ant ler

As mensagens e fotos vazadas de Camila em 2015

Antes de ler isso, uma mensagem MUITO (MUITO!) importante: A análise é do tumblr exposing-5h. Lembrem-se que eles vão usar termos bastante fortes com a Camila. Obviamente, por ser um tumblr exposing, eles não pegam leve nisso. Tenham isso em mente antes de me jogar hate, por favor!

O POST NÃO É ÓDIO A CAMILA, ESTOU APENAS TRADUZINDO! É uma tradução pra vocês tirarem suas próprias conclusões e pra quem não sabia sobre isso já que recebi muitas asks sobre e suas dúvidas sobre o que aconteceu acabam aqui! :-)

Hoje nós vamos falar sobre as mensagens que foram vazadas por ukhackersquad. Vamos para as evidências que provam que são reais, e as evidências que provam que não são.

  • As provas que o hacker postou.

Obviamente ninguém é burro o suficiente para fazer afirmações sobre uma celebridade sem ter algo para se sustentar. Então, alguma das provas que o hacker postou foram fotos que nunca foram vistas.

E outras provas (também) foram algumas mensagens privadas no Instagram de Camila com algumas amigas.

“O show foi ok, eu não tenho nenhum interesse nele (não sei quem é), de qualquer jeito te vejo amanhã! UAY, estou animada.“

“Oi. Eu pareço uma viciada em cocaína.”

“Camila: Panera com fones de ouvido.

Amiga: Nós vamos para o Panera também! Mas está fechado.

Camila: Estou três passos na sua frente, NEGRA.”

Uma nota importante: Nigga nos Estados Unidos é considerado uma forma de racismo MUITO séria. É uma gíria que ofende muitas pessoas lá. Resumindo, é uma palavra ofensiva!

Mensagens entre Camila e Michael do 5SOS:

O hacker também vazou umas músicas solo de Camila como Cinderella, Cozy Dolla Bills e um snippet de The Exchange.

O hacker postou um vídeo de um ensaio não visto das meninas dançando Them Girls Be Like, mas ele foi deletado.
Também há vídeos que o hacker fez onde ele estava na conta de Marielle (uma das amigas de Camila que foi hackeada e proporcionou todo esse material). Aqui está o link do vídeo que o hacker filmou na conta de Marielle, e aqui está um print de tela:

"Bem, eu tenho que esperar pra pegar meu celular.
Eu não tenho um.
Eu não sei mas todo momento em que a Ally fala, eu tiro toda a força de mim pra não dar um soco na cara dela. Ela me contou que está desenvolvendo um crush no Harry (Styles), vá para longe de mim.”

  • O tweet do hacker na conta de Marielle

Junto com o vídeo do hacker na conta de Marielle, eles tweetaram na conta também como uma prova de que estavam nela. Muitos fãs viram os tweets mas há prints de tela de diferentes pessoas.

“Eu posto?”

Depois disso tudo acontecer, Camila entrou num controle de danos (fazendo cover de Love Yourself, bloqueando o hacker e fãs que acreditavam nele e entrando na onda do movimento Black Lives Matter). Em razão disso, Marielle deletou a conta depois e os representantes dela não deram nenhum comentário sobre.

  • Tweets após o acontecimento

Ambas Lauren e Normani foram ao Twitter depois dessa situação toda. Normani tweetou isso:

“Eu me sinto mal por aqueles que constantemente precisam se explicar, defender ou se justificar baseado em suas ações. É hora de começar a refletir.”

E isso foi considerado um shade a Camila. Indo pela óbvia distância entre Normani e Camila durante esse período, eu acho que Normani descobriu as mensagens apenas algum tempo depois de nós.
Os tweets de Lauren foram mais óbvios, onde ela basicamente admitiu que Camila foi hackeada.  

“Eu quero dizer agora: qualquer pessoa que pensa que eu segui alguém que violaria a privacidade de alguém de propósito para causar ódio não me conhece e claramente não tem ideia do meu propósito regularmente, que é: nós somos humanos e tudo isso é uma invasão. Eu amo todos vocês mas isso é ridículo.”

  • O hacker foi atrás das outras meninas também

Antes de Camila, foram na Dinah e tentaram ir atrás das outras. Dinah escreveu algo sobre ter sido hackeada no Facebook e Lauren ficou frustrada após quase ter sido hackeada no Twitter. Os hackers (durante o processo com a Dinah) vazaram essa música que as meninas gravaram que era para o Reflection e foi escrita por Lauren e Dinah.

Algumas pessoas já imaginaram que isso aconteceria. Aqui está alguns prints de tela da Camila usando a palavra nigga em uma velha conta de fã no Twitter (o qual ela confirmou ter) em 2012:

Aqui estão alguns tweets racistas que ela deu RT no verão de 2012.

Aqui está um print de Camila falando com uma de suas melhores amigas, Sandra, onde a amiga Sandra usava a palavra nigga livremente em 2013.

“Camila: E se meu professor de tênis ver isso?

Sandra: Nigga, você não tem um professor de tênis. O único exercício que vocÊ faz é ter o seu dedo rolando no mouse.”

