acordei de bem com a vida

Não quero mais saber o que ele come, se sente frio, se reatou com a antiga namorada, se continua lindo de morrer, se acabou comprando aquele tênis que eu disse que combinava com ele. Não quero saber nada disso. Quero virar autista e fingir que ele nunca existiu. Assim sofro menos. Assim vivo mais. Hoje eu reparei que as olheiras diminuíram. E que deixei de chorar. Me achei mais corada. Menos pálida. Mais bonita. Uma beleza melancólica. Tem um pouco de tristeza nos meus olhos. Mas vou me maquiar. Senti vontade de me arrumar. Pra mim. Para meu espelho. Pra me animar. Uma amiga me convidou pra um happy hour. Vou. Uns caras me olharam, me senti mais mulher, me senti bem. Quase não lembrei dele. Estou trabalhando bastante. É bom ocupar a cabeça. Parei um pouco de beber. Arrumei minhas gavetas. Joguei umas coisas fora. Decidi limpar as coisas por aqui. Acendi um incenso. Dancei sozinha na sala. Ri. Fui na padaria. Comprei pão francês e queijo cottage. Decidi dar uma volta no Ibirapuera. O dia está tão lindo. Encontrei uma velha conhecida. Conversamos. Marcamos um sushi para o dia seguinte. Fui jantar com a velha conhecida. Me diverti. Voltei pra casa, assisti um filme bobo, lembrei dele, chorei, sequei as lágrimas e me perguntei: por que estou chorando? Entrei no Facebook e vi uma foto dele com uma mulher peituda. Chorei mais. Dormi chateada e pensei isso-nunca-vai-passar. Comecei a caminhar todos os dias pela manhã. É melhor, vou para o trabalho com mais ânimo. Um cara bem interessante caminha por lá também. Não usa aliança, está sempre sozinho, ouvindo música e com o olhar longe. Parece eu. Me distraí. Esbarrei no cara. Ele se desculpou e sorriu. Nossa, que sorriso bem lindo. Senti uma coisinha no peito. Sorri de volta e segui andando. Na outra volta encontrei ele de novo, que sorriu mais uma vez. Para, que vou morrer aqui. Na outra volta eu já estava cansada, mas ansiosa por aquele sorriso. Ele sorriu. Me derreti. Parecia uma abobada. Voltei pra casa. No outro dia acordei feliz da vida, o cara sorridente ia estar lá de novo. E estava. E sorriu. E sorri. E ficamos nessa por uma semana. Até que ele pediu meu telefone, eu dei e ele me ligou. Quer ir ao teatro comigo? Quero. Enquanto eu me arrumava ele me ligou. Ele, que me deu um pé na bunda. Não atendi. Sorri. E tentei lembrar a última vez que lembrei dele. Não consegui. Talvez eu volte a acreditar no amor de novo. Talvez eu nunca mais sofra. Talvez. A vida é cheia de “talvez”, mas uma coisa é certa: o tempo ajuda. E não adianta você dizer que não e tentar lutar contra isso.
—  Clarissa Corrêa.
🌊 Status Para Fotos Na Praia🌊

🔹 Quero uma vida azul-piscina

🔹Hoje eu me sinto tão bem, tão bem, acordei com o sol me dando bom dia

🔹Tão natural quanto a luz do dia

🔹Que o vento leve todas as coisas negativas

🔹Praiana, prainha, praia, sorriso e alegria

🔹Felicidade é um fim de tarde olhando o mar

🔹Por um instante, se deixe em paz

🔹Vida difícil

🔹Por estar observando as 🌺 no chão, perdeu o arco-íris no céu

🔹O dia amanheceu tão lindo

🔹Deixa o 🌞 entrar pela casa 🏠

🔹Dia bom e a gente que faz

🔹Só quero paz e nada mais

🔹Ative sua vida

🔹Levo a vida deste jeito baby

🔹Summer paradise

🔹É o paraíso! suas curvas são cartões postais

🔹De sol️ a sol vivo plenamente

🔹Mudaram as estações

🔹Sol, calor, verão

🔹Minha felicidade fica mais evidente no verão

🔹Deixa o mar levar pra longe todo mal que existe

🔹Observar o pôr do sol, contemplando a vida e seus preceitos

🔹Céu e mar e alguém para amar

🔹Resolveu que queria sol, mar e paz

🔹Chorar rios, sorrir mares

🔹Do lado de cá a vida é bonita, a maré é boa de provar

🔹Mar calmo nunca fez bom marinheiro

🔹Quem é do mar, não enjoa

🔹Deixa o amor ir navegar. Porque se esse amor for seu, logo o mar devolverá

🔹Quis que você fosse minha âncora, mas lembrei que fui feita pra ser sereia e não navio

🔹Vontade de ir pra praia, sentar na areia, tomar um banho de mar, relaxar

🔹Por que hoje é dia de praia

🔹Amanhã o dia nasce outra vez

🔹A vida é como uma maré, quem não sabe surfar se afoga

🔹Que os dias sejam de sol, praia, vibe positiva e muita alegria

🔹Na calmaria da praia, o mar me abraça

🔹Sol, praia e mar

Ele me deu um pé na bunda. E doeu. Fiquei sem entender direito o motivo. Tudo parecia bem. A gente parecia bem. O mundo parecia um lugar bonito e seguro. Eu parecia bonita e segura. E de repente as coisas mudaram. Ficou um vazio grande no lugar dele. Ficou uma sensação de perda dentro de mim. Na hora em que o calo aperta e o coração quase derrete não adianta falar de tempo. Enfia o tempo no bolso e sai daqui! Não quero saber se o tempo cura, não quero ouvir que ele é o melhor remédio para todos os males. Não quero sair, não quero conhecer gente nova, não quero achar novo amor. Aproveita e enfia o novo amor no bolso também. Eu quero é ele. Ele, ele, ele. É que não tem ninguém igual. É que não vai ter sentimento igual. É que não vai ter outra pessoa que seja assim, tão única, tão perfeita, tão, tão…sabe? Não vai ter, eu sei. Eu sei e todo mundo sabe, não sei por qual motivo, razão ou circunstância ficam me enrolando e tentando me passar a perna com esse lance de o-que-é-seu-tá-guardado. Tenho certeza que ele é a minha alma gêmea. Eu nunca acreditei nisso. Até conhecer aquele homem. Meu Deus, ele é a metade da minha laranja. Por ele eu mataria e morreria. Por ele eu seria sempre melhor. Por ele eu seria até capaz de virar Amélia, a mulher de verdade. Por ele. Ele, que fez com que eu entendesse o amor. Ah, o amor. Aquele cretino. Aquele safado. Aquele ordinário. Aquele sem vergonha que faz a gente entregar o coração e acabar de mãos abanando e sangrando. Nunca mais vou amar ninguém. Não quero. Não vou. E não adianta você voltar com aquela história do tempo. E não adianta querer me levar pra sair, pra conhecer gente, pra esfriar a cabeça. Não quero saber de toda aquela baboseira de cortar o cabelo, renovar o guarda-roupa, começar a malhar, frequentar novos lugares, mudar velhos hábitos, incrementar o dia a dia. Não quero saber de tudo aquilo que as mulheres fazem para tentar achar A Cura. Não quero me curar. Quero beber todo dia uma vodca barata. Ou cara, depende do dia do mês. Quero beber e ficar sozinha. Prometo que não vou encher os ouvidos das amigas, das colegas de trabalho, dos amigos gays, da vizinha do andar de cima, da minha mãe. Prometo que nem vou buzinar nos ouvidos do terapeuta. Juro que me comporto. Fico eu, o pouco de sanidade que resta, o copo sempre cheio de vodca, algumas lágrimas e um punhado de recordações. Quero isso. Quero a depressão. Quero a fossa. Quero me acabar. Quero ficar arrasada para sempre. Quero ficar pensando nele o dia todo. Recordando cada momento que passamos juntos. Não quero saber de me entupir de chocolate e carboidratos. Vou fazer greve de fome até morrer. E antes vou deixar um bilhete: morri, seu idiota. Morri. Acho que agora estou entrando naquela fase da raiva. Aquela em que a gente imagina o cara de terno e gravata fazendo cocô. Aquela em que a gente começa a pegar nojinho. Aquela em que a gente usa todos os palavrões para definir o infeliz. Aquela em que a gente sai da fase da música de corno para cantar bem alto “I’m Every Woman” de braços abertos, abraçando o infinito, até ficar rouca e louca. Guardei as fotos em uma caixa e escondi ela no fundo do armário. Melhor deixar longe. Melhor não ver. Melhor parar de fuçar no Facebook. Melhor deixar de seguir no Twitter. Melhor deletar o telefone do meu celular. Melhor não dar uma espiada na vida da ex. Não quero mais saber o que ele come, se sente frio, se reatou com a antiga namorada, se continua lindo de morrer, se acabou comprando aquele tênis que eu disse que combinava com ele. Não quero saber nada disso. Quero virar autista e fingir que ele nunca existiu. Assim sofro menos. Assim vivo mais. Hoje eu reparei que as olheiras diminuíram. E que deixei de chorar. Me achei mais corada. Menos pálida. Mais bonita. Uma beleza melancólica. Tem um pouco de tristeza nos meus olhos. Mas vou me maquiar. Senti vontade de me arrumar. Pra mim. Para meu espelho. Pra me animar. Uma amiga me convidou pra um happy hour. Vou. Uns caras me olharam, me senti mais mulher, me senti bem. Quase não lembrei dele. Estou trabalhando bastante. É bom ocupar a cabeça. Parei um pouco de beber. Arrumei minhas gavetas. Joguei umas coisas fora. Decidi limpar as coisas por aqui. Acendi um incenso. Dancei sozinha na sala. Ri. Fui na padaria. Comprei pão francês e queijo cottage. Decidi dar uma volta no Ibirapuera. O dia está tão lindo. Encontrei uma velha conhecida. Conversamos. Marcamos um sushi para o dia seguinte. Fui jantar com a velha conhecida. Me diverti. Voltei pra casa, assisti um filme bobo, lembrei dele, chorei, sequei as lágrimas e me perguntei: por que estou chorando? Entrei no Facebook e vi uma foto dele com uma mulher peituda. Chorei mais. Dormi chateada e pensei isso-nunca-vai-passar. Comecei a caminhar todos os dias pela manhã. É melhor, vou para o trabalho com mais ânimo. Um cara bem interessante caminha por lá também. Não usa aliança, está sempre sozinho, ouvindo música e com o olhar longe. Parece eu. Me distraí. Esbarrei no cara. Ele se desculpou e sorriu. Nossa, que sorriso bem lindo. Senti uma coisinha no peito. Sorri de volta e segui andando. Na outra volta encontrei ele de novo, que sorriu mais uma vez. Para, que vou morrer aqui. Na outra volta eu já estava cansada, mas ansiosa por aquele sorriso. Ele sorriu. Me derreti. Parecia uma abobada. Voltei pra casa. No outro dia acordei feliz da vida, o cara sorridente ia estar lá de novo. E estava. E sorriu. E sorri. E ficamos nessa por uma semana. Até que ele pediu meu telefone, eu dei e ele me ligou. Quer ir ao teatro comigo? Quero. Enquanto eu me arrumava ele me ligou. Ele, que me deu um pé na bunda. Não atendi. Sorri. E tentei lembrar a última vez que lembrei dele. Não consegui. Talvez eu volte a acreditar no amor de novo. Talvez eu nunca mais sofra. Talvez. A vida é cheia de “talvez”, mas uma coisa é certa: o tempo ajuda. E não adianta você dizer que não e tentar lutar contra isso.
—  Clarissa Corrêa.
Frases de Bom dia

Pra hoje: sorrisos bobos, uma mente tranquila e um coração cheio de paz. 

