camerasarenottoys

Pensando bem, ser biólogo não é só cuidar de plantas e animais. É acreditar na imortalidade da natureza, e querer preservá-la sempre bela. Ser biólogo é ouvir os ruídos da natureza, entendê-los e amenizá-los. É gostar de terra molhada, de mato fechado, de luas, de sol e de chuvas. Ser biólogo é se importar com a natureza que sofre. É perder medos, é ganhar amigos que jamais irão decepcioná-los - animais, plantas, fungos, vírus. Ser biólogo é ter ódio de gaiolas, jaulas e correntes. É ganhar um tempo enorme apreciando vôos de gaivotas, contando células no microscópio… É dar aulas com prazer e analisar com fervor a síntese proteica ou o ciclo de Krebs. Ser biólogo é ter coragem de penetrar num mundo diferente e sem igual. É ser capaz de entender gratidões mudas. É adivinhar olhares, entender o corpo, procurar criptógamos, amebas e cianofíceas. Ser biólogo é conviver lado a lado com ensinamentos profundos sobre o amor e a vida. Ser biólogo é ter na vida uma visão perfeita, completa. Ser biólogo é ser loucamente, apaixonadamente, desesperadamente feliz!
—  Autor Desconhecido