cercamic

Algum dia você tem que tomar uma decisão. Erguer muros não mantém as pessoas do lado de fora. Elas te cercam. A vida é uma bagunça, é desse jeito que nós somos feitos. Você pode desperdiçar sua vida desenhando linhas, ou pode viver cruzando elas. Mas tem algumas linhas que são muito perigosas de se cruzar… Mas o que eu sei é: se você tiver a chance de ver as coisas do outro lado… é espetacular!
—  Grey’s Anatomy.
Obrigada a todas as pessoas que me magoaram, me feriram, que mentiram pra mim e me enganaram. Vocês me fizeram mais forte, menos ingênua, mais segura e acima de tudo, me fizeram valorizar as pessoas realmente incríveis e boas que me cercam. Vocês me fizeram mal, e eu desejo toda a luz do mundo a vocês.
—  Thaís Augusto
E quanto mais o tempo passa, mais os muros que cercam as pessoas se fortalecem. Ninguém dá o braço a torcer. Ceder está fora de questão. Estamos preocupados com os nossos próprios problemas e submersos em nosso monstruoso ego. Nós esquecemos completamente da existência de um mundo lá fora, no exterior da bolha em que criamos, e nos perdemos dentro de nós mesmos.
—  Don’t let the ice cover your heart

“Lembramos continuamente, diante de nosso Deus e Pai, o que vocês têm demonstrado: o trabalho que resulta da fé, o esforço motivado pelo amor e a perseverança proveniente da esperança em nosso Senhor Jesus Cristo.”
1 Tessalonicenses 1:3.

É excelente perceber como um único versículo da Bíblia pode revelar, em sua essência, tantos ensinamentos (e com tanta profundidade).

Neste versículo da primeira carta de Paulo aos tessalonicenses, podemos concluir, basicamente, 3 coisas:

1 - A fé conduz ao trabalho.
Em Tiago 2:17, lemos que a fé sem obras é morta. A verdadeira fé em Cristo não é meramente confessional, da boca para fora. Se cremos de fato que Jesus morreu em nosso lugar para nos redimir de nossos pecados e nos santificar, não levaremos a mesma vida que outrora tínhamos. A fé genuína em Deus, portanto, nos transforma e nos leva a viver uma vida de amor a Deus e ao próximo, consubstanciada em ação e serviço sinceros por aqueles que nos cercam. Jesus já afirmou: “Nem todo aquele que me diz: ‘Senhor, Senhor’, entrará no Reino dos céus, mas apenas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus” (Mateus 7:21).
‭‭
2 - O amor conduz ao esforço.
Se não amamos a nossos irmãos, a quem vemos, como podemos dizer que amamos a Deus, a quem nem sequer vemos? (1Jo 4:20). Toda a Lei de Deus resume-se em amar ao Senhor acima de tudo e ao próximo como a nós mesmos. Ora, ao contrário do que o mundo prega, o amor não é um sentimento, mas uma atitude. Amar requer esforço - esforço para demonstrar e comprovar esse amor; esforço para vivê-lo honestamente, sem fingimento. Trata-se de amar incondicionalmente (e aqui está uma redundância, pois o amor é, por natureza, incondicional), independentemente da reação da parte amada. Amar, assim, é esforçar-se para perdoar, para ser paciente, para buscar o bem do outro, para abrir mão do próprio ego e para suportar os sofrimentos, ainda que injustos (1Co 13).