Eu já falei aqui sobre outros prints que vazaram de Camila no Facebook falando sobre as meninas, etc:

“Camila: Elas literalmente me odeiam tanto lol.

Marielle: Porque? Isso é tão chato, isso é ruim.

Camila: É porque elas estão com inveja. Eu tenho a maior atenção então elas odeiam. 

Marielle: Que música vocês vão cantar?

Camila: Simon tava literalmente tipo ‘Camila vai cantar a música toda e vocês fazem as partes do fundo da música’ e elas choraram. Isso é porque eu trabalho muito e fico sendo intimidada por quatro negras, é por isso.

Marielle: LOL, sim. Mas Normani é realmente negra (nigga).”

Agora partindo para a história de Camila e Michael. Lol.

Primeiro, tudo começou em 2012.

“Eu meio que tenho uma grande queda por você.”

Ela nunca respondeu ele, mas depois ela o seguiu.

“Ahhh, Camila me seguiu?”

“Aw, hahah. Você é tão doce. Espero te conhecer em breve.”

Louis e Harry também já entrou na conversa deles pelo Twitter.

“Oi Camila. Vou te apresentar pro meu amigo Michael. Ele é um cara legal!”

Enfim, tem muitos prints sobre eles conversando no Twitter. Continuando! Uma foto dos dois foi vazada. Camila postou uma foto em Londres nessa época.

E as mensagens de texto também. Ok, agora fica tenso.

"Eu vou te ver em London. Ou você esqueceu? Nós podemos ter um mapa! Eu poderia te fazer gozar em cada continente. América do Norte - Checado.”

“Fã: Porque você está tweetando ao invés de explorar London?
Camila: Oh, confie em mim, eu fiz váriassss explorações.”

Mensagens da Camila em azul, do Michael em cinza.


“Ok, eu quero ser má por você. Você me faz sentir como se eu não tivesse medo. Hey, eu vou dormir.
Michael: Porque você teria medo, amor? Ok, boa noite.
Camila: Se divirta, amor!”

Terceiro print da foto acima:

“Michael: Em uma das vezes literalmente veio muito, LOL. Eu não me lembro qual foi mas foi tipo ridículo.

Camila: HAHAHA, foi delicioso. Segunda rodada?”

“Camila: Você está me deixando louca. Eu quero que você me beije em todos os lugares.
Michael: Eu amo beijar sua bunda mais do que qualquer coisa, apenas adorando. Obama não vai te impedir de enviar fotos de sua bunda.
Camila: Eu amo quando você faz isso, me faz sentir uma rainha. É muito bom.
Segundo print da foto:
Camila: Bebê, eu queria poder. Você está muito longe, ughhhh.
Me deixe te tocar, por favor, você não está ajudando.
Michael: Por favor me toque. Vou bater uma pensando em massagear sua bunda.
Terceiro print da foto:
Michael: UGH, eu estou tão ligado agora. Preciso de você aqui.
Camila: Você não é o único, amor. Queria que você estivesse aqui agora :( Queria poder te tocar. Estou tão molhada, não consigo parar de pensar nisso.“

“Michael: Bom dia de Sydney, Austrália.
Camila: Boa noite de New York, e bom dia Austrália.”

E encontraram uma suposta carta de Camila para Michael e Harry Styles. 

“Querido Michael, às vezes me pergunto se eu poderia ter feito algo diferente.
Às vezes me pergunto se eu deveria ter dito o que eu realmente queria ao invés de "oi”, talvez é meia noite agora e eu poderia estar morrendo de rir de uma de suas piadas idiotas.
Talvez se eu não tivesse escutado minha mãe, eu poderia ter te dado uma chance de se apaixonar por mim como eu faço todos os garotos se apaixonarem.
Se mudar garotos significa mudar defeitos, eu acho que eu realmente gostaria dos seus.
A pior parte? O tempo vai dizer. Eu nunca vou saber como é te beijar ou ficar tarde da noite falando sobre coisas estúpidas ou ficar bêbada com você. Eu não consigo parar de pensar se talvez nós somos feitos um pro outro. E você nunca vai saber.

12:28 AM

Querido Harry,

Eu tenho medo de nunca poder te beijar.
Não há nada mais assustador do que amar alguém da maneira como eu te amo. Por que seja um produto da minha imaginação ou um destino celestial para ficarmos juntos, ninguém me faz sentir do jeito que você faz.
Eu não sei o que é, se é paixão verdadeira ou falsa, mas eu juro que quando estamos no mesmo lugar na mesma hora é como se eu não desejasse mais nada. E quando eu estou aqui, ali ou em qualquer lugar que você não está, eu poderia estar tendo o melhor momento da minha vida e (…)“

Resumindo, foi tudo isso o que aconteceu pra quem não sabe! Achei legal esse post porque explica os prints e fotos que ninguém sabia. Espero que eu tenha esclarecido algo, seja verdade ou não! Tirem suas conclusões.

One Shot Harry Styles

  • Pedido -  Gostaria q vc escrevesse um c/ Harry. Onde H e a SN são casados, tem três filhos. Algumas semanas antes deles viajarem (p/ casa da Anne), ela descobre que o H está tendo um caso, msm chateada eles fazem a viagem. Dai a Anne percebem como eles estão seco um c/ outro, a SN decide contar p/ Anne. Eles acabam tendo uma discussão perto das crianças, e a SN vai embora. Eu gostaria q eles ficassem juntos, porém, ñ quero q seja de imediato, H vai ter q lutar para conquistar a confiança dela novamente.


