ant ler

As mensagens e fotos vazadas de Camila em 2015

Antes de ler isso, uma mensagem MUITO (MUITO!) importante: A análise é do tumblr exposing-5h. Lembrem-se que eles vão usar termos bastante fortes com a Camila. Obviamente, por ser um tumblr exposing, eles não pegam leve nisso. Tenham isso em mente antes de me jogar hate, por favor!

O POST NÃO É ÓDIO A CAMILA, ESTOU APENAS TRADUZINDO! É uma tradução pra vocês tirarem suas próprias conclusões e pra quem não sabia sobre isso já que recebi muitas asks sobre e suas dúvidas sobre o que aconteceu acabam aqui! :-)

Hoje nós vamos falar sobre as mensagens que foram vazadas por ukhackersquad. Vamos para as evidências que provam que são reais, e as evidências que provam que não são.

  • As provas que o hacker postou.

Obviamente ninguém é burro o suficiente para fazer afirmações sobre uma celebridade sem ter algo para se sustentar. Então, alguma das provas que o hacker postou foram fotos que nunca foram vistas.

E outras provas (também) foram algumas mensagens privadas no Instagram de Camila com algumas amigas.

“O show foi ok, eu não tenho nenhum interesse nele (não sei quem é), de qualquer jeito te vejo amanhã! UAY, estou animada.“

“Oi. Eu pareço uma viciada em cocaína.”

“Camila: Panera com fones de ouvido.

Amiga: Nós vamos para o Panera também! Mas está fechado.

Camila: Estou três passos na sua frente, NEGRA.”

Uma nota importante: Nigga nos Estados Unidos é considerado uma forma de racismo MUITO séria. É uma gíria que ofende muitas pessoas lá. Resumindo, é uma palavra ofensiva!

Mensagens entre Camila e Michael do 5SOS:

O hacker também vazou umas músicas solo de Camila como Cinderella, Cozy Dolla Bills e um snippet de The Exchange.

O hacker postou um vídeo de um ensaio não visto das meninas dançando Them Girls Be Like, mas ele foi deletado.
Também há vídeos que o hacker fez onde ele estava na conta de Marielle (uma das amigas de Camila que foi hackeada e proporcionou todo esse material). Aqui está o link do vídeo que o hacker filmou na conta de Marielle, e aqui está um print de tela:

"Bem, eu tenho que esperar pra pegar meu celular.
Eu não tenho um.
Eu não sei mas todo momento em que a Ally fala, eu tiro toda a força de mim pra não dar um soco na cara dela. Ela me contou que está desenvolvendo um crush no Harry (Styles), vá para longe de mim.”

  • O tweet do hacker na conta de Marielle

Junto com o vídeo do hacker na conta de Marielle, eles tweetaram na conta também como uma prova de que estavam nela. Muitos fãs viram os tweets mas há prints de tela de diferentes pessoas.

“Eu posto?”

Depois disso tudo acontecer, Camila entrou num controle de danos (fazendo cover de Love Yourself, bloqueando o hacker e fãs que acreditavam nele e entrando na onda do movimento Black Lives Matter). Em razão disso, Marielle deletou a conta depois e os representantes dela não deram nenhum comentário sobre.

  • Tweets após o acontecimento

Ambas Lauren e Normani foram ao Twitter depois dessa situação toda. Normani tweetou isso:

“Eu me sinto mal por aqueles que constantemente precisam se explicar, defender ou se justificar baseado em suas ações. É hora de começar a refletir.”

E isso foi considerado um shade a Camila. Indo pela óbvia distância entre Normani e Camila durante esse período, eu acho que Normani descobriu as mensagens apenas algum tempo depois de nós.
Os tweets de Lauren foram mais óbvios, onde ela basicamente admitiu que Camila foi hackeada.  

“Eu quero dizer agora: qualquer pessoa que pensa que eu segui alguém que violaria a privacidade de alguém de propósito para causar ódio não me conhece e claramente não tem ideia do meu propósito regularmente, que é: nós somos humanos e tudo isso é uma invasão. Eu amo todos vocês mas isso é ridículo.”

  • O hacker foi atrás das outras meninas também

Antes de Camila, foram na Dinah e tentaram ir atrás das outras. Dinah escreveu algo sobre ter sido hackeada no Facebook e Lauren ficou frustrada após quase ter sido hackeada no Twitter. Os hackers (durante o processo com a Dinah) vazaram essa música que as meninas gravaram que era para o Reflection e foi escrita por Lauren e Dinah.

