atualmente é

Atualmente é mais fácil ganhar na Mega Sena do que esperar que alguém se coloque no seu lugar e procure saber como você está se sentindo ou do que está precisando.
—  Clarissa Corrêa.
enfia no cu a sua poesia de bosta

os poetas são meus inimigos: eu vim porque a poesia anda chata & constipada
porque os saraus são repetecos
e a humanidade só anda falando coisas que já falou antes descontextualizadamente e ininterruptamente
porra é atualmente pra lá e pra cá a tua mente foda-se sabe
Parece que a gente anda e toca new radicals de tanto êxtase
de tanto que a gente anda anestesiado
ontem um mano me disse que queria lutar em rojava,
Esses dias um poeta me disse que ler não faz diferença
que ninguém precisa de teoria e porra que lindinhoooooo
ahhh,
mas tem sorrisos e abraços e a nova cena que se sustenta
You got the music in you
Don’t give Up
e a gente juntinho sem competir sem brigar veja bem eu vou elogiar essa merda de poema porque você é meu amigo
ou não?
se for pra bater palma eu vou na frente da sua casa
se for pra concordar eu abro uma igreja
se for pra abaixar bola eu prefiro voltar pra marcar
se poesia é forma e eu tenho que ser grato pelo crediário
Pelo incentivo a consumo porque eu entrei numa faculdade
porque pintaram a porra do chão de vermelho
onde em terra de ciclovia eu gosto mesmo é de furar pneu de carro
eu prefiro deitar na BR como manda o meme e gritar sozinho como já faço
não sou obrigado a achar bonito ouvir em loop o novo hit
Só porque evoca algum aspecto lírico
Que ficou bonito cantadinho no sarauzinho
Eu ando de trem e as pessoas lá parcelam geladeiras
as pessoas não precisam ser gratas pelas suas geladeiras
geladeiras não são presentes divinos não
a gente prega a emancipação coletiva mas quer dançar a dança
acha bonito criança lendo o capital em cuba mas aqui acha besteira
e no fundo o poeta mantém a porra da estrutura funcionando porque mano sendo sincero
Ninguém entendeu o seu poema não porque ele é difícil
mas porque você não fala nada
quero mais é que foucault seja lido na favela e saia de lá a mais nova crítica
Don’t give up
You got a reason to live
sério que vai rimar asfalto com papo, sério que vai falar das nuvens sério que seu poema faz referência ao surrealismo sério mesmo que você acha que o grafite é o limite sério mesmo cara….
a minha utopia é o tensionamento final, não me dói ver um pobre com livro..
Não dói pra mim discutir assunto sério no sinal..
eu não tenho o monopólio da produção poética eu não sei o que é cult ou não eu só sei que essa porra é sua e eu vou matar cada poetinha que vier com papinho de bosta..
É isso que é fazer poesia hoje?
P a r a b ´e n s he im fera
Eu não quero essa bosta de título pra mim
Enfia no bolso e sai cantando, quer o prêmio do ano? Quer publicar no selo mais badaladão? Quer ser convidado e honrado?
Eu quero é ver o oco
não ponho um verso em baixo do outro pra receber tapinha nas costa pra ver sorriso de criança
eu não escrevo poesia pra entrar na turma foda-se a turma
Esses tempo me acusaram de tentar me aproveitar e surfar na onda
eu sou a porra do tsunami nessa merda, e se eu não destruir nada pelo menos vou incomodar
pelo menos vou encher a porra do saco até te levar ao limite
porque eu não escrevo pra alguém sentar e falar “que foda” passa pro próximo, não sou arquitetinho de palavras
eu escrevo pra vc comentar com o amiguinho
“aquele cara é um cuzão”
Sou mesmo
Mas pelo menos não sou poeta