Parte I

Por que é tão difícil esconder os sentimentos quando você quer que as coisas permaneçam as mesmas até que você tenha tomado a decisão que acha ser a certa? Por que as pessoas são tão egoístas e não pensam nos outros antes de acabar com todos os sonhos e tudo o que a pessoa acreditava?

Minha vida chegou a uma etapa que tudo se resume a perguntas sem respostas, passado, presente, futuro são resumidos com pontos de interrogação gigantes piscando em vermelho.

Passado. Anos de convivência, família, filhos, sorrisos, lágrimas, carinho, juras, amor… Bem, pelo menos eu achava que tinha algum amor, na verdade teve amor, mas esse amor pelo visto só era da minha parte e um amor pela metade não serve para nada, apenas para machucar. Então eu não tenho ideia se o que vivi até aqui foi verdade.

Presente. O que eu vou fazer agora? Tem família, filhos, dúvidas, medo, mágoa, tristeza, dor. Devo ir embora? Jogar a merda no ventilador ou continuar calada vivendo como se nada tivesse acontecido? Acho que eu teria que ser muito sangue frio para apagar a nova informação da minha mente e continuar a viver uma fantasia.

Futuro. Ainda terei uma família? O que meus filhos vão pensar ou sentir? Como vamos conviver tendo os mesmos amigos? Como vou conseguir confiar em outra pessoa ou continuar acreditando no amor?

Eu só quero desaparecer desde que descobri que tudo o que vivi não foi o suficiente para firmar o compromisso mais importante da vida, eu não fui o suficiente para que ele não precisasse ir atrás de alguma coisa que sentia que faltava, ou ele é um idiota que não se contenta com nada. Temos filhos maravilhosos, temos uma casa legal, temos uma vida boa e éramos carinhosos e atenciosos uns com os outros. Por que ele teve que ir e estragar tudo? Por que eu fui mexer naquela porcaria de celular e não deixei ele tocando até que acabasse a bateria? Por quê? Por quê?

— Mãe..? — a voz doce e carregada de apreensão de Darcy me despertou dos meus pensamentos — Você tá chorando?

Só então eu me dei conta de que lágrimas desciam por todo o meu rosto enquanto meus filhos me olhavam com os olhos cheios de dor, eu não quero deixá-los chateados porque eu estou triste. Olho em direção a Harry que dirige o carro e ele me olha rapidamente voltando sua atenção para a estrada.

— Não, meu amor. — sorrio forçado em sua direção e limpo meu rosto deixando uma risadinha escapar para dar mais veracidade ao que quero passar — Acho que o vento trouxe areia para dentro dos meus olhos.

As janelas dos carro não estavam abertas e espero que eles não percebam e voltem a fazer pergunta, eles não precisam saber que a mãe deles está chorando porque o pai é um traidor.

Há quase duas semana eu descobri por mensagens no celular que meu marido não me ama como dizia todos os dias, depois de quatorze anos juntos ele em algum momento decidiu que não estava tendo o bastante e arriscou tudo em uma coisa nova. Seu celular não parava de tocar indicando mensagens e como ele sempre olha meu celular como se fosse o dele próprio, resolvi checar se era algo do trabalho porque parecia ser importante pela quantidade de mensagens que chegavam instantes depois da outra.

Trabalho… Que ingênua eu fui em pensar isso, no momento que eu abri as mensagens e comecei a ler descobri porque os celular dele há muito não ficava a vista, as mensagens era de uma amante furiosa por ter levado um bolo naquela noite, ele esqueceu de avisar que um dos filhos dele estava doente e eu o exigir estar em casa caso eu precisasse ir ao hospital. Rolando as mensagens para ler as mais antigas, descobri que enquanto estava me dedicando a ele, ele estava se dedicando a outra pessoa durante as noite que dizia que estava com trabalho acumulado e chegaria mais tarde. Eu nunca estava acordada quando ele chegava.

Eu tenho certeza que ele sabe que eu sei, durante essas quase duas semanas que eu passei distante tentando me decidir o que fazer, ele não se aproximou, ele não disse que me amava antes de dormir e não me abraçou como fez até uma noite antes de eu ler as malditas mensagens. Talvez ele tenha me visto lendo sem que eu percebesse ou simplesmente deduziu que o meu comportamento mudou porque eu sabia, não sei, tudo que eu sei é que ele sabe.

O restante do caminho foi puro silêncio, Harry ligou o rádio com o cd do filme Moana e foi uma boa estratégia para distrair as crianças, ele é bom em distração, me traia durante a noite e para que eu não desconfiasse, era o melhor marido do mundo durante o dia.

→✼✼✼✼✼✼✼✼✼✼✼✼←

Algumas músicas da Moana depois e chegamos a casa da minha sogra, desci do carro para ajudar as crianças, Darcy e Dave já brigavam para ver quem ia sair do carro primeiro enquanto Johannah tentava se livrar da cadeirinha.

