attn: al

Metade de mim adora seu cheiro
Clama por teu beijo
E ama te amar 

Essa metade de mim se fez preparada
Se transformou em casa
Só pra você morar 

Essa metade é resistente
Mas se desmancha toda
Quando você chora 

Ela adora quando você vem
E sente sua falta
Antes de você ir embora 

É uma metade corajosa
Se arrisca por você
E faz tudo pelo seu bem 

Mas a outra metade…
Ah… 


 A outra metade também

Maps can be confusing - but don’t worry, Kerrin is probably just enjoying the climb - even if their goal isn’t reached anytime soon. ;)

A super fun commission I got from @tokicha, who did an amazing job! :D It also features @goattrain‘s Al, who is the navigator here! He’s… Probably holding the map upside down.

Thanks again to @tokicha for this super fun picture. Awesome work! :D

mysteriousgirl2  asked:

hmm, i've been thinking about this for a while, but... on the indent where the Sternum is shown, there's a small hole on either side, below the clavicle right? If you peeked in, would you be able to see Man!Sans' organs (if he has any), or would it be just another layer of skin that's been bent inwards?

it’s more likely bent in skin, or like a lil pocket that goes about an inch or so in. i like to think it’s where he keeps his keys ‘n stuff

Queria ser astrônomo
Pra te dar as estrelas
A imensidão do universo
Que fica pequeno quando você sorri 


Queria ser escultor
Pra moldar seu corpo em gesso
Te fazer uma obra prima
Cada curva esculpir 


Queria ser professor
Para sermos a soma perfeita
De uma equação impossível
Que só nós poderíamos decifrar 


Queria ser piloto
Pra te levar pras nuvens
Tirar seus pés do chão
E fazer seu coração disparar 


Queria ser maestro
Pra te dedicar uma sinfonia
Entrarmos na mesma sintonia
Te fazer quem dá o nó na minha gravata 


Mas sou só um poeta
Refém dos pensamentos
Que te entrega versos
Com uma rima barata 


 Desculpa

Sonho

Quando adormeço
Te tenho em meus braços
E nós dois somos um
Nó e laço
Seu cheiro é meu perfume
Seu calor é meu abraço
Sua pele é meu lençol
Dois corpos em um espaço

Quando acordo
Lembro do que aconteceu
O dia está claro
Mas aqui dentro só resta o breu
Já não te tenho pra mim
Tudo desapareceu
Mas quando acordo
Meu coração ainda é seu