futuros porque sabia que além da intensidade você queria mais que alguém pra fazer alguns planos e manter uma conversa atoa antes de dormir. E então você se ver diante de uma situação mais comum que qualquer outra. É um eterno ciclo. As coisas são cíclicas. Conhecer alguém, compartilhar do seu melhor com ela, transar em algum lugar que der na telha, trocar algumas mensagens durante o dia, brigar por coisa aleatoriamente simples, fazer as pazes, e começar o trajeto outra vez. Mas a pessoa não fica, ela até pode te querer, querer ficar, só que a vida é um inconstante “aquela pessoa”. Ninguém é obrigado a ficar. Mas só fazer bagunça no ciclo inconstante de alguém é sacanagem.