acontecia

Me sentia insatisfeito e, francamente, meio com medo de tudo. Não estava indo a lugar nenhum, nem o resto do mundo. Estávamos todos rolando por aí, á espera da morte, e enquanto isso fazendo coisinhas para encher o tempo. Alguns nem faziam coisinhas. Eram vegetais. Eu era um deles. Não sei que tipo de vegetal. Me sentia um nabo. Acendi um charuto, traguei, e fiquei fingindo saber que diabos acontecia.
—  Charles Bukowski.
Meu quarto. A melhor coisa que havia ali era a cama. Gostava de ficar ali deitado por horas, mesmo durante o dia, com as cobertas puxadas até o queixo. Era bom ficar ali, nada acontecia por ali, nenhuma pessoa, nada.
—  Charles Bukowski.
Meu quarto. A melhor coisa que havia ali era a cama. Gostava de ficar ali deitado por horas, mesmo durante o dia, com as cobertas puxadas até o queixo. Era bom ficar ali, nada acontecia por ali, nenhuma pessoa, nada.
—  Charles Bukowski.
Mas eu tinha um objetivo: eu estava esperando que algo extraordinário acontecesse. Mas enquanto os anos se passavam à deriva nada acontecia a não ser que eu provocasse.
—  Charles Bukowski.
Você sempre reclamou que, por mais que eu adorasse escrever e gostasse de colocar no papel tudo que acontecia comigo, eu nunca tinha dito nada sobre você. Sempre me cobrou que demonstrasse em palavras o que tínhamos, mas nada saía. Acho que você nunca interpretou bem meus textos, e por isso queria tanto ter um dedicado à ti. Pois eu poderia ter escrito quando você me beijou pela primeira vez naquela sala de cinema, seria fácil descrever as reações involuntárias que senti e, falar da vontade que tive de eternizar aquele momento. Poderia ter escrito quando lhe dei aquela flor de chocolate com o urso que você grudou, e não quis mais largar. Eu poderia ter escrito quando você me deu aquele perfume, quando comemos sorvete, ou quando fomos dar uma volta só para passar mais tempo juntos. E nestas pequenas ações eu percebi que você realmente queria estar comigo, então eu pensei muito e, quase saiu um texto. Mas ainda não era a hora. Poderia ter escrito também na primeira vez em que você disse que me amava, que eu fiquei tão feliz que até abri uma bebida da geladeira, mesmo odiando cerveja, você sabe. Eu poderia também ter escrito quando você não estava me dando tanta atenção por conta de seus problemas, seria importante lhe dizer que eu permaneceria aqui, mesmo que você desaparecesse por um dia inteiro. Mas apenas fiquei, pois para mim, minhas atitudes somariam mais que qualquer texto, mas mesmo assim não estava bom o bastante pra você. Motivos não me faltaram para escrever, mas eu sempre me contive. E então, você agiu da maneira mais previsível, e resolveu partir, me deixando aqui, sozinho, como todas as outras pessoas que passaram. E foi por isso, por você passar a me ver como apenas mais um ser vivo, quando eu deixei de ser tudo o que você tinha, para virar apenas mais uma pessoa que passou em sua vida. Quando você deixou de ver o meu esforço para lhe manter aqui, comigo. Foi por você ter feito o que eles fizeram, que finalmente, mereceu um texto meu.
—  O Pequeno Bob.
Fico tentando buscar as palavras certas para descrever o que você me faz sentir. Eu te amo tanto, e você me faz um bem danado, porém não sei descrever isso. Então decidi escrever algo sobre nós; Tá quase fazendo um ano que nos conhecemos, e lembro como se fosse ontem da minha pessoa curtindo todas as suas fotos pra vê se o senhor se tocava to quanto eu queria te beijar - risos -, eu te achava um gato, quer dizer, ainda acho. Mas tínhamos que nos beijar logo no primeiro dia do ano, só pra ficar claro que ia ser pra sempre, ou melhor, eu espero que seja para sempre, e mesmo que dure pouco, pra mim será para sempre. Quantas vezes será que fomos dormir querendo mandar uma mensagem? Minha nossa, dois retardados sofrendo um pelo outro só por orgulho. Gente vai aí um conselho; Nunca, em hipótese alguma tente esconder o que você sente, se não for recíproco eu tenho pena da pessoa e você supera, mas nossa, talvez você pode só estar atrasando a sua felicidade. Sabe eu sou tão grata por ter você, quando eu mais achei que não tinha feito nada de bom nessa vida porque nada de bom me acontecia você apareceu. Quando a gente tá no telefone, porque é mesmo, esqueci dessa parte, ficamos oito meses lutando contra o sentimento pra quando você decidiu ir embora nos abrirmos um para o outro - risos -, a gente foi mesmo bem idiota. Mas enfim, quando estamos no telefone, a quase oito mil quilômetros de distancia, e ficamos em silencio, eu imagino a gente deitados, bem juntinho, em silencio. Você é muito ciumento e isso me irrita bastante, mas você é tão carinhoso, e me faz rir as vezes, sem querer talvez. Mas você também é ignorante, as vezes. Você me irrita, não por ser você, mas por me fazer te amar sendo você, e me sinto a pessoa mais feliz do mundo quando você diz que me ama, soa como a minha canção preferida. E acho que esse texto já esta muito grande, mas eu não disse nada do que queria, mas ainda dá tempo de dizer que te amo, e que dessa vez quero fazer dar certo, e espero que dê.
—  Poesigrafar.
Andei amando loucamente, como há muito tempo não acontecia. De repente a coisa começou a desacontecer. Bebi, chorei, ouvi Maria Bethânia, fumei demais, tive insônia e excesso de sono, falta de apetite e apetite em excesso, vaguei pelas madrugadas, escrevi poemas (juro). Agora está passando: um band-aid no coração, um sorriso nos lábios – e tudo bem. Ou: que se há de fazer.
—  Caio Fernando Abreu.
você

