Vento

Começar o dia com Deus é dizer “Obrigado, Pai” antes de levantar da cama, é ter noção de que o ar que respiro não é meu, mas Dele, de que o lugar que durmo, o sono tranquilo, a companhia da família debaixo do mesmo teto, são dadivas que ganhei sem merecer, como um salario que ganho sem ao menos trabalhar. O Senhor nos dá o que precisamos, me arrependo por reclamar a falta de coisas superficiais, tenho que manter em mente o quanto sou grata e como Ele me mantém de pé quando eu queria está no chão. Com certeza falar com o Pai que tem que ser o Melhor Amigo desde cedo, trás uma paz quando encaramos o mundo de guerra, trás amor pro modo frio que nos tratam, dá calma para os corações preocupados com os problemas de todo dia. Vai além da oração, é uma meditação, conversa, algo intimo, necessário.
—  Assim Como O Vento
Vou te contar umas coisas: o ouro para ser puro precisa passar pelo fogo. Para aprender a nadar engole-se água quase afogando. O céu mais azul é depois de uma tempestade. Ombros só ficam fortes ao carregar pesos maiores que o próprio corpo. E o coração é um músculo que para ficar saudável tem que sofrer com exercícios cansativos. Então acredite quando digo que a vida não é feita só de dores, existe o Amor. Para se ganhar uma guerra, não deve-se desistir das lutas diárias. Não pule do abismo, deixa Deus te consolar, pois só Ele pode curar seus machucados e restaurar seu coração. E não se esqueça de tentar um pouco mais, ir mais além, correr para alcançar seus objetivos, daqui a pouco você vai sorrir ate a barriga doer.
—  Assim como o vento
Tu che dici che ami la pioggia, ma quando piove apri l'ombrello. Tu dici che ami il sole, ma quando splende cerchi l'ombra. Tu dici che ami il vento, ma quando tira chiudi la porta. Per questo ho paura quando dici che mi ami.
—  William Shakespeare
Mi piacerebbe andare al mare.
Ma niente bagno, niente sole, niente granite nè amici.
Vorrei andare al mare, in un giorno nuvoloso.
Quando fa freddo, quando il cielo è di quel grigio scuro.
Quando soffia il vento, quando le onde sbattono violentemente contro gli scogli.
Mi piacerebbe tanto andarci, adesso, da sola.
Ho bisogno di stare lontano da tutto e da tutti.
Sola con i miei pensieri.
Sola con la mia infelicità.
Sola con quel vuoto che nemmeno il tempo potrà colmare.
Vorrei andare al mare. Sedermi sulla sabbia e fissare l'orizzonte.
Mi piacerebbe fuggire, anche se per poco.
Vorrei evadere, anche se poi torno.
—  inostri-occhichediventanomani
Percebi que quando quebramos a cara, procuramos logo alguém para culpar, porque a dor da decepção nos tira o sono, deixa nossa alma inquieta, e quando vimos que não foi alguém além de nós mesmos que nos machucamos, ficamos perguntando o porquê. Então vi que deve-se sim orar pedindo cuidados a Deus, mas deve-se também vigiar, ou seja, olhar pros dois lados da rua, dizer não para algo ruim, e principalmente, o que só vi agora, confiar nas pessoas logo sabendo que podemos nos arrepender disso. Deus quer o melhor para nós, mas lembre daquela escolha estupida que você fez e ainda culpou a Deus por ter dado errado com você fazendo o errado. Nós pecamos, Ele não. Entregar nosso coração é um ato de amor que na hora da entrega só vemos o lado bom, mas até Jesus foi traído por quem Ele mais ajudou, e Ele sabia da traição e assim nos mostrou que podemos ver que quem estar ao nosso lado pode querer nos derrubar. No mundo reina as mentiras, são pessoas falsas dizendo que odeiam pessoas falsas, é a famosa hipocrisia. Só preste mais atenção no que pode-se ver do espirito da pessoa e não se convença fácil com um rostinho bonito. E se outra vez alguém te fazer cair, lembre que Ele não é o culpado disso, limpe a poeira e vai pedir consolo ao nosso Pai.
—  Assim como o vento
Quando la tempesta sarà finita, probabilmente non saprai neanche tu come hai fatto ad attraversarla e ad uscirne vivo. Anzi, non sarai neanche sicuro se sia finita per davvero. Ma su un punto non c’è dubbio. Ed è che tu, uscito da quel vento, non sarai lo stesso che vi è entrato
Algumas pessoas exigem exatamente aquilo que elas não conseguem fazer. Mas o ruim não está nisso, se comparado a outro problema maior: tem gente que aponta o dedo para criticar os erros que já cometeu. O que tem de errado em ajudar a levantar quem caiu? Qual o problema em tentar manter a paz? Por que tanta guerra? Quero beijo, abraço, cafuné. Prefiro o amor que Deus me ensinou a sentir. Saboreio o gosto adocicado da brisa marítima ao lado de quem me quer bem. Vamos plantar um novo amanhecer, mais alaranjado, menos violento.
—  Assim como o vento