carregada

Acredito que todos nós somos semelhantes as nuvens. Isso mesmo, nuvens. Não sei lhe dizer quantas vezes olhei para o céu e notei diversas delas sobrecarregadas, tornando o dia cinzento e escuro e, mesmo assim não deixar cair uma gota sequer. Também cansei de olhar para o céu e ele estar com poucas nuvens, como de um dia ensolarado qualquer, mas quando voltava o olhar para o horizonte, o tempo fechava, e do nada, essas poucas nuvens choravam e suas gotas tomavam conta de tudo. Somos iguais. Quando andamos na rua e nos deparamos com uma pessoa que está triste, ou cabisbaixa, achamos que essa pessoa vai desmoronar aos prantos como uma nuvem carregada que está prestes a deixar a chuva cair, mas não. A pessoa apenas passa e vai embora. Quando encontramos uma pessoa feliz e contagiante, sem um motivo sequer, devemos abraça-la. Seu interior pede socorro e muito breve ela irá precisar de um ombro amigo. Talvez ela seja como aquelas poucas nuvens que alegra o nosso dia, deixando o sol se exibir e do nada nos banha com suas lagrimas repentinas. É nessas que nos surpreendemos. Somos como as nuvens, não sabemos até quando, ou se vamos suportar tudo dentro de nós. Não importa se estamos carregados ou não, de repente, nossas gotas apenas caem.
—  Kenedy, 1995

aquela parede sabia
tanto quanto eu sentia,
aquela ‘humidez’ transparecia
a nuvem carregada que meu peito trazia

chove em quatro partes feito céu particular,
aquelas

Elite das Melhores trazendo mais um game para vocês, bora nos divertir juntos? Vem.

Como vai funcionar:

Nós vamos dar 8 charadas engraçadas e vocês nos dirão a resposta delas, simples não é? Então vamos às charadas:

  1. O que o Batman foi fazer na igreja? 
  2. O que é algo e ao mesmo tempo nada? 
  3. Zé tinha 20 vacas, mas fugiram dezessete. Quantas restaram?
  4. Qual é a próxima letra da sequência: u, d, t, q, c?
  5. Não tem pé, roda, asa, ventre ou nadadeira, mas mesmo sem ser carregada pode dar ao mundo uma volta inteira?
  6. O número 3,14 ficou preso na floresta. Qual é o nome do filme?
  7. O que acontece se o Goku se fundir com o Cheetos?
  8. Por que o coração fica do lado esquerdo do peito?

Para participar:

  • Siga a Elite das Melhores.
  • Mande na ask “Charada tal + a resposta”, exemplo: (Charada 1 + Esbrobous)
  • Reblogue este post para ajudar na divulgação do game.

! IMPORTANTE !

  • Mande em asks separadas caso vá tentar mais de uma charada.
  • O prêmio varia de acordo com a quantidade de charadas adivinhadas.
  • Cumpra os passos ou sua ask será ignorada.
Sim, as vezes eu desisto sim, mas isto é por alguns segundos, as vezes tenho estes medos
bobos de não conseguir, e pensar que esta tudo difícil pra mim, mas logo passa, e eu me
continuo por dentro, mesmo que meus pés se cansem, eu me permito ser carregada pela fé.
Quem fui, já não sou. Mas, serei!

Por tantas crises existências que me dominaram, a questão era pertinente, como se jamais fosse preencher a angústia que dilaceravam minha mente e corpo, adoecendo meu estado de ser e sentir e logo, físico.
O engraçado é a forma como se encaminha a vida, por tantas pessoas que conheci, tantas respostas “filosóficas”, inúmeras tardes, rodas de conversas carregadas de argumentos, e no fim, era apenas um círculo de sarcasmo, sempre voltando ao mesmo princípio, era como “encher um vazio de nada”. Rodeado por pessoas indecisas, contraditórias, e essas muitas, querendo te ajudar, quando se quer se ajudam e então te afundam.
Pois bem, é o ápice que tudo se esgota e nisso, deixamos de procurar uma resposta e entramos no campo do desespero, sentindo apenas dor, ardentemente desejando que exista um ponto final. É quando nos rendemos, e o mundo desaba, a turbulência da mente cada vez mais aturdida, então, quando menos esperamos, vai amansando. (Re)encontrei como resposta, aquilo que sempre admirei e amei quando jovem: natureza e sua poesia, seres e seus encantos.
Se digo, é porque sempre soube que me fazia bem, mas não ousei agarrar e tornar como parte da minha rotina, e o azul do meu bobo intimo. É a vida que caminhou para um patamar diferente, com outras ênfases. Penso que tudo é um encaixe, para que eu tivesse a devida experiência, para finalmente ser, com toda a sabedoria, a mulher quem me tornei e a cada dia quem quero me tornar.

Amanda Iaemori

Aquarela: Conrad Roset 

Somos a descrição mais bem acentuada do indefinido. Somos o nada mais cheio de complexidade, recoberto de tudo. Eu vivo nessa montanha russa por você, espero que um dia compreenda. Imersa no dilema entre ficar e ir embora, eu venho aniquilando toda e qualquer certeza que eu ainda possa ter. O medo é como as nuvens carregadas que tapam o céu, e se houvesse um último pedido, eu gostaria que você não me perdesse.
—  Enflorpecer