Eu queria morar nos meus sonhos. A imaginação consegue ser mais aconchegante que a realidade. Ela me incomoda às vezes, pois me deparar com o que sou longe do que eu quero ser, me causa algumas dores. A minha cara é esfregada na vidraça com muita força, e lá sou obrigada a ver do outro lado cada coisa que me perturba. Tudo está bem diante dos meus olhos. É real, é doloroso e machuca. Não há como fugir da realidade, mas eu gostaria que isso fosse possível. É que tem algumas coisas que aos meus olhos parece que eu não consigo fazer nada, fico paralisada e eu detesto essa sensação de perder o controle das coisas. É, eu sou muito controladora e isso acaba sendo um dos meus maiores defeitos, porque controlar a vida atualmente é impossível. É para rir de nervoso nessa situação de estar de cara com a realidade que te coloca a cada segundo a prova de que você não tem controle de quase nada, você apenas acha que tem. Pois é, mas a pior parte é perder o controle em relação aos meus sentimentos. Parece besteira tudo isso que tô dizendo, mas você não sabe como é difícil tentar controlar essa ansiedade que tem dentro de mim, tentar controlar cada segundo do meu dia, e parece que tenho tido cada vez menos sucesso. É frustrante. É horrível. E a cada dia que passa tem que deixado mais doente. O mundo precisa de confiança, mas como confiar se vivo sozinha? Estou de partida de mim mesma, vou fugir dessas encruzilhadas e labirintos, quem sabe assim o mundo se torne um lugar mais bonito! Preciso de uma trégua, um ar novo, uma vida nova. Não posso mais sobreviver, tenho é que viver e amar. Por fim, acho que não tenho mais nada a dizer, ou pensar, talvez apenas sonhar.
—  Escrito por Camila, Marcela, Bianca e Luiz em Julietário

anonymous asked:

O Haddad é uma ameaça à liberdade de associação e de imprensa, isso é claro no programa de governo. Toda e qualquer forma de regulação da imprensa é o primeiro passo em direção à censura. O grau de centralização que o programa de governo dele pretende pra o governo federal tem o potencial de fazer prefeitos e governadores pouco mais do que alguém eleito pra mendigar ao governo federal por fundos. O programa todo é centralizador e autoritário. Impossível apoiar aquela aberraçao moral.

Ok, vamos discutir regulamentação da mídia então. Essa é literalmente minha área de estudo, então é onde eu vou me extender, porque acho que tá mais do que na hora da gente entender direito como isso funciona e porque é algo que se defende dentro dos círculos de comunicação. 

Mídia é um ponto importante porque significa informação - televisões, jornais, revistas, mesmo mídia de entretenimento como novelas, filmes e séries, tudo isso passa algum tipo de informação e, além de atualmente as redes sociais, é por onde a população vai conseguir a maior parte dos dados acerca da realidade. Eu sei que parece óbvio, mas eu vou chegar num ponto. Sendo uma das fontes principais de contato com a informação, o ideal em mídia seria que a gente tivesse imparcialidade, isenção - mas isso é utópico, é impossível. Todo texto (seja lido na televisão seja publicado como manchete) carrega consigo, ainda que sutilmente, a opinião de quem o escreveu/revisou, e seres humanos não são neutros. Sendo que é impossível que tenhamos mídia neutra, devemos exigir a melhor alternativa possível - mídia transparente e plural. Transparente no sentido de deixar claro seus posicionamentos - exemplifico: em 2016, o NYT deixou claro em editorial que apoiaria Hillary Clinton na corrida presidencial. Não deixou de cobrir os escândalos com ela ou as notícias de Trump, mas o leitor estava ciente de que o jornal tinha um viés e qual ele era. Transparência. Plural, por outro lado, significa que todos os pontos de vista (se falássemos dos EUA em 2016, pra seguir o exemplo, tanto o ponto de vista democrático quando o republicano quanto o dos partidos pequenos de fora [então, sei lá, tanto a FOX News quanto a CNN]) devem ter espaço. E espaço não quer dizer simplesmente existirem, mas terem o mínimo de força para poderem atingir os leitores em todos os lugares. O cidadão tem que ter acesso a todos esses pontos de vista (não adianta existir o ponto de vista se não é de fácil acesso à população). 

