caem

Traveling With The Chocobros: Altissia

Sorry for dying on y’all yesterday, but I was still feeling hella sick from the tattoo situation. Anyways I’m still not finished with the Ignis and Gladio one shots (I swear I haven’t forgotten about them) but here’s some Altissia headcanons! I hope that you’re all understanding of my situation, and enjoy what I’m able to put out!


Keep reading

Taverna, sinônimo de taberna. Erna. Bares, mares, chuva, choro. Mal agouro? Que droga, em? No fim das contas, só sobram as dividas, o dinheiro é gasto em bebida, e comida? Ás vezes, pois não é sempre que se tem fome. Os dias passam, as noites caem, e com elas a chuva, o choro, as lagrimas. E de dia, não chove? Claro que chove, mas o sol tá lá, mascarando tudo, e fazendo um belo arco-íris pra disfarçar aquela tristeza toda. Taberna sinônimo de taverna. Erna. Que enxerga beleza nos dias cinzas, pois se não o fizesse, assumiria que sua vida é feia e sem graça. Erna. Que não usa maquiagem, pois diz ser desconstruída, mas no final de tudo é destruída, por dentro, por fora, por… Acho que todos os lados. Erna, excluída, ferida, partida, ido, partido era seu coração. Sozinha, agora sim na taverna, bebendo, chovendo, sofrendo, e… se entorpecendo. Morrendo? Quem escolhe se matar? Talvez quem não sonha e não tem o que realizar, até porque a morte é o nada. Quando não se sonha nada, e não se tem o que realizar, será que estamos nos remetendo a morte? E quem é assassinado? Nossa, chega fiquei atordoado. Erna, bêbada! Trêbada! Tá ai o motivo de eu me perder, ainda estamos na taberna, vamos embora. Agora? Ta chovendo la fora! Erna. E aqui dentro não? Ás vezes é bom se molhar, ainda mais quando já estamos encharcados. Só vou se você estiver ao meu lado! Ok. Ei Erna, sai da Taberna! Taverna! Ah! Só sai, você não esta bem! Além, do mais, ou além é pra onde nossas almas vão? Ei Erna, sai da sacada, pare de me olha, reaja, não deixe mais a chuva te molhar. Erna, você não cansa? Vejo seus pés cansados, de tantos caminhos que você se propôs a seguir, sem sequer alcançar. Estradas, essas que a levaram a lugar nenhum, estradas, essas que por fim te levaram de mim. Ei, Erna, volte, volte aqui e me conte uma piada, mesmo que seja sem graça, sei que disfarça, suas lágrimas com as gotas das chuvas, mas eu vejo seus olhos, eu sinto tua tristeza daqui. Ei, Erna! A morte um dia também me pareceu ser mais feliz do que aqui, mas, por favor quando ler isto esteja um pouco mais feliz, fique aqui. Ei, Erna oro por você. Gata, o que o mundo fez contigo? No que fizeram se torna? Você já esqueceu o que é amar? Eles te levaram a esperança, rasgaram teu sorriso, te arrastaram pelo mundo, e te deram a tristeza sem fim. Mais um copo, e depois mais um, seu dinheiro foi jogado num caixa de banco, e você jogada num banco de praça. Ei, Erna, talvez, seja hora de você decidir sair da sacada, talvez seja hora de você se torna mais leve que o ar. Voar, plainar, acordar. Acordar. Acorda Erna. Sai da sacada. Sai da sacada, pois aí não é escada. Doeu, caiu, partiu, feriu, osso, coração, que bagunça tá esse chão. Erna? Doeu? Ela não respondeu. Ih! Fudeu.
—  Sobre o fim, Crônicas de uma taverna. Romeuemcrise & Arcaicas
Status: Costa Gold

Em planos insanos, em cenas vividas 💦💥

Se o dólar abaixar, eu vou de Air
France 🎰☝

Já falei pra ela que tá nada bom, cantei pra ela e a mina não gostou do tom. 🗯

Mantenho a fé que esse jogo vai
virar. 🔁

Me deixou 13, mais crazy que o Einstein ➿

Vejo vários manos que tem e caem. ⚠

Faz o seu, direito, sem palpite. 💨💢

Luz no fim do túnel não existe pra quem vem de onde eu vim. ⏬

Ostentação move a nação. ☢🗯💥

Entre tantas diretrizes nenhuma eu questionei. ❓❗

Todos os dias eu tento me convencer de que eu e você não era pra ser. Que tudo que aconteceu foi melhor pra nós, evitou um sofrimento maior. Todos os dias eu tento me convencer de que não preciso de você. Todos os dias eu tento. E por mais que eu me esforce, no fim do dia as lágrimas caem e todo o meu esforço pra te esquecer se torna em vão.
—  Milena Borges.