Algumas pessoas já imaginaram que isso aconteceria. Aqui está alguns prints de tela da Camila usando a palavra nigga em uma velha conta de fã no Twitter (o qual ela confirmou ter) em 2012:

Aqui estão alguns tweets racistas que ela deu RT no verão de 2012.

Aqui está um print de Camila falando com uma de suas melhores amigas, Sandra, onde a amiga Sandra usava a palavra nigga livremente em 2013.

“Camila: E se meu professor de tênis ver isso?

Sandra: Nigga, você não tem um professor de tênis. O único exercício que vocÊ faz é ter o seu dedo rolando no mouse.”

Eu já falei aqui sobre outros prints que vazaram de Camila no Facebook falando sobre as meninas, etc:

“Camila: Elas literalmente me odeiam tanto lol.

Marielle: Porque? Isso é tão chato, isso é ruim.

Camila: É porque elas estão com inveja. Eu tenho a maior atenção então elas odeiam. 

Marielle: Que música vocês vão cantar?

Camila: Simon tava literalmente tipo ‘Camila vai cantar a música toda e vocês fazem as partes do fundo da música’ e elas choraram. Isso é porque eu trabalho muito e fico sendo intimidada por quatro negras, é por isso.

Marielle: LOL, sim. Mas Normani é realmente negra (nigga).”

Agora partindo para a história de Camila e Michael. Lol.

Primeiro, tudo começou em 2012.

“Eu meio que tenho uma grande queda por você.”

Ela nunca respondeu ele, mas depois ela o seguiu.

“Ahhh, Camila me seguiu?”

“Aw, hahah. Você é tão doce. Espero te conhecer em breve.”

Louis e Harry também já entrou na conversa deles pelo Twitter.

“Oi Camila. Vou te apresentar pro meu amigo Michael. Ele é um cara legal!”

Enfim, tem muitos prints sobre eles conversando no Twitter. Continuando! Uma foto dos dois foi vazada. Camila postou uma foto em Londres nessa época.

E as mensagens de texto também. Ok, agora fica tenso.

"Eu vou te ver em London. Ou você esqueceu? Nós podemos ter um mapa! Eu poderia te fazer gozar em cada continente. América do Norte - Checado.”

“Fã: Porque você está tweetando ao invés de explorar London?
Camila: Oh, confie em mim, eu fiz váriassss explorações.”

Mensagens da Camila em azul, do Michael em cinza.


“Ok, eu quero ser má por você. Você me faz sentir como se eu não tivesse medo. Hey, eu vou dormir.
Michael: Porque você teria medo, amor? Ok, boa noite.
Camila: Se divirta, amor!”

Terceiro print da foto acima:

“Michael: Em uma das vezes literalmente veio muito, LOL. Eu não me lembro qual foi mas foi tipo ridículo.

Camila: HAHAHA, foi delicioso. Segunda rodada?”

“Camila: Você está me deixando louca. Eu quero que você me beije em todos os lugares.
Michael: Eu amo beijar sua bunda mais do que qualquer coisa, apenas adorando. Obama não vai te impedir de enviar fotos de sua bunda.
Camila: Eu amo quando você faz isso, me faz sentir uma rainha. É muito bom.
Segundo print da foto:
Camila: Bebê, eu queria poder. Você está muito longe, ughhhh.
Me deixe te tocar, por favor, você não está ajudando.
Michael: Por favor me toque. Vou bater uma pensando em massagear sua bunda.
Terceiro print da foto:
Michael: UGH, eu estou tão ligado agora. Preciso de você aqui.
Camila: Você não é o único, amor. Queria que você estivesse aqui agora :( Queria poder te tocar. Estou tão molhada, não consigo parar de pensar nisso.“

“Michael: Bom dia de Sydney, Austrália.
Camila: Boa noite de New York, e bom dia Austrália.”

E encontraram uma suposta carta de Camila para Michael e Harry Styles. 

