9x8

Este texto poderia começar com um apelo a algum deus, sei la, a qualquer um desses varios que existem por ai, mas entendo que nessas horas não se tem fé, o que é bem engraçado, pois diariamente tentamos salvar pessoas com palavras, estas de meros humanos que anseiam por salvar vidas. Parece ser ridículo, mas o maior porquê disso é exatamente, que palavras, o vento leva. Sim, essa frase é muito usada nos textos de amor, com o objetivo de instruir as pessoas a terem atitude. Mas se pararmos para pensar a fé é simplesmente algo absoluto, ou você tem, ou você não tem/perdeu, já as palavras não, elas veem e vão, percorrendo as correntes de ar, sejam elas boas ou ruins, pequenas, ou grandes como as enciclopédias, ou até do tamanho de um livro do Nicholas Sparks. Talvez, um “Eu te amo!” onde não existe amor machuque, mas não estou aqui para isso, estou aqui para lhe dizer que você pode contar comigo, e com os outros ao seu redor, você não os enxerga, não é? Eu entendo, todos já tivemos aqueles problemas, que geraram mais problemas, criando uma bola gigante de neve que se estacionou sobre nós. Eu sei o que é estar agasalhado e ter frio, sei como é não ter ar, que não conseguimos sair do lugar, nossa vida para, não vamos para frente, nem para trás, ou quando não é isso, somos jogados em um rio de possibilidades onde temos que nadar contra a correntezas que a vida nos impõe. É, já tive que nadar contra as correntezas, sei que os braços cansam, as pernas começam a dar câimbra, seus dedos calejam, sim, calo sobre calo, e seu cérebro se exausta. Você até pensa que será o seu fim, mas você já se afogou tantas vezes que seu corpo já se acostumou com isso, ter a vida te engolindo como um mar que engole as pequenas tartaruguinhas que acabaram de nascer, no final somos mesmo como tartaruguinhas, pessoas pequenas, frágeis, envolto em um grosso edredom, sem nenhuma parte do corpo pra fora, pois precisamos nos assegurar em uma falsa proteção. É engraçado, porque na verdade somos de uma espécie totalmente diferente: Homo Sapiens, o Homem Sábio, mas no fundo só estamos perdidos, cansados, presos em uma rotina que se prende em: da casa pro trabalho, do trabalho pra casa da mãe, pro mercado, pro banco, ou pra casa do caralho. Tudo começa a ser tão automático que as pessoas se tornam comuns, como os prédios, os ônibus, os postes de luz. Quando você se vê perdido em meio ao centro da cidade, você para, procura, mas está escuro, não é? Seus olhos começam a se fechar, ou são as luzes que se apagam? Mas você sempre esteve no escuro não é tartaruga, o mar é tão grande, tão escuro, você se desespera, anda, corre, tropeça, cai, levanta, cansa, senta e descansa, as pessoas dizem que a luz é um tipo de esperança, mas você começa a achar que no seu túnel não tem luz no final, você grita, pede ajuda, se engasga, e por fim, se conforma com aquele lugar, acha melhor se acostumar e continuar andando, até porque não tem mais nada a perder. É uma conclusão inteligente, se não tem luz, não se tem esperança. Mas ela não é a última que morre? Quem sabe só está perdida nessa escuridão. Você sente fome, sente frio, tropeça no meu fio, mas não o vê, percebe que ainda está na rua, tudo passou tão rápido, agora você é um mendigo, que mendiga a esperança de achar um feixe de luz, ou fogo, seus braços estão machucados, cortados, e seu corpo também. Você luta uma grande guerra, e por isso tem essas marcas, você luta uma grande guerra contra si mesmo. E suas energias acabam e você morre, sem ter absolutamente nada, morre, pesado como se tivesse tudo, estranho, não? O vazio não devia ser leve? Você sempre se achou vazio, mas, e se o vazio fosse tudo que você não consegue ver? E se o escuro for só uma questão de perspectiva? Igual as milhares ilusões de óticas que temos por ai, e as pessoa boazinha que nos apunhala pelas costas. Quem sabe, aquele meio fio não seja apenas a sua cama? E tudo só esteja escuro porque você não tentou acender a luz e sim procura-la? Você realmente gritou por ajuda ou deu aquele grito silencioso que ninguém consegue ouvir? Até porque, todos sabemos que o silêncio é o pedido de socorro de quem sobre. Chega de perguntas, agora é a hora de reagir, vamos converter essa guerra ai em uma estratégia de vitória. Agora, acenda a luz! Não adianta dizer que não sabe onde fica o interruptor, pois esse é o bom de andar em círculos no escuro, esbarramos tantas vezes nos mesmos lugares que sabemos exatamente onde fica cada coisa. Agora, se olhe no espelho, quem você vê? Você falou o seu pior adjetivo, não foi? Eu sei pois foi o que eu disse quando me olhei também, agora diga o seu melhor também, todos erramos e temos nossos pecados, mas não somos feitos de total derrota, precisamos olhar os dois lados da coisa. Comece a se abrir para o mundo, e se ele te bater, aprenda a revidar, mas não com mais porrada e sim com superação, a gente sempre apanhou, não é? O que serão mais alguns socos?  Mostre ao mundo suas qualidades, aceite-as, mostre a eles que um erro na tabuada de 9 não significa errar a tabuada inteira, mas somente uma operação de multiplicar, e essas palavras presas na sua garganta? Comecem a pôr pra fora, não vai ser facil não, você guardou tanta coisa que ficou pesado, eu sei, também engoli palavras e no fim vomitei dicionarios. Comece a ver a vida de uma forma diferente, e se não der certo, tente de novo, depois de errar tantas vezes, você começa a perceber que não existe forma perfeita de viver, mas sempre tem aquela melhor, e é ai que perceber que só precisa colocar de 0 à 9 e depois do lado de 9 à 0, e terá todas as respostas certas sem nenhum problema.
9x1 = 09
9x2 = 18
9x3 = 27
9x4 = 36
9x5 = 45
9x6 = 54
9x7 = 63
9x8 = 72
9x9 = 81
9x10 = 90
—  Senhor Fallen, Cartas dos derrotados. 