Peguei minha caçula de quatro anos no colo e me virei a tempo de ver os gêmeos de doze anos quase derrubar a avó na porta de entrada porque eles não conseguem deixar de disputar quem será o primeiro em tudo. Caminhei até eles enquanto Harry vinha mais atrás com as mãos no bolso, nas outras vezes ele sempre estava ao meu lado com a mão no final fãs minhas costas me guiando até a porta e talvez essa mudança tenha sido a causa de Anne me olhar por alguns segundos com as sobrancelhas franzidas antes de balançar a cabeça e sorrir para mim e para a neta em meu colo.

— Ai meu Deus que princesa! — ela usou sua voz mais manhosa para falar com Hannah e tirá-la do meu colo — (Seu apelido) é tão bom te ver. — ela me abraçou tomando cuidado com a pequena em seus braços e eu retribui. Anne é um amor de pessoa.

— É bom ver você também, Anne. — sorri verdadeiramente para ela e esse logo morreu ao me lembrar que em breve não seriamos mais tão próximas, não como somos agora.

— O que foi? — a mão dela estava carinhosamente em meu braço.

— Nada, está tudo bem. — sorri forçado dessa vez e percebi que Anne não se deu por convencida, mas só deixou passar porque ainda não tinha cumprimentado o filho.

Entramos na casa e Darcy e Dave não estavam mais a vista, eu poderia apostar um membro do meu corpo que eles estavam no balanço que Robin havia feito para eles quando eram menores.

O tempo passou que eu nem percebi, metade dele eu estava perdida em meus pensamentos enquanto Anne e Harry conversavam ou enquanto eu assistia as crianças correrem de um lado para o outro tentando fazer tudo ao mesmo tempo.

— Sinto tanta a falta de Robin. — Anne disse com pesar e eu mordi o lábio inferior pensando que também sentiria muito a falta de Harry até me acostumar — Quero que ele volte logo, essa viagem está demorando muito.

— Aonde ele foi mesmo? — perguntei enquanto enrolava meu dedo em uma linha solta na capa de almofada.

— Rússia. Odeio ele ser um homem de negócios. — ela fez um biquinho e em outras ocasiões eu até daria risada disso — Ok, pode começar a falar. — Anne se ajeitou sobre o sofá ficando de frente para mim.

— O quê? — me fiz de desentendida.

— Desde que vocês chegaram que eu não vejo você e Harry conversar. Eu posso estar velha, mas eu ainda sei quando tem algo ruim acontecendo. — ela colocou a mão sobre a minha me impedindo de cavar a almofada com os dedos como eu estava fazendo — Não precisa ficar nervosa, sou eu, Anne. — ela sorriu para mim — Estou aqui para você há quatorze anos, você pode confiar em mim. Guardar coisas e sofrer calada não faz bem.

Ela tem razão, não faz bem e a semanas eu acho que vou explodir, na verdade esse é meu desejo para não ter que encarar as coisas agora. Se tem alguém que eu posso conversar, esse alguém é Anne, a minha sogra e quase uma segunda mãe.

— Tem uma coisa acontecendo… — meus olhos já encheram de lágrimas — Harry está me traindo! — soltei de uma vez antes que perdesse a coragem, Anne ficou calada por algum tempo e isso me deixou mortificada — Meu Deus que vergonha. — escondi meu rosto com minhas mãos deixando as lágrimas caírem.

— Não! Não, (seu nome)! — ela me repreendeu tirando minhas mãos dos meu rosto e me obrigando a olhá-la — Se alguém tem que sentir vergonha, esse alguém é o Harry. Nunca, nunca mesmo sinta vergonha por uma coisa que você não fez. Eu não consigo acreditar que ele fez uma estupidez desse tamanho. — ela suspirou negando com a cabeça — Tudo o que você decidir, eu vou apoiar, eu estou do seu lado e eu deveria ter dado umas boas palmadas naquele moleque, talvez hoje ele tivesse um pouco de juízo.

— Eu não sei o que fazer… — sussurrei em tempo de ouvir passos na escada.

— Tudo bem? — Harry perguntou ao chegar na sala depois de ter colocado Hannah para dormir.

— Tudo bem? Você pergunta se está tudo bem, Harry Edward? — Anne se levanta completamente em fúria.

— Anne… — me coloco de pé ao seu lado querendo impedi-la de dizer qualquer coisa.

— Você contou pra minha mãe? — Harry me olhou incrédulo depois de juntar dois mais dois — Eu não sou uma criança, (seu nome), você não precisa pedir minha mãe para fazer algo, você apenas tem que falar comigo.

— Você não está em posição de dizer nada, Harry! — Anne esbraveja — Ela não me pediu para fazer coisa alguma, ela desabafou comigo porque em mim ela pode confiar. Eu continuo a dando motivos para confiar em mim mesmo depois de quatorze anos.

— Mãe, isso é entre eu e (seu nome), então por favor, não se meta. — ele se voltou para mim — Você esperou todo esse tempo para se queixar com a minha mãe sobre uma coisa que temos que resolver na nossa casa? Eu estava esperando que você fizesse alguma coisa, mas não imaginei que seria infantil a esse ponto.