“Querido Michael, às vezes me pergunto se eu poderia ter feito algo diferente.
Às vezes me pergunto se eu deveria ter dito o que eu realmente queria ao invés de "oi”, talvez é meia noite agora e eu poderia estar morrendo de rir de uma de suas piadas idiotas.
Talvez se eu não tivesse escutado minha mãe, eu poderia ter te dado uma chance de se apaixonar por mim como eu faço todos os garotos se apaixonarem.
Se mudar garotos significa mudar defeitos, eu acho que eu realmente gostaria dos seus.
A pior parte? O tempo vai dizer. Eu nunca vou saber como é te beijar ou ficar tarde da noite falando sobre coisas estúpidas ou ficar bêbada com você. Eu não consigo parar de pensar se talvez nós somos feitos um pro outro. E você nunca vai saber.

12:28 AM

Querido Harry,

Eu tenho medo de nunca poder te beijar.
Não há nada mais assustador do que amar alguém da maneira como eu te amo. Por que seja um produto da minha imaginação ou um destino celestial para ficarmos juntos, ninguém me faz sentir do jeito que você faz.
Eu não sei o que é, se é paixão verdadeira ou falsa, mas eu juro que quando estamos no mesmo lugar na mesma hora é como se eu não desejasse mais nada. E quando eu estou aqui, ali ou em qualquer lugar que você não está, eu poderia estar tendo o melhor momento da minha vida e (…)“

Resumindo, foi tudo isso o que aconteceu pra quem não sabe! Achei legal esse post porque explica os prints e fotos que ninguém sabia. Espero que eu tenha esclarecido algo, seja verdade ou não! Tirem suas conclusões.

É tarde demais para querer fazer morada aqui, amor. Eu te esperei até um dia desses, te esperei de peito aberto, mostrando a todos os lados o quanto te queria por perto, mas você não estava nem aí. Eu te esperava voltar fazendo um monte de coisas para me ocupar. Comecei fazendo aquela aula de violão, depois voltei a ler como antes, comecei a assistir seriados, e a acompanhar vários canais no youtube, comecei a gostar de café por causa de você, e aprendi que amo escrever. Comecei a pensar no meu futuro, estava dando um passo de cada vez, mas não muito rápido ainda te queria de volta. Hoje você me procurou, e por incrível que pareça meu coração não disparou, eu não senti vontade de te culpar, ou de te ver, nem quis loucamente te esquecer, eu já tinha te esquecido. Te esqueci quando você me deixou aqui sozinha tendo que aprender a lidar com o meu medo. Te esqueci quando você estava segurando outras mãos, e eu segurava o choro. Te esqueci um pouquinho a cada noite que meu coração latejava de saudades. Te esqueci porque você fez primeiro, te esqueci porque seu esquecimento me fez virar mulher demais para você.
—  Iasmim Silva
Dizem que só é possível se admirar um jardim depois de certa idade, e acho que existe alguma verdade nisso. Provavelmente tem algo a ver com o grande ciclo da vida. Parece que há algo de miraculoso em ver o inexorável otimismo de um novo broto após a desolação do inverno, uma espécie de alegria na diversidade a cada ano.
—  Como Eu Era Antes de Você - Jojo Moyes
Livros para ler antes de meus malditos 30 anos

Me ajudem a fazer essa lista chegar aos 400 livros.

(Em construção)