[Texto dedicado ao mês do Setembro Amarelo]

Un giorno un professore scrisse sulla lavagna:
9x1 =17
9x2 = 18
9x3 = 27
9x4 = 36
9x5 = 45
9x6 = 54
9x7 = 63
9x8 = 72
9x9 = 81
9x10 = 90
Quando ebbe finito di scrivere e si girò verso la classe tutti gli alunni stavano ridendo per l'errore fatto nella prima operazione. A questo punto il professore disse: “Ho scritto la prima operazione sbagliata di proposito perché volevo che imparaste  una lezione molto importante. Era solo per spiegarvi come il mondo la fuori vi tratterà. Vedete che ho scritto giusto 9 volte ma nessuno mi ha detto che sono stato bravo; tutti voi però avete riso e mi avete criticato per l'unica cosa sbagliata che ho fatto”. Quindi questa è la lezione:
“Il mondo non apprezzerà le milioni di cose giuste che farete ma sarà pronto a criticare l'unica sbagliata”

Escuela

En la escuela se le había enseñado a multiplicar, le hicieron leer al Quijote y había aprendido historia…. Pero no le habían enseñado cómo superar un corazón roto, nadie le dijo que hacer cuando un amigo se va sin despedirse ni le explicaron lo difícil de ver a su madre en un ataúd.
Supo entonces que la vida no era multiplicar 9x8 y que no se podía ir por allí cual Quijote venciendo molinos. Que la historia que está en los libros no es la misma que le toca vivir y que en los momentos más difíciles solo se tendrá a si mismo.
La vida no es como se la enseño la escuela y le tocó aprenderlo solo.

9x1 = 9
9x2 = 18 (1+8 = 9)
9x3 = 27 (7+2 = 9)
9x4 = 36 (3+6 = 9)
9x5 = 45 (4+5 = 9)
9x6 = 54 (5+4 = 9)
9x7 = 63 (6+3 = 9)
9x8 = 72 (7+2 = 9)
9x9 = 81 (8+1 = 9)
9x10 = 90 (9+0=9)
9x11 = 99 (9+9=18, 1+8=9)
9x12 = 108 (1+0+8 = 9)
9x13 = 117 (1+1+7 = 9)
9x14 = 126 (1+2+6 = 9)
9x15 = 135 (1+3+5 = 9)
9x16 = 144 (1+4+4 = 9)
9x17 = 153 (1+5+3 = 9)
9x18 = 162 (1+6+2 = 9)
9x19 = 171 (1+7+1 = 9)
9x20 = 180 (1+8+0 = 9)
9x21 = 189 (1+8+9 = 18, 1+8=9)
9x22 = 198 (1+9+8 = 18, 1+8=9)
9x23 = 207 (2+0+7 = 9)
9x24 = 216 (2+1+6 = 9)
9x25 = 225 (2+2+5 = 9)
9x26 = 234 (2+3+4 = 9)
9x27 = 243 (2+4+3 = 9)