— Eu não quero brigar…— tentei engolir o choro — Não quero perder o pouco de respeito que ainda tenho por você.

— Você se queixa sobre nossos problemas à outras pessoas e não quer brigar? Que boa moça ela é. — ele zombou.

— EU NÃO FIZ NADA, OK HARRY? EU ESTOU PERDIDA, DROGA! NÃO PRECISO DE VOCÊ FAZENDO EU ME SENTIR AINDA PIOR. EU JÁ ESTOU ME SENTINDO UM LIXO PORQUE DEPOIS DE QUATORZE ANOS VIVENDO PARA VOCÊ E PARA OS NOSSOS FILHOS NÃO FOI O SUFICIENTE. Me dedicar não foi o bastante e eu ainda nem sei onde eu errei… Eu nem sei em que momento você escapou por entre os meus dedos… Nem sei se um dia você me amou de verdade. — minha foi perdendo a força ao decorrer das frases.

— (Seu nome)… — ele suspirou e ameaçou se aproximar, mas eu neguei com a cabeça. Não quero explicação. Não tem explicação.

Escuto alguém fungar logo depois de mim e quando me viro, Darcy e Dave estão parados na porta da cozinha nos olhando, Darcy está chorando, ela odeia discussões.

— E-eu… Eu tenho que ir. — minha voz quase não saiu a medida que eu me apressei para sair da casa para que meus filhos não me vejam chorar ainda mais.

— Aonde você vai? (Seu nome), espera! — bato a porta deixando claro que não quero que ele venha atrás de mim.

Tudo que eu preciso agora é o colo da minha mãe, eu sei que Anne fará um papel melhor do que eu explicando aos meus filhos de uma maneira saudável porque eu estava gritando, quando tudo que eu conseguiria fazer seria gaguejar e chorar. E é por Anne ser uma ótima avó e amiga, que eu a envio uma mensagem pedindo para que cuide das minhas crianças.




Helloooooo!

Depois da super demora começou a entrega de pedidos. 🎉🎉

Espero que tenham gostado e queiram uma segunda parte.

Eu sou completamente a favor do Harry se lascar no final, mas como a absolvição dele foi pedida…

- Tay

não ser correspondido é:

É mandar mensagem e se arrepender no mesmo segundo.

É dormir pensando em esquecer alguém que você sonha todas as noites.

É chorar de madrugada soluçando, porque sabe que não existe amor do lado dele(a).

É levantar querendo voltar pra cama, porque sabe que vai começar outro dia, e você não para de pensar nele(a).

É parar de falar desse alguém pros amigos porque eles já estão cansados de ouvir sua dor.

É se sentir incompleto o tempo todo, mesmo em momentos felizes.

É rir de uma piada de um amigo e lembrar de como esse alguém ia rir se ouvisse da sua boca.

É ouvir uma música e lembrar dos momento que você queria que tivesse acontecido.

É se deitar na cama e pensar que essas coisas não passam, mas eu vou te dizer: passa. Vai demorar sim, você ainda vai sofrer muito pra seguir em frente, mas quando você se levantar, você irá se lembrar que tudo aquilo que você sofreu, agora não passa de uma mera lembrança . Sabia valorizar suas experiências, elas são aprendizados que levamos para a vida e as usamos da forma mais inimaginável possível. Não reclame do livro antes de ler até o final, a minha dor, a sua dor, com toda certeza eu posso te afirmar: não é em vão.

Livros para ler antes de meus malditos 30 anos

Me ajudem a fazer essa lista chegar aos 400 livros.

(Em construção)

