4h00


S/n POV


- Havaí aqui vamos nós. - meu namorado falou todo empolgado. - Vamos S/n estamos indo para um dos lugares mais lindos do mundo e você fica com essa cara de quem chupou limão.

- Chris são 5h30 da manhã estamos em um aeroporto lotado porque falta uma semana para o natal então isso esta um caos e eu estou com sono, que horas é o vôo mesmo?

- 7h00.

- Sério e você tinha que me acordar às 4h00 da manhã?

- Porque como você mesmo disse falta uma semana para o Natal e o aeroporto está uma confusão, agora venham comer alguma coisa porque eu estou com fome.

Nesse momento eu estava com uma vontade enorme de jogar meu namorado da ponte. Eu amo meu namorado mas não tenho um bom humor logo cedo e as vezes ele não ajuda com as brincadeiras bestas. Depois de algumas horas esperando finalmente embarcamos no avião, eu dormi praticamente o vôo tudo.

- S/n acorda já chegamos - falou cutucando meu braço.

- Mais já?

- Sim, você dormiu o tempo todo, agora venha quero ir para o hotel logo e aproveitar a praia.

- Pra que tanta pressa vamos ficar aqui até janeiro não vamos?

- Sim vamos ficar até janeiro mas eu quero aproveitar muito.


Nós iríamos ficar no Aston Waikiki Circle Hotel lugar maravilhoso, Chris me mostrou algumas fotos do lugar eu fiquei apaixonada na hora.

Depois de nós instalarmos no quarto fomos dar uma volta e comer alguma coisa.


- Chris aqui é completamente lindo, estou sem um pingo de voltar para casa.

- Eu sei querida, mas infelizmente não podemos ficar aqui para sempre.<br>

- Eu sei, logo você começa outro filme e eu tenho meu emprego.

- Sem desânimo OK ? Essas férias vãos ser maravilhosas - Falou colocando a mão no meu queixo fazendo com que eu o olhasse.


Depois de passar o dia inteiro fora resolvemos voltar para o hotel e descansar. <

Já estávamos uns três dias no e Chris estava complemente estranho, me evitava o máximo, o que era meio difícil pois estávamos no mesmo quarto, nessa altura eu já estava pensando que ele tinha se apaixonado por outra pessoa. Então resolvi ligar para Sebastian que era meu melhor amigo e amigo do Chris também


*

- Seb preciso dá sua ajuda.

- O que você aprontou S/n não vai me dizer o que você foi presa.

- Não idota, não é nenhum problema com a lei e sim com o Chris

- Certo o que ele aprontou agora?

- Espero que nada, mas ele está meio estranho não tem falado comigo direito você sabe o que aconteceu?

- Sabe S/n minha mãe está me chamando aqui ela quer q eu troque a luz então preciso ir - Ele desligou na minha cara antes que eu pudesse falar algo.

*


Com certeza Sebastian sabia o que estava acontecendo com Chris e não iria me contar, já que eu não tinhas a quem recorrer, resolvi tirar essa história a limpo. <br>

Eu estava esperando ele sair do banho sentada na cama.

- Chris será que a gente pode conversar?

- Calro só deixa eu colocar uma roupa. - Ele se arrumou rápido e veio se sentar do meu lado. - Então S/n o que você quer.

- Está acontecendo alguma coisa com você ? Você está com algum problema? Ou aprontou alguma coisa ?

- Claro que não Amor por que as perguntas?

- Você está estranho comigo, então pensei que estava acontecendo algo.

- Não se preocupe tá bom - deu um beijo na minha testa.

Chris percebeu que eu fiquei chateada com essa situação dele, então ele resolveu que iríamos ficar no hotel e assistir um filme ou fazer alguma coisa até dar as 20h00 horário aquele ele tinha feito nossa reserva no restaurante.

Perto das 19h20 resolvi tomar um banho e me arrumar, como estava calor resolvi colocar um vestido florido e uma sandália azul que combinava com o vertido.

- Você está pronta S/n?

- Estou sim e você.

- Sim, então podemos ir?

- Claro, vamos para o restaurante do hotel mesmo?

- Não é um aqui perto.


O jantar foi tranquilo mas um pouco antes das sobremesas chegar Chris começou a ficar inquieto meio pálido como se ele fosse vomitar ou desmaiar a qualquer momento.

- Querido você está bem, quer voltar para o quarto?

- Não, não só preciso de um pouco de ar eu já volto.

- Quer que eu vá junto ?

- Não precisa eu vou ficar bem.


Chris POV


Eu tinha planejado pedir S/n em casamento nessa viagem, mas isso estava me deixando tão nervoso que eu estava quase amarelando. Então resolvi falar com uma das pessoas mais sensatas que eu conhecia. Mark Rufalo


*

- E aí cara Já pediu S/n em casamento?

- Não, ainda não.

- Não vai me dizer que você desistiu Chris.

- Quase isso, digamos que eu quase sai correndo.

- Chris qual é o seu problema, ficou meses falando sobre pedir a garota dos seus sonhos em casamento e agora saiu correndo feito um Pateta?

- Eu fiquei nervoso tá legal.

- Nervoso com que cara Você é Christopher Robert Evans, o Capitão América, aí quando vai pedir sua namorada de anos em camento amarela. Alex não é qualquer uma é a S/n, ela te ama e você a ama também então o que está esperando vai lá pede ela em casamento logo.

*


Mark tinha razão não tinha motivo de eu estar com medo eu já estava tanto tempo com s/n que estava na hora de levar nossa relação ao um próximo nível. Respirei fundo e voltei para o restaurante. S/n estava brincando com a sobremesa provavelmente preocupada comigo.

