Pedro-Dias

Conta-se que no principio, Deus, ao analisar tudo o que havia feito, percebeu que precisaria criar, no mundo, algo a mais. Faltava na terra, um ser em especial, um ser capaz de amar seus filhos incondicionalmente. Que enfrentasse a gestação com um sorriso no rosto e satisfação no coração. Que pudesse envolver amorosamente uma criancinha indefesa, embalando-a em seus braços. Que se preocupasse com o menor choro e que pudesse rapidamente perceber um aviso de fome, de sono ou um pedido de atenção. Que vibrasse com seus primeiros passos, de suas primeiras palavras, do seu primeiro sorriso. Que tivesse a paciência de ensinar aquela criança às primeiras lições. Que acompanhasse o seu desenvolvimento e a sua passagem da infância á juventude, e que tivesse o dom de ensina-la desde criança o caminho certo. Que despertasse nele a coragem de lutar por seus objetivos com fé e perseverança, e que estivesse ali, ao seu lado, caso ele falhasse, para ensinar-lhe que, na vida, todos enfrentam dificuldades, mas a grande diferença está em levantar e seguir em frente. Um ser que mantivesse a coragem e a firmeza de corrigi-lo e de aconselha-lo, mesmo quando esse jovem já se julgasse capaz de tomar suas próprias decisões. Um ser que, depois de tudo isso, tivesse a força suficiente para ver o seu filho bater suas asas sozinho e seguir a sua própria vida. Um ser que, enfim, amasse o seu filho sem limites, acima de tudo, e que pudesse fazer qualquer coisa para vê-lo feliz. Eis que Deus olha para sua nova criação, esse ser tão sublime em forma de mulher e lhe diz: “Vai, minha filha, serás, na terra, uma enorme semelhança do meu amor, iluminaras o mundo com a luz de teu coração, e onde quer que vás, onde quer que estejas teus esforços e tua dedicação serão lembrados para sempre com uma única palavra: MÃE”.
—  Paixonizar, em “Feliz dia das Mães”.
Há momentos na vida da gente, que a gente se pergunta por que é que as coisas são assim. São nesses momentos, que paramos para refletir sobre o real sentido das coisas… descobrindo assim as certezas e as INcertezas da vida que a gente vem carregando desde sempre. O interessante disso tudo, é que não é apenas questão de rever os princípios, mas é questão de rever a si mesmo, em quem você se tornou em como você interage com as pessoas, se perguntar por que as coisas são assim não adianta em nada se você não demonstra pra você mesmo o seu brilho, a sua força, a sua garra, o seu carisma, o seu alto astral, o seu vigor, sua juventude. Não basta apenas mostrar pra você mesmo, você deve agarrar isso com tudo, e provar pra todo mundo do que você é capaz e COMO você se dispõe a encarar seu medos e seus tropeços de cabeça erguida, de peito aberto, sem medo, sem preceitos, sem esquecer de quem você realmente é de que como você realmente gostaria de ser. É com esse pensamento que você abre as portas de você mesmo para que o seu verdadeiro EU mostra a todos quem está por dentro e abrindo essa porta, também, é que você consegue trazer pra dentro, interagir com o exterior, absorver as coisas. Nessas horas, temos que ficar atentos e criar um filtro para drenar tudo de ruim e absorvermos somente o bom, o agradável, o doce. Se você consegue acordar todos os dias, com o brilho nos olhos, disposto a enfrentar seus medos, e dar um tapa nos inimigos, você consegue obter de você mesmo e dos outros tudo aquilo que você sonha, tudo aquilo que você quer. É a capacidade de nos apaixonarmos todos os dias é que nos faz criar asas e alçar voo rumo a lugares mais distantes, mais bonitos. O fogo inocente dos olhos de uma criança, o brilho curioso, é o que devemos ter para conseguirmos sonhar, viver, sorrir e crescer.
E para finalizar, uma citação, essa é para todos vocês então decore:
“Amanhã será tomorrow” - Falcão
—  Pedro Bial.

para o dia do Quadrinho Nacional, o Pedro Leite do
Quadrinhos Ácidos fez essa montagem. 

