apos1drink

Neste amor quero navegar, as mais distantes fronteiras percorrer, é por você meu amor, só por você eu quero viver. Viver esse momento tão alegre, de poder te beijar, te acariciar e poder dizer que eu te amo sem hesitar. Meu pequeno, quero mais uma vez dizer, o mundo nos deu esse amor divino, tal quero compartilhar para sempre com você. (apos1drink)

2

Risadas, sorrisos, é bom estar contigo, aprendendo em cada passo o que é viver, aprendendo a cada dia mais amar você. Olhe em meus olhos e me diga o que fazer, vamos dar as mãos, sem se arrepender, um ser consciente sem nada a perder, preciso tanto, tanto de alguém como você. (apos1drink)

Você pode ser o futuro da minha vida, a pessoa que vai me fazer esquecer tudo por um instante. Pode ser aquele que me liga de madrugada para dizer que me ama, ou pode simplesmente fingir me odiar e depois dizer que sou linda. Pode brincar comigo, de lutinha, esconde-esconde. Pode me roubar um beijo ali e outro cá, pode dizer que eu sou sua e de mais ninguém, pode me dizer que você é tudo o que eu sempre sonhei. Você pode me amar. Você só não pode e não deve jamais, me deixar

Hoje lembrei dos nossos momentos, de como eu era antes e como sou hoje. Não sou triste, mas era melhor com você, hoje estou meio sei lá, por que é difícil você definir o que sente por uma pessoa sem ela está presente na sua vida, você sumiu, não ligou mais, não manda mais notícias. Até já me acostumei com a sua falta. Mas eu lembrei e simplesmente sorri

Que seja numa tarde, de surpresa, quando eu menos esperar, você poderia dizer que me ama, eu não ligaria se repetisse 20 vezes, eu gosto de me sentir amada, só te peço para não ser da boca pra fora, eu me iludo fácil; não ligaria que cantasse uma música romântica, que me chamasse de “MINHA” e me fizesse ser sua, me ligasse assim que saísse daqui dizendo que ta com saudade e já quer me ver. Seria esses mínimos detalhes que me fariam cada dia mais amar você.

Eu te mordia você gostava. Eu te batia você deixava. Eu te chamava de chato você revidava. Eu te ligava, você desligava, eu retornava e a gente conversava. Eu estava feliz? Estava.