Um bom dia sempre diz mais do que simplesmente um bom dia. São os detalhes que fazem o coração acelerar, que fazem a alma florescer e o coração trasbordar.

Que o dia seja cheio de felicidades e que a tristeza não passe nem perto. 

Lembre-se que hoje você tem a chance de fazer diferente. O seu sucesso e a sua felicidade dependem das suas escolhas.

Deus mandou te dar um abraço bem forte. Mandou avisar que suas lágrimas vão parar de cair e que um sorriso radiante vai chegar e contagiar todos ao seu redor.

Péssima notícia pra quem me odeia: Acordei mais feliz do que nunca.

Você já agradeceu a Deus por ter acordado com vida hoje? Seja grato!

Que toda energia negativa se transforme em coisas boas nesse novo dia que se inicia.

Hoje é um bom dia pra esquecer o que me aflige.

Você que leu este post, sorria teu sorriso é lindo.

Novo dia. Nova meta. Nova missão.

Que a maldade do dia a dia não seja maior do que a bondade em nosso coração.

Existem coisas reservadas pra gente que foge do nosso entendimento, mas que lá na frente vai fazer todo o sentido. 

Nem tudo está perdido

Passei lentamente a mão nos livros da estante, dei um giro e cai que nem uma jaca podre no chão. Foi quase uma cena de novela - só faltou a mão na testa antes de cair. Enquanto estava ali jogada, lá do outro lado da sala, ouvi alguém bater na porta. Eu mal tinha forças para me levantar e deixei a pessoa bater até cansar. Inútil. Sou uma pessoa inútil. Todos sempre me disseram e tenho que concordar, não é mesmo? Engolir a seco. Depois de tanto tempo ouvindo, todos afirmando, eu acabei acreditando. Nesse momento meu corpo foi perdendo as forças e meus olhos estão quase se fechando, depois de ter tomado todos os meus remédios para depressão de uma só vez. Silêncio.

Acordei dias depois em um hospital e quando perguntei para a enfermeira como vim parar aqui, ela apontou para um bilhete em cima da mesinha ao lado da cama e saiu. Rapidamente o peguei e comecei a ler.

“Nem tudo está perdido. Seja forte. Sei que é fácil falar e tudo mais… mas não desista de você. Que graça a vida teria se tudo fosse igual? Sem seus altos e baixos? Pense nisso. Fica bem.”

Ps: Eu me importo com você. Estarei aqui quando tiver alta. Até logo.

nc.

Ele me deu um pé na bunda. E doeu. Fiquei sem entender direito o motivo. Tudo parecia bem. A gente parecia bem. O mundo parecia um lugar bonito e seguro. Eu parecia bonita e segura. E de repente as coisas mudaram. Ficou um vazio grande no lugar dele. Ficou uma sensação de perda dentro de mim. Na hora em que o calo aperta e o coração quase derrete não adianta falar de tempo. Enfia o tempo no bolso e sai daqui! Não quero saber se o tempo cura, não quero ouvir que ele é o melhor remédio para todos os males. Não quero sair, não quero conhecer gente nova, não quero achar novo amor. Aproveita e enfia o novo amor no bolso também. Eu quero é ele. Ele, ele, ele. É que não tem ninguém igual. É que não vai ter sentimento igual. É que não vai ter outra pessoa que seja assim, tão única, tão perfeita, tão, tão…sabe? Não vai ter, eu sei. Eu sei e todo mundo sabe, não sei por qual motivo, razão ou circunstância ficam me enrolando e tentando me passar a perna com esse lance de o-que-é-seu-tá-guardado. Tenho certeza que ele é a minha alma gêmea. Eu nunca acreditei nisso. Até conhecer aquele homem. Meu Deus, ele é a metade da minha laranja. Por ele eu mataria e morreria. Por ele eu seria sempre melhor. Por ele eu seria até capaz de virar Amélia, a mulher de verdade. Por ele. Ele, que fez com que eu entendesse o amor. Ah, o amor. Aquele cretino. Aquele safado. Aquele ordinário. Aquele sem vergonha que faz a gente entregar o coração e acabar de mãos abanando e sangrando. Nunca mais vou amar ninguém. Não quero. Não vou. E não adianta você voltar com aquela história do tempo. E não adianta querer me levar pra sair, pra conhecer gente, pra esfriar a cabeça. Não quero saber de toda aquela baboseira de cortar o cabelo, renovar o guarda-roupa, começar a malhar, frequentar novos lugares, mudar velhos hábitos, incrementar o dia a dia. Não quero saber de tudo aquilo que as mulheres fazem para tentar achar A Cura. Não quero me curar. Quero beber todo dia uma vodca barata. Ou cara, depende do dia do mês. Quero beber e ficar sozinha. Prometo que não vou encher os ouvidos das amigas, das colegas de trabalho, dos amigos gays, da vizinha do andar de cima, da minha mãe. Prometo que nem vou buzinar nos ouvidos do terapeuta. Juro que me comporto. Fico eu, o pouco de sanidade que resta, o copo sempre cheio de vodca, algumas lágrimas e um punhado de recordações. Quero isso. Quero a depressão. Quero a fossa. Quero me acabar. Quero ficar arrasada para sempre. Quero ficar pensando nele o dia todo. Recordando cada momento que passamos juntos. Não quero saber de me entupir de chocolate e carboidratos. Vou fazer greve de fome até morrer. E antes vou deixar um bilhete: morri, seu idiota. Morri. Acho que agora estou entrando naquela fase da raiva. Aquela em que a gente imagina o cara de terno e gravata fazendo cocô. Aquela em que a gente começa a pegar nojinho. Aquela em que a gente usa todos os palavrões para definir o infeliz. Aquela em que a gente sai da fase da música de corno para cantar bem alto “I’m Every Woman” de braços abertos, abraçando o infinito, até ficar rouca e louca. Guardei as fotos em uma caixa e escondi ela no fundo do armário. Melhor deixar longe. Melhor não ver. Melhor parar de fuçar no Facebook. Melhor deixar de seguir no Twitter. Melhor deletar o telefone do meu celular. Melhor não dar uma espiada na vida da ex. Não quero mais saber o que ele come, se sente frio, se reatou com a antiga namorada, se continua lindo de morrer, se acabou comprando aquele tênis que eu disse que combinava com ele. Não quero saber nada disso. Quero virar autista e fingir que ele nunca existiu. Assim sofro menos. Assim vivo mais. Hoje eu reparei que as olheiras diminuíram. E que deixei de chorar. Me achei mais corada. Menos pálida. Mais bonita. Uma beleza melancólica. Tem um pouco de tristeza nos meus olhos. Mas vou me maquiar. Senti vontade de me arrumar. Pra mim. Para meu espelho. Pra me animar. Uma amiga me convidou pra um happy hour. Vou. Uns caras me olharam, me senti mais mulher, me senti bem. Quase não lembrei dele. Estou trabalhando bastante. É bom ocupar a cabeça. Parei um pouco de beber. Arrumei minhas gavetas. Joguei umas coisas fora. Decidi limpar as coisas por aqui. Acendi um incenso. Dancei sozinha na sala. Ri. Fui na padaria. Comprei pão francês e queijo cottage. Decidi dar uma volta no Ibirapuera. O dia está tão lindo. Encontrei uma velha conhecida. Conversamos. Marcamos um sushi para o dia seguinte. Fui jantar com a velha conhecida. Me diverti. Voltei pra casa, assisti um filme bobo, lembrei dele, chorei, sequei as lágrimas e me perguntei: por que estou chorando? Entrei no Facebook e vi uma foto dele com uma mulher peituda. Chorei mais. Dormi chateada e pensei isso-nunca-vai-passar. Comecei a caminhar todos os dias pela manhã. É melhor, vou para o trabalho com mais ânimo. Um cara bem interessante caminha por lá também. Não usa aliança, está sempre sozinho, ouvindo música e com o olhar longe. Parece eu. Me distraí. Esbarrei no cara. Ele se desculpou e sorriu. Nossa, que sorriso bem lindo. Senti uma coisinha no peito. Sorri de volta e segui andando. Na outra volta encontrei ele de novo, que sorriu mais uma vez. Para, que vou morrer aqui. Na outra volta eu já estava cansada, mas ansiosa por aquele sorriso. Ele sorriu. Me derreti. Parecia uma abobada. Voltei pra casa. No outro dia acordei feliz da vida, o cara sorridente ia estar lá de novo. E estava. E sorriu. E sorri. E ficamos nessa por uma semana. Até que ele pediu meu telefone, eu dei e ele me ligou. Quer ir ao teatro comigo? Quero. Enquanto eu me arrumava ele me ligou. Ele, que me deu um pé na bunda. Não atendi. Sorri. E tentei lembrar a última vez que lembrei dele. Não consegui. Talvez eu volte a acreditar no amor de novo. Talvez eu nunca mais sofra. Talvez. A vida é cheia de “talvez”, mas uma coisa é certa: o tempo ajuda. E não adianta você dizer que não e tentar lutar contra isso.
—  Clarissa Corrêa.
Acordei em um daqueles dias que nos pegamos observando todas as pessoas que já passaram por nossos vidas, aqueles que vivem bem sem o nosso caos. Eu sei, eu sei. Algumas coisas não podemos modificar e volta e meia encontramos alguém com um toque único e ela bate a porta sem deixar rastros. E dói, mancha dias de nossas pequenas vidas, e as vezes, só algumas vezes nós temos a sorte de superar. Se você começou lendo depressa, sinto muito, dessa forma jamais lerá como me senti a escrever esse pedaço confuso do meu dia, você jamais interpretará do jeito sincero como eu me senti a escrever estes versos. Eu não sei como fugir deste dia longo, que faz as cores ficarem solitárias e o meu respirar lento, o que eu sei é que talvez este dia se multiplique, e no final destes eu me dê conta que observar estes seres passageiros só me trará versos loucos.
—  Seu toque interno.
VOCÊ...

Hoje eu acordei, peguei meu celular e havia uma notificaçāo, é seu aniversário. Entāo eu me lembrei de tudo, o que aconteceu e o que não aconteceu, a dor tomou conta do meu coração. Já faz um bom tempo que eu te “deletei” da minha vida, confesso que estou bem melhor sem você, finalmente achei alguém que me amasse. Só que é impossível esquecer completamente de tudo, das noites que eu passei acordada falando com VOCÊ, das lágrimas que eu derramei por VOCÊ e do tempo que eu perdi com VOCÊ.
Não sei como vou reagir quando te ver novamente e eu sei que vou sentir tudo que eu senti naquela noite, quando você ficou com a minha melhor amiga. E eu odeio saber que você ainda faz parte da minha vida.