3 - A esperança em Cristo conduz à perseverança.
A única coisa capaz de nos motivar a suportar todas as provações e tentações desta vida é a certeza de que Jesus Cristo em breve retornará, trazendo a salvação em suas mãos e nos levando à eternidade de glória e alegria na presença de Deus, acabando, assim, com toda a dor e o sofrimento desta era. Quando o mundo inteiro está desabando sobre nossas cabeças, é essa verdade que nos enche de fôlego para aguentar as dificuldades e passar com alegria pelas tempestades, pois sabemos que este mundo e suas aflições são passageiros; são nada, comparados à recompensa que nos aguarda nos Céus.
“Por isso não desanimamos. Embora exteriormente estejamos a desgastar-nos, interiormente estamos sendo renovados dia após dia, pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão produzindo para nós uma glória eterna que pesa mais do que todos eles. Assim, fixamos os olhos, não naquilo que se vê, mas no que não se vê, pois o que se vê é transitório, mas o que não se vê é eterno.” (2 Coríntios 4:16-18).
“Depois nós, os que estivermos vivos, seremos arrebatados com eles nas nuvens, para o encontro com o Senhor nos ares. E assim estaremos com o Senhor para sempre.” (1 Tessalonicenses 4:17).

Fé, amor, esperança. ❤

Sai desse teu mundinho, dessa tua ilusão de ótica arquitetada pela acomodação. Esses muros que cercam a tua casa não são o limite, acredite. Levanta, ergue a cabeça e se arrisca. Há tanto pra explorar, tanto pra aprender. Escancara o rosto pra vida e vai à luta, confiante. Há mais! Há sempre mais. Abandone o apego à pinturas desbotadas de si, fixadas por um tempo que não voltará. Sinta, apenas sinta o sol se infiltrando na sua pele. Ouça o canto dos pássaros, enquanto um sorriso brota em seu rosto ao se dar conta, enfim, de que a felicidade está logo ali. Além dos muros, à sua espera, te sorrindo de volta.
—  A Better Place.
Cansei de carregar milhões de medos das pessoas que me cercam e pesam de agonia. Eu já tenho lá os meus anseios, os meus receios, que eu perco com a luz do dia. Eu tenho acordado cedo e me sinto ótima. Eu gosto do gosto da coragem. A melhor viagem é seguir a trilha que eu abri. Eu me achei no colo do meu par. A melhor parte de mim eu acabei de descobrir. E se perguntarem por mim, diga que estou ótima.
—  Banda do mar.
Às três da manhã caiu a primeira lágrima, cinco minutos depois eu já não sabia quem eu era, a tristeza diluída que escapa por meus olhos enfermiços tem a capacidade única de me deformar. Eu não sei porque choro, não imagino porque sinto tanto, as coisas que me cercam não deveriam me importunar desta maneira. A quem recorrer neste momento? Às três da manhã só as putas e os poetas estão acordados e eu não quero encontrar ninguém que possa foder comigo. Busco o espelho, mas ele não me conhece, eu não me conheço, quem eu era antes deste rio invisível sangrar? Eu sinto medo do pranto, muito mais do que sentiria da dor, da angústia, do desprezo, da incompreensão. Sinto medo porque ele revela um homem que não costumo ser, um homem que por alguns instantes parece ser humano, frágil, real, incapaz… As lágrimas me arrancam as máscaras, o dilúvio implacável que escorre por meus olhos arrasta tudo o que não faz parte de mim. Nenhum homem é capaz de negar sua dor enquanto chora. Não serás capaz de mentir, negar o próprio sofrimento, se teus olhos involuntariamente derramam tudo aquilo que não pode se tornar palavra. Às três da manhã eu chorei. Às três da manhã eu me despi de mim mesmo. Às três da manhã… De um dia que foi ontem, de uma madrugada que será hoje, de uma realidade que também será amanhã.
—  Gabriel Vargas
