a-pedido

One Shot Harry Styles

  • Pedidos - Poderia fazer um do Harry, que ele e a S/N foram casados, tiveram um filho, e ela tá grávida dele, só que ele está noivo de outra pessoa, mas como pai da criança, ele tenta ao máximo estar presente, dai a S/N começa a misturar as coisas (tipo beijar ele), eles (Harry e S/N) NÃO ficam juntos no final?! muito obrigada
  • Oi tudo bem?! Adoro seus imagines!!! Queria um do harry que ele a S/N acabam de ter uma filha r ele está todo fofo e eles vai dar o primeiro banho nela!!!


— Vamos lá, (seu apelido), eu sei que você pode.

Harry passou a mão sobre minha testa suada e sua voz me deu forças para continuar me esforçando para ter a nossa bebê, e não muito depois o choro da nossa pequena pôde ser ouvido por toda a sala de parto.

Eu não me esqueço esse momento nem por um segundo, ele passa por minha mente sempre que eu vejo Harry e seus olhos e seu sorriso, cada vez me dando mais certeza de que ele está aqui para a nossa família novamente. Mesmo que ele tenha uma noiva, ele a deixou para passar a semana na nossa casa depois que eu deixei o hospital com a nossa tão esperada Darcy, as esperanças de ele voltar a morar conosco é cada vez maior, ele me dá os sinais.

Ele sempre pergunta se eu estou bem e então traz as minhas refeições na cama mesmo que eu diga que posso ir preparar eu mesma, ele tem cuidado de mim e dos nossos filhos tão bem que é nítido que ele tem saudades de nossa família, ele com certeza quer voltar e não sabe como abordar esse assunto.

— Ela é tão linda, não me canso de olhá-la…

Harry disse baixinho ao lado do berço de Darcy a olhando como se fosse a coisa mais preciosa do mundo enquanto ela tem um sono calmo. E sim, ela é a coisa mais preciosa.

— Nós fizemos bem os nossos filhos. — faço o comentário com um sorriso em meus lábios.

— É… Será que o Luke está bem com a minha mãe?

Luke, o nosso filho de quatro anos, está passando a semana com a avó para que Harry e eu focasse nossos cuidados em Darcy, Harry quis passar a semana com a gente para que ela o conheça e se acostume com ele, mas eu sei que isso é uma desculpa para voltarmos a viver em família.

— Ele é um doce, não precisa se preocupar. — sorri pensando no nosso pequeno cavalheiro — Ele será um grande homem, assim como o pai.

— Eu espero que seja melhor… — ele sussurrou se afastando do berço — Na hora do banho, será que eu posso ajudar? Como fiz com o Luke bebêzinho?

— Claro, eu adorarei a sua ajuda. — eu falei animada, mas que do eu queria parecer.

— Obrigado por me deixar ficar com ela essa primeira semana, eu não gostaria de ficar longe. — ele se sentou na poltrona de frente para o berço.

— Nós somos uma família, não precisa agradecer. — eu sorri mais uma vez recebendo seu olhar em minhas direção.

— É… Eu estou indo na cozinha, quer alguma coisa? — ele se levantou caminhando até a porta.

— Não, obrigada.

E então ele saiu me deixando no quarto com um sorriso bobo, eu recebi muito bem todos os sinais de que ele me quer de volta, talvez tenha visto o quanto a noiva dele não o fará feliz como eu o fiz e não realizará o sonho dele como eu realizei o dando dois filhos e uma linda família. Não importa se estamos dormindo em quartos separados enquanto ele está aqui, os olhares dizem tudo, os sorrisos também.

[…]

— Espere um pouco, tem que checar a temperatura da água. — eu falei colocando minha mão na água sentindo-a morna enquanto Harry segura Darcy já sem roupa em seu colo — Pode colocá-la aqui antes que ela faça xixi em você. — ri baixo o vendo, com todo cuidado do mundo, colocar a pequenina na água a segurando firme para não escorregar.

— Eu lembro que quando dávamos banho no Luke, ele chorava como se estivéssemos o maltratando, mas a Darcy está tão quietinha. — ele disse baixo para não assustá-la com o seu tom de voz e pegou um pouco de água com sua mão em formato de concha, jogando sobre a pequena barriga.