- Luna ❤

Status&Legenda: Praia

• Tão natural quanto a luz do dia… 😎😎

• Que o vento leve todas as coisas negativas! ✌✌

• Praiana, prainha, praia, sorriso e alegria! ☀😆

• Felicidade é um fim de tarde olhando o mar… 🌊🌊

• Blessed! 🙏🙏

• Deixa o mar levar pra longe todo mal que existe! 👌👉

• Ser feliz, apenas! 😉😉

• Observar o pôr do sol, contemplando a vida e seus preceitos… 😎✌

• Céu e mar e alguém para amar… 🌊💗

• Então vamos pra praia, pra ver o mar… Sentir a onda bater, ideias clarear… 🌊🍃

• Longe de toda a negatividade… ✌✌

• Resolveu que queria sol, mar e paz… 🌊✌

• Que a vida passe devagar, pras coisas lindas aproveitar! 😄😉

• Chorar rios, sorrir mares! 😆😋

• Do lado de cá a vida é bonita, a maré é boa de provar… 🌿😙

• Ela nunca entendeu aquela gente que preferia ficar enclausurada e perder um dia bom. Ela preferia o som do vento, o sabor do mar e o calor do sol… 👌

• Hoje eu me sinto tão bem, tão bem, acordei com o sol me dando bom dia ! ☀

• Mar calmo nunca fez bom marinheiro… ‼

• Só energias positivas! ✌✌

• Hoje ninguém vai estragar meu dia! 👌👌

• Sintonize sua vibração, não há tempo pra viver em vão… 😎😎

• Quem é do mar, não enjoa! 🌊🌊

• Deixa o amor ir navegar. Porque se esse amor for seu, logo o mar devolverá! 💕

• Quis que você fosse minha âncora, mas lembrei que fui feita pra ser sereia e não navio… 💁

• Um céu, um sol e um mar quero as ondas desses mares, universo em fim de tarde! ☀😎

• Eu quero praia e sol, um lugar pra namorar, até com chuva é bom, a gente pode conversar… 💘💘

• Vontade de ir pra praia, sentar na areia, tomar um banho de mar, relaxar… 💆💆

• Eu quero sol e mar verão o ano inteiro, eu quero um amor que seja verdadeiro… 💖

• Por que hoje é dia de praia! 👓☀☀

• Livra-me de todo mal, amém! 🙏🙏

• Amanhã o dia nasce outra vez… 👌👌

• A vida é como uma maré, quem não sabe surfar se afoga! 🌊

• Eu peço a Deus forças para encarar essa maré ruim e motivos para crer em um futuro melhor. .. 🙏🙏

• Que os dias sejam de sol, praia vibe positiva, e muita alegria!☀☀😙

• Na calmaria da praia, o mar me abraça! 😎😎

• Levo a vida deste jeito… 👌😘

• Sol, praia e mar! ☀🌊

Se pegar/gostar reblog ou dê like, aceito pedidos pela ASK, obg 🍃✨

Mais frases ↪️ aqui

Pedido: Amor faz um do harry que é mãe deles são amigas e o harry é o queridinho da mãe dela ele e fala que eles são feitos um para o outro, ele ama ela dez dos 12anos(agora tem 23 msm) ele é mais velho e chama ela de neném e ela é cheia de marra e teimosa, e tem medo de se apaixonar, toda vez que ele tenta se aproximar dela ela desvia até que ela ganha uma bolsa pra estudar em Londres e ele oferece o apartamento dele já que ele mora sozinho e se sente só ai eles brigam e ele acaba se declarando pra ela - Anônimo

Obrigada por ter feito o pedido.❤

***

Imagine Harry Styles:

-Neném, vamos almoçar juntos amanhã?
Harry perguntou pela terceira vez naquele dia.

Harry e eu nos conhecemos desde os doze anos, no caso ele tinha doze e eu dez. Nossas mães sempre foram e ainda são muito amigas, por isso eu e Harry acabamos criando uma certa amizade. Mas eu já passei por tanta coisa e já sofri tanto nessa coisa de relacionamentos que não quero me envolver demais com Harry, mas o fato de que minha mãe e Anne já planejaram nosso casamento -no sentido figurado- deixa tudo bem mais difícil, mas eu tento o máximo possível evitar Harry, fazendo de tudo para ele não gostar tanto de mim, mas parece que ele tem um fogo no rabo que nunca me esquece.

-Tudo bem, mas só porquê você vai voltar para Londres daqui dois dias.
Respondi emburrada e revirei os olhos quando suas covinhas ficaram visíveis e um grande sorriso rasgava seu rosto.

Harry tentou colocar seu braço envolta de minha cintura mas eu logo o empurrei.

-Nada de tocar. Apenas um almoço.
Falei séria e ele fez um bico, que eu fiz questão de ignorar antes que fizesse alguma besteira.

-Minha marrentinha.
Harry murmurou com um sorriso estúpido novamente.

-Não sou marrenta.
Murmurei em resposta. Harry sorriu sacana.

-Então é minha?
Perguntou e eu bufei acelerando meu passo andando mais a frente.

Minha mãe pediu para que eu e Harry fôssemos fazer compras, ela e Anne vivem fazendo isso, mandando nós dois fazer as coisas juntos para ver se nos uni mais.

Entramos no mercado e eu peguei dois carrinhos, entregando um a Harry e lhe dando a parte da lista onde continha os produtos de limpeza e algumas outras coisas, ficando com a parte da lista que tinha alimentos com as comidas em geral.
Depois de ficar caçando tudo o que minha mãe escreveu na lista, procurei pelo otário do Harry.

-S/n! Eu não achei o absorvente sem abas!
Harry gritou do outro lado do mercado fazendo todos dirigirem sua atenção para nós.

-Puta que pariu, Harry!
Xinguei baixo andando rapidamente até ele.

-Precisava gritar desse jeito?!
O empurrei e ele colocou a mão em seu braço que eu atingi.

-Eu só te chamei, calma.
Se defendeu.

-Calma nada! Todo mundo ficou olhando pra gente, não precisava berrar no meio do mercado lotado!
Bati novamente em seu braço e ele choramingou.

Tentei procurar pelo papel higiênico que estava na lista mas parei assim que senti um pequeno estalo molhado no meu pescoço e duas mãos grandes na minha cintura.

-Você tá maluco?!
Empurrei Harry para trás, o mesmo me encarava confuso.

-Sua mãe me disse que quando você ficasse muito irritada comigo e começasse a me bater, era para eu te dar alguns beijinhos.
Deu em ombros.

-Minha mãe é maluca! E não faça isso de novo, me entendeu?!
Perguntei apontando o dedo em sua cara. Harry assentiu.

-Vamos, já peguei tudo.
Avisei empurrando o carrinho até o caixa com Harry logo atrás.

(…)

-Como foram as compras?
Anne perguntou sorridente. Minha mãe e ela trocaram olhares e sorriram para nós.

-Eu sei que foram vocês que planejaram o beijo.
Semicerrei os olhos e as duas ficaram boquiabertos começando a comemorar.

-Então teve beijo? Deu certo!
As duas fizeram um hig-five. Harry e eu nos entre olhamos, um olhar do tipo “elas são malucas”.

-Não teve beijo. Harry que me deu um beijo no pescoço, mas eu o empurrei.
Falei o olhando séria.

-Minha filha, já conversamos sobre isso, nada de bater no Harry.
Minha mãe falou afagando os cabelos de Harry enquanto o mesmo continha um sorriso convencido.

-Vocês me dão tédio.
Revirei os olhos e fui para o meu quarto trancando a porta.

(…)

Já é de noite, só estou eu acordada na companhia de meu notebook, até que recebi uma notificação no meu email.

Apenas três palavras fizeram meu coração bater tão forte.

Você. Foi. Aceita.

Minha faculdade dos sonhos. Eu fui aceita!

Peguei meu notebook e fui correndo até o quarto de minha mãe, entrei no mesmo e acendi a luz vendo ela acordar confusa.

-Filha?
Coçou os olhos.

-Eu fui aceita!
Coloquei o notebook em seu colo e ela me olhou confusa.

-Tá tudo bem aqui?
Harry apareceu na porta só de cueca e com o cabelo bagunçado e a cara de sono.

-Harry eu consegui!
Corri e o abracei. Foi coisa do momento.

-Meus Deus é a faculdade! É a sua faculdade!
Minha mãe começou a gritar e se juntou ao nosso abraço.

-Não que eu esteja reclamando…mas eu não estou entendendo nada e muito menos porquê vocês estão me abraçando enquanto eu só uso cueca.
Harry falou rouco e só então acordei pra vida.

-Deixa de ser besta!
Belisquei seu mamilo e ele chiou.

-Acho melhor irem dormir, de preferência juntos!
Minha mãe falou me entregando o notebook em minhas mãos e nos empurrando para fora.

-Nunca!
Gritei em resposta. E Harry parou ao meu lado coçando a nuca.

-Nós vamos…
Apontou para seu quarto e eu fiz uma expressão de nojo.

-Só nos seus sonhos, boa noite Harry.
Falei e fechei a porta de meu quarto.

| Dia seguinte |

-Bom dia!
Sorri assim que encontrei os três na mesa tomando café da manhã.

-Parece que alguém está feliz hoje, o que aconteceu querida?
Anne perguntou carinhosa.

-Consegui uma bolsa para entrar na faculdade dos meus sonhos!
Respondi animada e Anne me abraçou me parabenizando.

-Meu bebê vai para Londres.
Minha mãe comentou fingindo chorar e eu revirei os olhos.

-Mas…você tem onde ficar?
Anne perguntou fazendo todos me olharem curiosos.

-Não. Mas acho que consigo arrumar algo.
Dei em ombros me sentando.

-Quanto tempo tem até as aulas começarem?
Minha mãe perguntou.

-Acho que dois meses.
Respondi simples.

-Dois meses? Não vai conseguir dinheiro o suficiente para alugar um apartamento.
Anne falou séria.

-Eu posso ajudar.
Harry se pronunciou pela primeira vez desde que cheguei.

-Podemos dividir meu apartamento, ele é bem grande e fica perto da faculdade.
Harry falou e Anne e mamãe sorriram.

-Além disso, eu fico muito sozinho quando estou lá, gostaria de ter uma companhia.
Falou e eu o fitei séria. Não deveria aceitar, mas talvez essa seja a minha única opção e única chance de ir para aquela faculdade.

-Tudo bem.
Dei em ombros e todos sorriram.

-Vocês vão estar treinando para quando estiverem real oficial morando juntos, depois do casamento, com filhos!
As duas falaram ao mesmo tempo.

| Um mês e sete semanas depois |

-Babe, pode por favor me dar as minhas chaves?
Harry implorava do outro lado da porta.

-Pra que? Para você me deixar trancada de novo? Mas que porra Harry!

-Não foi culpa minha, não sabia que você estava em casa!
Resmungou e bateu na porta.

Escutei seu telefone tocar e ouvi que ele colocou no viva voz.

-É sogrinha ela me colocou do lado de fora DA MINHA PRÓPRIA CASA.
Harry falou e escutei minha mãe do outro lado do telefone.

-Querida, foi sem querer, deixe ele entrar.
Minha mãe falou e eu revirei os olhos abrindo a porta, não iria ficar tanto tempo nisso.

