blackandwhiteshit

Vaidade.

Minha vaidade não me ilumina.Não me condena.
 Mas todas as outras me fascinam.
Por culpa da inocência me deparei com o infinito.Infinito aterrador.Atordoa cada momento de leitura, cada fração matemática.
Aquele ar pesado que parece ser o único ser a fazer barulho em meio a uma multidão.Multidão de silêncios.
Olhos verdes, pele parda, feição entediada.Maldito infinito.
Posto na nuca.Difícil de se encontrar.
Mas hei de encontrar e namorar.
Todo aquele infinito particular. 

Proto manifesto.



Quando começo a escrever, paro e me lembro de todos os grandes poetas da língua. Contento-me, reconhecendo a vida deles, que nunca estarei ao seus pés.
Gosto de lembrá-los em suas imagens senis, já com rugas e traços de sabedoria.
Confio mais em suas obras desse modo.Imaginando terem feito todas elas em seus anos idosos.
Me revolto ao ver suas representações artísticas.
Essa fusão teatral à poesia é ridícula.Atores e atrizes declamando versos como se cuspissem sabedoria.Cospem nada mais que poesia banalizada.
Esqueçam o teatro.
Apreciem cada uma das artes individualmente.Entendam suas essências.A simples poesia, o pitoresco teatro alegórico.
O teatro funde-se bem à literatura de romance, de prosa, não de estrofes.
Poesia é música, já dizia o poeta, poesia ajudada.
A música entrelaça muito bem com a poesia, dado que são a mesma.
Então deixe a música sozinha.

Decepção.



Você acorda.
É o começo (ou o fim) da semana.Na verdade não importa mais, os dias estão embaralhados a muito tempo.
De qualquer maneira, nesse dia, o ar está diferente.
Mais pesado, mais frio.

Então eu acendo um cigarro, pego o meu violão, toco um pouco, escrevo uma ou duas músicas que eu provavelmente vou esquecer, mesmo que acabem sendo boas músicas, elas não servem para nada.
São palavras jogadas fora para aliviar o coração e a mente.

Foda-se o resto da história, o player já passou para a próxima música e esse sentimento desvaneceu no ar. 

Dinner.

Six, seven months.
You fell in love again. You cover your heart, this time is safe.
But you see, this isn’t where I’m supposed to be.
Love have failed me.
Again and again and again.
Destiny.
She brings out the best of us. Before she came there was one.
One who’s lost but stronger.
The one she made, the one she…the one you made has love.
Love does not fail.
Love knows what it does, it always had.
It’s not destiny.
“She’s not heavy, she’s my world.”
I’ll carry her around, for the time.Someday love will overcome all of us.
Love is missed…it is gone but not forgotten.
Light up.
No measure of time is ever wasted if you’re there.
Hope we meet again, in the end.