- Desculpe o sumisso fui resolver umas coisas, será que podemos voltar para o hotel ?

- Claro, você está se sentindo bem?

- Estou só estou um pouco cansado. Vou pagar a conta e já vamos.


Eu não estava cansando só tinha esquecido o anel no quarto mas não podia contar isso né. Assim que chegamos no quarto S/n iria entrar no banheiro para tirar a maquiagem e colocar o pijama mas eu pedi que ela esperasse um pouco.


- Eu ria falar isso no restaurante mas percebi que esqueci uma coisa aqui não quarto, sei que o eu vou falar vai ser meio clichê. Mas desde que Sebastian nos apresentou eu sabia que queira você e mais, eu quero casar com você ter uma família e envelhecer com você. Sabe você Sempre me apoiando em tudo não importa se é a coisa mais boba do mundo você sempre está aqui, e isso é importante para mim, você é importante para mim por isso eu quero levar o nosso relacionamento a um próximo nível - falei entregando a caixinha no formato de coração com um anel dentro.

- MDS Chris isso realmente o que estou pensando?

- S/n Você aceita casar comigo?

- Claro que sim, Chris essa com certeza foi a melhor viagem de todas



Juju =^-^=

Você havia chegado tarde naquele dia, não que eu me importasse, você sempre chegava tarde. Eu me lembro exatamente.

Eram 2h26 da manhã e você chegou feito um furacão, tinha esquecido a chave e nós ganhamos uma multa na manhã seguinte pelo gritaria que você fez para que eu abrisse a porta. Você estava toda descabelada e sorridente, quase não piscava os olhos e andava apenas se apoiando nas coisas, gritou comigo quando eu perguntei aonde estava e então se sentou na mesa da cozinha comendo o resto da janta.

As 3h10 eu consegui colocar você debaixo do chuveiro, por alguns curtos minutos foi engraçado escutar você dizer que estava chovendo. 3h21 eu consegui tirar você do banheiro e te deitar na cama, você estava enjoada. Ás 3h46 você tinha vomitado seis vezes e choramingava dizendo que sua garganta doía. Ás 4h00 você já havia adormecido, porém, eu permanecia na cadeira ao lado da sua cama, alisando a sua mão que estava enrolada na minha, uma mexa de seus cabelos negros caiu em seu rosto e seu peito ia e vinha em longas respiradas.

Às 4h30 eu voltei para meu quarto e tentei dormir também, mas às 4h34 você acordou gritando, tinha tido um pesadelo, às 4h40 você estava aninhada aos meus braços e às 4h42 pediu para que eu nunca lhe abandonasse.

Mal sabia você, que te abandonar era a última coisa que eu queria.

10

04/11/17: Réveil ⏰ à 00h45 pour partir vers 1h pour l’ascension du volcan IJEN. 🌋Les fameuses « blues fires », ça se mérite et elles ne sont visibles que la nuit .
Armées de nos lampes frontales et masques à gaz 😷, il faut à présent grimper accompagnées de notre guide, Suki ❣️😊. La montée jusqu’au cratère dure environ 1h30 et ensuite la descente au cœur du cratère environ 1h sur un chemin périlleux et très escarpé.
Vers 4h00 on arrive à temps pour admirer les flammes bleues issues de la combustion du souffre s’échappant du volcan. 😱 C’est spectaculaire et quasi irréel, on se pose un instant pour savourer ce spectacle malgré que l’air encombré des fumées et vapeurs de souffre soit irrespirable et que ça pique les yeux 👀.
Puis enfin, le soleil se lève, les flammes bleues disparaissent et le cœur du cratère nous dévoile son célèbre et magnifique lac vert, le plus acide au monde. 🌏

Deixa eu me esconder no teu abraço quando algo me deixar com medo. Deixa eu afundar minha cabeça no seu pescoço e ficar aconchegada por um bom tempo até acalmar. Deixa eu deitar no teu peito, olhar pra lua e ver a vida passar enquanto você sussurra no meu ouvido que eu sou a mulher mais insuportável que você já conheceu. Deixa eu entrelaçar minha perna na sua e esquecer meu olhar no seu, igual a gente faz sempre. Deixa eu amar você, mimar você, cuidar de você. Deixa eu ser a tua pequena, a tua menina, o teu bem querer. Deixa eu ser a mulher que vai pular no teu colo quando você chegar do trabalho ou que vai brigar com você por causa da TV ligada na sala. Deixa eu querer você, deixa eu tocar seu corpo, deixa eu perder meus dedos no seu cabelo enquanto faço aquele cafuné que você tanto gosta. Deixa eu ser pra você, tudo o que você é pra mim. Deixa eu ser imperfeita só pra depois achar engraçadinho o jeito atrapalhado que eu tento consertar as coisas. Deixa eu acertar com você, deixa eu ser alguém melhor pra você, deixa eu te fazer feliz. Deixa eu ser, pelo menos, o maior motivo do seu sorriso, deixa eu preparar sua janta e fazer o nosso brigadeiro de panela quando o tédio estiver nos dominando, deixa eu fazer de tudo pra arrancar uma gargalhada tua, deixa eu te acordar às 4h00 da manhã pra reclamar que você não tá me dando espaço no sofá, deixa eu te olhar dormir, beijar seu bico manhoso e rir da sua teimosia. Deixa eu ser essa chata, insuportável, inconveniente e inesquecível mulher que eu sempre fui pra você, deixa. Deixa eu ficar. Deixa eu ser sua. Porque não há outra coisa que eu queira ser…
—  Giulia Mainardi