aline oliveira

youtube

Aline Oliveira in the gym

Descobri uma liberdade gostosa, uma que só eu posso entender, que nem eu posso explicar e não paro de querer sentir. É o prazer, a felicidade que a gente acaba encontrando nas curvas do próprio corpo. É o descobrir do seu ser, do poder que esse ser tem sobre tudo, basta você impor e ninguém vai ter a coragem de discordar de algo tão cheio de si. E não é aquele si egoísta, é aquele amor que de tão próprio acaba coletivo. Acaba sendo sentido por todos em cada sorriso teu. É algo meu, algo que ninguém pode roubar.
—  Aline Oliveira.
6

Tem ambições que não cabem em uma só vida. Tem rancores que não cabem em uma só vida. Tem vinganças que não cabem em uma só vida. Tem resgastes que não cabem em uma só vida. Tem desamores que não cabem em uma só vida. Tem amores que não cabem em uma só vida. 


Novo tempo, novo século, nova vida, nova fase: Além do Tempo.

Quanto mais grosso, rude e idiota você é, mais gente vai correr atrás de você e te implorar atenção. O amor, a compreensão, o bom humor e o carinho são velhos contos de fadas, que ficaram nas páginas empoeiradas de um livro esquecido.
—  Aline Oliveira.
Ser superior não é questão de quem grita mais alto ou quem se sai melhor na porrada. Longe disso. Ser superior é mesmo com tantos motivos, ainda conseguir sorrir e desejar um bom dia a quem só te quer mal.
—  Aline Oliveira
Levo os dias cada vez mais solitária, vejo pessoas que nunca me imaginei sem, distantes. Pessoas que diziam me amar, falando mal pelas costas. Não consigo confiar, e por isso não me entrego, não ficar com um pé atrás ou com receio de abrir o coração, é impossível. Por isso prefiro me guardar, me manter calada, quieta e sozinha. Não gosto de ser assim, mas é a única forma de ficar segura de que meus problemas não vão cair na boca de outros. Outros que só querem me julgar. Estar só não é opção, é obrigação..quando não se quer machucar o coração.
—  Aline Oliveira
Chorei, culpei a tpm, tracei metas que nem lembrei de cumprir no outro dia, planejei mudanças, dietas, rotinas. Levantei, deitei, me desesperei. Me senti insegura, me calei, gritei alto demais. Retruquei, fui momentos intensos de ódio, quis morrer de amor. Saudade, desconfiança, baixa auto estima. Dorflex, dipirona, buscopan. Solidão, oração, fé. Dias melhores, desejos. Tormentos, medo, olhos bem abertos. Loucura, preciso reagir.
—  Aline Oliveira.
O ser humano foi e é capaz de tantas coisas. Descobriu luz, dinheiro, carros, aviões, tira utilidades de milhares de pequenos objetos, faz tantas coisas incríveis com a mão e a mente. Mas hoje, uma coisa tão simples, não são capazes. De amar e apreciar o amor que lhe é dado. Algo que não queima, não quebra, não cai e nem faz guerra.
—  Aline Oliveira.
Ignorar é a questão. Tem gente que não vale seu grito, sua perda de tempo, seu sono, sua raiva, muito menos o seu choro. Deixa falar, deixa duvidar de ti. Ninguém tem inveja de gente sem caráter ou luz própria. Então se ergue, sorri e ignora. Como dizem, o silêncio é a melhor resposta.
—  Aline Oliveira
Tudo que eu peço, é coragem. Coragem pra levantar e correr atrás dos meus objetivos, para rir dos problemas e de suas consequências, para seguir em frente, mesmo que sem forças, mesmo que ninguém segure minha mão. Coragem pra lidar com os sentimentos e as obrigações que vão crescendo junto com você. Coragem pra entender que a vida é passageira e o ônibus que a leva, é muito rápido e imprevisível. Coragem pra querer. Porque quando a gente quer, a gente faz acontecer.
—  Aline Oliveira.
Eu não amei ele, não foi amor… foi abraço quente no inverno, era a companhia na cama, o olhar correspondido, a frase completa. Não foi amor, foi melhor. Eu não cheguei a amar aquele cara, foi muito mais que isso.
—  Aline Oliveira.
Trago comigo toda a dor de ser quem eu sou, principalmente nesses últimos dias. Sou grata por tudo que tenho, mas não estou satisfeita com o que sou. Infelizmente sou dona de um coração frágil, que a todo momento me prega inúmeras peças que me amarram e me levam ao chão. Espero um dia ser indiferente ao que me machuca, ao que me abstrai e me tira do sério. Que eu seja capaz de “tascar” o foda-se e simplesmente viver feliz com o que faço, com o que sou. Que eu possa sentir que sou suficiente pra algo ou alguém, e principalmente pra mim mesma.
—  Aline Oliveira.