Tempo Perdido

Não dá para fingir que ninguém nos avisou. Ouvimos os provérbios, os filósofos, ouvimos nossos avôs nos avisar sobre o tempo perdido, ouvimos os malditos poetas nos urgindo a aproveitar o dia. Mesmo assim, às vezes, precisamos ver com nossos próprios olhos. Temos que aprender nossas próprias lições. Temos que varrer as possibilidades de hoje debaixo do tapete de amanhã, até podermos mais, até finalmente compreendermos o que Benjamin Franklin quis dizer. Que saber é melhor que imaginar. Que acordar é melhor que dormir. E que até mesmo o pior fracasso, até o pior irremediável erro, é mil vezes melhor que nunca tentar.
—  Grey’s Anatomy.
A verdade é que eu não sei lidar com todo esse sentimento. Eu costumava ser uma daquelas pessoas que não se importavam com muita coisa, nem com ninguém. Mas isso mudou, como se virasse o fim do mundo e tudo aquilo que eu não senti transbordasse em um dilúvio, como se eu tivesse me encontrado e ao mesmo tempo tivesse me perdido em uma selva de emoções com espinhos pontiagudos e vivesse para lutar e sair desse labirinto de sensações. A verdade é que eu minto ao dizer que não sinto, que não me importo, que não me incomodo. A grande verdade é que eu minto por medo de abandono, de negação, medo de sentir, mas eu sinto, sinto muito. Talvez eu não tenha aprendido a viver e aproveitar. A verdade é que eu estou com medo e não sei lidar com todo esse sentimento.
—  Gabriel Mariano.