cai*

A gente leva um tempo pra entender e aceitar certas coisas. E quando a ficha cai, o desespero e a angústia vem juntos. É só uma fase como todos os momentos difíceis da nossa vida, o problema é quando não temos mais tanta resistência pra aguentar essas fases, mas damos um jeito de seguir em frente. Quase sempre. Talvez se as pessoas se colocassem mais no lugar da outra, nos magoariam menos, mas existem pessoas que nós permitimos entrar na nossa vida, fazem um estrago, saem e fim. Fim para pessoa, no caso. Pra quem se magoa é onde essa fase começa. Primeiro, precisamos dar um jeito na bagunça que a pessoa fez e depois ter coragem e amor próprio pra conseguir fechar a porta para aquela pessoa nunca mais entrar, e se conseguirmos fechar essa porta, corremos o risco de ficarmos morrendo de saudade aqui dentro. E ninguém entende. Sempre vai ter alguém pra chamar de drama. Alguém que não entende que sentimento não é brincadeira. E chega uma hora em que não suportamos mais aceitar esse tipo de tristeza, chega uma hora em que precisamos bloquear totalmente as entradas pra nossa vida e quase abrir um processo seletivo pra ver quem pode entrar ou não. São essas coisas que deixam as marcas no nosso coração, são essas coisas que nos tornam pessoas mais frias e menos sentimentais. Mas sempre vai ter alguém disposto a se machucar, cair, se arriscar novamente por pessoas que mais uma vez só entram em nossas vidas para desorganizar tudo e ir embora sem olhar pra trás.

Parei pra observar e, nossa… Faz muito tempo que estou por aqui. Faz o que, uns 4 a 5 anos que to por aqui? Tanta gente doida já passou por aqui… Gente a procura de carinho. Gente a procura de prazer. Gente a procura de desejo. Gente a procura de um príncipe. Gente a procura de um par perfeito. Gente a procura de tudo, menos de algo que poderia achar… Todos/Todas fizeram promessas, retiraram algo “daqui” e partiram, sem mais nem menos. Só porque não conseguiram mais “obter” mais as coisas do seu interesse.. Hoje, eu vejo muitas das mesmas pessoas vivendo suas “vidinhas”, até por quê ninguém vai morrer ou parar a vida por conta dessas coisas. Eu fui o único que continuei onde sempre estive, no meu “cais”. Estou fazendo esse “ texto” não com algum intuito, mas pra dizer que eu ainda estou aqui, e sim, eu lembro de tudo que passou por mim. Sempre viajei de vagão em vagão, sempre na janelinha, idas e vindas de novos passageiros e eu aqui, na mesma janelinha. “É, galera”. Sempre acreditei em todos, mesmo que por mais que eu demorasse pra chegar a acreditar, mas acreditei. Continuo acreditando. Vejo muitas felicidades “ falsificadas ” em seus rostos, mas são felicidades, né? Fazer o que. Desejo mais uma vez, TUDO DE BOM, porque vocês merecem. Cuidem bem do que levam na bagagem… Um pouco de mim.

2

I think it’s a very subtle romance that’s happening. You know, you have to look very closely. You have to watch it a few times to see the little hints, but there was. At least I was playing romance. In the cockpit I was playing, there was a very deep romance. 

-Oscar Isaac (x)

Eu não quero que você venha pra colocar mais minhocas na minha cabeça. Eu não quero adivinhar que você sente isso ou aquilo, eu quero que você diga. E seja direto, por favor, porque eu não dou mais conta disso. Da sua instabilidade e todo o resto do pacote. Eu quis te fazer falta pra te provar que você pode sentir a mesma coisa que eu sentia todo o dia em que você me deixava de lado: saudade. Mas você vai e vem como passista de escola de samba, não fica parado num lugar só, quer ir e voltar sem deixar endereço pra visita e eu não suporto mais nada disso. Se quer ficar fique, mas tome tudo pra si. Seja direto, objetivo e, se for pra ser meu, seja só isso.
—  Bri.