1.      Crime e Castigo- Fiódor Dostoiévski

2.      Ensaio sobre a cegueira- José Saramago

3.      Iracema- José de Alencar

4.      O Crime do Padre Amaro- Eça de Queirós

5.      Cândido- Voltaire

6.      Maus- Art Spielgman

7.      Uma Breve História do Tempo- Stephen Hawking

8.      O Lobo Mau no Divã- Laura James

9.      Seis passeios pelos bosques da ficção- Umberto Eco

10.  Madame Bovary- Gustave Flaubert

11.  Orgulho e Preconceito- Jane Austen

12.  Pergunte ao pó- John Fante

13.  Esaú e Jacó- Machado de Assis

14.  Sapato Florido- Mário Quintana

15.  Laranja Mecânica- Anthony Burgess

16.  O Homem Duplicado- José Saramago

17.  O Sol é para todos- Harper Lee

18.  Guerra e paz- Liev Tolstói

19.  Os Irmãos Karamazov- Fiódor Dostoiévski

20.  Angústia- Graciliano Ramos

21.  O General no seu labirinto- Gabriel García Márquez

22.  On the road- Jack Kerouac

23.  A Origem das Espécies- Charles Darwin

24.  A arte da Guerra- Sun Tzu

25.  Ostra feliz não faz pérola- Rubem Alves

26.  Macunaíma- Mário de Andrade

27.  O Vermelho e o Negro- Stendhal

28.  Antes de nascer o mundo- Mia Couto

29.  A negação da Morte- Ernest Becker

30.  Fio das missangas- Mia Couto

31.  O Desespero Humano- Soren Kierkegaard

32.  O Leopardo- Lampedusa

33.  Rei Lear- William Shakespeare

34.  Stoner- John Williams

35.  A Marca Humana- Philip Roth

36.  O homem que via o trem passar- Georges Simenon

37.  Toda a poesia- Fernando Pessoa

38.  Cartas a um jovem escritor- Mário Vargas Llosa

39.  Modernidade Líquida- Zygmunt Bauman

40.  A Dançarina de Izu- Yasunari Kawabata

41.  O lobo da estepe- Hermann Hesse

42.  Admirável Mundo Novo- Aldous Huxley

43.  Eneida- Virgílio

44.  A náusea- Jean-Paul Sartre

45.  A Insustentável Leveza do Ser- Milan Kundera

46.  Meu pé de laranja lima- José Mauro de Vasconcelos

47.  Fahrenheit 451- Ray Bradbury

48.  Lolita- Vladimir Nabokov

49.  A casa das belas adormecidas- Yasunari Kawabata

50.  Histórias de Cronópios e de Famas- Julio Cortázar

E então sua mensagem chegou nas minhas notificações,
antes de ler eu pensei e repeti comigo mesmo
“eu sou forte, eu sou forte, eu sou forte…”
abri sua mensagem e li,
era uma despedida.
Desabei. 
Eu não fui tão forte como imaginava ser.

Tema da Semana 24/03/2017

Parabéns Renzo, dono do tumblr (luiggi-b)! Você escreveu a melhor poesia com o tema “discriminação racial”, sendo assim o ganhador do Tema da Semana. Agradecemos seu interesse em participar do projeto e essa é a forma de demonstrar nossa gratidão.

Confira o texto ganhador (aqui).

Nome, idade e onde mora.

Renzo Luiggi, tenho 17 anos moro em Manaus.

O que você acha de si?

Particularmente, alguém super agradável de se conviver, quando acordo nos meus bons dias.

Qual citação te define?

É de um poema do Victor Hugo, que por sinal é meu poema favorito, se chama ‘’A casa do Bruxo’’ e a citação é a seguinte ‘’O riso diário é bom, o habitual é insosso e o constante é insano.’’

O que esse tema te fez pensar?

Para falar a verdade, já tinha escrito o texto antes de ler sobre o tema da semana. O poema mistura um pouco da vida de meu primo, com a tristeza que vemos por aí, de tantos e tantos jovens, na maioria negros, que sofrem com o preconceito e a falta de oportunidades.

Você tem alguma história com relação a esse tema? Qual?

Como disse na pergunta anterior, o poema, até certo ponto, retrata um primo. Um rapaz super inteligente, que nunca teve a chance de realmente mostrar no que era bom. Até parecia que apenas eu via bondade no garoto.

Qual tema você gostaria de ver no concurso?

Não sei se já teve algo do gênero, mas adoraria ler sobre a dificuldade que temos hoje de entender que um debate não é briga. Acredito que deixamos de realmente melhorar em algum ponto, por acreditarmos previamente que quando se tá em um debate, o intuito é persuadir o outro, em vez de aprender e ensinar.

Há quanto tempo você acompanha o Cartel? O que mais gosta nele?

Passei a usar o tumblr para postar meus poemas desde agosto do ano passado. E desde então, acompanho sempre que posso.

Você se enxerga em algum personagem fictício ou personalidade histórica? Qual?

Eu me vejo no Ross Geller em Friends SHAUSHUAHS quando ele tenta, tenta, tenta explicar suas coisas, e ninguém realmente se importa.

Quais os filmes e livros que te inspiram?

Eu não sou o tipo de rapaz cinéfilo, mas adoro livros. Os que mais me inspiram, são dois dos meus favoritos. O autor é o falecido Carl Sagan, e os livros são ‘’O mundo assombrado pelos demônios’’ e ‘’Bilhões e Bilhões’’. Os adoro por me fazerem lembrar do quão eu sou pequeno nesse universo, e mesmo sendo minúsculo, consigo fazer a diferença para muita gente, meu próprio universo.

As pessoas ao seu redor sabem que você escreve ou você mantém seu lado poético em segredo?

