cafedas23h

Café

Essa cena talvez não aconteça mais. Optamos pelo segundo caminho. Por mais distante que eu possa estar de você, há alguma coisa ainda nos conectando, quis alguém assim. Haverá momentos em que o vazio entre meus braços se preencherão sozinhos de lembranças, e mais nada. Lembranças de que um dia existiu uma pessoa a quem abraçar, a quem beijar. Feito um quase clichê, eu era feliz e sabia, sim.

Espero então que o tempo não me deixe marcas, ou faça-me acostumar com a ausência de outras. Independente do caminho que eu tome, seguirei forte, mas sei que dormirei e acordarei com o rosto da mesma pessoa em mente, e a sensação de que seu corpo pudesse estar colado junto ao meu, vendo-a sorrir. Espero também o tempo não me afastar da minha felicidade, que eu sei onde mora, eu sei o que faz, mas não sei como me aproximar novamente. Quem bebeu da melhor bebida do mundo sabe que não compensa provar de outras, e tenho dito.

Por enquanto sofrerei de sede, mas não degustarei de outros licores.