— Até hoje ele não gosta de banhos. — sorri ao lembrar do meu menino — Mas Darcy será uma boa menina, não que o Luke seja um filho ruim.

— Eu sei o que quer dizer… Espero que ela não me dê problema com os rapazes. — ele sorriu lavando o pequeno corpo em seu braço.

— É cedo demais para pensar sobre isso, não acha?! — fixei meus olhos em seu rosto que tinha a expressão concentrada.

— Nunca é cedo para me preocupar com a minha garota.

O banho em Darcy foi tranquilo, eu que acabei ajudando o Harry de vez em quando em vez dele me ajudar, estamos agora no quarto e ele fez questão de vestir a nossa pequena e eu apenas sentei ao seu lado assistindo o quão cuidadoso ele era em tudo que fazia.

— Eu acho que me saí bem depois de tanto tempo sem arrumar um bebê. — Harry disse ao terminar.

— Você é sempre bom no que faz. — eu sorri olhando para ele ao mesmo tempo que ele me olhou — Esses dias têm sido os melhores. — coloquei minha mão sobre seu braço me aproximando discretamente dele — Obrigada por estar com a nossa família. — sussurrei e em um impulso encontrei seus lábios com os meus.

Foi como se a terra parasse para que pudéssemos aproveitar ao máximo esse momento, nós nos amamos, eu sei que ele me ama, e esse beijo, mesmo sendo um encostar, de lábios é tudo para mim.

— Você não pode fazer isso! — Harry se afastou rapidamente e quando eu vi ele já estava no meio do quarto — Eu vou me casar, o que tivemos acabou.

— Nossa filha acabou de nascer, Harry… Você não pode deixá-la, não pode me deixar quando eu sei que o que você mais quer é ficar. — me coloquei de pé a sua frente.

— Nós já estávamos separados quando ela nasceu, não crie expectativas de uma coisa que já teve o seu fim. — Harry se afastou quando tentei me aproximar.

— Você está aqui agora, não teve um fim.

— Eu estou pela minha filha, eu e você estamos separados, não eu e ela. — ele disse me fazendo sentir o impacto de suas palavras.

— Mas… Mas você tem sido tão bom para mim. — abaixei meu olhar desviando do seu dizendo minhas palavras em um tom baixo.

— Não me leve a mal, mas você é a mãe dos meus filhos, é importante para eles que você fique bem e eu quero te ver bem.

— Só a mãe dos seus filhos…

— Somos amigos também, (seu apelido)… Nós já vivemos tanta coisa juntos, coisas boas principalmente, mas ficamos melhores em caminhos diferentes.

— Se você diz… — sussurrei ainda com meu olhar pregado no chão.

— Não quero que fique triste, você vai arranjar alguém que te mereça. — ele colocou a mão sobre meu ombro.

— Eu… Me desculpe… Por misturar as coisas.

— Está tudo bem… Vem aqui.

Harry rodeou seus braços em volta do meu corpo e eu encostei minha cabeça em seu peito ouvindo as batidas do seu coração, eram calmas e faziam me lembrar dos velhos tempos. Pena que essas batidas não são mais por mim como ele dizia que eram há algum tempo.



Espero que tenham gostado… ❤

Desculpe a demora para postar, mas ultimamente escrever está sendo difícil e eu estou dedicando algum tempo para votar nos meninos.

- Tay

PRESTA ATENÇÃO AQUI : Esse imagine não é um pedido (desculpa), mas eu venho me sentindo exatamente assim nesses tempos então precisei desabafar de alguma maneira (prometam não rir de mim) então me perdoem por estar tão simplesinho.

Segundo, boa leitura sz

——-

Com as costas encostadas na parede e as pernas juntas ao seu corpo, S/n deixa com que as lágrimas finas e delicadas molhem seu rosto. Todas as luzes da casa estão apagadas, apenas um abajur na cômoda deixa algo iluminado.

Ela se sente tão tola por estar chorando daquela maneira por algo que muitos julgariam besteira, mas não é. Ela sente a dorzinha em seu peito ao analisar tudo que está ocorrendo ao seu redor, S/n se sente tão perdida e sozinha, todos ao seu lado sabem o que fazer, sabem como agir, sabem ser adultos.