No início, tinha vergonha e apenas alguns poucos amigos sabiam desse lado. Hoje, já não me importo tanto. Não fico exibindo por aí, mas também não escondo de quem quer saber, várias outras pessoas já sabem que escrevo.

16 de março, de 2017

É oficial, eu nunca mais terei foco, responsabilidade e disposição pra escrever algo diariamente.
A única coisa que eu consigo fazer sem esforço algum diariamente é beber. E não, eu não me orgulho muito disso, de certa forma sim, porque sem isso eu enlouqueceria muito mais.

Eu sequer consigo ler como antes, haviam livros que eu conseguia ler em horas, hoje passo 3 dias. Simplesmente não consigo interpretá-los e viver no mundo perfeito dos livros que eu vivia antes.

É, o meu mundo de hj em dia parece muito mais cruel, sem tempo pra fazer o que eu quero, e sem uma mínima ponta de vontade também.

Tudo o que eu faço agora é andar por aí, com uma pistola na cintura, fazendo o que me é mandado, fingindo que não me importo mais com as ordens, para evitar as agressões e consequências. Cheguei a conclusão que seria melhor esconder-me de tudo isso, e “dançar conforme a música”.

Pra ele o que importa sou eu fazendo o que ele mandar sem discordar, e é por isso que eu bebo, me afundo mais no álcool, nas drogas, etc.
Quem sabe um dia eu passe a não me importar de Verdade.

—  Diário de u.a.d
Aquela parte mais “interessante” de mim já se foi. Minha vontade de fazer as coisas também, até mesmo de ler (que antes era algo que me traria muita paz) e é espantoso. Não consigo reverter essa situação.
—  Autorias Póstumas.

Oi, gente linda!! Tudo bem? Espero que sim!! Antes de começarem a ler quero pedir desculpas à Flor que fez esse pedido pra mim… Sinto muito pela demora. Quero dizer também que eu não gostei muito do resultado do imagine em alguns quesitos, mas esse foi o melhor que fiz e que se você não gostou da forma como foi escrito e quiser pedir para refazê-lo, sinta-se a vontade! E eu estou postando pelo celular, então se tiver algum erro ou algo do gênero, peço desculpas pela forma que ficar o texto. Beijinhos e boa noite. Espero que gostem 😘❤️

Isa xx

x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x Me levantei do assento do cinema, sentindo meu celular vibrar. Harry, assim como eu, suspirou ao ver quem me ligava. Louis…

- Amor… Eu preciso ir - falei baixo, olhando a carinha triste do Harry.
- Por favor, fica - pediu, colando as nossas testas - Deixa só o filme terminar, inventa qualquer coisa pra ele.
- Você sabe que ele vai ligar mais de vinte vezes pra mim até que o filme acabe. Ele pensa que eu to em casa fazendo nada. Amanhã a gente se encontra de novo… - terminei dando um selinho nele.
- Então eu vou com você, digo que te encontrei no meio do caminho e você pediu carona - sugeriu.
- Okay - assenti com a cabeça.

Nos levantamos e fomos embora do cinema, então nos dirigimos em direção a casa de Louis. Harry estacionou o carro e ficamos parados por um tempo, apenas olhando pra frente.

- Acho que já está na hora de assumirmos isso. Não dá mais! Ele é muito ciumento com você mas vai precisar entender que agora você é minha namorada.
- Eu sei, mas não quero magoar ele. Espere mais um pouco, Harry… Até as coisas melhorarem.
- Mas e eu? Me magoa não poder agir como namorados quando ele está por perto!
- Harry, por favor… - tentei, mas fui interrompida por Harry novamente.
- (S/N), faz dois meses que temos namorado escondido de todos, e tudo por causa dele! Não entende o quanto isso é frustrante?
- Entendo, mas te peço só mais um pouco de tempo. Uma semana ou duas, vou amolecendo ele aos poucos e depois eu conto. Juro…

Saí do meu assento e fui para o colo de Harry.

- Por favor - sussurrei com a minha boca colocada na dele.
- Uma semana! - ele advertiu com uma voz mais grave que o normal e sexy.
- Okay - respondi com um sorriso e o beijei, mas logo fomos interrompidos pelo toque do meu celular.

Terminamos o beijo com um selinho rápido, saímos do carro e tocamos na campainha da casa de Louis.

