cercamic

Poderemos destruir

As suas verdades não são o centro do universo, por mais incrível que pareça as suas respostas não são as únicas explicações plausíveis para os inúmeros acontecimentos.
Opiniões divergentes devem ser respeitadas, mesmo durante as discussões, afinal de contas, você não é o avatar do conhecimento da humanidade.
Não perca seu tempo tentando diminuir as pessoas através das justificativas pífias, mas foque as suas energias em algo positivo.
Deixe o orgulho de lado e escute as pessoas antes de julgar, pois só assim poderemos destruir as barreiras que cercam os nossos corações.

Jundiba

Zodiaco

ARIANO: Adora implicar. Tem personalidade forte e um temperamento competitivo, tá sempre pronto pra desafiar e quer ir sempre pra frente

TAURINO: É do tipo que quer curtir o melhor da vida, o medo de se apegar a pessoas faz com que busque focar na satisfação material.

GEMINIANO: Costuma ser descuidado, desapega fácil do que já conhece. Seu gosto pela comunicação faz com que aprecie ler, escrever e dialogar

CANCERIANO: Sua necessidade de segurança faz com que tenha medo de mudança, costuma ser reservado, inseguro e hesita em confiar

LEONINO: Acredita muito que as coisas são possíveis, é otimista e incentiva. Tem um espírito de liderança e costuma ter muita garra na vida.

VIRGINIANO: É prático e costuma não ter muita paciência com aqueles que o cercam; É muito claro quando algo o desagrada; É crítico, exigente

LIBRIANO: Não se deixar levar pela negatividade, por isso tem um temperamento tranquilo e ao lidar com pessoas costuma ser refletivo

ESCORPIANO: Coloca-se de corpo e alma em tudo, por vezes desenvolvendo obsessões. Relaxado com pertences materiais, prioriza suas emoções.

SAGITARIANO: Ele ama a vida de paixão, adora falar de pessoas que conheceu, de momentos que já viveu, das trapalhadas e do que já aprendeu

CAPRICORNIANO: Exerce um impacto com seu jeito realista, “curto e grosso”. É voltado para a realização das coisas, não gosta de bater boca.

AQUARIANO: Preza pela indepêndencia e defende que cada um é livre pra ser e fazer o que quiser, o que por vezes o leva a bater de frente

PISCIANO: Dispensa dar satisfação do que passa pela sua cabeça, é sempre um mistério. Ele deixa as coisas no ar, confunde, é indecifrável. 

As suas despedidas...

As pessoas que nos cercam vivem dizendo para você não sofrer, não chorar, não demonstrar nada por quem não te deu “valor”, só pelo fato de essa pessoa te deixar. Já percebeu o quão egoísta isso se torna, pois você está pensando só no teu bem, em como isso te deixa triste. Mas prender alguém para não se sentir só é a pior das traições. Está traindo a felicidade do outro, sendo extremamente mesquinho.

Sua mãe sempre te amou e te criou com todo carinho, ela sempre soube que um dia você iria atrás do mundo, e mesmo isso a desmontando ela te apoiou a ir, a correr atras de sonhos, e essa meu amigo é a forma mais bonita do amor, um amor que se contagia com a sua felicidade, te dá força, te deixa ir e espera voltar, como um pássaro.

Então no caso o errado é você, que não o deu asas, que não voou junto. você que não aceitou a ida e diz que ele fudeu com a tua vida. Você é a pessoa que a partir do momento que não é como quer, culpa o outro, e se esquece completamente tudo de bom que se passou. 

-Thainara Massano.

FAVELAS DO RIO SITIADAS PELAS FORÇAS REPRESSIVAS
[ 11.08.2016 ‪#‎OlimpíadaMata‬ ‪#‎FavelaResiste‬ ]

Hoje, dia 11 de agosto, diversas favelas do Rio de Janeiro estão sitiadas pelas forças de repressão. Durante a Olimpíada, mais violência contra o povo.

No complexo de favelas da Maré, caveirão, carros blindados e tanques de guerra circulam pelas ruas. Um helicóptero voa baixo, fazendo as janelas tremerem. Muitos tiros. Exército, Força Nacional, Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), Choque, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Batalhão de Ações com caẽs, Brigada de Paraquedista e atiradores de elite do Exército invadem e cercam a favela. Segundo moradores, pessoas foram baleadas.

São muitos relatos de violência policial. Manguinhos também está sitiada pelas forças repressiva. Em Acari, novamente o assassino 41° batalhão da polícia militar invadiu a favela e está espalhando terror. No Borel, no Jacarezinho e no Alemão também estão ocorrendo invasões das forças repressivas, com muitos tiros.

O Estado e a mídia corporativa buscam justificar a operação na Maré argumentando que, ontem, dia 10, agentes da Força Nacional teriam entrado na favela e foram alvejados por tiros. Mas é exatamente a Força Nacional e os demais agentes de repressão que entram diariamente nas favelas do Rio de Janeiro, espalhando tiros e terror contra os moradores, realizando chacinas.

A Força Nacional, criada em 2004, no governo Lula, é assassina. Além disso, ela é um dos grandes “símbolos” da violência realizada pelos megaeventos. Os agentes da Força Nacional são inimigos do povo.

Hoje, não é apenas a Maré que está sitiada: são diversas favelas que estão sendo atacadas. A prática da polícia de invadir favelas e matar o povo é cotidiana. O Estado aplica uma política de genocídio, propagando seu racismo e seu ódio de classe. Cada dia, novas chacinas na cidade da Olimpíada.

Aguardamos mais informações sobre a situação no Rio de Janeiro.

Mais informações:
“Violência contra o povo na cidade olímpica”
https://www.facebook.com/midia1508/posts/264964307206660

Foto de Moradora.

‪#‎CalamidadePública‬ ‪#‎Rio2016‬ ‪#‎TerrorismoDeEstado‬

Via: Mídia 508