- Eu não quero. - Ela sussurra baixo para ela mesma.

Enquanto isso, no andar de baixo, Harry acaba de entrar e sua feição confusa ganha seu rosto ao ver que tudo está extremamente silencioso. Ele acende a luz da sala e vê os pertences de S/n sobre o sofá e sorri com isso. Não é fácil passar o dia todo longe de quem ama. Mas Harry ainda está confuso por tudo estar silencioso, nesse horário geralmente S/n está assistindo seu talk show favorito.

Ele não dá muita importância, talvez ela deva estar dormindo depois de um dia longo. Com esse pensamento Harry vai para a cozinha para beber algo que molhe sua garganta que está seca.

Ao observar o balcão ele vê uma enorme panela na pia com rastros de que alguém vez um doce de chocolate e conter o sorriso é inevitável.

- O que será que ela aprontou dessa vez? -Ele questiona a si mesmo e abre a geladeira em busca de algo que contenha chocolate e ao ver um pote repleto dele não se segura e acaba pegando um pouco, mesmo sabendo que aquilo pode gerar um grande problema para ele mais tarde.

A canseira bate forte no corpo de Styles que resolve que já está mais do que na hora de tomar um bom banho.

Assim que vai subindo as escadas, por onde passa acende as luzes. Ele odeia a casa escura.

Ao chegar na parte superior da casa, vê que o último quarto o qual ele divide com S/n, emite uma luz fraca e em seguida seus ouvidos captam um soluço baixo, mas ainda sim captam. Imediatamente sua preocupação com a noiva vêm a tona. Ele caminha em seus passou lentos e ao chegar no quarto vê, assim como o restante da casa, que a luz principal está apagada e apenas o abajur está ligado.

- Amor. - Ele chama de forma calma e leva a mão no interruptor iluminando todo o quarto.

Seus olhos encontram o corpo de S/n encolhido no canto da parede e ao ver que ela realmente está chorando seu coração se aperta.

- Hey linda. - Harry chama carinhosamente enquanto seus pés o guiam para perto dela. Ele se abaixa em sua altura e de forma delicada acaricia ps longos fios. - Meu amor, o que aconteceu? - Pergunta preocupado, mas S/n apenas afunda mais seu rosto entre seus braços com vergonha dele por encontra-lá assim.

- Nada não. - Seu tom de voz é contraditório à suas palavras e ela se xinga por isso.

- Você quer conversar? - Ele tenta mais uma vez em uma tentativa de ajuda-la.

A cabeça de S/n então, entra em uma discussão entre falar e não falar o que está sentindo durante um tempo. Ela sente medo de se abrir e seu noivo acha-la uma idiota por pensar essas coisas que ela vêm pensando. Mas o que ela pode fazer? Ela não pode controlar seus pensamentos.

- Confia em mim. - Harry pede e isso foi apenas um pequeno espaço para que ela quisesse despejar tudo o que queria para fora.

- Promete não rir de mim? - Ela pede o encarando com o rosto um pouquinho inchado.

- Eu jamais faria isso meu amor. - Harry diz sério se sentando ao lado de S/n pronto para ouvi-la.

- Ok. - Ela passa a mão por debaixo dos olhos tentando conter as lágrimas e ao mesmo tempo encontrar as palavras certas. - Acho que estou tendo uma crise existencial. - Styles a encara confuso.

- Crise existencial?

- Eu não sei como chamar isso. - Seus ombros se balançam e ela respira fundo antes de continuar. - A uns tempos eu parei para observar tudo o que vêm acontecendo e isso está me sufocando. - Harry ainda não entende, mas não a interrompe. - Sabe, eu sempre gostei de curtir a vida, sempre gostei de viajar com você e os garotos em turnês, sempre gostei dos nossos trotes, das nossas diversões. - A cada palavra ela sentia como se pequenos nós fossem se amarrando e nem mesmo o carinho que Harry fazia em seus cabelos agora amenizavam isso. - Quando meu irmão me disse que havia conseguido entrar para uma banda eu fiquei imensamente feliz, isso sempre foi o sonho de Liam e vê-lo conquistar isso me satisfez. - Styles prestava atenção em cada palavra que saia de sua boca e tentava ligar aquilo a algo, mas ainda não tinha chegado a um resultado final. - Foi incrível, eu conheci você, conheci Louis, Niall, Zayn, Gemma, Lottie, a Lou e todos os outros que são importantes para mim agora. - Ela sorri se lembrando de todos que cruzaram seu caminho e agora fazem parte de sua família, assim como Harry Styles. - Mas desde o ano passado eu estou vendo as coisas mudarem e isso está mexendo comigo mais do que eu imaginei.

