Branca

Deito, olho pros lados e começo a pensar em você, imaginar coisas que a gente conversava, lembrar de sua voz, risada e de todos os carinhos que a gente fazia uma ao outro. Estamos passando por um momento difícil, mas nem por isso vou te deixar. Quero ter de volta o que eramos antes, sem medo de amar um ao outro. Vou te esperar um dia voltaremos a ser o que nós fomos.
—  Mac Muller para Letícia Muller