1.      Crime e Castigo- Fiódor Dostoiévski

2.      Ensaio sobre a cegueira- José Saramago

3.      Iracema- José de Alencar

4.      O Crime do Padre Amaro- Eça de Queirós

5.      Cândido- Voltaire

6.      Maus- Art Spielgman

7.      Uma Breve História do Tempo- Stephen Hawking

8.      O Lobo Mau no Divã- Laura James

9.      Seis passeios pelos bosques da ficção- Umberto Eco

10.  Madame Bovary- Gustave Flaubert

11.  Orgulho e Preconceito- Jane Austen

12.  Pergunte ao pó- John Fante

13.  Esaú e Jacó- Machado de Assis

14.  Sapato Florido- Mário Quintana

15.  Laranja Mecânica- Anthony Burgess

16.  O Homem Duplicado- José Saramago

17.  O Sol é para todos- Harper Lee

18.  Guerra e paz- Liev Tolstói

19.  Os Irmãos Karamazov- Fiódor Dostoiévski

20.  Angústia- Graciliano Ramos

21.  O General no seu labirinto- Gabriel García Márquez

22.  On the road- Jack Kerouac

23.  A Origem das Espécies- Charles Darwin

24.  A arte da Guerra- Sun Tzu

25.  Ostra feliz não faz pérola- Rubem Alves

26.  Macunaíma- Mário de Andrade

27.  O Vermelho e o Negro- Stendhal

28.  Antes de nascer o mundo- Mia Couto

29.  A negação da Morte- Ernest Becker

30.  Fio das missangas- Mia Couto

31.  O Desespero Humano- Soren Kierkegaard

32.  O Leopardo- Lampedusa

33.  Rei Lear- William Shakespeare

34.  Stoner- John Williams

35.  A Marca Humana- Philip Roth

36.  O homem que via o trem passar- Georges Simenon

37.  Toda a poesia- Fernando Pessoa

38.  Cartas a um jovem escritor- Mário Vargas Llosa

39.  Modernidade Líquida- Zygmunt Bauman

40.  A Dançarina de Izu- Yasunari Kawabata

41.  O lobo da estepe- Hermann Hesse

42.  Admirável Mundo Novo- Aldous Huxley

43.  Eneida- Virgílio

44.  A náusea- Jean-Paul Sartre

45.  A Insustentável Leveza do Ser- Milan Kundera

46.  Meu pé de laranja lima- José Mauro de Vasconcelos

47.  Fahrenheit 451- Ray Bradbury

48.  Lolita- Vladimir Nabokov

49.  A casa das belas adormecidas- Yasunari Kawabata

50.  Histórias de Cronópios e de Famas- Julio Cortázar

Vestibular - Dicas

Chegou o segundo semestre! O que significa, pra muitas pessoas, vestibular se aproximando. Como eu passei tipo, 72 anos fazendo vestibulares, resolvi fazer um post com as técnicas que eu desenvolvi e as dicas que eu recebi e que funcionaram. Afinal, nunca é demais se preparar, né?  

Vou começar dizendo algo que talvez vocês já tenham ouvido 502 vezes, e vão ter que ouvir 503: treinem!!!! Façam simulados!!! Testem o que eu vou dizer aqui em simulados pra descobrir como isso funciona pra vocês. Vestibular já é um dia estressante pra caralho, se vocês deixarem pra ter qualquer insegurança com bobagem no dia isso pode afetar seus desempenhos, e vocês tem que descobrir o que é melhor pra VOCÊS em dia de prova. Vários cursinhos tipo o anglo e o objetivo oferecem simulados abertos que mesmo que você não faça o cursinho pode pagar só pra fazer a prova e treinar, ou mesmo cursinhos populares, e sempre dá pra achar os famosos pdfs online dos anos anteriores. 

Agora bora falar de técnica de prova em si. Assim que vocês pegarem a prova, parem e leiam. Não tô falando pra ler todas as questões direitinho, mas pra dar a famosa folheada, bater o olho nas questões. Isso vale por dois (na verdade três) motivos: o primeiro é que se vocês virem ali já uma questão ou outra familiar, rola um boost na confiança. A segunda é pra tomar a decisão final de em que ordem fazer a prova. E ordem de prova é importante pra caralho, mas não precisa ser rígida. 

Explicando melhor: você tem que saber qual matérias vai fazer primeiro e quais vai fazer por último. Separe suas matérias em três grupos: suas melhores, suas médias e suas lixo. Lixo, mesmo. Todo mundo tem aquelas matéria que vai rezar um pai nosso pra não zerar antes de começar. É normal. Tem que saber qual (is) é (são). Você vai abrir sua prova, e aí vai tentar bater o olho e ver como tá a dificuldade de cada matéria. Vai ter ano que História tá difícil pra um caralho e ano que tá fácil, e vai ter ano que a que eles vão colocar pra foder todo mundo é química e vão facilitar geografia, etcs. Nunca é equilibrado, sempre vão carregar alguma matéria e facilitar outra, é de praxe. A lógica é a seguinte: sua primeira matéria tem que ser uma média. Uma que você tenha confiança, mas não seja sua melhor, e que não esteja super pesada. Porque nos primeiros 10-15 minutos de prova sua concentração não está 100%, e a possibilidade de você cometer erros é MUITO grande, então não vale a pena arriscar fazendo a sua melhor matéria e perder ponto por falta de atenção (é por isso também que é bom levar um tempo pra ler a prova, você começa esse processo de concentração antes de estar realmente arriscando questões). Passado esse tempo, você tem uma janela de 1-2hs onde você vai estar no seu melhor, falando de concentração e capacidade. É aqui que você vai fazer as suas melhores matérias, todas elas, todas que der, e as médias. Eu fazia 70% da prova nesse tempo. Uma técnica boa aqui, se possível, é intercalar humanas e exatas - ajuda seu cérebro a descansar e você a se manter atento. No fim da prova, quando você já vai estar cansado, você vai fazer as lixo. “ai, mas aí não é mais provável que eu erre?” é, mas você prefere perder tempo tentando acertar questões de áreas que você não manja e possivelmente acabar errando anyway ou ir fazer o que você SABE já cansado e errar por bobeira? não dá pra errar por besteira em vestibular. A regra pra sucesso aqui é: você pode errar, só não pode errar o que você SABE. O que você não tem domínio, estatisticamente, você provavelmente já ia errar mesmo, let’s be honest. E ainda tem a parada do tempo. Se faltar tempo, é melhor você ter que chutar questões que existia a possibilidade de você nem saber resolver do que ter que chutar as de uma matéria que você sabia. Aliás, a dica que vale pra prova inteira é: não sabe, pula. Volta depois. Fazer o que você sabe primeiro vai te garantir acertos e evitar breakdowns por frustração ou a situação comum de “puta que pariu, passou uma hora e eu nem percebi porque tava preso tentando resolver duas questões”. 