- Como assim? - Harry pergunta mais uma vez curioso vendo S/n sorrir de forma amarga.

- Bom, na verdade acho que isso começou quando Zayn saiu da banda, mas enfim. - Seu corpo se ajeita ao de Harry e ela recomeça. -Nós já estamos juntos como amigos a vários anos e sempre vivemos grandes coisas juntos, mas agora eu estou me sentindo perdida, eu estou vendo cada um tomar um rumo como realmente deve ser, mas eu não quero aceitar isso. - Sua voz se eleva um pouco. - Louis tevê um filho, meu irmão acabou de ter um também, Gemma está em um relacionamento bem sério, Niall tem seus próprios compromissos, quase não tenho tempo para falar com Zayn. Todos estão crescendo, mas eu não sei quero isso. Quer dizer, óbvio que eu preciso crescer também eu já tenho vinte e quatro anos, mas poxa Harry, eu ainda gosto das mesmas coisas que eu gostava quando tinha dezessete. Eu gosto de fazer bagunça em um quarto de hotel, eu gosto de assistir ensaios de uma turnê, eu ainda amo pedir pizza e comer no ônibus da banda. - Os nós que haviam se formado vão se desfazendo ao que sua voz se emite pelo quarto. - Mas apesar de tudo isso, eu também gosto de ter algumas responsabilidades, eu gosto de estar organizando meu casamento junto com o homem que eu amo, gosto de saber que sou eu mesma que pago minhas contas e não meus pais. Mas mesmo assim, não sei se quero crescer. - Ela concluí e encara o noivo que a olha de forma pensativa. - Você consegue me entender? - Pergunta com medo de estar parecendo uma menininha mimada.

Harry sorri fraco, ele achava que era o único a se sentir dessa maneira, apesar de parecer que era o único ali que não se importava.

- Eu te entendo completamente. - Ele diz se aconchegando a ela. - Eu paro para pensar nisso vez ou outra, mas sabe de uma coisa, eu até que estou gostando dessa mudança.

- Está? - Pergunta desacreditada.

- Um pouco, ter amadurecido fez com que eu tivesse um novo olhar sobre a vida, fez eu experimentar coisas novas e ver o que era o real amor que eu procurava. Te pedir em casamento faz parte disso e eu agradeço por isso. - O sorriso de S/n se alarga. - E não faz mal a saúde ser imaturo algumas vezes, nós ainda podemos nos reunir em um hotel, poderemos correr dos paparazzis em um dia qualquer, ainda podemos dar um baile nos seguranças. A idade não é somente um número S/n, isso aí é apenas uma data, nós não precisamos nos rotular vinte e quatro horas, a gente só precisa ser a gente! - A forma com que Harry fala passa uma enorme confiança para S/n que pensa com carinho nas palavras de Harry.

- Nós ainda podemos fazer as coisas de 2012? - Ela pergunta de forma engraçada fazendo Harry rir.

- Por que não? - Ele ri.

- Dança Take Me Home comigo. - Ela se levanta em um pulo animado e estende as mãos para mim.

- O álbum inteiro? - Ele pergunta assustado mas ainda divertido com a mudança de humor de S/n.

- Nós fazíamos isso em 2012! - Alega deixando Harry sem saída.

- Ok, você venceu. - Se rende levantando-se e acompanhando S/n que liga o som em seu álbum favorito.

Aquela noite sem dúvida seria longa…

9

Selena Gomez/Camila Cabello + Shawn Mendes

like or reblog if you use it, request are open/ like ou reblog caso use, pedidos abertos

           MASTERLIST: FCs MASCULINOS COM +40 ANOS !!