-Agora beijinho de desculpas.
Ela falou de novo assim que abri a porta e ele entrou.

-Ele que tem que pedir desculpas primeiro!
Falei indignada e ele me olhou sacana. Franzi o cenho mas logo algo macio e molhado se chocou contra meus lábios, é a boca de Harry.

-Querida?…Harry?…Vocês estão se beijando?…OH MEU DEUS VOCÊS ESTÃO SE BEIJANDO! Anne vem cá!
Empurrei Harry de abrupto, mas foi tão forte que ele caiu e jogou seu celular na parede.

-Nunca mais faça isso.
Falei séria. Mas antes que eu pudesse ir embora, Harry pegou em meu braço me fazendo ficar e o olhar.

-Eu sei que gosta de mim, eu sei que sofreu muito com aquele babaca, mas por favor, só, por favor, não me trate desse jeito. Eu faço a porra toda por você e tudo o que você me dá são tapas!
Falou sério e eu bufei.

-E espera que eu te dê o que? Meu coração? Pra você usar de tapete e me descartar quando já estiver muito usado?
Perguntei irritada.

-Não! O seu coração eu só quero que me dê quando se sentir pronta, e eu não preciso dele pra fazer tapetes, eu odeio tapetes. Não me compare com esses cara idiotas que tratam mulheres como objetos, eu sou mais que isso, eu te respeito e entendo que esteja magoada, mas não acho justo que me trate dessa maneira.
Falou cruzando os braços.

-Então você quer respeito? É isso?

-Eu queria muito mais para falar a verdade, queria poder consertar seu coração e poder cuidar de você para curar todas as suas feridas, quero poder te amar todos os dias e acordar sabendo que te faço feliz, não quero mais ser o que te incomoda ou o que você tem que suportar, quero ser quem te faz sorrir e quem te faz se sentir bem, quero poder te amar com todas as minhas forças e se não for pedir demais, que me ame de volta da mesma maneira.
Desabafou e seus olhos se encheram de lágrimas. Meu coração amoleceu, as palavras de Harry me fizeram sentir como se o universo estivesse jogando na minha cara todas as merdas que eu fiz.

-Eu vou te dar uma chance.
Falei baixo e o vi sorrir entre as lágrimas.

-Mas qualquer coisa que fizer para mim, será imperdoável.
Falei séria e ele assentiu.

-Posso…posso te beijar?
Perguntou se aproximando e eu sorri um pouco.

-Parece que voltou a ter doze anos.
Brinquei.

-Você me faz ter doze anos de novo.
Falou sorrindo e se aproximou mais roçando nossos lábios pedindo permissão, e eu cedi, o beijando com vontade.

***

Espero que tenha gostado.😘

Se possível, vá na ask e diga o que achou, é importante para mim e isso me motiva a continuar.❤😊

Legendas pra Fotos na Praia👙🌊

Eu ando sorrindo pra vida , desapegando de tudo que não me faz bem. 💘🍃

Tão natural quanto a luz do dia…☀🎶

Que o vento leve todas as coisas negativas!🍃👐

Praiana, prainha, praia, sorriso e alegria!🌅

Felicidade é um fim de tarde olhando o mar…🌊

Blessed!🍃👐🌅🌊

Deixa o mar levar pra longe todo mal que existe!🌊

Ser feliz, apenas!😍💘

Observar o pôr do sol, contemplando a vida e seus preceitos…🌅

Céu e mar e alguém para amar…☁👫💘

Então vamos pra praia, pra ver o mar… Sentir a onda bater, ideias clarear… 🌅💘🌊

Longe de toda a negatividade…🚫🍃

Resolveu que queria sol, mar e paz… 🌅 

Que a vida passe devagar, pras coisas lindas aproveitar!

Chorar rios, sorrir mares!

Do lado de cá a vida é bonita, a maré é boa de provar…

Ela nunca entendeu aquela gente que preferia ficar enclausurada e perder um dia bom. Ela preferia o som do vento, o sabor do mar e o calor do sol…  

Hoje eu me sinto tão bem, tão bem, acordei com o sol me dando bom dia !

Mar calmo nunca fez bom marinheiro…

Só energias positivas!

Hoje ninguém vai estragar meu dia!

Sintonize sua vibração, não há tempo pra viver em vão…

Quem é do mar, não enjoa!

Deixa o amor ir navegar. Porque se esse amor for seu, logo o mar devolverá!

Quis que você fosse minha âncora, mas lembrei que fui feita pra ser sereia e não navio…

Um céu, um sol e um mar quero as ondas desses mares, universo em fim de tarde!

Eu quero praia e sol, um lugar pra namorar, até com chuva é bom, a gente pode conversar…

Vontade de ir pra praia, sentar na areia, tomar um banho de mar, relaxar…  

Eu quero sol e mar verão o ano inteiro, eu quero um amor que seja verdadeiro…  

Por que hoje é dia de praia!

Livra-me de todo mal, amém!

Amanhã o dia nasce outra vez…

A vida é como uma maré, quem não sabe surfar se afoga!

Eu peço a Deus forças para encarar essa maré ruim e motivos para crer em um futuro melhor. ..

Que os dias sejam de sol, praia vibe positiva, e muita alegria!

Na calmaria da praia, o mar me abraça!

Levo a vida deste jeito…

Sol, praia e mar!

Imagine Zayn Malik

Pedido: Faz um do Zayn onde eles são amigos e s/n teve que “fingir” um relacionamento com menino Malik, pois os pais do casal iriam visitar eles. Eles até se mudam pra um apartamento com alianças e tudo, rola festa de despedida e até o casamento e vai ser ai onde eles vão assumir que se amam de verdade! Os pais do casal ficam um tempo na casa deles e ele ficam fingindo ser um casal super amor. E nisso tudo também rola alguns momentos quentes e algumas brigas bobas! Bjs amore❤❤❤❤

- Zayn, preciso da sua ajuda! - S/N exclamava desesperada.

- O que foi, baby? - Perguntei calmo.

- Olha, meus pais vão vir para cidade e eles têm certeza de que eu tenho um noivo e moramos juntos no meu apartamento.

- Meu Deus, você é louca?

- Me ajuda, por favor!

- Quer que eu finja ser seu noivo? - Perguntei e ela assentiu. - Quanto vai me pagar?

- Quanto você quer?

- Falamos de valores depois. - Ela assentiu.

- Você vai se mudar para o meu apartamento hoje, vamos comprar alianças hoje é fingirmos que somos um casal normal. - Eu gargalhei.

- Você é tão adulta as vezes.

- Cala a boca, Zayn Malik. - Bateu no meu ombro.

A tarde passou e fizemos tudo isso, compramos as alianças, pegamos todas as minhas roupas em casa, porque segundo ela eu poderia morar no apartamento, afinal, ela fica o dia todo sozinha.

Chegamos no shopping e fomos para uma loja de decoração, coisas de mulher.

S/N escolhia almofadas listradas de branco e preto, não gostei.

- Você não vai por isso no meu sofá. - Reclamei.

- Vou sim, é o meu sofá também.

- S/N. - Repreendi.

Ela saiu andando, foi até o caixa, pagou e saiu da loja sem falar comigo.

[…]

Chegamos em casa, ela colocou as almofadas no sofá e foi para o quarto, provavelmente tirar os calçados.

Fiquei na sala observando a combinado com meu sofá branco, essa mulher é incrível.

- S/N, eu amei a decoração da sala. - Ela sorriu. - Se quiser comprar mais algumas coisas, libero meu cartão para senhorita.

- Obrigada, mas não precisa.

- Se vamos ser um “casal” que sejamos direito. - Ela sorriu.

- Ok, faz algo para o jantar, estou sem ânimo algum. - Reclamou.

- Que tal pizza? - Sugeri.

- Pizza é bom!

- Então será Pizza.

Jantamos e por volta das duas da madrugadas Mark o porteiro telefonou para nossa casa, lembrando-nos que os pais de S/N haviam chegado.

Desci pelo elevador e ajudei os senhores com as malas; não quis acordar S/N, porque parecia estar em um sono tranquilo.

Conversei com os senhores e os levei até o quarto de hóspedes, falei para se sentirem em casa e voltei a me deitar ao lado dela, confesso, posso estar me apaixonando.

A noite passou rápido e no outro dia quando acordei S/N não estava mais deitada. Fiz minha higiene matinal e fui até a sala, onde estavam S/N e seus pais conversando sobre a vida.

- Zayn, querido. Bom dia! - Minha “sogra” cumprimentou-me.

- Bom dia senhora Lee, senhor Lee. - Fiz referência. - Bom dia, querida. - Beijei sua bochecha.

- Por que não me acordou ontem? - S/N estava brava.

- Você me disse que estava cansada e eu resolvi te deixar descansar.

- Zayn, meus pais tinham acabado de chegar!

- S/N, ele só queria seu bem, pare de implicar com o rapaz! - Meu “sogro” a repreendeu.

- Me perdoe.

- Claro, baby.

[…]

Se passaram algumas semanas e os pais de S/N resolveram fazer um jantar de “casamento” para nós, aceitamos de bom grado, afinal, somos ótimos atores.

S/N estava linda em um vestido branco pouco acima do joelho e rodado, cabelos soltos ao vento, pelo fato de estarmos em um lugar aberto.

Pedi um vinho e assim que ele chegou o garçom serviu a todos que estavam na mesa, eu me levantei, fiquei a frente de S/N e a encarei:

- S/N Lee, tudo isso começou como uma simples brincadeira, mas como em toda brincadeira tem um pouco de verdade eu acabei me apaixonando por você e por isso, aqui, hoje eu quero te pedir em casamento, perante aos seus pais e todas essas pessoas. - Me ajoelhei a sua frente. - Quer casar comigo?!

- Você está falando sério? - Perguntou ao encarar a aliança. Assenti. - Claro, eu quero me casar

- com você.

- Eu te amo, S/N Lee.

- Eu te amo, Zayn Malik.

Nos beijamos.

Pedido de may-mellark: Faz um do Zayn que ele trai ela e depois de um tempo sai em todas as revistas e na tv que ela esta namorado o ator Kellan Lutz (ela é atriz) e ele vai atrás dela. (No final ela fica com o Kellan) por favorrrr. Bjinhos



Mensagens:

S/N: Passa lá em casa hoje de noite! 

Zayn: Hoje não posso amor.. 

S / N: Por quê? 

Zayn: Vou ficar até mais tarde no studio! 

S/N: Ah.. Mas e amanhã? Faz tempo que não nos vemos amor! 

Zayn: Faz mesmo! Estou com tanta saudade de você!! Quer saber?? Tô indo pra aí, que se dane o studio! Daqui 15 minutos estou aí! 

S/N: Você é o melhor namorado do mundo! - Deixei o celular de lado e fui tomar um banho. Não era para eu demorar muito, mais acabei me extendendo. Estava ouvindo música enquanto tomava a ducha, ou seja, não estava ouvindo além da música. 

Fechei meus olhos, para enxaguar minha cabeça e assim que abro, vejo Zayn me observando, encostado na porta ,com uma cara de bobo, um sorriso no rosto e um olhor completamente apaixonante. 

S/N: Meu Deus! Que susto! Há quanto tempo está aí? 

