ainda somos os mesmos

Bios para Instagram

“Seja de verdade em tudo que você faz. 🌻”

“Em toda a parte só se aprende com quem se gosta. ❤😍”

“Pela fé eu verei meus sonhos realizado por Deus. ❤🌻🙌”

“Que a minha felicidade não dependa da má vontade alheia. 🙏🌼”

“Tenho meus limites. O primeiro deles é meu amor-próprio. 😘😌”

“Não me pergunte quem sou e não me diga para permanecer o mesmo. 👍”

“Quando somos bons para os outros somos ainda melhores para nós. ❤”

“Mesmo tendo juízo não faço tudo certo.Todo paraíso precisa um pouco de inferno. 😈”

“A única verdade é que vivo.Sinceramente, eu vivo. Quem sou? Bem, isso já é demais. 😎”

“Ninguém tem o direito de me julgar a não ser eu mesmo. Eu me pertenço e de mim faço o que bem entender. 😘”

“E que fique muito mal explicado.Não faço força para ser entendido.Quem faz sentido é soldado… 😆😘”

“Não me iludo com elogios nem vou abaixo com críticas. Tenho consciência de quem sou e isso basta para mim. ”

“Porque eu sou do tamanho daquilo que sinto, que vejo e que faço, não do tamanho que as pessoas me enxergam. 😀”

SE PEGAR DÊ LIKE OU REBLOG

Ninguém entende porque ainda insistimos tanto nisso, porque ainda depositamos todas nossas forças e apostamos nossas fichas no nosso amor. Quer saber? Eu nem faço questão que alguém entenda. O que me importa é que a gente ainda é a gente. Somos um do outro. Mesmo com esses problemas, os obstáculos e tudo que essa vida nos impõe: nos pertencemos. E nisso eu acredito até o fim. Tenho quase certeza de que nossa conexão é de outras vidas.
—  Para Sempre Nós
De Volta ao Amor

Foi só um vislumbre de amor
Sem pressa, cheio de frescor
Do que poderia ter sido
Comigo, contigo, com amor
Querido, querida
Amigos, família
De dia e de noite, sem temor
Hoje, bem-vindos, subindo
Tinindo com tainha e vinho
Sentindo juntinhos
Com o que sobrou
Você voltou
Depois de muito tempo sem te ver
Veio sem aviso reaver o que havia perdido
Seu querido, lindo e bonito, eu, seu amor
Acabou o sofrimento que havia ficado
Era mais que certo que eu havia reencontrado
A única pessoa que quero ao meu lado
Calmo, sereno, amor
Pequeno e amado desejo
Que eu tinha deixado parado
Até esse momento chegar calado
Fervendo sem pressa de esfriar
Ainda somos os mesmos dois
De novo, o mesmo gosto no mesmo paladar
Agora, de volta à Terra, no meu Brasil
O que sonhei, se existiu, já sumiu
E é assim que termina toda história de amor
Com glória, vitória, ou com as dores de quem tentou
Se é que um dia começou
Mas, agora, acabou.

Por: Len (O MOMENTARIUM)

Em pouco tempo, da maneira mais lenta e desagradável de todas, eu acabei descobrindo que viver sem você é a mesma coisa que só existir. Só, existir. Entende agora? É apenas vagar na terra, batendo entre uma lacuna e outra cheia de esperança, em encontrar você outra vez. Se eu correr ainda dá tempo de a gente finalmente viver tudo aquilo que eu passei a vida planejando pra nós dois, desde o início?
Mesmo que o mundo seja outro, os planos sejam outros, ainda que tudo tenha mudado, eu e você ainda somos os mesmos, e mesmo que não, ao menos a história ainda é a nossa, história. Talvez com uma ou outra linha torta mas, mesmo assim, nossa. Mudanças no caminho enquanto a distancia existia. Um buraco aqui e outra sombra ali, um erro aqui, outro ali na frente, ainda assim, são as mesmas consequências que trouxeram, empurraram, esbarraram eu e você outra vez, na mesma curva, mas em um outro momento. Brincadeira ou segunda chance? Cedo demais para saber. Tarde demais para dizer que já é tarde demais. Usando o velho e mais absoluto clichê de todos, eu estou aqui por você, e estarei daqui a dois mil anos se você quiser. É o tipo de relação que a confiança não acaba com as idas, é o tipo de sentimento que não deixa ninguém ir sozinho muito longe, e mais que isso, é amor. É o amor que me fez voltar, e eu voltaria mais dez vidas, se pudesse te encontrar no caminho. Entende agora?
—  Willian O.