A mídia brasileira peca nos dois pontos. Primeiro na transparência, porque a gente tem uma mídia que finge ser isenta ao invés de declarar de uma vez seus posicionamentos (lembram do comercial da folha de “nós não temos lado”?), e segundo e principalmente na pluralidade, porque nós temos poucas pessoas com muitos veículos comunicacionais em suas mãos. Para o bem ou para o mal, nesse país você pode reunir umas 20 pessoas numa sala e decidir o que 95% da população vai receber de notícias pelo próximo ano todo. “Ah, mas são centenas de jornalistas trabalhando, não tem como todos terem o mesmo viés”, sim, certo, mas tem como uma cabeça de redação ter um viés, ou receber ordens de um editor chefe para seguir um certo viés, ordens que podem vir de um dono de uma empresa, e aí tá feito. Em 2016, um escândalozinho que aconteceu no Estadão exemplifica bem isso: numa reunião com os chefes de redação de várias áreas, um supervisor chegou anunciando que quem fosse contra o impeachment e tivesse inclinações a chamar aquilo de “golpe” podia já entregar os documentos e pedir demissão - alguém gravou, isso foi parar na internet, e a tal pessoa que soltou a fala teve que vir a público dizendo que não era bem assim depois (perdão, eu não lembro exatamente quem foi). Não importa o que você acha do impeachment, importa que em um dos maiores jornais do país, um ponto de vista realmente recebeu a indicativa de que não deveria existir. E até aí “tudo bem” - desde que o Estadão deixasse claro esse posicionamento do jornal E desde que nós tivéssemos mídia concorrente com força suficiente para fazê-lo oposição. Nenhuma das alternativas é verdadeira. 

Então, quando se defende regulamentação de mídia, se defende… Leis que combatam essa concentração, em primeiro lugar. Isso existe em vários outros lugares do mundo - nos EUA, pra seguir a linha que eu tracei aí em cima, tem diversas normas sobre as mesmas entidades/pessoas não poderem ser donas de mídia em mais de um segmento (por exemplo, ter um jornal na TV E um impresso E uma revista, ou não poder ser produtora, distribuidora e exibidora simultaneamente) isso não é censura, isso é garantia de que as coisas não se tornem monopólios. Segundamente, a gente tem que barrar políticos sendo donos ou tendo relações próximas com veículos comunicacionais. Precedente e lei pra isso a gente teoricamente tem, mas a gente não tem uma agência de fiscalização real, é aquela história BR de é proibido mas se quiser pode. Então aí entra a proposta dele de fiscalização. Novamente, não é censura, é o básico pra assegurar que leis sejam seguidas. Em nenhum momento se implica que matérias ou programas possam vir a ser censurados por conteúdo - o que se teria de controle é a garantia de separação entre mídia e interesses políticos/pessoais e de uma tentativa de controle do monopólio para que a pluralidade da mídia fosse um pouco maior e a gente parasse de ter uma narrativa quase unificada sobre o Brasil chegando na maior parte do tempo na maior parte dos lares. Na verdade, essa garantia é o oposto de censura, porque se você tem uma visão única, bem, é relativamente simples fazer com que essa visão única seja a favor de um lado específico, que pode muito bem ser a do governo. Essa regulamentação deveria ter sido feita ERAS atrás, mas toda vez que ela é proposta (e já foi falada nos governos anteriores, sim), as grandes empresas de comunicação gritam “censura!!!” até que muita gente caia nessa desinformação e o plano seja deixado de lado. A gente tem que ter consciência que posse de informação e de narrativa é sim um tipo de poder, e deve ser mediado - porque informação tem que servir ao POVO, não ao governo e muito menos a interesses pessoais de algumas empresas ou companhias. 

E pra finalizar a discussão sobre mídia, eu sempre ouço “ah, mas tv/rádio é concessão pública, então se o governo não quiser não tem”, e bem, sim, mas essas concessões em grande parte foram feitas décadas atrás e por uma série de acordos de diversos governos (oi Globo, tamo olhando pra você e a relação com a ditadura sim), e as proporções que elas tomaram simplesmente já saíram do controle, além do que, falta ao Brasil uma televisão realmente pública, como a BBC é no reino unido, mas isso aí é discussão pra mais sete parágrafos. 

EM RESUMÃO: a mídia brasileira precisa de uma reforma para que se estimule transparência e pluralidade, e é isso que a regulamentação da mídia propõe. Regulamentação da mídia não é censura, não é tirar coisas do ar por motivos ideológicos, é garantir que se tenha tudo acessível a população independente de motivos ideológicos. ]

Sobre autoritarismo, olha, eu não peguei essa vibe não. Em entrevista ao El País essa semana (ou foi a bbc? acho que foi o el país mesmo, mas é de agora) o Haddad literalmente defendeu que em questões de segurança pública os municípios, as prefeituras, deveriam ter mais controle e que mais parcerias disso tudo deveriam ser firmadas, então não acho que ele tenha essa pegada centralizadora que você acusa, mas podemos debater mais. Vou fechar ask aqui porque já virou gigante, né. 

