Antigo

Eu o chutei para bem longe do meu ninho 
Eu quebrei minhas asas para que você pudesse voar
E, se o amor for verdadeiro e não morrer, eu vou te encontrar
Na noite como um vaga-lume, na esquina, na rua vazia, nos barzinhos da vida.

Que conste em todos os registros que eu sou tua! Independente de quanto tempo passe, de quantas idas e vindas nós ainda tivermos, e mesmo que chegue nosso fim, eu sei que nunca vou ser de mais ninguém do jeito que sou tua.
—  17/07/2016 - as bochechas tão doendo de novo
Antes eu achava que todo mundo era meu amigo. Um dia, depois de muito sentir um gosto amargo e horrível na boca, descobri que muita gente queria me ferrar. Sim, as pessoas querem (e vão, me desculpa, mas vão) te ferrar. Tem amigo que não suporta te ver feliz. Tem conhecido que não aguenta ver o teu sucesso. Tem amigo que não gosta de ver que o teu relacionamento está dando certo. Tem parente que sente um ciúme trouxa. Tem gente que não sabe o que é gostar. Tem gente que não respeita nada. Acredito no seguinte: o olho das pessoas que gostam de você sempre vai brilhar quando alguma coisa boa te acontece. Se ele não brilha, meu amigo, “há algo errado no paraíso”.
—  Clarissa Corrêa
Comecei a enxergar você como alguém tão possível de me fazer feliz, alguém que me pertence a um passado tão distante, alguém que não soube ser o centro da minha vida por nem ter controle ainda da própria. Foi assim que eu acabei enxergando o quanto tudo pode ser maravilhoso se eu quiser que assim seja, o quanto o percurso que a minha vida irá tomar está somente em minhas mãos, o quanto eu posso ser maravilhosa, diferente, se eu me ver desta forma.
—  Isadora Ferronato
Sem título

Ainda não estou pronto para escrever sobre você.
Isso não é um texto.
Não é um desabafo.
Não é um pedido de volta, nem um adeus.
Não estou te tranformando em um passado machucado, nem em um futuro memorável.
Estou te deixando aqui, guardado em um canto escondido de mim, esperando o futuro dizer o que vai ser.
Não posso esperar por você, para decidir afinal o que quer, não posso me enganar, não posso fingir.
Agradeço pelo momentos vividos, os contos românticos antigos sentiriam inveja se eu decidisse eternizar o “a gente”, mas prefiro não fazer, para não criar falsas intenções ao meu imaginar.
Isso não é uma despedida, muito menos um ficarei.
Interpretação ficará ao teu critério, não ao meu.
Um brinde ao inverno do seu coração, espero que alguém possa o aquecer, mas esse alguém não será eu, talvez.

Um pensamento qualquer
É interrompido pelo barulho da vida
Do movimento incessante, para que assim exista
Algo para ver, algo para crer, em um futuro distante…
Queria eu ser parte do vento
Vagar sem rumo, pelos céus mais claros
Pelas cavernas mais escuras
Até pelas ondas do mar,
E para dentro do ser.
Vagar sem rumo, talvez pela eternidade
Talvez por um breve momento.
Tanto faz.
Só quero, uma vez não crer
Em fim algum,
Em barulho algum,
Em pensamento algum.
Apenas ser
Leve e eterno,
Como o vento ou as ondas do mar…
Tanto faz.
—  Felipe Vale, Voar. 2012
São 4:09 da madrugada, não consigo pensar em outra coisa a não ser em você. Fico pensando em nossos momentos juntos, os abraços, os beijos, as risadas, as brigas bobas por ciumes, será que isso não valeu de nada pra você? Jura? O problema, foi que pra mim valeu de muito, e eu te juro, todos os dias eu choro e sinto sua falta, eu queria você de novo sabe, mas não vou ter, NÃO VOU. Quanto tempo falta pro meu coração aceitar isso? Você foi o primeiro que eu amei, e o primeiro que simplesmente pisou em mim, pisou no meu coração sem dó nem piedade, me disse aquelas coisas sem pensar no que eu tava sentindo, justo você que dizia pra sempre contar contigo, que se eu tivesse triste era só conversar com você, que nunca me julgaria e sempre me entenderia, você me prometeu que sempre seria meu, e que nunca, por motivo nenhum me trocaria, olha o que você fez comigo. E nossos planos? De ficar deitados juntos vendo A Culpa É Das Estrelas (meu filme favorito), eu chorando e você me zoando e me beijando até tudo passar… E quando a gente prometeu que algum dia a gente iria deitar juntos na calçada de casa e ficar olhando as estrelas… Você me disse tudo isso, você prometeu, e depois simplesmente acaba com tudo, me deixando com um buraco vazio no coração, sem pensar em como eu iria me sentir com aquilo um segundo se quer. Como você conseguiu dormir a noite sabendo que destruiu todos os sonhos de uma menina que te amava mais que qualquer coisa? Eu deixei tudo por você, eu me anulei, deixei de amar os outros e a mim mesma pra todo o meu amor ser seu, por que eu achava que você valia mais que todas as pessoas do mundo juntas. Eu aguentei tudo, sem reclamar. Corri atrás, pedi desculpas, me humilhei. Seu cargo era o de presidente, e eu me vestiria até de secretária se te agradasse, e você pediu demissão, sem aviso prévio nem nada, apenas disse tudo aquilo pra mim e foi embora, viver sua vida perfeita e feliz e me deixou aqui, sozinha, sem sonhos, esperanças e triste, muito triste. Sabe, mesmo você tendo feito tudo isso, eu te desejo toda a felicidade do mundo, infelizmente, apesar dos pesares eu sempre quero te ver bem. Sabe cara, eu sou feliz, eu sou feliz demais, mas eu sou triste demais quando penso em você, no que poderia ter sido. Só que acabou, e mesmo doendo aqui dentro, fique sabendo que eu nunca vou abaixar a cabeça, por que eu sou forte e mereço ser feliz, sei disso. E um dia, eu ainda vou ouvir a nossa música, assistir o nosso filme, lembrar das suas palavras, abraços e beijos, sem sentir sua falta, eu sei que algum dia eu vou lembrar disso tudo e sorrir, sem sentimentos nem nada disso, vou sorrir só por você ter feito parte da minha história, mesmo no momento, sendo somente uma lembrança.
—  Nicoly, cicatrizes nos pulsos.