animais de estimação

Depois de um tempo precisamos pensar naquela pergunta que todos os adultos nos fazem quando somos crianças: O que você quer ser quando crescer? Essa pergunta pode ter inúmeros sentidos, desde a sua profissão até o seu caráter. É relativamente fácil escolher o que queremos fazer na vida: uma máquina de dinheiro, mas é terrivelmente difícil escolher quem seremos, com quem estaremos, que mudanças enfrentaremos. Existem pessoas que nos julgam por palavras escritas na internet, por números, por status, mas você realmente conhece essa pessoa? Digo, conhece a alma, o caráter, a verdadeira índole? Como alguém que provavelmente nem se conhece, conhecerá o outro? Vivo caminhando sobre a terra vermelha, a grama molhada, as poças da água e o asfalto morno no meio da madrugada. Sou um pedaço de vários alguéns porque acredite ou não, por mais singular que seja você sempre terá um pedaço de alguém. Você mudará por alguém, crescerá em um ano mais do que em vinte e sentirá uma angústia terrível por não saber quem realmente é. Somos pedaços dos nossos pais, família, amigos, companheiros, animais de estimação, mas ainda sim, não sabemos quem somos de verdade. Cada dia a gente enfrenta algo diferente, começa a enxergar as dificuldades dos outros e quem tem a capacidade de colocar as dificuldades do próximo acima das suas possui um poder incrível nesse mundo repleto de egoísmo, raiva, ódio, depressão e solidão. Colocar os pequenos problemas dos outros acima dos seus é algo raro e que por muito tempo julguei errado, pois sempre pensei: Como podemos esquecer de nós e lembrarmos dos outros? Estava completamente equivocada, visto que errado é esquecer que o ser humano é feito de carne, osso e coração. Coração que pode ser apenas um órgão, mas também é o que traz empatia e representa a alma e a essência. Sobre aquela pergunta que todos os adultos que participam da nossa vida fazem ocasionalmente, você deve se perguntar: O que quero ser no dia de amanhã? É mais justo, melhor para refletir e mais fácil pars vislumbrar os pequenos quebra-cabeças da vida. Hoje sou um eu e amanhã serei outro completamente diferente. Um ano atrás não sabia o que a vida me esperava e para a minha surpresa também não saberei o que a vida me reserva no próximo ano, pois posso fazer planos, marcar encontros, fazer viagens, conhecer pessoas completamente diferentes de mim, posso aprender algo novo durante 365 dias ou posso viver em um canto do quarto, excluída do mundo e mergulhada em livros. É tudo uma escolha, sua escolha. Então, o que você quer ser amanhã?
—  Anna Paula Varella.
Me mande uma pergunte e reblogue.

1. Se você pudesse trocar de nome, qual nome usaria?

2. Já teve fake?

3. Tem animais de estimação?

4. Já se apaixonou por um(a) babaca?

5. Entende de política?

6. Qual seu posicionamento político?

7. É a favor da legalização/descriminalização do aborto?

8. Conhece alguém que já abortou?

9. Você já sofreu algum acidente?

10. Se pudesse voltar no tempo, voltaria para que ano?

11. Seus pais são separados?

12. Namora? Se sim, há quanto tempo? Se não, está solteiro(a) há quanto tempo?

13. Se considera uma pessoa responsável?

14. Tem muitos amigos?

15. Tem facilidade para fazer amigos?

16. Usa/já usou aparelho? 

17. Usa/já usou óculos?

18. Prefere chocolate branco ou preto?

19. Doce ou salgado?

20. Ainda tem contato com o seu primeiro amor?

21. Já ficou com alguém de fora do Brasil?

22. Uma música marcante?

23. Assiste novela?

24. Ultimo filme que assistiu no cinema?

25. Ultimo show que foi?

26. Torce para algum time? Qual?

27. Já mandou nude?

28. Já recebeu nude?

29. Cite uma coisa que todo mundo gosta mas você não gosta.

30. Cite uma coisa que você gosta mas quase ninguém gosta.

31. Qual a maior mentira que já lhe contaram? 

32. Mora em casa ou apartamento?

33. Fala muito palavrão?

34. Se considera uma pessoa feliz?

35. Se considera uma pessoa bonita?

36. Qual a coisa mais legal que te aconteceu nos últimos tempos?

37. Qual a coisa mais triste que te aconteceu nos últimos tempos?

38. Quanto você calça?

39. Tem algum preconceito que mesmo querendo você não consegue passar por cima?

40. Qual sua religião?

41. É o tipo de pessoa que admite os próprios erros ou nega até o fim?

42. Tem dificuldade de receber críticas?

43. É ciumento(a)?

44. É orgulhoso(a)?

45. É preguiçoso(a)?

46. Qual a rede social você mais usa?

47. Qual a rede social você menos usa?

48. É a favor da pena de morte?

49. Bandido bom é bandido morto?

50. É a favor de cotas para negros em concursos?

