Gabriela-Machado

Se apaixonar por amigos devia ser pecado. Por melhores amigos podia ser crime, dar cadeia e até pena de morte. Sei lá, só pra prevenir. Nada contra meus amigos, pelo contrário, tudo a favor deles; inclusive poupá-los de se apaixonarem por mim ou me aguentarem amando-os. Acho que amor de amigo tem que ser só isso mesmo: amizade. Mesmo que digam que é lindo um casal de ex melhores amigos, agora namorados. Mas e quando não forem mais namorados, serão novamente melhores amigos? Amizade é cotidiano ou distância, é suportar você apaixonado o dia inteiro ou secar suas lágrimas. É segurar seus cabelos enquanto você abraça uma privada depois de um porre, é rir da sua cara quando você cai e é te passar aquela cola na hora da prova. Amigo tem a função de ajeitar seu coração quando alguém o quebrar, então como é que ele fará isso se, for o próprio quem te magoar?
—  Gabriela Machado
2

I came across these paitnings purely by chance on a bit of a Google adventure and really like them. They’re by Portuguese artist Gabriela Machado, who has an unfairly good eye for colour. I love their simplicity and perfectly chosen colour schemes so much I even tried someting similar out myself… surprisingly (or not) to no avail. proving that they definitely fall in the category of ‘harder than they look’. They offer a pretty, feminin and delicate alternative to most of the abstract art thats around today without becoming weak or nothingy. The ideal pieces of art for a swanky glass house in the canadian hills and I wont rest until that becomes my reality!