CeritaBandung mengundang segenap penggiat Tumblr yang kebetulan sedang bedomisili di Bandung untuk bergabung, bersenang-senang, tertawa bersama tanpa aturan dalam acara MUROTTAL KARYA.

Pembicara:

1. Dimaz Fakhrudin (dimazfakhr.tumblr.com)
  Dengan tema, “Optimalisasi Karya Melalui Sosial Media.”

2. Syahid Muhammad (eleftheriawords.tumblr.com)
  Dengan tema, “Bercerita Lewat Perjalanan.”

Acara ini FREE alias geratis.
Hanya saja harus mendaftar dahulu karena kuota pendaftar terbatas!!
Yuk gabung bersama kita tanggal 19 Februari 2017 nanti. Dan tentunya, kalian pasti akan bertemu beberapa penggiat Tumblr Bandung yang caem-caem loh di sana~

Yuk!
Kapan lagi kita bisa bersilahturahmi bersama dengan pembicara yang cakep-cakep dan keluarga besar Tumblr Bandung.

Quando eu pego o fichário esquecendo que ele está aberto e todas as folhas caem.

Por fora:

“Caiu, fazer o quê?”

External image

Por dentro:

“Quem foi o @$#$%$ que deixou isso aberto? AGORA COMO EU VOU POR TUDO NA ORDEM????????”

External image

Você precisa seguir. Por você e pela pessoa que vai chegar. Sim, pois alguém irá chegar, sempre chega, mesmo que hoje você diga não querer, mesmo que você jure não mais acreditar.

Você precisa seguir, pois você tem muito para ver, muito pelo que sorrir e chorar. Você precisa seguir, pois há um lindo amanhecer na sua vida, um céu azul, dias de praia e amigos, bebedeiras e arrependimentos. Você precisa seguir, pois este não foi seu último engano, você ainda precisa errar muito.

Faz muito tempo que você está nessa de errar o mesmo erro, está na hora de novas bocas, planos e decepções. Você recém começou sua vida, não é hora de insistir no que há tanto já acabou.

Se permita partir, delete tudo o que não cabe nas lembranças. Você caiu, ótimo, todos caem, mas agora é hora de aprender a levantar.

—  A vida têm que seguir. 11/365
meu sorriso é a minha forma de dizer te amo;

em meu peito levo milhares de histórias que não foram rabiscadas, anjo.
há muito tempo eu não escrevo e hoje senti saudades assim como estou sentindo de você.
até hoje lembro daquelas cartas no qual trocamos e eu me segurei para não chorar. lembro
dos nossos carinhos de dedos no qual trocávamos em sala de aula e você não sabe o quanto eu gostava/
gosto;
gosto tanto da tua forma engraçada de cantar, das suas declarações feitas do nada… aí de mim dizer
que não gosto, que não gosto de você.
o meu coração tão carranco que não me ajuda em demonstrar o que sinto. que rasga o meu peito querendo pular
pra fora. existe em mim inúmeras tentativas de te dizer o quanto te amo, mas sempre caem no erro.
em meu peito tranco em trilhocentas infinitas mil chaves nossos momentos só para ter o gosto de abrir toda manhã.
em meu peito levo a vontade de como eu queria te cuidar e tentar por juízo nessa sua cabecinha.
eu não queria ser esse cubo de gelo que sou
eu queria mesmo é ser o seu amor.
tornar nossos abraços em nó e nunca mais desatar.
em meu peito há milhares de palavras que não tenho coragem de falar.
escuta o silêncio do meu coração:
é tão particular o momento no qual tornamos do singular o nosso plural.
você constrói as paredes do meu mundo e não tem medo de dizer que nada de tão perto é tão lindo quanto o brilho do meu sorriso no qual você nem imagina que guarda a dimensão do teu olhar.

meu sorriso é minha forma de dizer o quão é bom te amar.

e.c