Zayn: O suficiente para eu me apaixonar ainda mais por você - ele foi se aproximando e entrou dentro do box 

S/N: Você tá de roupa! - sorri ao vê-lo de perto 

Zayn: Que se foda! - Zayn me prensou na parede e me beijou. Suas mãos deslizavam pelo meu corpo nu, enquanto a água caía sobre nós - Você me deixa louco sabia? - falou baixinho, beijando meu pescoço 

S/N: É? - disse enquanto recuperava o fôlego- E isso é bom? 

Zayn: Você não tem ideia! - ele agarrou minha cintura, me pegando no colo e fomos até meu quarto. Zayn me deixou na cama e começou a beijar meu corpo. Puxei-o pra perto de mim o beijando e tirei sua roupa molhada 

S / N: Eu te amo tanto! 

Zayn: Eu também princesa.. 

DIA SEGUINTE.. 

Acordei e Zayn já não estava ao meu lado. Observei um papel em meu criado mudo. Peguei o mesmo e li 

“Bom dia meu bem! Adorei a noite! Queria poder ficar mais tempo ao seu lado, mas infelizmente vou ter que fazer uma viagem de última hora! Espero que entenda! Com amor Zayn" 

S/N: Outro compromisso de urgência.. - suspirei 

Ligação: 

N/A: Outro? Mas semana passada ele já não viajou? 

S / N: Sim .. - Disse triste 

N/A: Que vida viu! O cara não para um segundo! 

S/N: Nem me fale! Mas pelo menos deu para aproveitarmos antes dele ir! 

N / A: Ah, é? 

S/N: Uhum! Foi fantástico! Ele é fantástico! Eu amo esse homem N/A!

N/A: E vocês são o casal mais fofo que eu conheço! Tenho que desligar agora amiga! Te ligo depois ok? 

S/N: Vai lá! Beijos! - desliguei o telefone e fui me arrumar. 

Hoje gravaria a última cena do filme que estou estrelando, junto com Kellan Lutz. E sim, sou o par romântico dele. Ele é incrível tanto na parte profissional quanto atrás das câmeras. Ele é um amigo bem importante pra mim e creio que sou pra ele. 

S/N: Bom dia pessoal! - cumprimentei as pessoas assim que cheguei no set. 

Kellan: Atrasada novamente.. - riu e eu o abracei 

S/N: Cala a boca Lutz! - ri - Vou me trocar e já começamos ok? - eles assentiram 

Kellan: Ou seja, daqui há 4 horas! 

S/N: Vai dormir Kellan!! - falei enquanto ria e me dirigi ao camarim, fazer a maquiagem e colocar meu figurino. 

Não demorei muito e começamos ás filmagens finais.

Assim que acabamos o nosso diretor começou a fazer um discurso sobre toda a produção, aos atores, a nossa equipe maravilhosa que vou sentir muita falta. Nós permancemos quase 1 ano juntos, eles são como uma família pra mim. 

Assim que ele acabou de falar, Kellan veio em minha direção.

Kellan: É minha querida, vai poder ter paz agora!

S / N: Por que? 

Kellan: Não vou mais te encher o saco! - ele riu fraco 

S /N: Vou sentir sua falta! - o abracei. Seu perfume era encantador e seu abraço, era completamente aconchegante - Mas você vai continuar por aqui né? 

Kellan: Claro!! Só se neste período me chamarem para outro trabalho, mas eu vou te avisar,não se preocupe! 

S/N: Acho bom senhor Lutz!

Kellan: Vai sair com o Zayn amanhã á noite? 

S/N: Não.. Ele viajou!

Kellan: De novo? 

S/N: De novo.. - disse chateada 

Kellan: Mas esse homem só viaja hein! Meu Deus! 

S / N: Tô tão cansada disso! 

Kellan: Quando estiver sozinha, me chama, vou fazer companhia! - ele sorriu, e que sorriso viu! 

S/N: Não quero incomodar Kellan.

Kellan: E não vai! Pode me chamar que eu vou!

S/N: Obrigada viu! 

Kellan: Imagina! - ficamos conversando por um bom tempo. Fomos até um café que havia ali perto, e por lá ficamos até ás 21h 

S/N: Nossa, nem vi o tempo passar!

Kellan: Nem eu! Ficar ao seu lado parece que tudo fica melhor sabia? - Fiquei sem reação, apenas sorri e agradeci - Sua companhia é fantástica S/A, de verdade, amo ficar com você! 

S/N: Uau, pra que tudo isso? - ri fraco 

Kellan: Dizer o quão importante você é pra mim! 

S/N: Você também é muito importante pra mim Kellan, muito mesmo! - ele lançou um olhar para mim, um olhar extremamente provocante 

Kellan: Vem, eu te levo pra casa! - ele estendeu a mão para mim, eu a peguei e ele me levou pra casa. Nos despedimos e assim entrei em casa. Deixei minha bolsa em cima do sofá, tirei meu sapato e me sentei na pontrona que havia ali na sala, ao lado do sofá. Peguei o controle da televisão, liguei a mesma e peguei meu celular, dando aquela checada básica nas redes sociais, até que me deparo com uma notícia que me chamou muita atenção.

“ Zayn Malik é visto com Gigi Hadid, saindo de um bar em Los Angeles”

Clique na reportagem e lá havia fotos e a matéria completa. E para minha infelicidade era um site confiável e metade do mundo já havia descoberto. 

Ainda não acreditava no que lia e via. Fiquei lendo e relendo aquilo. Como era possível que Zayn havia me traído sendo que ontem mesmo ele passou á noite toda ao meu lado. 

Disquei o número dele em meu celular e ninguém me atendia. Caía sempre na caixa postal. Desisti e respirei fundo. Abri meu notebook e fiz uma pesquisa mais ao fundo sobre o assunto e havia diversos sites e fotos com os dois, e uma em especial fez meu mundo desabar e meu coração despedaçar. 

A foto era do Zayn e da Gigi neste mesmo bar, se beijando, como se fossem o casal mais feliz do mundo. Aquilo acabou comigo. Não me desesperei, apenas chorava quieta. Lágrimas caíam em meu rosto e todo aquele ânimo que estava sumiue a tristeza me dominou. 

No mesmo momento meu celular tocando. Olhei no visor e vi o nome dele. 

Ligação:

Zayn: Oi amor! Desculpa não ter atendido, estava no banho! - fiquei em silêncio e respiei fundo - Amor? 

S/N: Você tem coragem de me chamar assim? - disse com a voz fraca por conta do choro 

Zayn: Princesa, o que houve? Por que está chorando? 

S/N: Princesa? Eu sou sua princesa? 

Zayn: S/N, eu não estou te entendendo. O que aconteceu? 

S / N: Aconteceu que meu namorado me traiu! - ele ficou quieto - Eu não acredito nisso! - dei uma risada falsa - Você é tão ridículo! 

Zayn: Eu posso explicar! 

S/N: Eu não quero ouvir explicação nenhuma! Acha que eu sou palhaça Malik? Você me traiu e acha que eu vou te ouvir? Eu quero é que você se foda! 

Zayn: S/A.. 

S / N: CALA A BOCA! CALA A BOCA ZAYN! 

Zayn: Aonde você viu isto? 

S / N: Abre a porra do seu celular! Está em todos os lugares! Dá próxima vez, seja discreto na hora de ser um babaca e trair alguém! - meu choro voltou e eu simplismente surtei - VOCÊ PASSOU Á NOITE TODA COMIGO, DIZENDO QUE ME AMAVA, VOCÊ IGNOROU O FATO DE ESTARMOS JUNTOS HÁ 3 ANOS, IGNOROU TUDO O QUE PASSAMOS JUNTOS, VOCÊ ME IGNOROU! MEU DEUS!! COMO EU FUI IDIOTA!! TODA VEZ QUE VOCÊ SAÍA, VIAJAVA, FICAVA ATÉ MAIS TARDE NO “STUDIO”, VOCÊ SE ENCONTRAVA COM ELA SEU IMBECIL!! TODO MUNDO DIZIA QUE ISSO ERA ESTRANHO. SÓ A TONTA AQUI NÃO VIU O QUÃO CACHORRO VOCÊ É MALIK! - respirei fundo e limpei as lágrimas - Parabéns viu! Você conseguiu o que queria! Espero que vocês sejam muito felizes! Construa a família que você disse que era seu sonho, mas com ela né, porque comigo, foi apenas um pesadelo! 

Zayn: S/N, Espe..- desliguei o celular e pus a chorar. A ficha ainda não caía! Ele sempre foi perfeito e nem sonhava que um dia isso aconteceria! 

Fui tomar uma água para me acalmar, enquanto isso meu celular não parava de tocar e eu fazia questão de desligar na cara dele. 

Escutei a campainha tocar e quando abri, Kellan estava ali, de braços abertos e uma rosa em mãos. 

S/N: Eu não sei o que fazer! - no momento que encostei minha cabeça em seu ombro, comecei a chorar.

Kellan: Ei, vai ficar tudo bem! - acariciou minha cabeça e entrou em casa. Fechei a porta e fomos até o sofá.

S / N: Você viu? - ele assentiu

Kellan: Logo que cheguei em casa. Vim correndo pra cá! 

S / N: Obrigada Kel! Será que pode fazer companhia pra mim? 

Kellan: O tempo que precisar baby! - ele me puxou pra perto dele e eu deitei em seu peito. Ainda soluçava e Kellan tentava me distrair e me acalmar e por um tempo funcionou e o choro cessou. 

S /N: De quem ganhou? - perguntei para ele me referindo da rosa em sua perna

Kellan: O que? 

S / N: A rosa - me ajeitei no sofá e ele me entregou á flor com um sorriso sem jeito 

Kellan: Não ganhei. É sua! - peguei a mesma e fiquei igual boba olhando para a linda rosa que estava em minhas mãos - Linda não? - assenti - Assim como você! - olhei para Kellan e um sorriso surgiu em meu rosto - Era isso que eu queria ver! Este sorrisão lindo estampado neste rosto perfeito e te deixando cada vez mais radiante e maravilhosa! 

S / N: Para! - coloquei uma mecha do meu cabelo para trás da orelha e abaixei a cebeça 

Kellan: Ei- Kellan segurou meu queixo e levantou minha cabeça, fazendo com que eu olhasse para seus lindos olhos- Não se preocupa, tudo vai se resolver tá bom? Vai doer no início meu anjo, mas você vai ver que daqui a pouco, este sentimento ruim vai passar e apenas a felicidade vai reinar em você tudo bem? 

S/N: Tudo bem! - o abracei com força e fiquei um bom tempo assim. Aquilo me trazia uma paz enorme e era tudo o que precisava naquele momento. 

Kellan fez de tudo para me ver bem e em alguns momentos ele conseguiu mas era inevitável eu não pensar no Zayn ainda. 

S/N: Tem certeza que não quer outro edredom? 

Kellan: Este está ótimo S/A! Tá tranquilo!

S/N: Tudo bem! Durma bem! E obrigada por tudo mesmo! - ele sorriu e me abraçou, depositando um beijo em minha testa 

Kellan: Durma bem baby! - dei um pequeno sorriso e fui para o meu quarto. Lá, pude ver no visor do meu celular.

Zayn                                                                                                           

Ligações perdidas (17)

Zayn: S / N, me atente!