você é aquela coisa boa no meio de toda confusão. você é aquele raio de sol num dia nublado. você é a melhor parte de mim. você é aquele café doce e quente num dia frio e amargo. você é você. você me desmonta inteira mas só você sabe me montar. você é aquela coisa que eu achei que só acontecia com os outros. você é aquela música gostosa que a gente ouve e fica ouvindo repetidamente. você é aquele livro que em todos os capítulos a gente só se apaixona mais. você é aquele filme que a gente já viu mas quer rever até decorar todos os diálogos. você é aquele vicio que não há como largar. você é aquela pessoa que quero colocar em um potinho e guardar, ah, e etiqueta-lo como ‘’a melhor parte de mim’’. 


babi

E mais uma vez aquela dor resolveu sair em forma de lágrimas, todo aquele caos dentro dela se desfez em lágrimas, e ela se perguntava por quê? Por quê?  Que temos mania de gostar do que está longe? Porque temos mania de gostar do que é difícil, quase impossível? Gostar do que é fácil e está perto seria muito mais cômodo, porém não era o que acontecia com ela, pois tinha mania de gostar do impossível.
—  Simone Ribeiro
Perdi as contas de quantas vezes fui deixado para trás. Pela pouca memória que ainda insiste em lembrar desse detalhe, foram inúmeras tentativas infalíveis de abandono. E digo Infalíveis porque elas realmente deram certo. Se tem uma coisa que mais presenciei nessa vida, foi pessoas indo embora. Sem direito a despedidas e coisas do tipo, simplesmente viraram as costas e partiram. Nunca entendi o motivo disso. Porque no início de toda relação, era maravilhoso e perfeito como num conto-de-fadas. Não que eu sonhasse com um final feliz e nem nada parecido, mas de repente todo encanto que um dia existiu ia por água a baixo. Sumia, evaporava como se nunca tivesse havido qualquer sentimento ali. Não sei se existe o termo desgostar-de-alguém, mas é assim que definiria o que acontecia com as pessoas logo em seguida, elas passavam por uma mudança radical e nem pareciam alguém legal e interessante com quem eu já havia trocado momentos intensos. E sinceramente, confesso que nunca tive nenhuma parcela de culpa por essas despedidas tão repentinas. No meio dessas situações, eu era um espelho que refletia tudo. Quando as pessoas me davam amor, eu retribuía da mesma forma. Me davam afeto, eu agia sendo carinhoso. Me passavam segurança, eu transmitia que estava protegido. Elas me faziam voar e eu gostava de altura… Apesar de sempre cortarem minhas asas.
—  Pedro Pinheiro.
Status: @Legendas🔮🍃❤👣

- Se não for transbordar, não me enche 🌊💭🍃👌🏻
- Tudo tem seu tempo. E nada é por acaso ⏳💭👣
- Cedo ou tarde a gente vai se encontrar 🙈❤💭
- Gosto de ter você na minha vida ☺❤🙈💭
- É loucura odiar todas as rosas, porque uma te espetou 🌹💭🍃💫
- São energias diferentes, mas a direção é a mesma ↔👣💭
- Não faça com os outros o que você não quer que seja feito com você 💥💭🍃
- Ela era como a lua, distante, fria, mas tinha seu brilho próprio 🌙❄❤💫
- Se duas pessoas estão destinadas a ficarem juntas, eventualmente elas encontram seu caminho de volta 💭💕👣🌀
- Que seja infinito aquilo que nos faz bem ✌🏻☘👣💭
- O segredo é ser feliz em segredo 🙈❤💫💭
- Quero paz pro meu coração ✌🏻❤☘
- Se te faz bem, cuida ❤💫💭
- Um dia de cada vez, sem pressa…⌛🍃👣💫
- Ainda bem que o mundo dá voltas 🌍🌀💭
- Eu sei que sobre nós tudo é sempre complicado, mas um dia vai se descomplicar, pode acreditar ❤😏💭🙈
- Relaxa, o mundo ainda tem muita volta pra dar🌍🌀💭
- Para dias bons: sorrisos😁 
Para dias ruins: paciência⌛
Para todos os dias: fé🙏🏻
- Quanto menos pessoas souberem, mais feliz você será 🍃😏🙈💭
- Nada passa batido, lá em cima tem gente olhando 👀💪🏻❤☘
- Se você tem um sonho, acredite nele. Não ouça opinião errada de ninguém, nem todo mundo quer você bem, se liga 💭😉👏🏻
- Não importa a cor do céu, quem faz o dia bonito é você 😍❤🙈
- Mude de atitude. Comece a viver 🌱💭👣❤
- Tire do coração o medo, não dê lugar aos sentimentos que lhe roubam a paz ❤✌🏻☘👣
- Achou que quebrou meu coração, mal sabia que tinha película de vidro 😌❤👏🏻
- O coração dispara tropeça, quase para me encaixo no teu cheiro ❤💫💭🍃
- Que ironia… Acontecia uma guerra dentro dela e ela sorria 😁🌀💔💭
- Eu morreria por você, sem pensar duas vezes, pode ter certeza, mãe ❤☘💭
- Quanto menos nos importamos, mais somos felizes 😁💭👣
- O amor próprio também se cultiva 🌱❤💭
- Se arrisque. Algumas loucuras valem a pena😌👅☘👣

Era difícil e raro o meu amor sair da toca. Quando saía, era quase sempre um equívoco. Acontecia que eu me cansava de prender o amor e acabava deixando ele sair; ele precisava ir pra algum lugar. Daí, como de costume, começavam as encrencas.
—  Charles Bukowski