Guia: Cidades da Coreia do Sul — Parte 1

Oi pessoal! Esse aqui é um guia bem básico sobre cidades coreanas, com foco naquelas que não são tão conhecidas pela maioria das pessoas. Eu pensei em fazer esse guia porque vejo muitos rps se passando em cidades famosas, assim como personagens que geralmente nascem nessas mesmas cidades. Muitas vezes as pessoas querem fazer personagens de lugares diferentes, mas não conhecem muito da Coreia. Por isso pensei em compartilhar com vocês um pouquinho do que eu sei e venho pesquisando desde que comecei a jogar com personagens coreanos. Para não ficar muito extenso irei dividir esse guia em duas partes. Espero que ajude vocês!

image

Keep reading

Estranho, talvez seja essa palavra que me defina atualmente. Não sei, mas é como se algo que já me fez sofrer muito estivesse tomando o controle da situação novamente. Medo! É assim que eu devo me sentir em relação a isso, mas não parece que nenhuma demonstração desse sentimento está presente em mim por agora, como se de algum modo meu corpo estivesse permitindo para que isso acontecesse. Na verdade, eu tenho até muita certeza do que seja isso, mas a minha mente bloqueia qualquer ação que denote isso em relação a um sentimento, porque ela sabe o que passei. Porém, o incrível é que o meu corpo quer passar por isso novamente. Ele ecoa como uma voz em uma caverna vazia, mas e eu? Eu quero passar por isso de novo? Realmente eu não sei e a incerteza agora parece me assustar um pouco, porque eu já matei muitas borboletas no meu estômago, mas parece que elas aprenderam a ressuscitar.
—  André Amaral
Eu já quis tudo pra ontem, sabe? Queria tudo imediatamente, queria viver aquilo que eu achava que queria. Acabava vivendo idealizando um futuro, sem deixar de pensar ou até lamentar o passado imperfeito. Mas e o presente? Eu não sabia aproveitar a viagem. Ainda estou aprendendo, mas muito mais consciente. Porque o hoje é aquilo que o nome já diz “presente”, às vezes nós rejeitamos sem nem perceber. Meu desejo atualmente é aproveitar aquilo que a vida me proporciona no momento, quando alguém diz isso parece que quer farra, mas não, eu quero viver e viver tranquila. A vida me deu a chance de uma redescoberta, tanto no meu interior quanto no meu exterior. E hoje prefiro mil vezes aquilo que é conquistado, todos os dias, que vai aumentando naturalmente. Uma conexão que você ganha no olhar ou até na conversa. Mas que é natural, espontâneo. Estou completamente tranquila e aceito absolutamente tudo no seu tempo, porque quando é pra ser simplesmente é. Se é preciso forçar é porque algo está errado, não é preciso forçar, nem se esticar, nem correr e nem nada disso. É pra ser leve, feliz, suave.
—  Nina Benavídez
Reaction BTS: Primeiro beijo

N/A: Olá pessoas! Estou de volta e pretendo postar de quarta-feiras e sábados. Desculpa pela minha ausência e para comemorar os 400 seguidores irei tentar liberar um scenario de algum(ns) grupo(s). Agora para não ficar muito grande este comentário…Muito obrigada a vocês, nunca pensei que teria 400 seguidores, são “muitas” pessoas. Nem acredito! Obrigada de verdade e espero que gostem do reaction a seguir.  Anneyong!

ADORO VOCÊS S2 s2

* 키스 키스 = “Beijo, beijo!”


image

Yoongi:  Vocês tinham combinado para sair. Iriam em um restaurante que tinha sido inaugurado há alguns dias e as críticas eram boas. A melhor parte era que este restaurante era um pouco vazio, então o encontro de vocês teria privacidade.

Quando vocês chegaram no restaurante foram levados para a mesa mais distante(isolada) do local a pedido de Yoongi e depois de fazerem os pedidos e o mesmo chegar a mesa saborearam uma ótima refeição. 

Keep reading

DEVOCIONAL: ORAÇÃO

PARTE 2 - Daniel 6:10

Ao descobrir sobre o edital do rei Dario, em que falava sobre a adoração a qualquer outro que não fosse ele mesmo, Daniel confiou ainda mais em Deus e não mudou o seu hábito de orar.

Ele subiu, então, ao seu quarto e orou a Deus e deu graças mais uma vez por tudo o que o Senhor lhe tinha feito. Apesar das extremas circunstâncias obrigarem a Daniel a mudar seu relacionamento com o Senhor, ele preferiu morrer do que negar a Deus.

