bonito u u

@0ceanslover

Ta-ta-ta-cháaaaaaaaaaaaaaaan” se apresuró en cubrir su semblante con la suave textura del cojín. Junto al aire endulzado de las golosinas y el vitoreo de la gente subida en las atracciones, Diego terminó por relajarse. No es que estuviera en contra de su voluntad ni nada por el estilo, pero se le hacía extraño compartir un tiempo a solas con la persona en cuestión. Cuando quería podía ser algo tímido “Oh no ¡me he convertido en un monito! Ayúdameeee”

Te amo com o coração, exagero, te espero, enlouqueço, não mereço. Te amo de manhã, com certeza ainda mais amanhã, também a tarde, o coração arde, contrai, aperta, não tenta, enfraquece, adoece, num segundo rejuvenesce, grita teu nome, pula, salta pra fora, e quando te vê sempre comemora. Te amo por todos os momentos, que para os outros parecem pequenos, mas pra mim são únicos, são especiais. Te amo por todos os sorrisos, por causa do destino que cada dia me faz te amar mais e mais. Te amo por todos os momentos íntimos, pelas brincadeiras bobas que só a gente entende e tanto se diverte neles, por todas as felicidades e alegrias. Te amo porque com você não tem tempo ruim, nenhuma discussão nos abala. Te amo porque fortaleceu nosso amor, porque sempre me cuidou, porque sempre me protegeu. Te amo porque quando abro os olhos ao acordar, a primeira coisa que me vêm a cabeça é o seu rosto. Te amo porque eu nunca vou saber te agradecer por tudo o que já fez por mim.

((nossos beijos serão melhores e mais bonitos u-u))

“Deus sabe mesmo o que faz. Ele colocou você na minha vida de uma forma tão simples que eu mal notei, assim como não notava que a intimidade entre nós crescia tanto e em tão pouco tempo. Parece até que nos conhecemos a tantos anos, nos conhecemos tão bem. Viramos amigas, uma cuidando da outra até que conforme os dias iam passando, a amizade deixou de se tornar suficiente para nós dois.”

((é sério eu fico vendo essas fotos e pensando que com a gente será mil vezes melhor!))

Eu sei, de vez em quando eu piso muito na bola e acabo te deixando mal, te chateando, e dá vontade de te agarrar, te puxar pra bem perto, te encher de beijos, até você dar um sorriso pra mim. E como eu não posso fazer isso , por enquanto, eu fico me desculpando, te tentando fazer entender que de vez em quando eu falo sem pensar, não é por mal, meu amor. E quando você tá mal, pode acreditar, eu fico um trilhão de vezes pior. Mas quando você dá uma risada, diz que me ama, e começa a brincar comigo, eu lembro porque eu sorrio todas as manhãs, e todas as noites e todos os segundos.

OBRIGADA MINHA VIDA PELO MÊS MAIS FELIZ DA MINHA VIDA E POR TODOS OS OUTROS MESES ANOS DÉCADAS E VIDAS QUE ESTÃO POR VIM! EU TE AMO!

  Mor ainda vou te beijar muito assim na hora de dormir <3

Me gustaría que Willy fuera más cariñoso con Vegetta

Samu siempre le menciona en sus vídeos, el 90% de sus vídeos y fotos en instagram tienen a Willy en ellos, casi nunca se va de viaje dejando solo a Willy, siempre es él quien le dice cosas bonitas, en fin, que es el único que muestra algo de aprecio por el otro en la relación (y sí, sí, Willy también lo hace pero a su manera y muy de vez en cuando, ñeh)
A mí me gustaría que de vez en cuando se le escapara un apodo tierno o algo bonito para Vegettita U//w//U

look-at-the-stars-fall  asked:

Hola (: tienes algun poema de la soledad (? O algo asi como... Cuando chocas miradas con alguien y quedas como embobada xd jakdjaka mi imagino un poema bonito u-u

Quién hubiera creído que se hallaba sola en el aire, oculta, tu mirada. Quién hubiera creído esa terrible ocasión de nacer puesta al alcance de mi suerte y mis ojos, y que tú y yo iríamos, despojados de todo bien, de todo mal, de todo, a aherrojarnos en el mismo silencio, a inclinarnos sobre la misma fuente para vernos y vernos mutuamente espiados en el fondo, temblando desde el agua, descubriendo, pretendiendo alcanzar quién eras tú detrás de esa cortina, quién era yo detrás de mí. Y todavía no hemos visto nada. Espero que alguien venga, inexorable, siempre temo y espero, y acabe por nombrarnos en un signo, por situarnos en alguna estación por dejarnos allí, como dos gritos de asombro.

Asunción de ti, de Don Mario…