Eu queria ser aquele cara que você gosta, aquele que você pensa quando ouve a palavra amor, aquele que te faz sonhar e ser o seu primeiro pensamento do dia. Eu gostaria de ser aquele que pode te fazer sorrir todos os dias, que consegue preencher seus pensamentos e te livrar dos males que te cercam. Eu queria ser o teu refúgio, sua rota de fuga, seu destino, seu caminho, sua metade da laranja ou tampa da panela. Eu gostaria de ser aquele que te abraça e te cobre em um dia frio, que te protege e te faz bem. Eu gostaria de ser pra você tudo o que você é pra mim, pra poder te mostrar o quão lindo é o dia quando sei que vou te ver.
—  O Pequeno Bob. 
As mulheres que mais irão marcar a sua vida são as CHATAS. Também chamadas de loucas, ciumentas, bipolares, confusas, esquisitas. As chatas te ligam de madrugada cobrando algo que você fez na semana passada, elas brigam contigo, olham feio para a mulherada que ta em volta de você, as chatas fazem cara feia, batem o pé, fazem bico, batem boca contigo sem pensar nas consequências e principalmente são ciumentas. Mas vou te perguntar uma coisa: Quem não gosta de se sentir desejado?! Uma mulher que não te procura ou não está nem aí para você ou tem medo de te perder e prefere fingir que não viu ou ouviu nada não tem identidade! As chatas podem incomodar, mas estão ali, do seu lado em qualquer situação, não ligam para sua conta bancária ou quantos carros tem na garagem, elas te cercam tanto que não deixam que nada de ruim se aproxime de você.. Elas podem ter seus defeitos mas fazem de tudo para serem perfeitas, não pedem desculpas e são marrentas, porém se trata-las bem são as pessoas mais doces que irá conhecer… Então valorize aquela mulher que bate o pé, xinga, teima, porque essa mulher sim está dando valor para o que você é!
—  Pedro Bial.
Bom, há críticos demais no mundo, não seja mais um. Seja critico sim, com as pessoas que te cercam, com os lugares que você frequenta e a forma como é tratado neles, questione tudo o que lhe não parecer certo, mas nunca, em hipótese alguma faça uma pessoa desistir de um sonho.
Cometemos erros todos os dias, é algo normal do ser humano: cometer erros. O que não é normal é rebaixar alguém por conta disso, você também erra, então porque fazer o outro se sentir inferior? Por que não estender-lhe a mão e ajuda-lo à levantar? Não seja o tipo de pessoa que reclama de tudo, que possui um humor amargo, não seja uma pessoa tóxica. Seja o tipo de pessoa que as pessoas sintam o prazer de estar perto
Abrace qualquer oportunidade de fazer o mundo melhor, e de se tornar uma pessoa melhor também. 
Incentive pessoas, não as rebaixe.
—  Você também erra
Senhor, eu confesso que às vezes não tem sido tão fácil. Confesso que há dias que sinto-me desmoronar. Sinto como se tudo sobre meus pés estivessem a ponto de desabar. São nesses dias, Deus, que o medo e a dúvida me cercam, tentam tirar a fé que há em mim. Sinto como se as promessas que o Senhor plantou em meu coração estivessem sendo arrancado pela raiz, e que desesperos e incredulidades  estivessem sendo replantado no lugar. Então choro desesperadamente, buscando a qualquer custo uma gota de fé para recobrar as minhas forças e lutar contra o mal que me cerca. Mas sou fraca, Deus, impotente e incapaz de vencer sozinha. Portanto grito por socorro, grito o Teu nome e suplico que venhas ao meu encontro. Sei que em Ti encontro abrigo, sei que posso me esconder embaixo de Tuas asas e lá estarei segura. E então meu corpo se enche de uma paz que excede o meu entendimento, meu espirito se revigora e se preenche de fé. Senhor, sei que somente ao Teu lado posso vencer os dias maus. Sei que mesmo a batalha já estando tão próxima do fim, ainda preciso me agarrar em Ti, pois sei que batalhas por mim, Pai. Sei que Teu amor grandioso me sustenta, me faz enfrentar cada adversidade e que ao Teu lado tudo se torna pequeno demais. Deus, me ajude a vencer, me ajude a prosseguir e, acima de tudo, ajude-me a me manter forte para vencer o medo e as dúvidas. Cobre-me, Senhor, com a Tua fé inabalável. E que as Suas promessas se mantenham enraizadas em mim, e que, ao Seu tempo, possam florescer.
—  Impercebida

SURPRISE FOR YOU TUMBLR!