- (S/N)!!! - Louis abriu a porta com uma animação enorme.
- Oi, Lou - falei entrando na casa.
- Harry, veio com a (S/N), cara? - perguntou.
- Sim, a encontrei enquanto saía de uma loja e dei carona.
- Ah, tá. Por quê não atendeu minhas ligações, (S/A)?
- Tá no silencioso, não percebi.
- Okay.
- Então, me chamou pra quê?
- É que eu tava sem ter o que fazer e como sabia que você também tava assim decidi te chamar pra ver um filme comigo. Vem aqui pra cozinha pegar a pipoca e o refrigerante.
- Tudo bem. Vem Harry - chamei e vi ele reclamar silenciosamente pelos motivos de Louis ter atrapalhado nossa tarde juntos e por eu simplesmente ter aceitado numa boa.

Fomos pra cozinha, pegamos a pipoca, o refrigerante e mais algumas besteiras e então nos dirigimos a sala de TV para ver o filme. Na hora de nos sentarmos no sofá tentei ficar do lado Harry, mas o Louis fez drama e trocamos de lugar.

- Quer saber, acho que vou sentar no chão - disse Harry.
- Okay - Louis respondeu, enquanto passava o braço por meus ombros e me apertando contra ele.

Louis não notou mas percebi Harry fuzilá-lo com o olhar. Me afastei um pouco de Louis e esperamos que Harry sentasse ao lado das minhas pernas, Louis tentou me puxar um pouco mais pro lado, mas ignorei e tentei ficar no mesmo lugar em que eu estava antes. Durante o filme Louis se distraiu um pouco mais com a estória e os efeitos especiais, o que permitiu Harry encostar a cabeça no meu joelho e, a mim, fazer um cafuné nele.

Logo depois, quando o filme estava chegando no seu momento decisivo, ouvimos um pequeno ronco e quando eu e Harry fomos conferir Louis estava dormindo! Demos uma risada baixa para não acordá-lo e eu me permiti sair do sofá e sentar no colo de Harry ainda no chão.

- Ainda bem que ele dormiu… Não sei se eu iria continuar aguentando ele com tanto ciúme em cima de você - Harry sussurrou no meu ouvido e eu me retraí com cócegas.
- Não faz assim … Eu tenho cosquinha! - sussurrei de volta e coloquei minha cabeça em seu peito, ouvindo seu coração.
- Eu sei. Eu gosto de ver você se arrepiando na minha fala, no meu toque. Comigo - sussurrou novamente no meu ouvido e ainda passando o dedo levemente por meu braço.
- Amor, a gente tá com o Louis aqui. Para - pedi, o olhando séria.
- Okay, eu paro.

Então ele colocou uma mecha do meu cabelo pra trás da orelha e colou nossas testas, me encarando. Ficamos nos encarando e aos poucos juntamos nossos lábios. Foi um beijo calmo e sereno, onde eu podia sentir mais ainda a necessidade de assumirmos o que tínhamos. O som da televisão ecoava por toda a sala, tiros e gritos do filme… Louis continuava roncando do nosso lado, o que não favorecia mais ainda um clima romântico, mas continuamos o beijo.

Logo ouvimos um dos coadjuvantes gritar enquanto uma explosão acontecia e então encerramos nosso beijo um selinho.

- Queria tanto que pudéssemos assumir o nosso namoro - ele sussurrou.
- Eu também - respondi.
- Que namoro? - Louis perguntou bocejando enquanto esfregava os olhos e então quando me viu no colo de Harry praticamente deu um pulo no sofá - Ah, meu Deus! Vocês ‘tão namorando!!
- É-é… Louis, a gente pode explicar. É que… - comecei a falar enquanto eu e Harry nos levantávamos rapidamente.
- Por quê escondeu isso de mim, (S/N)? Por acaso não confiam em mim é isso? Por quanto tempo isso dura? - Louis interrompeu minha fala.
- Não, Louis… Não é isso. É que…
- Meu Deus, vocês estão namorando. Eu… Eu… - ele falou com uma expressão de raiva mista com confusão, totalmente desesperado ao ver que os dois melhores amigos estavam namorando.
- Lou, não fica assim, por favor. Só entenda que algumas vezes você é tão ciumento comigo que eu não posso fazer nada com ninguém a não ser você e eu tinha medo da sua reação. Você … você entende?

