apaixone se

Apaixone-se por alguém que te curte, que te espere, que te compreenda mesmo na loucura; por alguém que te ajude, que te guie, que seja teu apoio, tua esperança. Apaixone-se por alguém que volte para conversar com você depois de uma briga, depois do desencontro, por alguém que caminhe junto a ti, que seja teu companheiro. Apaixone-se por alguém que sente sua falta e que queira estar com você. Não apaixone-se apenas por um corpo ou por um rosto; ou pela ideia de estar apaixonado.
—  Tati Bernardi. 
Cara eu realmente nasci na época errada, não me encaixo nesse mundo onde o que mais importa é quantas bocas foram beijadas na noite passada, ou por quantas pessoas diferentes você se apaixonou nesse mês. E o romantismo onde está? Talvez tenha sido esquecido em alguma sarjeta por aí, atualmente as pessoas escolhem o mais fácil. O que importa é a quantidade e não o conteúdo, raramente dá-se importância a uma boa conversa, ou uma troca de olhares sinceros, um pôr-do-sol ao lado de alguém importante, ou uma crise de riso até a barriga doer. Hoje as pessoas esquecem dos detalhes e levam a sério apenas a aparência, esquecendo-se da essência.
—  Último suspiro do caos.
Se apaixone por alguém que goste do seu sorriso torto, alguém que precise ouvir tua voz antes de pegar no sono. Alguém cuja palma da mão, você terá decorado cada detalhe e cravado a marca dos seus dedos entrelaçados. Um alguém que faça você chorar e rir, vice-versa, porém, terá um abraço que acolherá todos os erros. Alguém que talvez te odeie um dia e ame no outro. Alguém que sinta tua falta a cada segundo que passa. Alguém que realmente goste de você e faria tudo só para te ver feliz, dando a própria felicidade em troca da tua.
—  Um alguém ai.
5

It’s Kind of a Funny Story (2010) - Anna Boden and Ryan Fleck

5 bullets on this film:

  • I think this movie deals with the topic of mental illness very well, without being too heavy, but in a sensitive way. It’s deep and it makes you think a lot, but there are some funny scenes as well. If you ever feel sad, watch this, it’ll make you feel better.
  • Zach Galifianakis and Emma Roberts are great, they really got into their roles. I loved how all the characters were well-developed  and how each one of them represented different mental illnesses.  
  • The musical interludes basically made the entire movie.
  • The setting is basically the same during the whole movie: a psychiatric hospital. However, the colors and the nice cinematography make everything seem cute and not-boring.
  • When I was around 14 I used to get really sad sometimes, so I watched this film and it really helped me. I also read the novel written by Ned Vizzini, which was based on his own life. I recently found out that he commited suicide in 2013 and I am devastated. When you feel sad, please don’t do anything stupid. 
Pensa em suicídio? Vá em frente, mas antes, tente fazer isso - roube chocolate no walmart, prove sorvete de tangerina, dirija à 220 km por hora em uma rodovia, grite o mais alto que puder dentro de um túnel, zere Sonic, Pacman e Super Mario, almoce com um policial, pule de bang-jump, escale uma montanha, leia trinta livros, vá ao show da sua banda favorita, faça uma tatuagem, apaixone pessoas que você não vai amar até descobrir que na brincadeira se apaixonou mesmo, aprenda a tocar um instrumento, escreva uma poesia, visite um parente distante e finja que as conversas da família te interessam, segure o ar por dois minutos sem soltar (não morra tentando essa parte), escreva seu texto favorito nas paredes do seu quarto, beba até vomitar, chore em um lugar público pra ver se alguém irá te consolar, piche uma frase de efeito em um muro, coma até não aguentar mais, ande de bicicleta sem as mãos, encoste a língua no nariz, cante no ventilador, abrace um mendigo, invoque satã com um tabuleiro de ouija e fique com o cu na mão. Depois de tentar tudo isso, faça o que achar melhor, que a vida é uma merda ninguém pode negar, mas algumas loucuras tornam tudo mais suportável.
—  SEAN WILHELM.  