Zayn: Por favor amor! 

Zayn: Eu sei que eu errei, mas eu te amo!

Zayn: Você é a mulher da minha vida! 

Zayn: Eu não sei o que foi que eu fiz amor! Me dá uma chance! 

Zayn: S / A ..

Zayn: Princesa ..

Zayn: Amor, me escuta!  

Zayn: Eu sei como você deve estar e desculpas não vai resolver nada mas por favor, vamos conversar!- apaguei as mensagens, apaguei seu número, fiz de tudo para ele não me procurar e começar uma nova fase da minha vida. 

ALGUM TEMPO DEPOIS..

ZAYN ON:

Aqui estou eu. Solteiro, perdido e completamente apaixonado pela minha ex. Me arrependo de ter feito o que eu fiz! Eu não sei o que eu estava na cabeça. Eu tinha exatamente tudo e simplismente acabei com o maior presente que já havia ganho! 

Confesso que nos primeiros dias que tudo havia acabado entre mim e a S/A, foram os piores dias da minha vida. Não quis saber de mais nenhuma garota a não ser a que eu era e sou completamento louco! A bebida estava sendo minha melhor amiga naquele momento, até que percebi que mesmo eu bebendo todas as bebidas do mundo, ela não voltaria pra mim. 

S/N não queria me ver nem pintado de ouro. Todas ás vezes que tentava falar com ela, era ignorado ou ela me xingava. Já havai entendido que nunca mais teria ela. 

Estava um dia fechado hoje, com bastante nuvens no céu e aproveitei para ir á cafeteria perto daqui de casa. Chegando lá, fiz meu pedido, e sentei em uma mesa. Na mesma, havia uma revista com a seguinte manchete:

“ A poderosa S/N S/N e Kellan Lutz finalmente assumem namoro e internet pira” 

Abri a revista e ali estava a foto dos dois, fazendo uma entrevista exclusiva para a revista. 

Fiquei muito chateado com tudo aquilo. Abro meu celular e fui até o instagram da S/N, vendo a última foto que ela postou há 2 horas atrás, junto com Kellan, provavelmente na premier do filme onde os dois estavam participando. 

Ela estava tão maravilhosa naquele vestido preto. Aquele sorriso que encanta qualquer um, aqueles olhos tão chamativos e brilhantes, está mulher mexe tanto comigo. Ver ela sendo abraçada por outro é tão triste! E pensar que um dia era eu quem abraçava aquele corpo, beijava aquela boca e recebia todo o amor que ela demonstrava. 

Xxx: Senhor Malik, aqui seu café! - a atendente me deu o copo e eu agradeci - Será que pode me dar um autógrafo? 

Zayn: Claro! 

Xxx: Muito obrigada! 

Zayn: De nada! - sorri e me levantei, indo em direção á porta e no momento que saí, dei de cara com o amor da minha vida - S/N! 

S/N: Zayn! Oi! 

Zayn: Quanto tempo! 

S/N: Pois é

Zayn: Meus parabéns pelo namoro! - sorri sem grça 

S /N: Ah… Obrigada! 

Zayn: Espero que ele te faça feliz! 

S /N: Tenho certeza que vai! - doeu, doeu muito! 

Zayn: Há quanto tempo estão juntos? 

S/N: Namorando vai fazer 2 semanas. Agora, juntos faz 6 meses, desde quando a gente terminou - permaneci em silêncio e abaixei a cabeça 

Zayn: Ele sabe de tudo que você gosta e o que não gosta? 

S/N: Nem tudo! - riu 

Zayn: Aos poucos ele vai aprendendo! Ele tem sorte! Uma sorte que um dia eu tive! 

S/N: Pena que não pôde aproveitar! 

Zayn: Cada dia me arrependo mais! - disse baixinho 

S/N: E você? 

Zayn: Vida que segue.. - falei triste 

S/N: Solteiro? - assenti - Mas anda gostando de alguém? Ficando com alguém? 

Zayn: Tô sofrendo por uma pessoa, mas tudo bem.. 

S/N: Eu conheço? 

Zayn: Ô se conhece! - ri fraco - Mas ela namora e eu vacilei feio com ela. Podemos dizer que ela era a mulher da minha vida e eu consegui perdê-la. -ela riu

S/N: Nossa, vocês seriam muito felizes! 

Zayn: Nem me diga! - provavelmente ela havia entendido que era dela de quem estava falando 

S/N: Ela te amava bastante sabia? 

Zayn: Sabia, mas fui um completo idiota! Nem sabia o que eu queria e acabei me destruindo e o pior, destruindo ela! Pelo menos, agora ela está bem e feliz e é isso que importa! 

S/N: E você? Está bem e feliz como ela? 

Zayn: Não dá pra ver? - ri fraco e ela também - Eu amo muito ela, muito mesmo! Não sei se me entende.. - ela me interrompeu 

S/N: Entendo.. Talvez ela ainda te ame também! - S/N deu um sorriso que mudou meu dia e acertou em cheio meu coração - Bom, preciso ir Zayn.. Espero que vocês se entendam! Até mais.. - ela entrou dentro da cafeteria e eu fiquei ali, parado com um sorriso no rosto e pensando na possibilidade de eu ainda ter um final feliz junto ao lado da pessoa que eu amo. 

Será que ela estava mentindo? Ou realmente ela ainda me ama? 

Só sei dei uma coisa. A partir de agora vou fazer de tudo para recuperar a jóia que perdi e nada vai me impedir..


BOOM!! Gostaram??? Me digam o que acharam na aks por favor! Quero saber a opnião de vocês!! Tô ansiosa pra saberr!! 

Status: Chorão/Charlie Brown Jr. I🌈
Mas quanto mais a gente rala, mais a gente cresce.💨

Com a cabeça erguida e mantendo a fé em Deus.🙏

A vida me ensinou a nunca desistir, nem ganhar, nem perder, mas procurar evoluir.🆙

Sou correria, mas também sou vagabundo.👻

Esse brilho intenso me lembra você.✨

Hoje estou feliz, acordei com o pé direito, e eu vou fazer de novo, e vou fazer muito bem feito.👐

Um homem quando está em paz não quer guerra com ninguém.✌

Mas pra quem tem pensamento forte, o impossível é só questão de opinião.🍃

O medo cega os nossos sonhos.📡

Os homens podem falar, mas os anjos podem voar.🌈

Quem é de verdade sabe quem é de mentira.💤

Eu faço da dificuldade, a minha motivação.💪

O que se leva dessa vida é o que se vive, é o que se faz. 🙌

Saber muito é muito pouco.🐾

Cuide de quem corre do seu lado, e quem te quer bem essa é a coisa mais pura.👫👊

Que importa é se sentir bem, que importa é fazer o bem.✊

Viver, viver e ser livre.🌾

Na paz, na moral, na humilde, busco só sabedoria.🌀

Corro junto com você, vivo junto com você, faço tudo por você.💑

Eu vi o tempo passar, vi pouca coisa mudar.🌃

A vontade de te ver já é maior que tudo, e não existem distâncias no meu novo mundo. 💔

Um sentimento bom que me leva pra outro mundo.🎈

Cuidado com o destino, ele brinca com as pessoas.🐺

Mas a vida tinha um plano e separou a gente.💔

Eu sei que ainda estamos muito longe do fim.👉

Status para fotos de biquíni na piscina :)

• Hoje eu me sinto tão bem, tão bem, acordei com o sol me dando bom dia ☀

• Sintonize sua vibração, não há tempo pra viver em vão. ✌ 🍃

• Leve, se não der, releve 🍀

• Livre pra poder buscar o meu lugar ao sol 🌻🌞

• Vem que a gente te espera a vida é tão bela o amor se revela ainda assim, muitos não podem ver. 🍃🍀

• Então senta do meu lado e deixa a brisa te levar. 🎧🍃

• Damos graças e louvores, agradecemos independente das dores. 🎧🍃🍀

• Do lado de cá, tem música, amigos e alguém para amar ✌

• Que seja bom, que me traga paz, que me leve além, amém. 🌼

• Paradise 🌻🌊

/Se pegar, dê likes ou reblog. 🔝💙

30 pensamentos para os 30 dias com você

Dia 01: E no meio de todo o caos que me cerca, consegui encontrar minha paz no timbre da sua voz.
Dia 02: E então você me diz tudo aquilo que eu queria ouvir um dia, meu coração derrete e quero me entregar para você a cada momento.  
Dia 03: E eu que estavam tão só, sem ninguém por perto, já não me sinto mais assim com você por perto. Já estava tão acostumada à solidão agora não consigo mais imaginar um dia sem ouvir a sua risada. Qual o nome dessa doença?
Dia 04: Você tem o gosto que me embriaga mesmo que não beba, é o fumo que não consigo largar. A droga mais viciante e perigosa que inventei de me viciar.
Dia 05: Ao amanhecer me pego a contemplar as linhas que formam o seu rosto, as expressões que faz quando estar a sonhar, nenhum homem é mais belo que você, meu amor.
Dia 06: E no meio de milhares de pessoas, o meu coração escolheu apenas você.
Dia 07: E a cada dia que se passa, a certeza de que nós nos pertencemos só aumenta.
Dia 08: Mas e se você me machucar? Aquelas palavras ainda farão algum sentido?
Dia 09: Os últimos dias foram os mais felizes da minha vida. É impossível controlar o sorriso quando penso em você. Toda vez que vejo o seu sorriso, tenho a certeza que o amor é real.
Dia 10: Hoje sonhei com suas mãos entrelaçadas às minhas. Acordei me sentindo segura, e feliz, pois você permanecia aqui comigo.
Dia 11: Estou quase chegando a conclusão de que não existe nada em você que eu não seja capaz de amar.
Dia 12: Eu amo quando acorda todos os dias e beija o meu sorriso, bem aqui no canto da minha boca.
Dia 13: Lembro todo os dias de nós dois, teu olhar e teu sorriso insistem em invadir minha mente.
Dia 14: Vejo você em toda parte, sinto seu cheiro por onde eu passo, meu coração chama pelo seu. Nossos corpos se completam, e nossos caminhos se pertencem, olho para você e só tenho a certeza do nós.
Dia 15: A melhor parte do meu dia é ao seu lado. Às vezes carente, às vezes zangado. Ás vezes sorrindo, às vezes contente.
Dia 16: Pensei o dia inteiro em você, te desejei por perto. Queria te olhar mesmo que não falasse nada, queria te ligar mesmo que não dissesse nada.
Dia 17: O amor não cabe num verso, mas cabe no universo do meu coração.
Dia 18: Há amores que espantam as tempestades que ousam se aproximar de nosso coração.
Dia 19: Você é realmente tudo o que eu sonhei, mas sei que esse sorriso vai me machucar muito. Nunca que um sorriso desses significa algo bom.
Dia 20: E hoje tivemos uma briga, daquelas que surge por nada e acaba por tudo. Você literalmente não deveria ter feito isso.
Dia 21: Abrir mão de você e, consequentemente, da minha felicidade, foi a coisa mais difícil e dolorosa que já fiz na vida. Desculpe, querido. Não sei te amar pela metade, sempre vou amar por inteiro. Sempre vou ser uma exagerada que será capaz de roubar a lua só pra ver o brilho dela nos seus olhos.
Dia 22: Quando brigamos eu pensei em mandar você ir embora, mas quando me abraçou eu senti que seu coração mora no meu.
Dia 23: E então, você me fez feliz outra vez, fez eu me sentir a pessoa mais sortuda do mundo e quer saber? Eu sou, por ter você.
Dia 24: Hoje fiquei aqui pensando em como fazer para te tirar um pouco do pensamento.
Dia 25: Olhava pra você e via seu sorriso, e instantaneamente me pegava sorrindo também, você me faz tão bem. 
Dia 26: E eu te amei todos os dias, amei seus olhos, seus lábios, seus beijos, amei cada toque seu, cada coisinha em você, eu amei te ter. 
Dia 27: Já fazem uns dias que eu durmo e acordo sorrindo. Acontece desde o dia em que descobri que o meu coração, que é tão seletivo, te escolheu pra chamar de amor. E olha, que bela escolha ele fez!
Dia 28: Não tem que me amar se não quiser. Você quem sabe se fica ou vai. Mas resolve logo, rapaz, porque cansei de correr atrás. Ou entra nesse barco e segue comigo ou recua logo, porque a viagem é longa.
Dia 29: Você é um babaca. E eu estou morrendo de saudade. E se você sumir outra vez, me faça o favor de não aparecer nunca mais.
Dia 30: A ficha caiu! Você virou aquela rotina da qual não me canso nem por um milésimo de segundos.