Depois de um tempo em silêncio ele se sentou e falou:

- Mas eu sou seu melhor amigo, não acha que deveria confiar em mim de qualquer jeito?
- Eu … Sim, desculpa - me sentei e o abracei de lado.
- Tudo bem, só … Hm, eu fiquei magoado né? Sua falsa!!
- Lou… - soltei uma falsa reclamação.
- E começa a ser mais honesta comigo, okay, mocinha? - ele falou dando um sorriso de lado e levantando a mão pra acariciar minha bochecha.
- Licença - Harry se aproximou e tirou a mão dele dali.
- Ah não, (S/A). Não acredito que trocou um ciumento com bunda pra um ciumento sem bunda… - ele falou com um sorrisinho de lado.
- Não, Louis … Até que tem um pouquinho - virei a cabeça pro lado para fingir estar avaliando Harry.
- Deixa minha bunda em paz, meu Deus! - Harry falou colocando a mão nos bolsos traseiros da calça e indo pra cozinha de um jeito engraçado.
- Tem certeza que tá tudo bem? Não ficou muito magoado? - perguntei enquanto nos levantávamos do sofá.
- Fiquei um pouquinho, mas quase nada. Relaxa, eu supero - ele brincou enquanto me abraçava de lado e me conduzia até a cozinha.

Preference #369: Night Changes.

Pedido:  “Oii sou nova aqui e amo o imagine de vocês!!! Gostaria de saber se alguma de vocês poderia fazer um preference baseado em night chances mas sobre o que acontece depois”

Sugiro que assistam ao clipe antes de ler :3

Espero que gostem :)

Boa leitura sz.


Zayn:

— Eu odeio você! — Gritei assim que bati a porta do carro. Brad fingiu não me escutar, apenas fechou a porta e me seguiu para dentro de casa. — Você é um idiota, Brad. — Grunhi. Ia subir as escadas, mas ele segurou meu braço e me puxou.

— Você realmente acha que eu ia deixar você sair com aquele drogadinho? —  Riu com ironia.

— Zayn não é drogado, ele é muito melhor que você, um filho da puta que não tem dinheiro no bolso e tem que morar com a irmã mais nova! — Me soltei dele.

— Olha como você fala comigo, s\n, ainda sou seu irmão. — Disse em tom de ameaça.

— Você podia ser o Papa! Eu sou maior de idade, posso sair com quem eu quiser e você não tem a porra do direito de se intrometer.  — Me virei e comecei a subir as escadas.

— s\n, eu ainda não terminei! — Gritou. Parei de subir e me virei para ele.

— Espero que consiga um lugar para morar logo, Brad. — Pisquei um olho e subi. Entrei no meu quarto e me joguei na cama, escondi o rosto no travesseiro e senti o pano molhar um pouquinho. Meu celular tocou no criado mudo, atendi sem nem ver quem era.

Babe?

Harry:

Meu Deus, amor, desculpa. — Harry disse pela milésima vez.

— Está tudo bem. — Suspirei.

— Eu sou um idiota. — Resmungou.

— Harry, pare de se lamentar, por favor. — Pedi assim que o táxi parou na frente da nossa casa, Harry pagou e logo entramos.

— Vou subir e arrumar a cama. — Ele disse.

— Como? — Coloquei as mãos na cintura. — Você ouviu a para-médica, não pode forçar esse braço, senta ali, eu arrumo.

— Eu quero ajudar. — Protestou.

— Prepare um banho quente pra mim. — Harry sorriu.

— Pode deixar, senhorita. — Bateu continência e seguiu para o banheiro enquanto eu ia para o quarto.

Liam:

— Vou preparar um chá. — Disse assim que entramos. — E jogar esse chapéu fora. — Fiz uma careta, mostrando o chapéu dentro da sacola.

— Desculpa, amor. — Ele resmungou, deitado no sofá com a mão sobre a barriga.

— Está tudo bem. — Passei a mão em seus cabelos. — Eu já volto. — Sorri e fui para a cozinha.

Coloquei a água para ferver e joguei a sacola dentro da lixeira, coloquei dois saquinhos de chá dentro da caneca e coloquei a água lá dentro, coloquei um pouco de açúcar e levei até a sala.

— Aqui. — Sentei na mesinha de centro e entreguei a caneca a ele.

— Obrigado, eu te amo. — Se sentou e tentou me dar um beijo, mas eu desviei. Liam me olhou com uma expressão confusa.

