as03

Sobre dizer "eu te amo"

Eu sempre demorei pra falar “eu te amo” pra alguém. Inclusive, existem pessoas que nunca ouviram isso da minha boca. Sempre quis ter certeza desse sentimento antes de falar para alguém, mas sempre fui muito confusa em relação ao amor. E sempre tive medo de não ser correspondida, por isso guardava o amor dentro de mim. Até agora. Falar sobre o amor nunca foi tão fácil depois de você. É tão natural dizer “eu te amo”, que a cada fala eu quero encaixar isso pra que você saiba. “ Bom dia, eu te amo”. “Você tá bem? Eu te amo”. “Boa noite, eu te amo”. Você me trouxe uma certeza que nunca tive antes. E eu sei que é verdadeiro, porque quando eu falo isso pra você, uma coisa diferente toma conta de mim, as borboletas no estômago e um sorriso brota no meu rosto sem que eu perceba isso. Eu sei que te amo, por falar com você pelo telefone e ficar ofegante de repente como se você estivesse aqui, ou quando a saudade é tão forte que chega doer e rola uma lágrima discreta pelo meu rosto. Mas principalmente, eu sei que é verdade porque eu digo que te amo porque eu quero dizer, e não apenas para retribuir o que você disse. Eu te amo.

Tempo certo

É o que sempre dizem por aí: “tudo tem seu tempo certo para acontecer”. E foi assim mesmo. Eu, tão cansada de relacionamentos falsos, pessoas vazias, sempre fria e distante, nunca me apegando a ninguém, sempre mantendo uma distância segura de todo e qualquer cara que aparecesse em minha vida. Eu sempre com uma resposta na ponta da língua, eu sempre sarcástica, eu que não levo nada a sério, eu sempre buscando novas aventuras noturnas, eu apenas querendo viver, eu porra loca, como tantas vezes ouvi, eu crítica e desconfiada. Eu, que já estava me acostumando a ter vários corpos e nenhuma cama, já me conformando com a ideia de ficar sozinha, achando que o amor não tinha sido feito pra mim… E ai você aparece. Literalmente, de um dia pro outro. E me desarma tão facilmente, coloca todas as minhas certezas a prova. Exatamente como falei, eu passei tanto tempo construindo uma muralha ao redor do meu coração, para me proteger da crueldade do mundo, para que ninguém nunca me machucasse… E você derruba essa muralha como se fosse um castelo de areia na praia. Foi exatamente assim que você chegou na minha vida, repentino e forte como uma onda. E você tão facilmente conseguiu enxergar o que eu sempre tento esconder de todos. Que por baixo dessa frieza, de toda essa ironia e sarcasmo, existe uma garota com medo de amar de novo. Medo da rejeição, medo de sofrer, medo do abandono, de se entregar e não ser correspondida, como tantas vezes aconteceu. Você derrubou todas as minhas resistências, e eu percebi que o meu coração gelado podia arder novamente. Ainda tenho medo, é verdade, mas você me faz lembrar de que a vida só vale a pena se existe aquele frio na barriga que te leva adiante. Você me faz querer tentar de novo, e isso já é tanto pra mim. Eu que há tanto tempo não pensava em um futuro, em ter alguém para dormir comigo, alguém para passar os domingos de pijama assistindo filme e comendo pipoca, sem me preocupar com o meu cabelo bagunçado. Alguém com quem eu possa ser eu mesma. Você tem noção do como isso é grandioso para mim? Não precisar fingir, não ter que encenar ser aquela menina de familia, aquela “moça pra casar”, ter a liberdade de falar sobre tudo com você, sem pensar que você vai me julgar. Agora, na madrugada, eu ainda me pego pensando em você. E só a lembrança dos seus beijos me tira o ar, e quando eu fecho os olhos e imagino você, é algo que eu não sei o nome, mas que invade meu corpo e quando eu percebo, lágrimas já estão escorrendo pelo meu rosto. Mas diferente de outras vezes que elas rolaram de mágoas passadas, dessa vez as lágrimas escapam esperançosas, como se até elas pudessem sentir o bem que você me faz. É quando eu me dou conta de que estou completa e totalmente apaixonada por você. Eu, que não acreditava mais no amor, em casamentos e finais felizes, agora vivo como uma romântica incurável, sorrindo pelas ruas, toda boba de amor. Agora sinto que estou em uma corda bamba, mas com a certeza de que seus braços estarão ali para me amparar se eu cair. Minha cabeça não descansa tão bem nesse travesseiro quanto no seu peito. E agora, sem sombra de dúvidas, eu sei que sou sua. Acho que sempre fui, e por isso não deu certo com ninguém antes. Mas se você apareceu agora, é porque essa é nossa hora de sermos felizes. Mesmo parecendo que eu te conheço há anos, e que sempre fui apaixonada por você, é recente e novo o que estamos vivendo. Mas que seja duradouro e belo como tem sido. Essa é a nossa hora de sermos felizes, porque realmente, é como dizem por aí: “tudo tem seu tempo certo para acontecer”.

É muita gente desejando que dê errado, contra apenas duas pessoas querendo que dê certo… Não sei porque as pessoas insistem tanto em se meter na vida e no relacionamento dos outros, como se tivessem algum direito de julgar seus atos ou seus sentimentos, e ainda inventar fatos que não existem, apenas para prejudicar… Quero pensar que as pessoas fazem isso na inocência, que não era esse o objetivo delas, mas não consigo imaginar que atitudes assim não tenham um indício de maldade, um traço de veneno… Não sei se é pior as pessoas que ficam fazendo a cabeça de uma, ou o próprio cabeça de vento que se deixa levar por tudo que falam. Acho que não existem mais relacionamentos apenas de duas pessoas. Tudo um dia acaba, tudo acaba dando errado. Mas queria ter tido mais tempo pra nós, para nossos erros e nossos acertos… E se desse errado no final, que fosse por um erro realmente cometido por um de nós, e não apenas por rumores alheios… Mas foi mais fácil terminar o que nem mesmo teve tempo de começar, antes que pudesse chegar ao final… 

–as03