Mell

ranmaru-rock asked:

¡MI-CHAN! no te pongas mal mi vida D: Ojala y se te pase rápido, bueno te siento(?) mal. Espero pueda hacer algo para que te alivies u_u

Mell. ¡Sigo sin superarlo! Necesito consuelo, hacer una babosada para superarlo con más rapidez. Si me quedo enfrascada en el angst me sofocaré (?)

Ami a mai világban a “lényeg

- nagy mell

- jó segg

- ezeket minél feltűnőbben kirakni

- flegmaság

- gazdagság

- cigizz, piálj, drogozz

- tökéletes arc

- tökéletes test

- 55 kg alatti test súly

- 165 cm feletti és 180 cm alatti testméret

- póthaj

- smink

- műköröm

- bajusz szemöldök

- és még véletlenül se merj szűz lenni 15 évesen

Szánalmas. 

És a természetes szépség hol marad?!

A coisa mais rara no mundo é encontrar pessoas felizes. Haverá momentos em que a dor será sua única amiga, haverá momentos em que o sentimento de culpa e o rancor serão companheiros aliados da angústia. Porque a vida não foi feita pra ser apenas passada, assistida, a vida foi feita pra ser vivida, com plenitude de seus sentimentos, atos, de suas sensações. Haverá momentos de alívio, momentos de prazer, amor, paixão. Nunca deixe de passar por todos, é fundamental que você tenha uma bagagem. É fundamental errar, pra depois poder falar com certeza das consequências. A vida é igual uma adrenalina de um show muito louco, desses que tacam água na plateia para todo mundo pular ainda mais. Parece droga, ou o primeiro trago de um cigarro muito esperado. A vida nem sempre é prazerosa. Não se julgue menos feliz que os outros, afinal, só você sabe das suas dores e só aquela pessoa sabe das dores dela. Não julgue alguém que tu não conheces, esta pessoa pode estar passando por um momento de extrema tristeza. Como dizia Zíbia: ” A vida deseja que você desenvolva seus potenciais de espírito eterno e aprenda a ser feliz.” A felicidade é nosso destino e só o bem é verdadeiro. Para nos ensinar isso, a vida programa nossas experiências de acordo com nossas necessidades. É difícil viver em um mundo como este, pela qual passamos por grandes sofrimentos, grandes quedas e tombos, que muitas vezes causam cicatrizes incuráveis. Não sei se a vida é curta ou longa para nós, mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas. Sinceramente, a vida não exige das pessoas o que elas ainda não têm condições de dar. A vida não lhe dá pesos maiores do que você pode aguentar. Está tudo planejado, programado para nosso bem-estar, nossa sobrevivência. Pois a vida não nos entrega tudo pronto, de “mão-beijada”, depende de nos usufruir de cada parte boa que ela nos oferece e lutar em cada parte ruim. Nem sempre é tudo bom, as mil maravilhas. Temos que aprender, não? E para isso, só tendo dificuldades. E vencendo elas. Não veja as cicatrizes como algo ruim que levará em si. Veja como uma luta vencida, como uma marca de vitória. Porque é só assim que você pode seguir em frente, enfrentando as barreiras que a vida coloca em seu caminho, enfrentando a realidade que o mundo inventa. Antes de depender de alguém, tudo depende de nós. Tudo depende de nós colocarmos um sorriso no rosto e acreditar que independente das barreiras colocadas na nossa frente, tudo pode ser vencido. Nada nessa vida é em vão, tudo tem um porém, um motivo para acontecer. Sei que as vezes é complicado, difícil de seguir em frente, que até da aquela vontade de desistir de tudo, mas acredite, tudo que é colocado no nosso caminho é porque temos capacidade de ultrapassar. E vamos combinar que depois de todas as dificuldades que passamos chega a ser engraçado de imaginar que em algum momento pensamos em desistir, não é mesmo? Mas nunca esqueça que para cada decepção existe uma lição.
—  By: MileneIsadora and Mell written in imperfeita-s
Acostumei-me a pensar em você, me acostumei com as mensagens ao acordar, também com os seus carinhos e abraço de repentes, só sente uma coisa neste momento saudades. Não é uma saudade comum, é aquela saudade de quando eu não amava não me magoava com qualquer palavra doce, não digo que me arrependo de amar, mas certamente de amar você. Você me fez de ping-pong uma hora falava “oi”, outrora apenas abraços, e após isso nada de conversas ou momentos juntos. Eu peço um amor verdadeiro com brinde de para sempre, não mentiras e um romance abandonado. Sinto falta de quando eu te amava de longe, porque nessa época ainda tampouco saberia das conseqüências de lhe dizer o que sentiria por você. E também não sentiria essa dor, que quando eu o vejo aumenta cada vez mais. Pois quando eu o amei de longe, sem você ao menos imaginar meu sentimento por você, poderia até colocar esperanças onde não havia nada, mas pelo menos você não vinha com essas suas palavras grossas me dizer que nunca existiria um romance bonito entra nós dois. Mas como