— Tá pensando que vai me beijar com esse bafo de vômito? — Perguntei me levantando, Liam riu fraco e bebeu um gole do chá. — Está bom?

— Perfeito. — Sorriu fraco.

— Vou preparar um banho bem quente pra você, okay? — Beijei sua testa. — Quando terminar se chá, vá lá.

Louis:

Sorri forçadamente para a mulher a minha frente enquanto ela digitava os dados de Louis. Ele estava dentro de uma cela privada cerca de duas horas, eu tive que esperar todos na sala de espera para poder pagar a fiança de Louis.

— Qual é o seu telefone mesmo? — Ela perguntou pela quinta vez. Dei meu número e encarei o relógio grande atrás dela. — Qual foi o delito dele?

— Desacato a autoridade. — Suspirei.

— A fiança é de dois mil euros. — Abri a bolsa surpresa, já havia ido pegar dinheiro no banco, retirei a quantia e entreguei a mulher. — Sente e espere até que ele saia, depois venha aqui e assine o formulário de soltura. — Assenti e me sentei.

Louis demorou cerca de dez minutos até aparecer, ele estava algemado, fui até a senhora e assinei todo o formulário, o policial que trouxera Louis soltou suas algemas, ele se aproximou de mim.

— Oi, amor. — Sorriu envergonhado.

— Vamos para casa, por favor. — Me virei e saí da delegacia.

— Amor, desculpa. — Louis disse agarrando meu braço.

— Tá tudo bem, só entra no carro e vamos pra casa, preciso dormir. — Louis riu fraco e selou meus lábios rapidamente, abriu a porta do passageiro e me esperou entrar.

— Eu vou te compensar, neném. — Piscou um olho.

Niall:

Niall caminhava pela sala com as mãos nos cabelos, o cheiro da lã do seu suéter queimada estava me deixando tonta.

— Eu sou um idiota. — Ele resmungava.

— Niall. — Chamei, mas ele não pareceu ouvir.

— Idiota, idiota, idiota. — Ele dizia enquanto dava alguns tapas na própria testa, me levantei e segurei suas mãos.

— Niall, está tudo bem. — Disse o olhando. Ele estava com a testa vermelha, assim como as bochechas, seus olhos estavam um pouco marejados.

— Eu te molhei toda, queimei meu suéter favorito. — Disse manhoso.

— Ei, a culpa não é sua. — O abracei. Niall me apertou mais contra seu corpo.

— Desculpa, amor. — Ele disse baixo.

— Está tudo bem. — Deixei um beijo em sua bochecha. — Vem, nós dois precisamos de um banho. — Agarrei sua mão e o puxei em direção ao banheiro.


Me digam o que acharam :3

Eu sou a favor da família 👪. Homem + Mulher. Eu sigo Jesus e creio no que a Bíblia diz, eu amo todos homossexuais antes mesmo de ler o versículo que diz "Ame teu próximo como a ti mesmo" eu ja os amava, depois de ler passei a ama-los ainda mais. Eu amo a pessoa que eles são e não as suas práticas, a Bíblia condena e abomina a prática do homossexualismo e não as pessoas. Alguns ja vinheram me pedir ajuda aqui pelo tumblr por que tentam viver uma vida com Deus, sem a pratica e isso é uma coisa dificil mas não impossível, acha mesmo que um Deus que é o criador do mundo, não pode te transformar? Pode, a transformação de vidas é uma especialidade de Deus. Existem ex-fumante, ex-drogado, ex-prostitua, ex-corrupto, e por que não pode então existir um ex-homossexual? Eles existem! ... Apenas não consegui ficar calado, boa noite a todos, Deus abençoe ❤
Há alguns rascunhos sobre você no meu bloco de notas. E não é por mal, mas tem certas coisas escritas ali que você devia saber. Há um pouco demais de drama, um pouquinho demais de coisas nas entrelinhas, há demais de imaginação, de palavras no sentido figurado e mais ainda de sinceridade e verdades omitidas por mim mesma que chegou a hora de você saber.
Você precisa saber tudo que eu não disse antes, precisa ler o que escrevo para ter certeza, precisa desvendar as entrelinhas, precisa ler-me, desvendar minhas palavras para só então entender que durante todo esse tempo você me deu rosas, quando na verdade eu preferia peônias.
—  Thaís Augusto - I prefer peonies than roses