A oração aumentava e alimentava a fé e a força de Daniel. Ele não fazia por obrigação, mas por necessidade e humildade em saber que não podia se sustentar sozinho.

A oração deve se transformar em hábito, não por ser algo automático ou mecânico, mas porque o crente compreende a importância que o diálogo com Deus tem na sua vida. Precisamos aprender a orar todos os dias, e não só nos momentos de dificuldade que atravessamos.

Daniel é um exemplo de fé e de perseverança na oração porque apesar das situações, ele agradecia e não reclamava. Isso é algo que deve ser levado em consideração; pois, a oração não é para ser uma lista de pedidos ou de murmurias. Ela é para confissões, fé, arrependimentos, comunhão, agradecimentos, para nos tornar mais parecidos com Deus e entregar nossas ansiedades a Ele. Ela nos faz enxergar o espiritual porque através dela, Deus também fala conosco e nos transforma.

A oração é o primeiro ato antes de qualquer ação e não pela consequência dela.

Dedique momentos diários ao seu relacionamento com o Pai. Tenha zelo pela sua salvação. Deixar para depois é o mesmo que negar o chamado de Deus. Porque Ele sempre nos chama para perto e para termos mais comunhão com Ele. Como terás a força, a fé e a santidade que precisa se não for à Fonte?

‘(…)Quem tem sede, venha a Mim, e beba!’ - João 7:37

A única diferença entre os tempos de Daniel e os de hoje, é que atualmente o povo está descuidando do relacionamento com Deus por muito menos que uma ameaça de morte.

A desculpa não é a falta de tempo ou o esquecimento e sim falta de prioridade. Daniel era o principal governador da Babilônia e tinha muitos afazeres e, no entanto, orava três vezes ao dia. Jesus era seguido por multidões e ainda assim conseguia se retirar para orar. Davi sendo rei foi o maior salmista da Bíblia.

Qual é mesmo a sua desculpa?

Créditos: E.S.E. & Fernando Ortega

Welcome to my portfólio ◝(ᵔᵕᵔ)◜
image

Olá! Seja bem vindo e sinta-se em casa, sente-se e tome um xícara de chá.

Meu nome é Beatriz, atualmente eu tenho 19 anos e MUITO tempo livre, porém 0 paciência.
Edito umas coisinhas de vez em quando e fico feliz em compartilhar.

image

Abri um formulário para aceitar sugestões de capas para doar! Contribuam com uma pobre designer que não tem ideias boas para editar › ₃ ‹ .
O link se encontra mais para baixo ↓↓

image

COMO ADOTAR UMA DAS MINHAS CAPAS:

Todas as informações se encontram nas regras que ficam lá no meu perfil secundário: @foxye-stuff​ só ir dar uma lidinha lá

image

  SOBRE OS PEDIDOS:

Recebo algumas perguntas e mensagens de vez em nunca sobre a abertura de pedidos e por isso eu criei uma continha secundária a foxye gallery, onde estarei avisando sobre a abertura de pedidos. Estarei também postando coisas que prefiro não postar aqui no meu portfólio e afins.

  LINKS ÚTEIS:

Tumblr secundário;
DeviantArt;
Adoção de capas;
Sugestões para capas:
Pedidos;

Cronogramas, regras e outros estão disponíveis no tumblr secundário, mas os pedidos serão entregues por aqui!

image

O Gloriosa Domina

image

O Hino Mariano “O Gloriosa Domina” foi composto por Venanzio Fortunato (530-607), Bispo de Poitiers.


A Tradição nos diz que Maria Tarasia Taveira, a mãe do futuro Santo Antônio de Pádua, cantava para ele, frequentemente, este Hino Mariano, quando ele era criança, em Lisboa. O canto entrou de tal forma em seu coração que também o Santo português o cantava frequentemente.


É bonito saber que este canto tenha estado nos lábios de nosso querido Santo no momento supremo de sua existência, quando Antônio queria dirigir-se à Santa Senhora, mesmo com uma voz débil, poucos momentos antes de sua morte, ocorrida na Arcella em Pádua.


Este Canto Mariano é cantado atualmente em italiano e com outra melodia toda Sexta-Feira junto ao túmulo do Santo em Pádua, evocando perenemente seu glorioso trânsito deste mundo para o Pai.


