Zero-Saber

E então eu percebi, que você se parecia com aquelas provas gigantes que dão nas escolas. Provas abertas, que pediam justificativas, e eu não sabia responder nenhuma. Deixava tudo em branco. E ai, eu tirava zero. Por não saber nada sobre. E assim é você, não sei nada ao teu respeito. Você não me deixa saber. Você me afasta. E quando eu tento te preencher, você me deixa, e eu tiro zero. Não na prova desta vez. Tiro zero no meu coração.
—  Pelas luz dos olhos de, Leandro.