a garota ideal

        Cartas Noturnas para bela amada

  4:21 madrugada de sexta-feira… longa madruga… noite reflexiva, os segundos se estendem no tempo continuo do minutos que prolongados se tornam as horas… sua voz ecoa em minha mente, mente cujo qual desprovida de progresso, pois a mesma só calcula o tempo que tem, tempo que falta, tempo do tempo para ter tempo para ti,consciente da realidade atual buscando uma vida surreal, querendo ser o seu par ideal. Linda garota, não se deixe levar pelas tempestades… seu sorriso reinara aos finais das tardes, verás que suas lagrimas se tornaram lindas parábolas escritas nas linhas da nossa eternidade. Eternidade palavra que pode ser eternizada, mas dependente de toda sua caminhada, dependente de ti linda amada. como descrever em curtas linhas as sensações trazidas a tona? no fim tudo cai, frente a lona… a pressão se torna intima, se tornando sentimento ainda mais acima, a audição ascuma, criando um adenoma que com seu doce toque, me da leve choque e cura tudo em um baque. Dominadora com cara de santa… mina.. hoje você está demais! seu jeitinho surreal beijo doce, sensual esse estilo casual deixa esse sentimento ainda mais real!  Lembranças estendidas, nunca serão escondidas, nunca deixarei acontecer despedidas!  olhar que me fascina, amor que predomina, boca que cativa sem chance de outra estimativa de alternativa, sem duvidas… uma boca… esportiva… que se tornou minha justificativa.

Não há ponto final, nosso tempo, se estendeu além do dimensional.

D.F

Eu poderia muito bem ter colocado um fim nisso desde o começo, aliás, eu sabia que ele não prestava, e eu conseguia ouvir uma voz dentro de mim gritando “Você vai ser apenas mais uma!”. Porém o coração fez o seu trabalho direitinho, juntou tudo o que podia para fazer com que eu tivesse aquela esperança, aquela que faz você acreditar que pode mudar o garoto, que ele pode gostar de você, que você é a garota ideal para ele, e qualquer mero detalhe eu usava para justificar a minha persistência nisso.
—  Desiludiste - Sophia, o que se esconde atrás de um sorriso.