de costume, você foi se afastando ao poucos, infelizmente já imagina que esse seria o nosso fim, mas lá no fundo sempre houve uma esperança. Espero que daqui para frente consiga parar de olhar para meu celular de minutos à minutos esperando uma ligação sua ou sequer uma mensagem. Espero conseguir também me acostumar sem aqueles seus carinhos quando estava para baixo, ou naquele mero abraço vendo um filme muito triste. Espero conseguir esquecer teu sorriso, e deixar de lado essa mania de ficar associando teu perfume a todos os cheiros que eu sinto. Eu sei, vai demorar, vai ser doloroso… mas eu espero. Olha só, eu aprendi a ter paciência. Aprendi a dar tempo ao tempo. Aprendi que com você nunca haveria um “final feliz”, afinal não tivemos nem um começo. Sim, eu ainda te amo. E provavelmente vou continuar amando por muito tempo. Mas eu me amo mais, e hoje quero o meu bem acima do seu. Acima de tudo. Cansei de ficar numa corda bamba lutando pra manter o equilíbrio enquanto você observa tudo lá de baixo, indiferente a se eu irei cair ou não. Cansei, e não vou continuar me lamentando. Vai ser difícil te ver por aí vivendo sua vida, saindo, bebendo, namorando. Vai doer te ver passar com uma menina diferente a cada semana, e eu posso até derramar algumas lágrimas por você ás vezes, mas eu vou aos pouquinhos te tirar do peito. Vou esvaziar meu coração, até que não haja sequer vestígio de você. E depois de superá-lo, sentirei o maior prazer em passar na sua frente, olhar na sua cara e não sentir absolutamente nada. Eu sou demais pra você, agora eu sei disso. Admita que você teve medo de não saber lidar com isso, com alguém que você se ama cada dia mais e mesmo assim não parece ser o suficiente. Eu fui assim com você, mas isso para por aqui. Eu me dou valor e sei que não preciso de você, pois eu sei me fazer feliz e não preciso de um estupido para isso. Foi até bom tudo isso ter acontecido, eu acordei. Foi o suficiente para eu saber que se algo entre nós tivesse acontecido a dor seria bem maior. E acredite, partir o meu coração de uma forma diferente dessa, alimentando minhas expectativas é uma coisa que você não quer.
—  By: Ana LuizaMellLaís and Bruna written in imperfeita-s
Claro que me importo e o mais óbvio é que irei sentir sua falta, mas e daí? Você esta ai, quem sabe num bar bebendo com os amigos e dando uns beijos naquela que você dizia que era somente sua amiga. Do que irá adiantar ficar mostrando que a saudade ta apertando aqui dentro e que esta complicado de aceitar isso tudo, se você simplesmente esta nem ai. Digo, nem ai para esse meu sentimento, para essa saudade e vamos combinar que tudo que é correspondido é mais gostoso e já que essa saudade não é nem um pouco lembrada, sequer correspondida, pra que ficar me remoendo e pensando como seria maravilhoso se você estivesse ao seu lado nesse momento. Pra que ficar repetindo pra mim mesma que talvez, lá no fundo você sinta a minha falta? Quantas vezes pedi pra Deus, pra que universo te mostrasse qualquer sinalzinho da minha existência, pra que você lembrasse da minha voz, do meu cheiro, do meu jeito. Pra que você lembrasse de mim. Mas de que adianta, afinal? Idealizei um futuro onde você não está, e, sinceramente não consigo aceita-lo. Fazem quase dois meses, e desde então não tenho sorrido. Ainda não me acostumei a sentir sua falta em cada parte da casa, e em cada parte do mundo. Mas de que isso adianta, se do outro lado da cidade você está satisfeito? Longe, tranquilo e sorrindo. Esta com ela exatamente como estava comigo. Se está tudo correndo maravilhosamente bem no seu mundinho perfeito de barezinhos e Whisky, não tem com oque se preocupar não é mesmo? Afinal, porque você gastaria seu precioso tempo pensando no quanto eu sinto sua falta, ou o quanto eu já te amei e já te fiz feliz? Porque você lembraria de todos os sorrisos, de todos os abraços e beijos? Porque você passaria se redimindo do mal que você me causou e continua causando se você pode muito bem ir em mais um barzinho de esquina, beber doses duplas de vodka, rindo e beijando outras mulheres sem nenhum compromisso. Mas sabe, mesmo assim eu ainda sinto sua falta e eu estou tentando, juro, estou tentando não sentir. Quando o sentimento é saudade, só quer dizer que ainda sinto tudo que não deveria sentir. Só que se eu o visse hoje ou quem sabe? Amanhã. O sentimento voltaria porque sempre é assim, e como se amores viessem com uma plaquinha “perigoso amar, perigoso mais ainda é esquecer.” É o mais complicado de se fazer, dizem que quando se tenta fazer isso, você se lembra da pessoa e isso não adianta, porque esse tipo atitude não muda, só seu “oi”, me muda por inteiro. E faz cada dia, essa saudade aumentar.
—  By: Mell, Flávia, Lívia and Ana Luiza written in imperfeita-s