51. Ultima coisa que te fez chorar?

52. Ultima coisa que te fez sorrir?

53. Gosta de comemorar seu aniversário?

54. Já foi assaltado(a)?

55. Fuma?

56. Bebe?

57. Já fumou maconha?

58. Já ficou com alguém do mesmo sexo?

59. Se aborrece com facilidade?

60. Perdoa com facilidade?

61. O que pensa sobre mulheres que não pretendem/querem ter filhos?

62. Um fato sobre você?

63. Chora com frequência?

64. Já foi ao psicólogo?

65. Toma algum tipo de remédio?

66. Sabe dirigir?

67. Já trabalhou?

68. Qual seu signo?

69. Acredita que signo influencia em alguma coisa?

70. Acredita em amizade entre ex?

71. Já se afogou?

72. Sabe nadar?

73. Sabe tocar algum instrumento?

74. Passa muito tempo na internet?

75. Se pudesse se mudar, iria pra onde?

76. O que mais te atrai em uma pessoa?

77. Sua beleza é dentro ou fora dos padrões?

78. Se importa com beleza física?

79. Um defeito seu?

80. Uma qualidade sua?

81. Sabe cantar o hino nacional?

82. Tem tatuagem?

83. Tem piercing?

84. Seus pais são modernos ou caretas?

85. Como você reagiria se soubesse que vai ganhar um filho agora?

Aprenda a estar só.

Você vai ficar sozinho, uma hora, um dia, um mês, um ano, você vai. Não entenda isso como algo ruim, todos nós ficaremos. Perceber isso me fez entender que devemos amar a si mesmos antes de amar qualquer outro alguém. Nada, nem ninguém, é eterno. As pessoas vão embora, os seus animais de estimação vão embora, sua série favorita acaba, sua infância acaba. Aprenda que depois que você cresce, é você por você mesmo, meu amigo. Não se sinta mal por saber que está é a realidade, ela não é ruim, é só… a realidade. Você veio sozinho nesse mundão, tão imenso e cheio de decepções  e oportunidades, mas mesmo assim, conseguiu chegar até aqui, somente por sua conta. Assim como a gente chega só, vamos embora com nós mesmos. E é por isso que você deve continuar fazendo o que gosta, o que quer, para chegar aos seus sonhos, porque ninguém te levara à eles, a não ser você. Então não se preocupe, não se preocupe se o seu amor foi embora, se o seu melhor amigo te deixou, se seus pais não te deram a mesma importância que davam quando você tinha 5 anos. O importante aqui é você, somente você. Você é a razão de estar aqui, de ter o que tem, de ter a sabedoria que tem, isso tudo é você. Não deixe de lutar pelo o que você quer por alguém, ou por algo que foi embora. Com tudo isso, não quero dizer que só ligue para si mesmo, pelo contrário, ame aos outros, mas quando eles forem, se ame muito mais. Isso não é uma carta de ódio aos outros, é uma carta de amor a si mesmo.

 “Nós seres humanos, estamos na natureza para auxiliar o progresso dos animais, na mesma proporção que os anjos estão para nos auxiliar. Portanto quem maltrata um animal é alguém que não aprendeu a amar”. ~ Chico Xavier

Acho (quase) muito certa essa citação. Só não concordo com o fato de que “nós” ajudamos os animais em sua evolução. Na verdade, aos meus olhos, são ELES que nos auxiliam na nossa. São seres dotados de luz própria, amor incondicional, amizade verdadeira e dedicação total. São eles que nos ‘abraçam’ quando menos esperamos e quando mais precisamos. Ficam sempre por perto, te protegendo, velando. E, também procuram por você, pela sua proteção e auxílio quando são eles que estão com medo. Se sentem protegidos e amparados em seus braços, com seu toque ou até com um simples: “O que foi, querido(a)? O que quer? … ah, já entendi! Vem com a mamãe! Não se preocupe, não é nada. Tudo ficará bem! Eu te amo!" 
Quem tem um animal e o ama realmente sabe o quão forte esse sentimento é. Ele é palpável, físico e é para sempre - mesmo! 
Pessoas que experimentam esse amor e se dedicam à ele sofrem bastante, muito mesmo, pois tudo o que ameaça seus amados dói e nem sempre você pode protegê-los de tudo. Por mais que você queira! Infelizmente não se pode parar o tempo deles. Eles crescem rápido (demais!) e depois nos deixam cheios de saudades e a sensação eterna de que sempre haverá um pedaço importante de nós mesmos faltando. Um vazio que nunca será preenchido, pois nenhum filho substitui outro - nunca! O que acontece é que você arruma outro quarto em seu coração e em sua vida para um novo membro da família. Mas, isso leva algum tempo… não sei quanto… talvez quando você conseguir falar ou pensar naquele(s) que fez (fizeram) a travessia, sem chorar ou sentir uma "fundeza” no estômago… A verdade é que sempre estaremos prontos para recebê-los mas, NUNCA estaremos prontos para vê-los partir - e isso é um fato! *experiência pessoal* 
Mas… chegará o dia em que só as lembranças felizes e, mesmo as silenciosas dele(s) o farão sorrir. E aí você terá a certeza de que fez o melhor e que você não poderia tê-lo(s) amado mais do que amou. E nesse dia, finalmente, seu coração e mente experimentarão a Paz. … *esperando ansiosamente por ele!* 
Quando se prova o amor de forma tão intensa - como é a do relacionamento com os animais, acredito que VOCÊ é que foi o maior beneficiado de toda essa experiência. Você se abre mais, se envolve mais, sorri mais e percebe que coisas muito simples é que trazem, de fato, felicidade.
É por isso que acredito sinceramente que são eles, os animais, que são nossos grandes professores - e, por muitas vezes, salvadores! Prestando atenção à suas lições e vivendo-as, estaremos em passos cada vez mais adiantados rumo à nossa evolução. Eu aprendi a lição, e você? 

Dedicado à meus filhos amados que já fizeram a passagem e aos que ainda me dão a honra de sua companhia. AMO VOCÊS, CRIANÇAS! OHANA!!