¤ Eu peço desculpas a leitora que pediu esse imagine pela demora ENORME! Sério amor, me sorry aê

¤ Ficou meio bobinho mas eu fiz com amor hahaha então se quiserem mandar ask dizendo o que acharam, EU NÃO ME IMPORTARIA \o/


¤ Boa leitura pra geral, é nois \o

——–


   A chuva caia em torno da enorme casa de verão, as flores do campo eram regadas da forma mais natural existente e os passarinhos estavam escondidos em seus devidos ninhos. O dia estava completamente fechado fazendo Harry suspirar a cada cinco segundos enquanto olhava para a janela.

  Ele havia programado aquele fim de semana a mais ou menos um mês, era a primeira vez desde que conheceu S/n, que sua agenda estava completamente vazia naquele mês e aquela chuva fez com que o sentimento de frustração dominasse seu peito.

  - Você acha que vai passar logo? - Perguntou para a namorada como se fosse uma criança querendo brincar no quintal.

  S/n sorriu de forma aconchegante para ele.

  - Bom, você quer que eu seja sincera ou otimista? - Perguntou fazendo graça o que não ajudou no desespero de Harry. - Relaxa Styles, nós podemos fazer alguma coisa aqui dentro. - Sugere abarçando a cintura do encaracoldo.

  Harry ainda não convencido solta um suspiro mais forte fazendo S/n rir de seu jeito mimado.

  - Hazz…não fica assim. - Ela forma um biquinho fofo em seus lábios para tentar de alguma forma tirar aquele ar desapontado de Harry.  - Que tal você me ajudar a fazer alguns cookies? - Pergunta empolgada com a ideia.

  Harry da um sorriso de lado, já que seus planos não deram certo é melhor ele aproveitar seu tempo com S/n.

  Os dois seguem para a cozinha. Ela é bem diferente da que eles tem na cidade, chega a ser simples mas ainda sim confortante.

  - Que sabor você quer fazer? - S/n pergunta ao abrir o armário e encarar os ingredientes.

  - Chocolate. - Responde um pouco mais animado e ela sorri com isso.

  Então vamos lá!

(…)

  Farinha, farinha, farinha e mais farinha. Aquele balcão estava um caos assim como a roupa de Harry que estava um pouco manchada do chocolate que eles haviam derretido. Apesar dessa bagunça toda, os tais cookies estavam a salvos já dentro do forno começando a soltar um aroma agradável.

  - Acho que vou precisar de um bom banho antes de comer. - S/n diz tentando tirar um pouco da sujeira que ficou em seu avental.

  Harry sorri e abraça a namorada a sujando um pouco mais.

  - Se você quiser posso ir te ajudar. - Ele diz sussurrando no ouvido dela mas não de uma forma sexual.

  S/n encara Harry e sorri desacreditada.

  - Você não perde tempo mesmo. - Diz rindo enquanto toca o maxilar marcado de Harry.

  - Não, eu não quis dizer isso. - O moreno diz um pouco desconcertado, ele não queria que S/n pensasse que ele era um tarado, apesar de já terem um boa intimidade ele não queria que ela achasse que só estão juntos por prazer.

  - Tudo bem amor. - Ela diz sorrindo e o coração de Harry se comprime por ser a primeira vez que ela o chama por tal “apelido”. - Você pode me “ajudar a tomar banho”. - Ela ri no final e se vira indo para o banheiro que fica no corredor ao lado da cozinha.

  Os dois, já dentro do banheiro, retiram toda e qualquer roupa. Os olhos de Harry apreciam o corpo de S/n mais uma vez como ele faz toda vez que a garota esta nua para ele. Ela não é como suas ex’s, passa bem longe, seu corpo não se encaixa ao padrão que segundo as pessoas, é o bonito. Não, ela é carnuda; suas coxas são grossas e seu cabelo não é tão liso, porém Harry, agora, sabe que esse sim é o seu tipo de corpo favorito, o de S/n especificamente.