ORIGINAL EM LATIM

O Gloriosa domina,

excelsa super sidera,

qui te creavit provide,

lactas sacrato ubere.


Quod Eva tristis abstulit,

tu reddis almo germine;

intrent ut astra flebiles,

sternis benigna semitam.


Tu regis alti ianua

et porta lucis fulgida;

vitam datam per Virginem,

gentes redemptae, plaudite.


Patri sit Paraclito

tuoque Nato gloria,

qui veste te mirabili

circumdederunt gratiae. Amen.



EM PORTUGUÊS

Senhora gloriosa,

bem mais que o sol brilhais.

O Deus que vos criou

ao seio amamentais.


O que Eva destruiu,

no Filho recriais;

do céu abris a porta

e os tristes abrigais.


Da luz brilhante porta,

sois pórtico do Rei.

Da Virgem veio a vida.

Remidos, bendizei!


Ao Pai e ao Espírito,

poder, louvor, vitória,

e ao Filho, que gerastes

e vos vestiu de glória. Amém.



EM ITALIANO

O Donna gloriosa,

alta sopra le stelle,

tu nutri sul tuo seno

il Dio che ti ha creato.


La gioia che Eva ci tolse

ci rendi nel tuo Figlio

e dischiudi il cammino

verso il regno dei cieli.


Sei la via della pace,

sei la porta regale:

ti acclamino le genti

redente dal Signore.


A Dio Padre sia lode,

al Figlio ed al Santo Spirito,

che ti hanno adornata

di una veste di grazia. Amen.


Recomendada por São Luís Montfort:

(…) podem rezar-se quaisquer outras orações, hinos e cânticos da Igreja, tais como: o “Salve Rainha”, o “Alma redemptoris mater”, o “Ave Regina Coelorum”, ou o “Regina Caeli” - segundo os diferentes tempos -, o “Ave Maris Stella”, o “O Gloriosa Domina”, o “Magnificat” ou outras fórmulas de devoção de que os livros estão cheios. (…) [TVD]

Curiosidades sobre Reiji Sakamaki

☆¸¸..•✧•*¨. . *• . . ☆ ☆¸¸..•✧•*¨. . *• . . ☆ ☆¸¸..•✧•*¨. . *• . . ☆ ☆¸¸..•✧•*¨. . *• . . ☆

image

Nome: Reiji Sakamaki

Altura: 1.83 

Peso: 67 kg

Signo: Virgem

✦Ele é fluente em alemão 

✦Reiji atualmente é um estudante do 3º ano do ensino médio

✦Ele é destro 

✦Ele é bom em xadrez 

✦O tamanho do pé é 27cm.

✦O tamanho da lente dos óculos de Reiji é 0,5.

✦ Ele é o irmão Sakamaki mais alto.

✦ No CD Drama “Delicious Pasta and Macaron”, Reiji uma vez combinou Vongole Bianco e Macaron para fazer um novo prato para agradar os interesses de Kou e Laito.

✦ Em Diabolik Lovers Dark Fate, ele admitiu não odiar completamente a vida com seus irmãos, na verdade ele gosta um pouco disso, pois como ele disse, se ele realmente odiava, ele teria deixado a mansão há muito tempo.

✦Em Lunatic Parade, é mostrado que Reiji tem medo de fantasmas. -Mesmo que ele não admita abertamente.-

✦ No CD do drama “Presente de fim de ano para suco de vampiro, Reiji se mostra altamente emocional quando está bêbado.

✦ Reiji também pode ser escrito como (怜 児), que significa ‘criança sábia’, referindo-se a quão inteligente Reiji é.

✦Seu nome significa “criança cortês”

✦ Como Reiji é um vampiro de sangue puro, ele só pode morrer se sua cabeça for cortada ou se o coração for destruído, no entanto, se seu corpo estiver tão gravemente danificado que não puder se curar, poderá resultar em coma ou morte permanente.

✦Suas maiores habilidades são na cozinha 

✦No começo, Reiji só via Yui como alimento. Ele freqüentemente a disciplinava por maneiras educadas e a usava como sujeito de teste para alguns de seus venenos, embora sempre lhe desse o antídoto. O relacionamento dele com ela não cresce muito no anime, embora ele tenha passado de machucá-la e alegando que a faria "se sentir bem” ao sugar seu sangue.