Recapitulando: separe as matérias em grupos. Comece por uma média-boa. Faça as suas boas-ótimas e médias, se possível intercalando exatas e humanas. Termine com as ruins. Você não precisa decidir EXATAMENTE como vai fazer a prova antes, é pra isso que serve ler antes de começar. Chegou lá, viu que uma média sua tá mega fácil? Viu que sua melhor matéria tá o demônio? não tenha medo de mudar um pouco a ordem. Eu vou dar o exemplo de como EU fazia pra facilitar: minhas melhores matérias eram história/geografia/inglês. As minhas médias-boas eram biologia, literatura. Português e química ficavam nas médias. Matemática e Física eu jogava pras lixo. Então eu começava a prova GERALMENTE com biologia, aí seguia pra história, aí química, aí geografia/português/literatura na ordem que viesse ou na ordem que eu achasse melhor na hora. Olhava física e matemática e fazia a que eu achasse que estava mais fácil primeiro (ou as questões de cada uma que estavam ok primeiro, voltando depois pra brigar pelas difíceis, ou chutar mesmo). 

Falando em chutar, você VAI chutar. Na minha melhor fuvest, eu chutei umas 5-10 questões. É normal. Isso não vai arruinar sua prova. Eu fiz 67 pontos aquele ano. Não vale a pena ter crise de nervos se tiver que chutar alguma questão no meio da prova, nem perder tempo se você não tem a menor ideia do que se trata o assunto (especialmente em exatas com respostas em números). Enfim, testem várias ordens diferentes em simulados seguindo mais ou menos essa lógica e achem a melhor pra vocês, ajuda bastante na sua tranquilidade já ter um plano ao começar a fazer a prova.

Segunda dica, e talvez a que mais me ajudou: é hora de falar de canetas!!! :) por incrível que pareça, nem toda bic preta é igual (wow). Essa é outra coisa que vocês vão ter que testar por si mesmos, mas vamos lá: todas as canetas esferográficas são fabricadas em 0.7, 0.8, 1.0, 1.2 e 1.6, como lapiseiras, em alguma marca (eu falei bic porque no caso eu lembro deles terem todas essas bitolas, mas existem de outras marcas também). Com uma 1.6, no Enem, eu te juro que você preenche o gabarito pelo menos uns 20-30% mais rápido do que com uma normal. Em alguns vestibulares os quadradinhos são pequenos demais, aí não compensa e eu preferia usar a 1.0 (que é a comum) mesmo, mas especialmente pro Enem, que todo segundo conta… Fica a dica. Segundo: escrevendo com uma 0.7, você economiza espaço de redação. Minha média passando a limpo um texto rascunho escrito com uma 1.0 bonitinho pra folha final na 0.7 era de economizar até CINCO linhas. E isso é uma diferença do caralho. Pra fazer a prova em si, vocês tem que achar qual a caneta mais confortável (tem empunhadura redonda, triangular, etcs, e você vai ficar com aquilo na mão umas 5 horas, então é bom saber o que cai bem né) e a que é melhor pra VOCÊS escreverem. Minha escolha era uma bic azul 0.8 quando podia caneta azul. “Nossa, mas aí eu vou levar 77 canetas pra prova?” se possível, sim. Seja a louca das canetas!!! é minha melhor dica. Eu já cheguei a levar tipo 10 canetas pra um vestibular (2 de cada das minhas favoritas em cada cor, basicamente). Melhor sobrar do que faltar, né? Caneta é um diabo pra falhar bem na hora h, e de qualquer modo essas geralmente já vem pelo menos 3 no pacote - custa nada levar todas (e testar elas antes!!!). Além do que, com várias bitolas e duas cores de caneta, você pode organizar seu texto da redação bem melhor, anotando em cima, riscando, mudando e tal antes de passar a limpo, e evitar erros. Tem mais um detalhezinho: as 0.7 e 1.6 não são fabricadas em tubo transparente, geralmente. Not a problem, cata as caneta bic normal todas que tiver em casa de tubo certo (ou do seu tubo transparente de escolha), tira o cartucho e troca. Se não sair com a mão, só pegar um alicate e puxar. Fiz pra todos os vestibulares e, sério, me preocupar com as canetas já salvou minha vida. 

