Hellcity

Seein’ a lot of demon-critters on my dashboard, today. Can we take a moment to appreciate the Fetich Soul of the Malfeas: Ligier, the Green Sun?

One of my favorite Exalted characters of ever. He’s the primary soul of the Malfeas, the Hellcity, and the greatest craftsman active in the setting. He’s the sickly green light that illuminates the the streets and sky - literally a bright, verdant sun! Simultaneously ¡ay, carumbra! in his humanoid form.

Occasionally, he’s able to depart from the depths of Malfeas’ city-body without the aid of summoners, a trait unique among demons.

He’s essentially Tanith Lee's Azhrarn. 

Art by Kiyo (NSFW: Kiyo.deviantart.com)

"After" "Before" "During..."

Eae Farofada? Vocês adivinham qual o tema inicial por aqui? Hãn? Hãn?

Sim, os “Afters Party”! As polêmicas e divertidas festinhas que rolam depois de outras festinhas!

Virou uma verdadeira febre em nossa querida e morna Hell City! Praticamente todos os eventos públicos resultam em um “after” (Recentemente descobri um after para o Enem ¬¬).

Graças ao maravilhoso mundo da música sertaneja, os eventos da e-music acabaram se afastando um pouco do mainstream cuiabano (por um lado isso é bom), mas eis que surgiram os gladiadores e defensores da boa música, os famosos anônimos promoters dos “Afters” e afins. Com unhas e dentes, defendem seu direito de espaço, o direito de tocarem suas músicas, e o direito de tirar sua graninha (que um “dim dim” não faz mal pra ninguém)!

Por um preço justo e acessível a todos, (em média 15 “pila”) você pode se deliciar o dia todo ao som daquele famoso amigo do primo do tio da cunhada da vizinha, que por sinal toca muito bem, mas ainda não teve sua chance de se apresentar em grandes eventos.

Para ajudar, as festinhas ainda permitem entrada de bebidas, ou seja, cada um escolhe a sua preferida, compra fiado no mercadinho da esquina de casa e vai todo faceiro curtir a baladinha depois da baladona!

A idéia de promover esse tipo de evento por aqui foi ótima, só devem tomar cuidado para que a ganância no lucro e a vontade de aparecer não seja maior que o espírito de diversão que ainda paira sobre o ambiente das “After Partys” Cuiabanas!