ana-santos

Namoro a distancia

É complicado. Sim! Muito complicado. É complicado você amar tanto uma pessoa e não pôde vê-la de perto. Cara a cara. Olho no olho. Sabe o que é não conseguir abraçar uma pessoa, pelo simples fato dela estar longe de você? Sabe o que é ver uma pessoa que tu ama muito, chorar do outro lado da tela e não conseguir conforta-la? Abraça-la e dizer no ouvido dela, que tudo vai ficar bem? Pois é. Eu choro. Choro só de saber que não posso toca-la. Não posso sentir o cheiro do perfume dela. Não posso sair com ela de mãos dadas na rua. Não posso beija-la. Simplesmente, não posso. É estranho você desejar tanto uma pessoa que nunca viu. É estranho e incrível ao mesmo tempo. Mas tem um lado bom nessa história. Um dia eu vou encontra-la. Vou pegar ela no colo e dizer o quanto a amo. Vou ficar o dia inteiro ao lado dela, brincando, fazendo cócegas, ver aquele sorriso que um dia sonhei ver de perto, apreciar seu belo rosto enquanto dorme, assistir filmes românticos num sabado a noite. Vou recuperar todo o tempo perdido só pra ficar com ela. E quando chegar esse dia, vou ser a pessoa mais feliz desse mundo.

— Ana Luiza dos Santos Dias