Que meus pensamentos sejam seus por muitos outros 30 - Escrito por Anna, Nathane, Isadora G., Sabrina, Fran, MirelleKellyn, Lu, Dieska, Amanda T., Giovana, Dai, Ana Letícia, Danielle, AneJuliana e Mayara em Julieta-s

Imagine Niall Horan

Pedido: “ Um q eles são bff e ela conta q eh apaixonada por ele mas ele começa namorar uma mina e dá um fora nela e fica ignorando, ela fica puta e pega o amigo dele e ele vê ai depois começa gostar dela, mas ela fica ignorando ele e tudo mais… final feliz”. - Anônimo.

Como não foi especificado qual o boy era para usar, escolhi o Niall; porque tem poucos pedidos com ele. Me desculpem o tamanho no imagine, mas acabei me empolgando um pouquinho e não queria fazer em duas partes. Espero que gostem! (nem tá tão grande!

Ah, me desculpem por aquele diz que postei ele sem querer! hahah Fiz algumas mudanças e corrigi ele…. Beijos!!

****


Eu e Niall sempre fomos muito próximos, muito ligados um ao outro. Ao longo do tempo, e com a nossa forte convivência, eu acabei desenvolvendo sentimentos por ele. Sentimentos fortes. Eu me apaixonei pelo meu melhor amigo.

Mas nunca contei para ninguém. E viver por anos com um sentimento guardado só para você é sufocante. Me faz mal de certa forma. E por já estar completamente sufocada com esse sentimento, que eu resolvi contar para ele.

Sei que pode ser arriscado, mas tenho que fazer isso. Eu corro o grande risco de perder a minha amizade com ele, e isso me apavora. Mas tenho que, ao menos, tentar e arriscar. 

Esse é o mínimo. Não é?!

Nós estamos juntos nesse exato momento, estamos jogados no sofá da minha casa comendo algumas besteiras enquanto ele fala como foi o jogo de futebol ontem. E eu estou me preparando para contar para ele o que eu sinto. Respiro fundo, conto até dez e falo.

- Niall, preciso falar com você.

- Pode falar, S/A. – sorriu para mim.

- Pode parecer loucura, mas eu desenvolvi um sentimento diferente por você. Não foi proposital, apenas aconteceu. E eu me apaixonei por você. – o encarei. – Aconteceu, eu não tive como controlar. Quando eu percebi, eu já estava envolvida. – suspirei. – Eu guardei isso pra mim por um tempo, mas isso me sufoca. Eu achei que deveria te contar.

- S/N, eu… não sei nem o que te falar. – passou a mão pelos cabelos, nervoso. – Mas isso não é recíproco, eu não sinto o mesmo pro você. Eu estou ficando com uma menina agora. – foi como se me coração se partisse em vários pedacinhos. – Eu sinto muito, mas eu não posso fazer nada por você. Eu não posso te iludir, porque eu não gosto e você desse jeito.

- Tudo bem, Niall. – suspirei. Ele está ficando com alguém? Ele não tinha me falado isso… – Eu apenas me sinto aliviada por ter te contado. – ele sorriu.

- Bom, não me leve a mal, mas eu vou indo. Marquei um encontro com ela hoje! – falou animado. – Tchau, S/N. Até mais.

Talvez um soco teria doído menos que isso. Era como se sentisse os cacos do meu coração dentro do meu peito. Isso foi cruel.

Mas o pior é que não parou por ai. Ele simplesmente começou a me ignorar, não parecia que éramos amigos de anos, era como se fôssemos meros conhecidos.

Eu não fiquei chateada apenas pelo fora que eu levei dele. É um direito dele, afinal. Mas eu estou puta da cara com ele por outros motivos.

Oras, acima de tudo nós éramos melhores amigos, confidentes. Ele escondeu seu relacionamento de mim, como se eu não merecesse saber. Isso me machucou um pouquinho mais.

Hoje, depois de muita insistência das minhas amigas, resolvi ir em um barzinho com elas. Não sei ao certo quem vai, mas acho que será bom me distrair um pouco.

A noite estava agradável, estava me divertindo bastante. Até ver Niall entrar pela porta bem à minha frente, com uma loira até que ajeitadinha, mas sem graça, pendurada no seu pescoço.

Tentei ao máximo ignorar sua presença, já que ele não estava na mesma mesa que eu e meus amigos. Estava dando certo.

Eu já tinha bebido mais do que deveria, estava soltinha e animada. Eu dançava na pista de dança como se não houvesse amanhã. Bruce, o melhor amigo do Niall, chegou perto de mim e ficou dançando comigo.

Eu estava puta da cara com o Niall, ele não teve, se quer, a decência de me cumprimentar e ficava se agarrando com aquela loira o tempo todo.  

Eu me virei para o homem alto, musculoso e muito bonito atrás de mim e o beijei. Loucura minha, mas foi ótimo ver a cara que o Niall fez. Ele ficou vermelho de raiva e fechou a cara. Mas o ignorei completamente, assim como ele estava fazendo comigo; e passei o resto da noite ao lado do Bruce.

Acordei com uma dor de cabeça terrível. Eu realmente não posso beber muito. Fiz um café bem forte e decidi que passaria o dia enrolada nas cobertas. A campainha tocando fez minha cabeça doer ainda mais.

Abri a porta e ao ver quem era, me arrependi de ter feito isso.

- Você pode explicar o que foi aquilo ontem?

- E você pode me explicar desde quando eu te devo satisfações da minha vida?

- Desde quando somos melhores amigos. – ri.

- Ah, você não parece ter se lembrado disso quando escondeu de mim algumas coisas e quando passou a me ignorar, agindo como se não me conhecesse.

- Tá, ok. Eu errei. Mas você não tinha o direito de ficar com o meu melhor amigo.

- Claro que eu tinha direito. A vida é minha, eu sou livre e posso fazer o que eu quiser. Agora você não tem o direito de se meter na minha vida, depois de tudo que você fez, querendo controlar o que eu faço. Porque você não pode. – ele me olhou e suspirou.

- É tarde demais para pedir desculpas e dizer que eu me arrependi? – rolei os olhos.

- É, é tarde demais, Niall. Tchau. – iria fechar a porta, mas ele a segurou.

- Por favor. Eu estava errado, me arrependi do que eu fiz. – se aproximou de mim e me vi perdida na imensidão azul que são seus olhos. Ele encarou minha boca e eu me vi fazendo o mesmo, encarando a sua boca avermelhada.

Ele se aproximou mais um pouco e grudou nossos lábios, iniciando um beijo o qual eu não correspondi. Ele se afastou de mim e me olhou confuso.

- Não é assim, Niall. As coisas não funcionam assim. – o afastei de mim. – Você escolheu que as coisas fossem assim, e você está com uma menina agora. Não vai ser você vindo aqui, me dizendo essas coisas e querendo me beijar que vai apagar o que você fez. Você não vai brincar com os meus sentimentos.  – abri a porta. – Agora me dê licença, que eu tenho mais o que fazer.

- S/N… – não o respondi e desviei meu olhar.

Ele abaixou a cabeça e saiu da minha casa.

Se ela acha que será fácil assim, se enganou. Eu irei pagar na mesma moeda.


**

Niall Point Of View

**


Ontem quando eu vi S/N se agarrado com Bruce, que se dizia meu amigo, fiquei louco de ciúme.

Só então eu vi que eu gosto dela, mais que como minha amiga. Mas eu acabei sendo um idiota com ela, e agora ela está puta da cara comigo. E não tiro a razão dela.

Mas eu não sei como eu vou provar que eu me arrependi do que eu fiz e que eu gosto dela de verdade se ela não quer nem olhar na minha cara.  

Flores, chocolates, cartões… tudo estava na minha lista de como reconquistar ela. Mas eu acho que, acima de tudo, eu precisaria falar o que eu sinto.

Eu encarava a porta branca na minha frente tremendo, mal conseguindo segurar o buquê em minhas mãos. Mas o que eu iria falar, afinal?

- Vamos lá, Niall. Você consegue… – respirei fundo. – Ok… S/n… eu queria pedir desculpas por tudo que eu fiz, e pelo modo que eu agi com você. Eu sei que foi completamente errado e eu estou profundamente arrependido… – bufei. Isso está péssimo. – Eu só queria o seu perdão e uma chance. Pra fazer diferente, fazer o certo. Eu prometo que farei de tudo para você não se arrepender e não te decepcionar. – bufei novamente. – Eu só tenho que falar que estou apaixonado por ela. Só isso.

- Falando sozinho, Niall?!  - escutei uma voz que conhecia muito bem e senti meu corpo gelar. Há quanto tempo ela está ai?

- O…oi. – disse completamente sem graça. – Você está ai há quanto tempo? – ela sorriu.

- Há tempo suficiente! – disse e se jogou nos meus braços, beijando meus lábios.

Rapidamente envolvi sua cintura com meus braços e a apertei contra meu corpo e aprofundei ainda mais o beijo. O beijo foi finalizado lentamente, quando já nos faltava ar, com vários selinhos.

- Eu acho que posso te dar uma chance! - sorri bobo - E eu realmente espero não me arrepender! – ri e a beijei novamente, com mais vontade que antes.

*

Imagine Harry Styles

- Querida, como tem se sentido? - Minha sogra perguntou se sentando na cama da qual eu não tinha mais forças para levantar.

- Na medida do possível bem.

- Como estão nas dores? - Perguntou ela.

- Qual dela? A carnal ou a mental? - Perguntei.

- As duas. - Suspirei.

- Tem sido péssima a ideia de saber que eu posso perder minha filha e meu marido de uma hora para a outra, assim, do nada.

- Não viveríamos sem você. - Ela tocou meu ombro.

- Vocês vão aprender a se acostumar com minha ausência. Porque eu não estarei para sempre aqui, querida. - Ela assentiu. - Tenho enfrentado os fatos da doença, não me entregando a ela, mas aceitando e convivendo com isso. - Comentei.