Personagens e autores da imagem:

• Ultralafa (Daniel Lafayette) - http://tinyurl.com/laougyw
• Vó (Jean galvão) - http://tinyurl.com/k3qjrdq • Edgar (Gustavo Borges) -http://tinyurl.com/n2qvjcl
• Blue e os Gatos (Paulo Kielwagen) - http://tinyurl.com/mhswqds
• Radicci (Iotti) - http://tinyurl.com/p8vkqwo
• Tirinhas do Zodíaco (Pedro Leite e Rafael Koff) - http://tinyurl.com/p74whvu
• Rê Bordosa (Angeli) - http://tinyurl.com/9kdzmm
• Laricat (Leonardo Maciel) - http://tinyurl.com/or5rfg2
• Willtirando (Will Leite) - http://tinyurl.com/yyd7svu
• Mentirinhas (Fábio Coala) - http://tinyurl.com/yjkyg6k
• Quadrinhos Ácidos (Pedro Leite) - http://tinyurl.com/lfzs8mm
• Objetos Inanimados (Guilherme Bandeira) - http://tinyurl.com/lvvwa27
• Turma da Mônica (Maurício de Sousa) - http://tinyurl.com/ljbhcnv
• Vida de Suporte (André Farias) - http://tinyurl.com/2bvojfu
• Mundinho Animal (Arnaldo Branco) - http://tinyurl.com/34zrxby
• Geraldão (Glauco) - http://tinyurl.com/ykfma4b
• Um Sábado Qualquer (Carlos Ruas) - http://tinyurl.com/cqhvso
• Ryotiras (Ricardo Tokumoto) - http://tinyurl.com/yfsz9d4
• Bear (Bianca Pinheiro) - http://tinyurl.com/krxhdvq
• Piratas do Tietê (Laerte) - http://tinyurl.com/l6524fh
• Valente (Vitor Cafaggi) - http://tinyurl.com/9aae4wa
• Last RPG Fantasy (Lobo Limão) - http://tinyurl.com/mbfeues
• Aline (Adão Iturrusgarai) - http://tinyurl.com/9rn9em
• Armandinho (Alexandre Beck) - http://tinyurl.com/mnqxdzw
• Malvados (André Dahmer) - http://tinyurl.com/ajkcx
• Níquel Náusea (Fernando Gonsales) - http://tinyurl.com/yzttht7
• Menino Maluquinho (Ziraldo) - http://tinyurl.com/k5a5kse
• Combo Rangers (Fabio Yabu) - http://tinyurl.com/pnrn8ws

Feliz 1 ano de namoro e feliz Dia dos Namorados

Pedro,
Às vezes fico impressionada com o tanto que nos damos bem. Parece uma amizade de uma vida inteira. Quando estamos juntos todas as tormentas viram um mar calmo. É o prazo de nos olharmos e um sorriso sincero aparece nos nossos rostos.
Imagino tantas coisas boas para gente, meu amor. Um futuro lindo, cheio de conquistas, com nossos planos se realizando, nossas vidas se fundindo.
Espero conseguir proporcionar a você a mesma felicidade que me proporciona. Espero estar conseguindo demonstrar nesse texto um tanto confuso o quanto você é importante para mim. Espero que nosso amor dure para sempre.
Te amo muito!
Feliz 1 ano!
Ass: Paula

Há momentos na vida da gente, que a gente se pergunta por que é que as coisas são assim. São nesses momentos, que paramos para refletir sobre o real sentido das coisas… descobrindo assim as certezas e as INcertezas da vida que a gente vem carregando desde sempre. O interessante disso tudo, é que não é apenas questão de rever os princípios, mas é questão de rever a si mesmo, em quem você se tornou em como você interage com as pessoas, se perguntar por que as coisas são assim não adianta em nada se você não demonstra pra você mesmo o seu brilho, a sua força, a sua garra, o seu carisma, o seu alto astral, o seu vigor, sua juventude. Não basta apenas mostrar pra você mesmo, você deve agarrar isso com tudo, e provar pra todo mundo do que você é capaz e COMO você se dispõe a encarar seu medos e seus tropeços de cabeça erguida, de peito aberto, sem medo, sem preceitos, sem esquecer de quem você realmente é de que como você realmente gostaria de ser. É com esse pensamento que você abre as portas de você mesmo para que o seu verdadeiro EU mostra a todos quem está por dentro e abrindo essa porta, também, é que você consegue trazer pra dentro, interagir com o exterior, absorver as coisas. Nessas horas, temos que ficar atentos e criar um filtro para drenar tudo de ruim e absorvermos somente o bom, o agradável, o doce. Se você consegue acordar todos os dias, com o brilho nos olhos, disposto a enfrentar seus medos, e dar um tapa nos inimigos, você consegue obter de você mesmo e dos outros tudo aquilo que você sonha, tudo aquilo que você quer. É a capacidade de nos apaixonarmos todos os dias é que nos faz criar asas e alçar voo rumo a lugares mais distantes, mais bonitos. O fogo inocente dos olhos de uma criança, o brilho curioso, é o que devemos ter para conseguirmos sonhar, viver, sorrir e crescer.
E para finalizar, uma citação, essa é para todos vocês então decore:
“Amanhã será tomorrow” - Falcão
—  Pedro Bial.