✦ Reiji se ressente de Shu como resultado de sua infância complicada, e ele desenvolveu um complexo de inferioridade por causa de seu ciúme. Reiji causou o incêndio que levou à morte do primeiro e único amigo de Shu, Edgar (Yuma). O apelido de Reiji para Shu é “Bom por Nada” (ok 潰 し Gokutsubushi). Ele também chama Shu covarde. Yui observa que, quando Reiji usa esses nomes, parece que ele está tentando pressionar Shu a aceitar a responsabilidade como o filho mais velho, em vez de simplesmente repreendê-lo por seu comportamento preguiçoso.

✦Reiji sempre admirou seu pai, embora Karl não estivesse presente na infância de Reiji. Reiji sempre quis ser reconhecido por seu pai, e ele é o único entre os irmãos que não odeia Karlheinz. Para Reiji, o maior elogio é ser comparado ao pai. Apesar do mal que seu pai fez, Reiji aceita as ações de Karlheinz como algo necessário. Em Dark Fate, quando Reiji obtém o poder e o reconhecimento de Karlheinz, ele começa a imitar o discurso de seu pai e também deixa os cabelos crescerem.Na infância, Reiji recebeu um presente de seu pai: um relógio de bolso que mostra o tempo restante até o fim do mundo. Reiji disse que não conseguia entender o significado desse presente durante a maior parte de sua vida.

✦Embora Reiji seja o segundo filho, ele se encarrega de administrar a família Sakamaki como se fosse o filho mais velho. Ele limpa a casa, administra os assuntos e os fundos da casa e mantém seus irmãos na linha. Seu papel na família, combinado com seu comportamento cavalheiresco, muitas vezes faz com que ele pareça mais o mais velho, em vez de seu irmão mais velho, Shu.

✦Ele sabe tocar piano

✦Ele coleciona conjuntos de chás - que inclusive, esse é seu hobby -

✦Ele já chamou Kanato de “animal”

✦Sua comida favorita é  Espaguete Carbonara

✦ Reiji refinou maneiras. Embora ele possa ter uma maneira educada e sofisticada de falar (que os criadores descrevem como “mordomo”), suas palavras tendem a vir com uma ponta cortante. Ele valoriza regras e exige que sejam seguidas por outras pessoas, por mais estranhas que sejam. Apesar de parecer rígido, ele tem um senso de humor. Reiji é retratado como um personagem sem sentido no anime, mas os sprites de Reiji nos jogos geralmente estão sorrindo. Ele é visto como inteligente, mas pessimista.

✦Em Haunted Dark Bridal, quando Reiji percebe que sua mãe sofreu por causa do comportamento de Cordelia, ele perde o respeito por ela e percebe que ela nunca foi uma mulher perfeita.

✦ Seus irmãos às vezes usam os interesses de Reiji para forçá-lo a cozinhar para eles, dizendo que eles mesmos usarão a cozinha - seus irmãos têm uma propensão a destruí-la. Ayato brinca com Reiji e geralmente culpa suas brincadeiras com um dos outros irmãos. Kanato trata Reiji como um mordomo, e chantageia-o com birras. Embora ele possa ser duro com pessoas de fora, ele geralmente é gentil (ainda rigoroso) com a maioria de seus irmãos.

✦ Junto com sua paixão por experimentar e fabricar drogas e venenos, Reiji adora colecionar conjuntos de chá e utensílios de cozinha.

✦Seu tipo sanguíneo é O

✦Reiji odeia crianças 

✦Reiji confunde Kanato com uma garota quando ele chora 

-Me perdoem se houver algum erro de ortografia ou alguma informação incorreta-

☆¸¸..•✧•*¨. . *• . . ☆ ☆¸¸..•✧•*¨. . *• . . ☆ ☆¸¸..•✧•*¨. . *• . . ☆ ☆¸¸..•✧•*¨. . *• . . ☆

e não cabe à mim sentenciar alguém. principalmente agora. gosto tanto de filosofias orientais. enquanto fazia uma posição nova na aula de yoga, aceitei que tudo é passageiro, nossas preocupações, alegrias, tristezas, vontades, decepções. tudo. a rebeca sempre conta rindo que rir quando ouve alguém dizer que alguém durará para sempre. pois ela diz que aprendeu comigo que nada-durará-para-sempre e me pergunto atualmente se isso é bom ou se não é só mais um mecanismo de defesa entre tantos que fui criando e criando e que se transformou em coisa maior, numa coisa tão grande que talvez tenha perdido o controle.