@urmyheartworm suggested:  Can you write a story wherein Sheldon dated Vanessa from 9x8 and how Amy would react about it.

Sheldon sat across from this beautiful woman who would not stop flirting with him using science fiction and he hated every moment of it.  She liked all the stuff he liked, so as soon as he started arguing a point, she just agreed.  How on earth was he supposed to get any thrill about being right if she just agreed on everything.  Sheldon thought of Howard and Raj and that scavenger hunt that brought this Vanessa to him, and he grit his teeth.  How did they find him someone so perfect as a joke, but someone so off the mark when they tried?

Keep reading

In school they teach you
how to multiply 9x8
make you read Macbeth
and have you memorize the first 10 amendments to the constitution.
But they don’t teach you how to
stop loving someone who has
stopped loving you
or how to deal with losing
a friend to an unsaid goodbye
and a relative to a cancer that ate
away their brain.
At home I learned from my father that
alcohol can make as many problems
as it solves
but damn does it feel good
to let my throat burn instead of my heart
and to tune out the problems in my head
that I just couldn’t solve.
Because life isn’t 9x8
and it isn’t the way authors describe
their characters in a story.
It’s those nights you lay awake
missing someone
wishing things could be different
and it’s the next day when you realize they can’t
and then it’s how you pick yourself up
after being down for so long.
I taught myself that.
En la escuela te enseñan cómo multiplicar 9x8 te hacen leer Hamlet y memorizar los primeros 10 artículos de la constitución. Pero no te enseñan cómo dejar de amar a alguien que ha dejado de amarte, o cómo lidiar con derrotas cuando un amigo se va sin decir adiós, o cuando un pariente muere porque el cáncer se comió  su cerebro. En casa he aprendido que el alcohol puede hacer tantos problemas  como los que resuelve. Y se siente tan bien dejar que mi garganta se queme en lugar de mi corazón y no prestarle atención a los problemas en mi cabeza que yo no podía resolver. Porque la vida no es 9x8  y no es la forma en que los autores describen a sus personajes en una historia. Son esas noches que permaneces despierto por extrañar mucho a alguien. Deseando que las cosas sean diferentes  y al día siguiente te das cuenta de que no se puede y entonces es cuando te levantas después de estar abajo por tanto tiempo. Porque de eso se trata la vida, pero nadie puede enseñarte eso, nadie puede ayudarte cuando estas en duelo. Porque todos dicen que necesitas apoyo, pero la verdad es que del único que depende estar bien es de uno mismo.
En la escuela te enseñan cómo multiplicar 9x8 te hacen leer Hamlet y memorizar los primeros 10 artículos de la constitución. Pero no te enseñan cómo dejar de amar a alguien que ha dejado de amarte, o cómo lidiar con derrotas cuando un amigo se va sin decir adiós, o cuando un pariente muere porque el cáncer se comió su cerebro. En casa he aprendido que el alcohol puede hacer tantos problemas como los que resuelve. Y se siente tan bien dejar que mi garganta se queme en lugar de mi corazón y no prestarle atención a los problemas en mi cabeza que yo no podía resolver. Porque la vida no es 9x8 y no es la forma en que los autores describen a sus personajes en una historia. Son esas noches que permaneces despierto por extrañar mucho a alguien. Deseando que las cosas sean diferentes y al día siguiente te das cuenta de que no se puede y entonces es cuando te levantas después de estar abajo por tanto tiempo. Porque de eso se trata la vida, pero nadie puede enseñarte eso, nadie puede ayudarte cuando estas en duelo. Porque todos dicen que necesitas apoyo, pero la verdad es que del único que depende estar bien es de uno mismo.