Não esqueçam de levar água (mas cuidado com congelar ela e molhar everywhere). Pausas pro banheiro/comer/preencher gabarito são boas. Você não vai conseguir ler 5 horas seguidas sem seus olhos buggarem. Pare e olhe pra frente, pra longe, pra perto, pro chão, etcs, de tanto em tanto tempo - evita cansaço excessivo dos olhos. Tá com dor de garganta? leva uma balinha, uma pastilha. Acha que pode ter dor de cabeça, cólica, whatever? leva o remédio na ‘marmita’. Só o comprimido mesmo, fora da embalagem, pra evitar algum fiscal mais chato. Os simulados servem pra vocês testarem o que vão comer e QUANDO vão comer também - cada um tem uma necessidade nutricional aqui e não dá pra recomendar grande coisa. Mas almoçar algo com uma certa sustância (não pesado, mas não também só um prato de salada) costuma ajudar. É meio óbvio, mas saiam com bastante antecedência de casa. BASTANTE. Shit happens. Se você faz cursinho, não falte nas últimas aulas!!! Dicas importantes costumam rolar nelas. E por último: vá pra prova o mais calmo e confiante que der pra ir. Eu sei que é foda, eu sei o que é ter crise de ansiedade, mas se tiver qualquer coisa que possa minimamente te acalmar antes da prova, como uma música, um livro, um filme, qualquer coisa, use. Não encane de pegar os livros pra estudar no dia/manhã antes da prova. Você não vai absorver nada, vai por mim, não funcionar, só causar stress. Relaxe (como der), coma direito, durma (como der), erga a cabeça e… aí é só encarar. Boa sorte, vestibulandos de 2017! 

Dizem que só é possível se admirar um jardim depois de certa idade, e acho que existe alguma verdade nisso. Provavelmente tem algo a ver com o grande ciclo da vida. Parece que há algo de miraculoso em ver o inexorável otimismo de um novo broto após a desolação do inverno, uma espécie de alegria na diversidade a cada ano.
—  Como Eu Era Antes de Você - Jojo Moyes

Kim Seokjin (Jin):

Vocês já estavam juntos a um tempo, nada oficial, apenas se curtiam e ficavam, mas isso não impedia Jin de ser tão romântico e fofo o quanto pudesse. Porém naquela noite ele havia exagerado, queria pela primeira vez fazer uma “noite romântica” pra vocês, então ele preparou um belo jantar e te convidou pra passar a noite com ele. 

Keep reading

Todos têm o próprio caminho. Escolhas feitas. O modo como duas pessoas acabam no mesmo lugar no mesmo instante é um mistério. Entramos em um elevador com uma dezena de desconhecidos. Andamos de ônibus, esperamos na fila do banheiro. Isso acontece todos os dias.
— 

Antes da Queda – Noah Hawley

E então sua mensagem chegou nas minhas notificações,
antes de ler eu pensei e repeti comigo mesmo
“eu sou forte, eu sou forte, eu sou forte…”
abri sua mensagem e li,
era uma despedida.
Desabei. 
Eu não fui tão forte como imaginava ser.

cores e seus sentimentos

laranja: o café da manha que sua mae prepara só quando tem visita em casa, sair pra caminhar em dias ensolarados, acordar antes do seu alarme tocar, abrir presentes, fechar os olhos em um lugar barulhento, atender ligações no seu aniversario, sonhar acordado durante a aula, abraçar alguem cheiroso, entender poesia clássica, comprar material escolar, vestidos de bolinha, fazer carinho em cachorros de rua, festas a fantasia, filme de terror numa sexta feira 13, sua cor favorita.

verde: tardes no parque, casas de madeira que tem vida própria, carros abandonados, trocado perdido no bolso da calça, o metrô de madrugada, a nostalgia dos filmes animados, visitar sua casa de infância, cair no sono a tarde sem querer, ler poesia antes de dormir, se arrumar pra sair e se sentir confiante noite inteira, trocar bala de menta em um beijo, o cheiro de canela, mandar carta a amigos distantes, longas viagens de carro

vermelho: acender fosforos só pra ver a chama queimar, beijar a pessoa a qual você nao para de pensar, sair escondido, o som de salto alto sobre pisos de madeira, bolo de aniversario, saidas de emergência, dormir nú no frio, passar os dias dos namorados com as amigas, conversas existencialistas na madrugada, terminar um livro em uma noite, beber pela primeira vez, comprar flores pra sua mae no caminho de volta do trabalho, joelhos ralados, sarcasmo

azul: a estatica da tv quebrada, madrugadas acesas pela luz da geladeira, tomar banho de mar, contos da mitologia grega, esculturas de mármore, abrir a janela num dia de ventania, andar de aviao pela primeira vez, sair do cinema depois da meia noite, dormir na casa dos outros, tinta respingada na parede, abrir um biscoito da sorte, não conseguir dormir por ficar pensando no dia de amanha, livros infantis, beijar no cinema, tomar banho no inverno

amarelo: beijos doces, cafunés, café logo depois de acordar e na sua xicara preferida, a areia macia entre os dedos, risadas selvagens, memórias calorosas, receber flores no dia do seu aniversário, precisar mentir pra não machucar alguem, ouvir alguem falando uma lingua estrangeira, se sentir produtivo, fazer alguem sorrir, tomar limonada, rir das proprias piadas, dançar sozinho repentinamente, virar a noite e ver, pela janela aberta, o sol

violeta: cheiro de banho tomado, museus vazios, mulheres de terno, tirar 10 em uma prova difícil, sentir-se amado, conhecer alguém famoso, ir ao parque de diversões, chupar pirulito, tomar milkshake, dormir com alguem, se machucar e ter quem cuide de você, ver filmes de acao e ter o sentimento de que voce adquiriu as habilidades dos personagem e pode salvar o mundo, sempre esquecer os nomes que você deu aos seu bichos de pelucia, fazer as malas pra viajar, e eu, pequena, tentando convencer todos a me chamarem por um outro nome