calarem

Como pode um prefixo mudar tudo? Como pode um simples “in” mudar o céu de cor, calarem os ben te vis, gelar o café, entristecer uma tarde e aumentar a madrugada? Infelizmente eu sou assim, infeliz, inconsequente, inconstante essa sou eu. Carrego comigo o “in”, ele não me abandona.
—  Garota INsubstituível

Maliciosa e angelical a mestra do disfarce vem. Venenosa e fatal, olhar que ela sabe usar bem; entendida, mais complicada que fórmula de bhaskara. Mexe e faz cara, só mesmo na cama que ela tira a máscara. Dama do prazer, ou dona.. gosta muito; sensualidade com delicadeza no toque e já mostra que entende do assunto. Menina safada, bandida treinada, sabendo de tudo e fingindo que sabe de nada depois de uma noite virada foi embora deixando a minha cama arrumada. Gostei.. pra fazer as outras calarem a boca. Princesa de aba reta é ninfeta perante a bandida de touca. Ela sabe o que faz, é um passo na frente mas dois pra trás pra dar o bote eficaz, se faz de difícil, assim ganha mais. Tem o que quer.. um pra bancar, um pra fuder e um de migué rodou a banca fácil e quando bebe também beija mulher. Treinada ela é, falando no meu ouvido, apertando o meu braço “vai devagar porque faz tempo que eu não faço”. Então.tá.bom “de quem é essa mulher” “disfarçada de direita é uma tremenda bandida”A mestra do disfarce me causou vertigem de inexperiente essa não tem nada disso eu sei, e vi bem. Na cama ela não é das que fingem falou e pagou de santa no fim só faltou meter a de que era virgem. Ligeira e vivida a bandida, vou te contar; esqueceu os bagulhos lá em casa só pra voltar pra buscar. Disse que tinha o sonho de casar, que tava querendo amar que queria achar um cara certo pra ela namorar. Só quero ver quem vai acreditar, se ela tá falada já em todo lugar só se ela conseguir arrumar um boy de longe pra bancar (e arruma).Coitado do cara que não conhece a turma enquanto não sabe vai tipo maconha, enquanto tiver se fuma. Ela manipula e entra na mente; pede tudo com jeitinho, e tira o que quiser da gente e sorri, risada amarela e ruim de ouvir, mas foi o sorriso amarelo mais bonito que eu já vi.