burret

Algumas frases são difíceis de serem escritas, outras simplesmente saem, mesmo que sejam restritas. Frases de amor, versos de dor, compaixão e calor. Já a minha frase é diferente, ela não é distinta das outras, muito menos inteligente. “Clichê” como uma bailarina fazendo pa de burret, “comum” como o soco do Shogun e talvez “clássica” como a música. A simples e perfeita sintonia, assim como te chamo. Eu te amo.
—  Lucas Reis