aladim

Sei como é difícil superar, e passar por tantos momentos difíceis na vida, sei que ninguém é perfeito, e que todo mundo precisa de ajuda, ninguém é de ferro, e ninguém precisa ser de ferro. Somos seres humanos, falhos, míseros, tão pequenos, tão pó, e mesmo assim, acham que nossas vidas tem que ser perfeitas, mas não, não temos que ser perfeitos, porque ninguém é perfeito. É fato, que temos dores e mais dores no nosso mundo, o mundo não é a lampada do Aladim para termos todos os nossos desejos realizados, nossa vida é uma montanha russa, uma hora tu tá la em cima, e outra hora tu ta lá embaixo, é normal, não se ache que tu não é digno e que tu não vai conseguir, porque você é único, tu é especial. Na sua dor tu pode ajudar outros, porque a muitas outras pessoas que passam pelo mesmo. Ah momentos que tudo o que precisamos e queremos ouvir  é um “ta tudo bem”, “segura a minha mão”, mas sempre tem alguém que está disposto a falar “vai fica tudo bem”, “conta comigo”, “chora aqui comigo, chora, eu vou ouvir, não vou te deixar de lado”. Jesus sempre nós diz: tudo bem se você quer sorrir para todos, eu sei que no fundo chora, mas seja sincera consigo mesmo, não minta pra você mesmo, não deixa se afogar, com todo esse sentimento ai não, não faça isso consigo mesmo, vai ficar tudo bem pode ter certeza, eu ainda to aqui, eu to aqui contigo. Eu sei que se você tentar, um dia após o outro, mas sendo sincero consigo mesmo, eu vou estar te sustentando, e você vai conseguir, o sol vai voltar, o sorriso vai voltar, você vai encontrar seu lugar, seja em algum lugar que tu esteja, ou seja em alguém, ou até mesmo em mim, eu vou fazer tudo por você, coloca pessoas ao seu lado, vou fazer de tudo e colocar o que for preciso para você conseguir passar por esse momento, mas não se fecha, não fecha o seu coração, me deixa entrar, deixa outras pessoas também entrarem, se alguém te magoar eu vou curar, mas não feche os olhos para o lado bom da vida, quando eu sempre estou contigo.
—  Servos do Senhor 
Como se comportar?

Desde pequena vi o Tarzan e a Jane andarem pelados. Cinderela chegava meia noite. Pinocchio mentia. Aladim era ladrão. Batman dirigia a 320 km/h. Branca de Neve morava com 7 homens. Popeye fumava grama e era todo tatuado. E o Pac Man corria numa sala escura com música eletrônica comendo pílulas que o deixavam acelerado…TARDE DEMAIS! A culpa é da INFÂNCIA!

(…) Paramos a beira do precipício. Nossa visão se projeta para o abismo, somos tomados por um assomo de náusea e vertigem. Nosso primeiro impulso é afastar-nos do perigo. Sem a menor explicação, permanecemos ali. Lentamente, nosso enjoo, nossa tontura, nosso horror se mesclam a uma nuvem de sentimentos indizíveis. Gradativamente, ainda mais perceptível, esta nuvem toma forma, como o vapor que surgiu da garrafa de Aladim e formou o gênio das Mil e Uma Noites. Porém desta nossa nuvem à beira do despenhadeiro, torna-se progressivamente uma forma mais terrível que a do gênio, muito mais horrenda que a de qualquer demônio lendário; e no entanto, é somente um pensamento, por mais amedrontador que seja, que nos gela até a medula dos ossos com a ferocidade inerente à delícia de seu pavor. É meramente a ideia de qual seria a nossa sensação durante o mergulho precipitado de uma queda de tal altura. E esta queda — esta aniquilação rápida — pela própria razão de que invoca a mais macabra e repugnante dentre todas as imagens tétricas e repelentes da morte e sofrimento que já se apresentaram à nossa imaginação — por esta mesma causa imaginamos saltar agora e o desejamos vividamente. E uma vez que nossa razão violentamente nos impede que cheguemos à borda, justamente por isso nos aproximamos mais impetuosamente. Não existe na natureza que seja tão demoniacamente impaciente como a daquele que hesita à margem de um precipício, meditando sobre se há de saltar ou não. Deter-se, ainda que por um momento, na contemplação desse pensamento, é estar violentamente perdido; porque a reflexão nos ordena afastar-nos sem demora e portanto, exatamente por isso, é que não podemos. Se não houver um braço amigo que nos ampare, ou se não fizermos um esforço súbito para afastar-nos do abismo, saltaremos e seremos destruídos.
—  Edgar Allan Poe.
youtube.com
COMO ESTUDAR (sério, é possível) - Débora Aladim
Dicas muito simples pra fazer o estudo render em duas horas o que não renderia o dia todo :) Você tem mais dicas legais? Comenta aí pra fazermos uma parte 2!...