  O barulho das gotas de água caindo desperta o rapaz de seus pensamentos e o sorriso convidativo de S/n o chama para entrar de baixo do chuveiro. Ela fica de costas pra ele e sente o peitoral de Harry encostar em seu corpo.

As gotículas de água molham os dois que lutam por espaço ali, os fortes braços cercam S/n ao que Styles se estica para pegar o sabonete que fica em um suporte na parede.Ela fecha os olhos e suspira sentindo o toque das mãos de Harry em seus braços.

Ela se sente tão bem perto dele, como nunca se sentira antes. Harry é a paz que S/n sempre buscou, a forma carinhosa com que ele cuida dela só concretiza os fatos…e ela acha graça nisso, ela acha graça pois em tão poucos meses ele fez coisas na vida dela que ninguém fez em seus vinte e dois anos. Isso é tão surreal que chega a duvidar que Harry realmente está ali com ela, mas os lábios carnudos em seu pescoço faz ela acordar e ver que aquilo é realmente verídico.

Harry a beija com tanto carinho enquanto suas mãos passam o sabonete por seu corpo, que por um momento chega a pensar que ela é uma boneca de porcelana prestes a se quebrar.

- Eu gosto da maciez da sua pele. - Comenta enquanto os longos dedos passam pela lateral daquele corpo que agora parece frágil.

- E eu gosto quando sua boca está a beijando. - Retruca de uma forma sapeca fazendo Harry sorrir largo. - Deixe-me passar em você agora. - Diz ela tomando o sabonete da mão dele que em momento algum protesta.

S/n se vira e fica de frente para o rapaz de olhos esverdeados. Seu corpo se estica um pouco para que ela possa depositar um beijo nos lábios que a leva para o paraíso e assim que volta a posição normal, encara o tronco todo tatuado. Um pequeno suspiro sai por sua boca e ela começa seu trabalho.

Primeiro passa de forma delicada a espuma no pescoço que ela tanto adora beijar.

- Tem uma marquinha aqui. - Ela diz com falsa inocência, como se não soubesse o que causara aquilo no pescoço de Harry.

- Culpa de uma morcega sem coração. - Ele responde puxando a cintura de S/n pra mais perto de si e ela morde o lábio de baixo sorrindo.

- E aqui também. - Diz quase como um sussurro descendo a mão para o meio do peito de Harry, que segue com o olhar. - E outro aqui. - Ela diz aproximando o rosto do tronco dele e beijando de forma experiente fazendo Harry suspirar.

Assim que ela chupa a pele branca uma marca avermelhada fica na área.

- Você deveria tomar mais cuidado com essas morcegas. - Os dois ri ao que ela termina a frase.

No ponto de vista de uma terceira pessoa, como eu, essa cena pode ser totalmente sem nexo ou cabimento, chegando a ser boba. Mas para Harry e S/n, tudo faz sentido, todas as piadas dela tem graça para ele e tudo que ele faz é encantador, é como se eles estivessem em uma órbita própria somente para os dois. Ele tem plena visão de todos os defeitos dela e ela também conhece todos os defeitos dele, que por sinal não são poucos. Mas a forma de como eles se tratam faz com que o mundo de ambos tenha mais cores e mais vida.

O rosto de Harry se aproxima do dela e suas testas se encostam. Os olhos não se desgrudam por nenhum decreto e ambos sorriem. Harry se sente tão bem perto dela que por momento pensa que seu peito irá explodir.

Por Deus, essa garota é incrível demais pra mim!

Harry pensa com toda sua insegurança.

Jesus, eu realmente o mereço?

S/n se questiona.

- Eu amo você. - Harry diz baixo mas com toda certeza do mundo.

A respiração de S/n falha e seus olhos piscam, sua perna fica um tanto bamba e ela tenta se apoiar na outra para não cair.

