caminho suave

sem marco inicial,

marcas de todo fim,

desvios diversos

de vias inversas

ao sonho.

trilhos livres,

vento feroz

livrando os sinais.

embarcados,

embaraçados

e logo

abraçados.

de velocista

a simplista,

de condução

a intuição.

pôs em terra

a planta do pé

pra cultivar o sentimento.

escolheu sentir o apoio,

caminhar suave

cortando o vento

com a própria face.

não mais só,

disse já

e foram juntos.

Thaís Bitencourt

Não tinha nada,
e descobriu que não ter nada também era difícil.
Era um outro tipo de fardo.
Se ao menos existisse algum caminho mais suave entre esses dois. Parecia que um homem tinha apenas duas escolhas: acotovelar-se no jogo da ambição ou ser um mendigo.
Bukowski.