- Você é tão forte. - Minha sogra comentou.

- Sou o que sou por Darcy e Harry, eles me dão força. - Me movimentei na cama. - Posso pedir-lhe algo? - Assentiu. - Cuide de Darcy para mim a qualquer custa.

- Eu farei isso, mas você estará aqui para cuidar dela também.

- Anne, não se engane, você sabe que a probabilidade é muito baixa. - Dei de ombros.

- Eu creio.

- Eu também.

Gemma e Darcy entraram no quarto desesperadamente com sacolas de compras nas mãos.

- Mamãe, mamãe, olhe esse brinquedo novo. - Minha pequena se aproximou delicadamente.

- Tia Gem que comprou para você? - Retirei a franja que caia em seus olhos e a pequena assentiu.

Gemma, eu e Anne conversamos mais um pouco enquanto Harry chorava no escritório, ele tentava ao máximo esconder, mas eu sabia o que estava acontecendo, bem antes dele.

Logo após a visita de Anne e Gemma acabar eu me calei e tirei um cochilo com Darcy, sendo interrompida pelo choro do meu marido, acordei e o chamei apenas esticando o dedo.

- Não fique assim, Harry.

- Como não?

- Você viu seus exames?

- Sim, no começo eu fiquei muito chateada pelo câncer ter invadido meu corpo sem ao menos ter pedido licença, eu queria tirá-lo o mais rápido possível de dentro de mim e pisar na cara dele depois. Mas eu aprendi algo com isso, aprendi que a vida é valiosa, que devo mostrar meus sentimentos que eu nunca mostrei, que devo me preocupar comigo, pedir ajuda, enfrentar isso e muito mais.

- Você é inexplicável, sabia?

- Hazz, eu sei que posso morrer a qualquer momento e com isso eu tomei muitas decisões, eu tive que tomar a decisão de viver ou de morrer, por mais que pareça hipocrisia e eu queira que curar eu sei que vocês não merecer sofrimento algum, mas eu quero viver.

- S/N, eu faço tudo por você.

- Não, faça tudo por Darcy, faça o possível por mim. Não adianta pegarmos um avião e irmos para Alemanha, o tratamento será o mesmo, os procedimentos também, a vida é um mistério e isso faz dela a maior preciosidade do universo.

- Porque tomou todas essas decisões?

- Porque eu analisei minha realidade, percebi o que quero, entendi porque quero e decidi o que fazer.

- Por que? Me explique cada tópico.

- Eu sei que tenho câncer, tenho recursos para me tratar é uma família linda. Percebi que quero viver, quero ver Darcy uma grande mulher. Entendi que quero isso porque eu quero te fazer feliz, Harry e entendi que tudo se resume no meu amor por vocês.

- Você é incrível e eu te amo.

- Eu também te amo.

Harry levantou da cama e antes mesmo que eu reclamasse ele me disse que iria comprar meu sorvete preferido, mas que Darcy ficaria comigo, o que me alegrou um pouco, já estou com saudades dela.

Assim que o pai saiu minha pequena veio até mim e se deitou ao meu lado.

- Mamãe, você vai continuar fazendo tranças no meu cabelo?

- Claro querida, sempre farei isso.

- Vai estar aqui quando eu te mostrar meu namorado.

- Claro Darcy. - Eu sabia que estava iludindo minha filha.

- Vai pintar o meu quarto do rosa quando não gostar mais de roxo?

- Sim querida. - Sorri.

- Eu te amo.

- Eu também te amo.

- Colinho. - Esticou os bracinhos e deitou sobre meu corpo.

Logo depois Harry chegou com o sorvete, com os poucos movimentou que ainda fazia desci as escadas e me sentei no sofá, que ainda era confortável e um ótimo lugar para se amar.

- Baunilha com choco chips. - Harry me entregou.

- Obrigada por tudo.

- Obrigada por me amar, querida.

- Eu cometeria esse erro milhares de vezes, Hazz.

Harry Styles.

N/A: Esse é o primeiro post desse blog, espero que ainda venham muitos por aí. Eu estou muito feliz de ter criado isso aqui, sempre gostei de escrever e sempre amei o Harry Styles (Os outros meninos também, mas Harry é o amorzinho da minha vida.) Espero que gostem, eu fiz com todo carinho. Fiquem a vontade para mandar ask ou mensagens, quero muito conversar com vocês e saber o que vocês acham de tudo.

Seja bem vindo(a)!

Boa leitura!


     Eu estava me sentindo horrível, nos últimos dois dias eu estava tentando ter uma alimentação saudável, dormir na hora certa e tudo o mais, mas ainda era inevitável. Naquela manhã quando eu acordei completamente congestionada, queimando em febre e dor de cabeça, eu simplesmente não estava surpresa. Mesmo assim foi horrível acordar daquele jeito. Contrariando o desejo do meu corpo me virei para o lado de Harry da cama, só pra ter minha segunda decepção do dia, ele não estava mais lá. Ele havia me dito que teria compromissos hoje, e provavelmente iria ficar fora por algumas horas.

     Eu estava tão aborrecida, odiava ficar doente, eu estava um lixo. Decidi finalmente me levantar, precisava de um banho. Pra minha total felicidade, era sábado, então não precisava trabalhar hoje. Só não queria ficar sozinha em casa.

     Assim que sai do banho caminhei em direção ao armário, sentia minha cabeça doendo mais, bem pior que antes. Abri o armário e peguei uma calça de moletom e uma camiseta qualquer de Harry, depois de vestida sai do quarto em direção a cozinha. Estava sem fome então só preparei um chá e fui direto para sala assistir alguma coisa na TV, não tinha energia pra fazer qualquer outra coisa. Tomei um remédio antes de terminar meu chá, me embrulhei em uma coberta quentinha e logo cochilei por causa do remédio, mesmo tendo acabado de acordar de uma longa noite de sono.

     Acordei depois sentindo como se tivesse sido atropelada por um caminhão, logo ouvi o som da porta se abrindo e Harry entrando. Assim que ele me viu, uma expressão preocupada tomou seu rosto. Afinal, me ver jogada em um sofá enrolada em uma coberta e tendo uma crise de espirros não é uma cena tão normal pra ele. Um beicinho se formou em seu rosto em quanto ele caminha em minha direção.

 “Oi, babygirl, você está bem?” Ele me perguntou delicado, se ajoelhando em minha frente, colocando uma de suas enormes mão em minha testa.

 “Eu me sinto horrível” Eu disse, num sussurro quase inaudível.

 “Eu sinto muito, querida. Mmm, sua testa está muito quente. Vou buscar um termômetro.”  Ele disse, antes de deixar um beijinho em minha testa e se pôr de pé para buscar o termômetro.

     Olhei de relance para o relógio e fiquei surpresa ao perceber que estava dormindo há horas naquele sofá. Eu estava tão desorientada, me sentia péssima.

 “Aqui está, amor” ele disse docemente enquanto colocava o termômetro em seu devido lugar. “Você está com fome? Tem dores? Quer que eu vá comprar algum remédio, sopa ou algo assim?” Ele me encheu de perguntas, e sua expressão preocupada voltou.

 “Mmm, só se deite comigo por favor” Eu implorei, fungando um pouco e me sentindo um bebê.

 “Claro meu amor, venha aqui” Ele disse com um sorriso tranquilo nos lábios enquanto tirava sua jaqueta e se espremia comigo no sofá de nossa casa. Suavemente ele me abraçou e eu pousei minha cabeça em seu peito. Ele acariciava meus cabelos e o sono já se fazia presente de novo.

 “Amor?” Chamei, levantei um pouco o olhar pra dar de cara com seus olhos.

 “Oi” Ele respondeu, levando sua mão até minhas costas e fazendo um carinho gostoso ali.

 “Harry, eu me sinto uma porcaria.” Sussurrei, ele deu uma risada baixinha.

 “Eu posso ver, bebê, e eu sinto muito. Tente dormir, você vai acordar melhor.” Tentou me convencer, sem saber que eu já estava cochilando.

 “Harry” sussurrei novamente, queria ficar um pouco mais acordada.

 “Sim amor?”

 “Eu te amo muito” Eu disse, sentindo que os braços que estavam em volta de mim com tanta força iriam me proteger.

 “Eu te amo mais” Ele sussurrou, poderia garantir que em seu rosto estava um sorriso, ele beijou meus cabelos e sussurrou mais uma vez “Eu te amo muito mais”.

Meu Amor,
Eu não sei bem como começar essa carta, você sabe, eu nunca fui bom com palavras, mas eu preciso te escrever. Tem uma coisa que provavelmente você não sabe, desculpe não ter te contado, mas você não deveria se sentir culpada pelo que aconteceu, se eu bem lhe conheço, você deve estar fazendo isso. A verdade é que quando eu acordei pouco depois do acidente, ainda tonto com o impulso da batida do carro, e eu olhei para o lado e vi você ali, desacordada, e toda cheia de sangue e machucados, eu pensei que tinha perdido você, naquele momento eu entrei em desespero completo, pois eu tentei de todas as maneiras possíveis imaginar a minha vida sem você, e eu percebi que era impossível, porque você é como o ar que me faz respirar, sem você eu nunca iria conseguir. Então foi ali, naquele momento que eu silenciosamente pedi pra papai do céu me levar no seu lugar, eu sabia, Ele sabia, e todos sempre souberam que você sempre foi mais forte do que eu. Sei que talvez tenha sido um pedido meio egoísta da minha parte, e se isso me torna o cara mais egoísta do mundo, então eu aceito de bom grado esse titulo, porque eu prefiro ser considerado assim, do que viver um dia sem você na minha vida. Pois bem, se você esta lendo essa carta, é porque ele ouviu o meu pedido. Eu me arrependo de muitas coisas que fiz durante a minha vida, mas eu nunca vou me arrepender disso.  Você me conhece bem, e sabe que eu sempre fui cheio de erros, mas acho que devo ter feito alguma coisa muito certa alguma vez na minha vida, porque é a única explicação que eu acho plausível pra ser merecedor de poder ter  te amado e ter recebido o seu amor. O medico me disse que meu quadro se complicou depois da cirurgia, e que é um milagre que eu ainda esteja consciente, mas acho que essa dadiva não tem muito haver comigo, mas sim com você, é uma oportunidade de me despedir.  Só preciso que saiba, que a melhor decisão da minha vida foi ter pedido sua mão em casamento, e esses 7 meses de casados podem ter sido curtos, mas foram intensos, e os melhores da minha vida. Eu realmente sinto muito que tenha acabado assim, eu nunca quis te fazer sofrer, me perdoe por isso. Mas sabe, eu fui o homem mais feliz do mundo ao seu lado, e você também merece ser feliz. Você é uma cabeça dura, muito teimosa, e é uma das coisas que mais amo, mas como ultimo desejo quero simplesmente lhe pedir que seja feliz, e siga em frente. A vida ainda vai lhe reservar muitas surpresas, e você precisa abrir seu coração para recebê-las. Mesmo de longe, estarei sempre contigo. Para todo o sempre. EU AMO VOCÊ.
                                                                    Com todo o meu amor, Adeus.
—  Desconhecido.