À pedido de um anônimo, eu fiz uma masterlist com todos os FCs masculinos com mais de 40 anos que eu pude encontrar (com o melhor número de resources possível). Eles possuem resources que podem ser usados, mas naturalmente, nem de longe apresentam resources tão bons quanto FCs mais novos e mais usados. É exatamente por isso que eu coloquei vários deles na lista. Podemos usá-los, fazer resources pra eles, e integrar personagens mais velhos na nossa rotina RPGística.


40-49 anos: 46 FCs
50-59 anos: 16 FCs
+60 anos: 4 FCs

Keep reading

ASKBOX ABIERTO

Recordad comprobar el tipo de pedidos que acepto antes de pedir algo~ 

Además de eso he cambiado el theme de la versión PC y voy a estar modificando algunas cosas (actualizar la lista de próximos grupos, poner un FAQ, etc.) así que si veis algo raro o que algún link que no funciona por favor avisarme y lo arreglaré! ^^ 

Espero que tengáis un buen día♥ 

Canciones románticas (en ingles) Clasicas para los signos:

Aries: Cry - Rihanna

Tauro: Ed Sheeran - Photograph

Geminis:Robbie Williams - Feel

Cancer: Alicia Keys - No One

Leo: I dont want to miss a thing- Aerosmith

Virgo:Ed Sheeran - Thinking Out Loud

Libra: Bruno Mars - Just The Way You Are

Escorpio: Evanescence - My Immortal

Sagitario:  Aerosmith - Crazy

Capricornio: Whitney Houston - I Will Always Love You

Acuario:James Blunt - You’re Beautiful

Piscis: Robbie Williams - Angels

Status Inglês

• Promise me you will never forget all the times we spent together.
(Prometa que você nunca vai esquecer todos os momentos que passamos juntos.)

• Treat your girl right or someone else will.
(Tratar a sua garota bem ou alguém o fará.)

• I am perfectly imperfect.
(Estou perfeitamente imperfeita.)

• Love and kindness are the very basis of society. If we lose these positive emotions, society will face tremendous difficulties.
(Amor e bondade são a base da sociedade. Se nós perdermos essas emoções positivas, sociedade enfrentará dificuldades tremendas.)

• Imagine all we could accomplish if we just used our imagination.
(Imagine tudo o que poderíamos realizar se usamos nossa imaginação.)

• There will always be a lesson behind every pain.
(Sempre haverá uma lição por trás de cada dor.)

• Sometimes music is all you need.
(Às vezes a música é tudo que você precisa.)

• Don’t ruin today by worrying about yesterday’s problem.
(Não estrague hoje por se preocupar com o problema de ontem)

• Keep your head high gorgeous, there are people who would kill to see you fall.
(Mantenha a cabeça erguida, lindo, há pessoas que matariam para vê-lo cair.)

• I never changed. I just learned.
(Eu nunca mudei. Eu aprendi.)

• The best medicine in the world is a mother’s hug.
(O melhor remédio do mundo é um abraço de mães.)

• The hardest thing is not talking to someone you used to talk to everyday.
(A coisa mais difícil não é falar de alguém costumava falar para todos os dias)

• Sometimes i keep my feelings to myself, because it’s hard for someone to understand
(Às vezes guardo meus sentimentos para mim, porque é difícil para alguém entender.)

• The only thing worse than not finding happiness is finding it and throwing it away.
(A única coisa pior do que não encontrar a felicidade é descobri-lo e jogá-la fora.)

• Sometimes, I’m afraid to tell you how I feel.
(Às vezes, tenho medo de lhe dizer como me sinto.)

• Be crazy. Be weird. Don’t be afraid of what anybody thinks.
(Ser louco. Ser estranho. Não tenha medo do que os outros pensam)

• somewhere between emotional and emotionless
(em algum lugar entre o emocional e as emoções)

• The older I get, the more I realize what really matters in life.
(Quanto mais velho fico, mais eu percebo o que realmente importa na vida.)

• Good people go through the most bullshit.
(Boas pessoas passam pela maior merda.)

• Do what is right, not what is easy.
(Fazer o que é certo, não o que é fácil.)

                        Se pegar ou gostar dê like/reblog