CONTA-

Vem cá e senta aqui do meu lado. Deixa eu deitar no teu colo. Faça carinho nos meus cabelos. Me fale coisas bonitas e românticas. Me conquiste com o seu olhar. Me chame para dançar. Me pegue no colo, gire e me deixe tonta. Vou te xingar muito por fazer isso, mas isso não quer dizer que eu não te ame. Me escreva uma carta e guarde na minha mochila quando eu não estiver olhando. Mande flores quando eu estiver na aula. Minhas amigas irão morrer de inveja. Me ligue de madrugada e não diga nada. E quando eu ameaçar desligar, diga que ligou para ouvir minha voz, pois ela te faz dormir melhor. Isso vai me fazer sorrir e perder o sono. Diga que sonhou comigo a noite passada. Me chame para jantar. Me chame pra andar por aí. Se alguém me deixar para baixo, diga que irá tirar satisfação com esse alguém. Ou melhor, diga que irá dar uma surra para ela aprender a não magoar a sua vida. E depois me abrace forte e me conforte com suas palavras doces. Se ver algum garoto olhando para mim, olhe de volta. E faça aquele seu olhar de garoto malvado e me abrace para mostrar que eu sou sua. Se algum dos teus amigos me ofender ou me tratar com desrespeito, me defenda, me proteja. Me deixe ganhar de você no videogame. Mostre interesse pelas coisas que eu gosto. Se eu estiver lendo um livro, pergunte sobre ele. Talvez você acabe querendo ler também. Diga que adorou as fotos que eu tirei. E mesmo que não goste, deixe que eu tire fotos de você. Prometo não mostrar as fotos para ninguém. Só para minha mãe e para o meu pai e para minha família e para os meus amigos e para os nossos filhos, daqui alguns anos. Divida a conta comigo ou deixe que eu pague, às vezes. E quando houver brigas, me dê espaço, não insista. Pode ficar do meu lado, se quiser. Mas deixe eu me acalmar e eu volto para você. Eu sempre volto. E não esqueça nunca de incluir no meio de tanta coisa, os seus abraços, os seus beijos, as suas brincadeiras, as piadas sem graça, os seus carinhos… E acima de tudo, meu amor, seja você por inteiro.