- C-como? - Ela pergunta surpresa se afastando um pouco para que possa encarar Harry de uma forma melhor.

Harry sorri vendo o nervosismo da namorada e a puxa pela cintura mais uma vez colando seus corpos.

- Eu, Harry Styles, amo você S/n S/S! - Ele diz devagar vendo S/n sorrir ainda meio perdida.

- Eu amo você Harry Styles! - Ela repete vendo as covinhas aparecerem.

E então eles se beijam devagar e de forma carinhosa tentando demonstrar o real amor que sentem um pelo o outro, mas antes que possam continuar algo a mais, S/n se lembra dos cookies que ficaram no forno, fazendo Harry rir de seu desespero.

Mas aquilo não acabou ali, com certeza não!

Cada dia que passa fico mais afastada das pessoas, e por favor não pense que sou antipática ou sofro com algo que me faz querer me distanciar, eu estou bem, só simplesmente não me identifico com o grupo de pessoas que me cercam, todos ultimamente são tão iguais ou talvez sempre tenham sido e nunca percebi… Mas o fato é que eu me sinto tão diferente, os meus gostos e pensamentos não são como os destas pessoas de hoje em dia. Prefiro ouvir uma música e ler algum livro do que socializar com pessoas contrárias à mim, que de certa maneira não me sinto confortável em ser eu mesma pois as afinidades se diferem.
—  Bruna Pinho

a escuridão da minha alma
se sobressai
sob as paredes brancas
que me cercam
estou guardada em uma caixa
mas não há proteção
o silêncio grita como um eco
e eu desejo não pensar mais
nem sentir
mas ainda sinto o peso
de cada palavra
e memória
ainda sinto o peso de você sobre mim.

Ela é de libra e não sabe como alguém pode ser mau humorado com um Sol desses do lado de fora, ela fala muito e fala sobre tudo, não sabe ser sucinta em explicações precisa contar todo o seu dia para finalmente chegar ao ponto do porquê brigou com a sua mãe, como se o frango que ela comeu no almoço tivesse alguma ligação com a discussão que ela teve depois sobre para onde ela iria viajar nas férias. Ela dá atenção porque gosta de ouvir histórias e nada além. Ela é fã de surpresas e desses pequenos prazeres que a vida pode nos dar, como comer, ela ama comer. Ela é sonhadora. Ela precisa de alguém que ponha seus pés no chão e mostre que a vida pode ser amarga às vezes, mas por favor, nunca corte suas asas, lá em cima é onde ela se sente em casa. Ela é aberta à opinião, admira a inteligência alheia e sabe enaltecer as qualidades das pessoas que as cercam, ela vê o que há de melhor em cada pessoa e dificilmente guarda rancor, perdoa mancadas, irreleva erros, ignora quem não gosta dela e não são poucos. Esse jeito descontraído e leve causa inveja, como alguém pode ser assim nesse mundo todo errado? Essa é a maior graça dela, ela não liga para os erros, acredita que as qualidades compensam, sabe que depois da chuva vem o Sol. Ela precisa de ajuda para escolher a roupa que vai sair, o prato que vai comer e o filme que vai assistir. Não sabe o que quer na vida, mas sabe que quer ser grande, uma grande arquiteta, uma grande publicitária, uma grande modelo para todos. Ela sonha grande sempre. Ela quer ser grande, mas gosta de passar desapercebida, ela é graciosa sem chamar muita atenção, linda sem causar comentários, ela vem do nada e muda tudo. Ela é de libra e provavelmente só está lendo esse texto porque viu o título. Ela prefere ouvir música. Conquista com o jeito de falar. Sua felicidade irá te contagiar, ela é cura para depressão, por vezes tenho vontade de colocá-la em um pote tamanha a felicidade que essa garota, exala. Ela transmite sorriso pelos poros, sério.
É impossível ficar triste perto dela.
—  Notas sobre ela, libriana.