se deixe ser gostado

se permita que alguém se apaixone:
1. pelo teu jeito
2. pela tua alma
3. pela tua bagunça
4. por teu estado mais simples

permita- se abrir as portas de si de vez em quando

Tudo puta! Já começam desde pequenas, na escola mesmo... Ao invés de irem estudar, iam fazer o quê? Beijar na boca atrás da escola, matar aula para ir pra casa dos amiguinhos... O que elas são? Putas! Mas não você, Juliana. Você não ficava se esfregando com meninos, se dava ao respeito. Só namorou de forma decente, na presença de adultos, como se deve. Quando vcê não quis transar com ele, o príncipe terminou, furioso, e contou pra todo mundo as baixarias que "fazia" com você. O quê você é, Juliana? Puta, claro! Seu nome tá pixado no muro das ruas... Que vergonha! Mariana, ainda bem que você não é burra como ela, de perder tempo com canalha. Você soube escolher, né? Namorou seu melhor amigo, perdeu a virgindade com ele, tudo muito lindo e romântico. Até que engravidou com 15 anos. O que você é Mariana? Uma puta burra. O problema dessas meninas é que não se dão ao respeito. Não são como você, Carol, que é da turma, da galera, anda de skate com os brothers, ouve rock, ri dessas "minas" idiotas que eles pegam. Ah Carol, mas andar no meio de um monte de homem é coisa do quê? De puta ou lésbica. Só você que não sabia? Tá todo mundo falando! Ainda bem que você, Aline, não tem tempo pra essas coisas. Nunca vi menina boa assim... Só estuda, só tem amiga menina, frequenta a igreja, vai casar virgem, com o primeiro namorado, só depois de formada. Se depois de casada, como o Senhor ordenou, vocês quiserem tirar fotos pra apimentar a relação, tudo bem, né? Dentro dos laços sagrados de confiança do casamento é diferente, não é como essas piranhas que saem se expondo em público! O moço da assistência técnica achou as fotos e publicou na internet... Já sabe o que você é né, Aline? Uma puta! Uma piranha que envergonhou a família, ainda por cima. Os amigos do teu pai estão batendo punheta nesse momento com a tua foto, Aline. Você é uma puta! Que vergonha! Nunca imaginei... Antes fosse um muro pichado na adolescência, Aline! Você não cai nessa né, Fernanda? Imagina, tirar foto pelada ou fazer vídeo... Hahaha Tá pedindo, né? Você é mãe de família, nem pensa nessas baixarias. Vive para os filhos e o marido! Nem precisa trabalhar... Soube escolher um homem bom. Até que, depois de 12 anos, o casamento desaba porque você deixou de ser interessante. Simplesmente seu marido se apaixonou por outra mais bonita, independente e que usa batom vermelho (coisa que ele sempre reclamou que você usasse). O motivo do término? Não importa! Divorciada e mãe solteira é o que, Fernanda? Puta, óbvio! Para os outros, você deve ter feito algo muito ruim para um homem desses não te querer mais! As amigas não vão querer você perto dos maridos delas, né? Com razão! Se vocês, Juliana, Mariana, Carol, Aline e Fernanda, ao menos se espelhassem na dona Maria... Uma viúva, 63 anos de pura dedicação para a família e para o trabalho, que hoje agradece à Deus a morte do marido, pois vivia sendo espancada... Nunca soube o que era prazer, na vida! Acorda às 5 da manhã, todos os dias, pra trabalhar pra sustentar filhos e netos e nem tempo pra vaidade tem! Mas dona Maria sabe... A beleza da mulher é a sua virtude, né? Mas, voltando do trabalho, tarde da noite e exausta, dona Maria foi estuprada... Se vocês, Juliana, Mariana, Carol, Aline e Fernanda, se espelhassem na dona Maria... Ainda sim seriam putas! Será mesmo que dona Maria estava vindo do serviço, às 4h da madrugada? Mulher que anda essa hora na rua e com esse tipo de jeans é o que? Puta! Tem que se orientar! Devia estar se oferecendo pro estuprador! E você, que está lendo? É, já foi ou ainda vai ser? Não se espante quando te chamarem de puta! Todas somos, fomos ou seremos... Infelizmente, essa é a sociedade de merda em que vivemos. Por isso, faça o que te der vontade, na hora que te der vontade; pois fazendo ou não, na boca dos hipócritas você é, já foi, ou será uma puta!
Apaixone-se por alguém que te tire do chão e não te solte quando você alcançar as nuvens, por alguém que repare principalmente os teus defeitos e te ame ainda mais por causa deles. Apaixone-se por quem te faça mudar e te torne alguém melhor, por alguém que te faça perder a noção das horas e que te faça esquecer os problemas… Talvez seja por esses motivos que eu tenha me apaixonado por você.
—  1º texto sobre você. Ravena Souza.